terça-feira, 18 de outubro de 2011

ROLÂNDIA - JOVENS DE ROLÂNDIA FORAM PRESOS APÓS ASSALTO


Sergio Santiene

Os jovens foram abordados na esquina das avenidas Tiradentes e Arthur Thomas, na região oeste de Londrina
FONTE: BONDENEWS

Quatro jovens de Rolândia foram presos na noite desta segunda-feira (17) após cometerem vários roubos a pessoas em Londrina. Eles acabaram sendo detidos depois que fizeram o último assalto a uma vítima na avenida Tiradentes, próximo ao Colégio Marista. 



A Polícia Militar montou um cerco e conseguiu abordar o veículo Ford Fiesta, que os ladrões estavam usando para a prática dos delitos, na Avenida Tiradentes, próximo o cruzamento com a Avenida Arthur Thomas, região oeste da cidade


Um caminhoneiro fez a denúncia à Polícia Militar depois de ser abordado na Avenida Brasília, trecho urbano da BR-369. Ele acelerou o veículo e conseguiu fugir do roubo, mas anotou a placa do Fiesta e repassou às forças policiais, que ainda receberam outras duas ligações de vítimas dos assaltantes.



Dentro do veículo foram encontradas três armas de brinquedos, notebook, celulares, som para carro, tênis de luxo, documentos e a quantia em dinheiro de R$ 148. A PM acredita que os objetos sejam produtos de roubos. 



Wesley Zimbicki de Oliveira, 20; Diego Passarim Carminato, 18; Marcus Vinicius Vrenna, 18, e Fabio Augusto Campanerut Norinha, 18, foram detidos em flagrante por roubo. 



Os familiares dos acusados confirmaram que os jovens são moradores de Rolândia, estudantes e que não precisam cometer crimes, exemplo disso é que Marcus Vinicius é filho de um empresário de uma rede de nove emissoras de comunicação no Paraná. Para os pais, os atos dos jovens seria um momento de loucura da cabeça deles.
Segundo apurou-se os jovens ainda se encontram detidos em celas separadas dos outros presos aguardando decisão do juiz a respeito de um pedido de liberdade provisória.
VÍDEO
http://www.youtube.com/watch?v=AnHWjG7yQLw&feature=related

DIRIGIR BÊBADO - MOTORISTA EMBRIAGADO - PENA = CADEIA



SOCORRO DEPUTADOS!.... SOCORRO SENADORES!... 
Temos que mudar a lei penal. Se qualquer pessoa dirigindo embriagado matar ou ferir gravemente cidadãos inocentes deverá ir imediatamente para a CADEIA e lá ficar pelo menos DOIS ANOS sem direito a fiança ou liberdade provisória. Precisava morrer algum filho de político importante para que criem vergonha na cara e cesse este impunidade. Quem quiser beber que não dirija  veículos. Quem violar esta norma deverá pagar o crime sempre com cadeia, além, é claro, da indenização à família da vítima. PELO AMOR DE DEUS!... TEM ALGUÉM QUE PRESTE AÍ NO CONGRESSO NACIONAL PARA ACABAR COM ESTA LEI ABERRANTE QUE PERMITE AS PESSOAS MATAREM INOCENTES NO TRÂNSITO E FICAR POR ISSO MESMO?
Não estão colocando na cadeia os bêbados que matam ao volante porque infelizmente só está morrendo gente simples da classe trabalhadora. Afinal rico não pega ônibus no ponto e não anda a pé ou de biciclera para passear e ir ao trabalho.
Eu fiz a minha parte. Hoje encaminhei mensagens para os principais senadores e deputados do Congresso do Nacional. Até para o Romário e Tiririca eu enviei. Espero que alguém lá em Brasilia tome as dores do povo.
JOSÉ CARLOS FARINA - ADVOGADO - ROLÂNDIA - PR.

ROLÂNDIA - POLÍCIA PRENDE JOVENS COM DOIS QUILO DE MACONHA




Vi agora pouco na TV. Através de denuncia anônima a  polícia prendeu dois jovens no Conjunto São Fernando de Rolândia com com dois quilos de maconha. Um adolescente e o outro acabou de completar 18 anos. 

OS MAIORES PROBLEMAS DO BRASIL


 Por Gil Cordeiro Dias Ferreira

Que venha o novo referendo pelo desarmamento. Votarei NÃO, como da primeira vez, e quantas forem necessárias. Até que os Governos Federal, Estaduais e Municipais, cada qual em sua competência, revoguem as leis que protegem bandidos, desarmem-nos, prendam-nos, invistam nos sistemas penitenciários, impeçam a entrada ilegal de armas no País e entendam de uma vez por todas que NÃO lhe cabe desarmar cidadãos de bem.
Nesse ínterim, proponho que outras questões sejam inseridas no referendo:
· Voto facultativo? SIM!
· Apenas 2 Senadores por Estado? SIM!
· Reduzir pela metade os Deputados Federais e Estaduais e os Vereadores? SIM!
· Acesso a cargos públicos exclusivamente por concurso, e NÃO por nepotismo? SIM!
· Reduzir os 37 Ministérios para 12? SIM!
· Cláusula de bloqueio para partidos nanicos sem voto? SIM!
· Fidelidade partidária absoluta? SIM!
· Férias de apenas 30 dias para todos os políticos e juízes? SIM!
· Ampliação do Ficha-limpa? SIM!
· Fim de todas as mordomias de integrantes dos três poderes, nas três esferas? SIM!
· Cadeia imediata para quem desviar dinheiro público? SIM!
· Fim dos suplentes de Senador sem votos? SIM!
· Redução dos 20.000 funcionários do Congresso para um terço? SIM!
· Voto em lista fechada? NÃO!
· Financiamento público das campanhas? NÃO!
· Horário Eleitoral obrigatório? NÃO!
· Maioridade penal aos 16 anos para quem tirar título de eleitor? SIM!
Um BASTA! na politicagem rasteira que se pratica no Brasil? SIM !!!!!!!!!!!
"O dinheiro faz homens ricos; o conhecimento faz homens sábios e a humildade faz homens grandes."

VEREADOR DO PT DE LONDRINA RESPONDE PROCESSO POR CORRUPÇÃO

ODIARIO.COM


  • Juliana Leite


Legenda
Jacks Dias se cala durante interrogatório no Gaeco. Divulgação/Arquivo-CML
Legenda
O ex-secretário municipal de Gestão Pública e atual vereador de Londrina, Jacks Dias (PT), ficou em silêncio durante o interrogatório realizado nesta quarta-feira (6) pelo Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado (Gaeco). Ele foi intimado a prestar esclarecimentos a respeito de uma investigação do contrato da prefeitura de Londrina com a empresa de segurança Centronic, quando ele era secretário municipal na administração do então prefeito Nedson Micheleti.
Jacks Dias é acusado de ter recebido pagamento de propina para que o contrato do município com a empresa Centronic fosse mantido pela administração municipal, em 2006. "O recebimento da comissão era mensal, que variavam entre R$ 4 mil a R$ 6 mil", comentou o delegado do Gaeco, Allan Flore.

VÍDEOS VÍDEO OKTOBERFEST DE ROLÂNDIA 2011 - 3ª PARTE