quarta-feira, 16 de novembro de 2011

FOTO HISTÓRICA DA RESISTÊNCIA DOS AMIGOS DO BOSQUE DE LONDRINA

FARINA PRESENTE - FOTO FOLHA WEB 
Marcos Zanutto

PREFEITURA TENTA DESOBEDECER ORDEM DE EMBARGO DAS OBRAS DO BOSQUE DE LONDRINA

Últimas Notícias

Funcionários da prefeitura estiveram no Bosque hoje tentando prosseguir os "trabalhos" de "detonação" das árvores do Bosque. Naquele momento a obra já estava embargada pelo IAP. No entanto, trabalhadores da prefeitura e máquinas, além de cinco caminhões, permaneciam no bosque. Apenas às 16 horas e 47 minutos o assessor da secretaria de Obras, Aguinaldo Rosa, responsável pelo setor de pavimentação, deu a ordem para que os servidores e máquinas deixassem o local. FOLHA WEB

VÍDEO EVANGÉLICOS SOFREM ATENTADO À BOMBA EM LONDRINA culto evangélico concha acústica

VÍDEO Nº 3 - PROTESTO NO BOSQUE DE LONDRINA - PLANTIO DE ÁRVORES

VÍDEO Nº 2 - PROTESTO CONTRA A DESTRUIÇÃO DO BOSQUE DE LONDRINA

JOVEM É MORTO NA PORTA DE CASA EM ROLÂNDIA

MATÉRIA DO FARINA NO SITE ODIARIO.COM LONDRINA - ATENTADO À BOMBA

VÍDEO IAP EMBARGA OBRAS DO BOSQUE DE LONDRINA - GLOBO

JOHNNY LEHMANN REASSUME PREFEITURA



PREFEITO DE ROLÂNDIA REASSUME O CARGO
Com a presença de todos os secretários da administração, o Prefeito de Rolândia Johnny Lehmann reassumiu o cargo nesta quarta-feira (16), após alguns dias de férias.
A vice-prefeita Sabine Giesen havia assumido a Prefeitura no último dia 21 de outubro. O prefeito retoma as atividades administrativas pronto a atender as necessidades da população.
“Este ano e em 2012 temos muitos projetos que colocaremos em prática, principalmente nas áreas da saúde, da educação e do desenvolvimento econômico. Estes são os pilares da nossa gestão que busca beneficiar os rolandenses desde o primeiro dia de governo”, disse.
Também abrilhantaram o evento com suas presenças os vereadores José Danilson de Oliveira, Paulo Santis e Enéias Galvão. “Agradeço o apoio dos vereadores e desde já reforço nossa parceria, pois temos muito trabalho a realizar”, declarou o prefeito.
Já na próxima terça-feira (22), o atendimento ao público do prefeito e dos secretários será realizado no Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Zilda Arns, no Conjunto San Fernando.

CAROLINE BERTACHI REBATE CRÍTICAS DE DIOGO HUTT ( BOSQUE DE LONDRINA )


Caroline Bertachi deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Manifestantes leigos e o Bosque Central de Londrin...": 


