sexta-feira, 20 de maio de 2011

ROLÂNDIA : JUIZ DESPACHA AÇÃO POPULAR DOS 30 ALQUEIRES DA COROL

VAI SOBRAR PROCESSO DE IMPROBIDADE PARA ALGUNS AÍ. A JUSTIÇA ESTÁ CHEGANDO.

DR. PAULO COSTA POSTOU NA COMUNIDADE "ROLÂNDIA POLITIKA" AGORA POUCO:

"O DR ARTHUR, JUIZ QUE ESTÁ NO LUGAR DO DR. TAYAMA, DESPACHOU NAS DUAS AÇÕES POPULARES (30 ALQUEIRES DO FRIGORÍFICO E 02 ALQUEIRES EM FRENTE A DORI) DETERMINANDO A EXTRAÇÃO DE CÓPIA INTEGRAL DAS AÇÕES E REMETENDO À PROMOTORIA PARA FINS DE INSTAURAÇÃO DE PROCEDIMENTO JUDICIAL PARA APURAÇÃO DE CRIME DE IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA, DENTRE OUTROS. A COISA VAI PEGAR FOGO......"

COMENTÁRIO MEU:

JUSTIÇA É ASSIM QUE SE FAZ


EU SEMPRE FALEI QUE ESTES 30 ALQUEIRES DO POVO NAO É BRINCADEIRA. NINGUEM PODE PEGAR 30 ALQUEIRES DO POVO, PLANTAR SOJA E CANA  E FICAR POR ISSO MESMO.. ESPERAMOS QUE ALGUÉM (OU ALGUNS) SEJAM DEVIDAMENTE PUNIDOS PARA QUE FATOS ANÁLOGOS NUNCA MAIS SE REPITAM. É O NOVO JUDICIÁRIO DO PARANÁ MOSTRANDO QUE NÃO TEM MEDO DOS PODEROSOS. SE EU TIVESSE  GANHO UM TERRENO PARA CONSTRUIR UMA INDUSTRIA E NAO TIVESSE CONSTRUIDO COM CERTEZA JA TINHAM ME COLOCADO NA CADEIA. QUERO QUE O JUDICIÁRIO AJA COM TODOS OS RIGORES DA LEI CONTRA "a", "b" ou "c"...TODOS SÃO IGUAIS PERANTE A LEI.
PARABENS DR. PAULO
PARABENS DR. ARTHUR...

ROLÂNDIA - PREFEITURA RECUPERA RUAS NO MONTE CARLO, NA VILA OLIVEIRA E NO BELO HORIZONTE

PREFEITURA RECUPERA RUAS NO MONTE CARLO, NA VILA OLIVEIRA E NO BELO HORIZONTE

Dando continuidade as obras viárias no município, a Prefeitura de Rolândia realizou operação Tapa Buracos em algumas ruas da Vila Oliveira e também nos Jardins Belo Horizonte e Monte Carlo. Alvo de reivindicação dos moradores locais, a Rua Franklin Umbehaum, no Jardim Monte Carlo recebeu o serviço da administração por meio da equipe das Secretarias de Infraestrutura e Serviços Públicos. Em virtude das chuvas, o asfalto do local apresentava várias fissuras.  No Jardim Belo Horizonte, a equipe da prefeitura recuperou a Rua dos Pardais. O local também apresentava problemas em virtude da água das chuvas. Já na Vila Oliveira, a recuperação aconteceu nas Ruas Almeida Porto, André Pesente, Interventor Carvalho Chaves, José Bonifácio e Francisco da Cunha. O serviço de Tapa Buracos da Prefeitura segue agora para outras ruas que também tem problemas de buracos na cidade. TEXTO e FOTO by ASSESSORIA DE IMPRENSA DO MUN. DE ROLÂNDIA

ROLÂNDIA - FARINA SE METE EM MAIS UMA POLÊMICA


SÓ  ACONTECE COMIGO

CLIQUE PARA LER

MÓVEIS EM PEROBA ROSA - EM ROLÂNDIA - PR.


(clique na foto para aumentá-la)

PEROBA ROSA - LINDA - (EM EXTINÇÃO) - PREÇOS IMPERDÍVEIS
MÓVEIS FINÍSSIMOS PRA TODA A VIDA

MESAS - CADEIRAS - ADEGAS - APARADOR - CRISTALEIRAS - BANCOS - ESPELHOS - CADEIRAS DE PISCINA - BANCOS DE JARDIM, ETC.
A PARTIR DE  R$ 400,00 (MARCENARIA PRÓPRIA)
ACEITAMOS ENCOMENDAS...
TEL. 43-3256-1908

ESPOSA DE BARBOSA NETO FOI CITADA NO CASO Operação Antissepsia

ACONTECEU O QUE TODOS TEMIAM

Marcos Ratto, em seu depoimento na quinta-feira (19) junto ao Ministério Público Estadual, em Londrina revelou  que a mulher do prefeito Barbosa Neto, Ana Laura Lino, está também envolvida no escândalo investigado pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco).
O Gaeco investiga desvio de recursos públicos da Saúde, através dos institutos Atlântico e Gálatas, além de casos de corrupção envolvendo funcionários públicos municipais. Desencadeada na última terça-feira (10), a Operação Antissepsia já deteve 20 pessoas, sendo que seis foram liberadas por colaborarem com as investigações.
"Nós trouxemos hoje nosso cliente para esclarecer alguns pontos e ficou bastante claro que ele tem um papel de menor importância. O papel de maior importância está centrado na esposa do prefeito", afirmou Petrônio Cardoso. Ana Laura Lino teria coagido os membros do Conselho Municipal da Saúde para contratar o Instituto Atlântico, por meio da exigência de uma pessoa de Curitiba, chamada Rui, que articulou o esquema.
Segundo o advogado, a primeira-dama teria uma relação muito estreita com o presidente do Instituto Altântico, Bruno Valverde. Como o Conselho Municipal de Saúde gostaria que uma empresa de Londrina assumisse o contrato de substituição do Centro Integrado de Apoio Profissional (Ciap), rescindido também por desvio de verbas, o suposto Rui teria articulado a entrada da oscip Atlântico na cidade.
O esquema de corrupção teve início entre o final de 2010 e o início deste ano. Ana Laura Lino teria uma personalidade impositiva e, em uma reunião na prefeitura, teria iniciado a pressão nos conselheiros da saúde. "A primeira dama, apesar de não exercer a função de secretária da Saúde, era quem mandava e manda no sistema de saúde de Londrina, segundo a versão do meu cliente", garantiu Cardoso.
Ratto também teria estabelecido o papel da esposa do ex-procurador jurídico do município, Joelma Canguçu. Ela pegaria o dinheiro no Instituto Valverde e levaria para Ana Laura Lino, esposa do prefeito Barbosa Neto. Questionado sobre se o prefeito sabia do esquema de corrupção, o advogado disse acreditar que sim.