Caro Diogo Hutt, como jornalista, sua obrigação é passar a informação correta. Para começarmos a conversar, a manifestação do primeiro dia no bosque contou com pelo menos 30 pessoas, profissionais das mais diversas áreas, inclusive urbanistas, estudantes e moradores da região, que como cidadãos estavam revoltados com essa atrocidade cometida no centro da cidade. 
Dando continuidade aos fatos, caso você nunca tenha passado pelo bosque de Londrina, já que a rua ainda não foi aberta para você atravessá-la de dentro do seu carro, o bosque é sim utilizado pela população. Todos os dias, vários senhores vão até as mesinhas se divertir com seus jogos, pessoas vão se exercitar, e até mesmo os catadores de lixo aproveitam sua sombra para tirar um cochilo no horário do almoço. E se, durante a noite, o bosque é freqüentado por usuário de drogas tornando-se um lugar inseguro, a culpa é exclusivamente da prefeitura, que não é capaz de manter a segurança do local.
Você, jornalista, deve aprender a dar a informação tal qual ela é, e não na base do achismo. O IPPUL fez estudos no local? Você teve acesso? Por que até agora não conseguimos obter quase nenhuma informação sobre o projeto, seus planejamentos e estudos de viabilidade. A opinião de 100 pessoas sobre reabrir ou não uma rua no meio do bosque, de uma cidade de quase 500 mil habitantes, realmente, não me parece ser um estudo bastante preciso.
Sobre a questão do meio ambiente, até uma criança sabe que não se deve cortar uma árvore. Árvores serão plantadas em outro local? Como você sabe? Pode me informar aonde vai acontecer esse plantio em substituição ao que aconteceu no bosque? E as árvores do calçadão, você também pode me informar onde foram plantadas as árvores para substituir as cortadas? 
Prefiro nem entrar na questão do Patrimônio Histórico, leigo como é no assunto, não entenderia o que significa a palavra patrimônio. Um jornalista falando o que não sabe, é mil vezes pior do que um leigo tentando defender a memória da sua cidade. 
Lamentável declaração. 

APOSENTADO VAI PROCESSAR BARBOSA NETO DE LONDRINA

O advogado do aposentado Nilton Santos, que se envolveu no acidente de trânsito com o prefeito de Londrina, deve entrar com uma ação cível e outra criminal contra Barbosa Neto. Heli Augusto Correia Machado vai protocolar o pedido de abertura dos casos até a próxima segunda-feira (21).

AÇÃO NA JUSTIÇA HOJE A TARDE CONTRA OBRAS NO BOSQUE

LONDRINA.ODIARIO.COM
A ong Meio Ambiente Equilibrado (MAE) vai entrar, na tarde desta quarta-feira (16), com uma ação civil pública pedindo a paralisação das obras no Bosque Central de Londrina. Na última sexta-feira (11), cerca de 20 árvores foram retiradas para dar continuidade ao projeto do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Londrina (Ippul) de reabertura da Rua Piauí. FOTO BY JOSÉ CARLOS FARINA

MATÉRIA DO BLOG DO FARINA EM JORNAL REGIONAL - ATENTADO À BOMBA NA CONCHA ACÚSTICA DE LONDRINA

IAP EMBARGA OBRAS NO BOSQUE DE LONDRINA

ODIARIO.COM.LONDRINA

IAP embarga obras no bosque; prefeitura questiona - Guto Rocha

  • Pauline Almeida


Na manhã desta quarta-feira (16), o diretor do Instituto Ambiental do Paraná (IAP), Andrew Pinheiro, reuniu-se com representantes do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Londrina (Ippul), Secretaria Municipal do Ambiente (Sema) e Secretaria Municipal de Obras e Pavimentação, representada pelo diretor do Pavilon, Aguinaldo Rosa.
O assunto do encontro era o pedido de explicações do IAP sobre a retirada de árvores do Bosque Marechal Cândido Rondon, no Centro de Londrina. As plantas foram cortadas para que o projeto de reabertura da Rua Piauí ganhasse continuidade. Antes da reunião, segundo informações da rádio Paiquerê AM, Andrew Pinheiro informou que o órgão estadual embargou as obras.
Aguinaldo Rosa, representando a prefeitura, mostrou o descontentamento com a notícia e contestou a competência do IAP para fiscalizar as reformas no Bosque Central. "O entendimento do IAP é que tudo que for feito pelo município tem que consultar o IAP, o nosso entendimento é diferente. O corte de árvores do município é de responsabilidade do município, isso está previsto na Constituição Federal", declarou.
FOTO DO Acervo pessoal / Guto Rocha


As árvores cortadas na sexta-feira (11) foram o estopim
para as manifestações da população, IAP e ong MAE
Segundo o assessor

FOLHA PUBLICA CARTA DE FARINA ( BLOG DO FARINA )


Opinião
           

15/11/2011 -- 00h00

OPINIÃO DO LEITOR

Desgovernos 

O londrinense foi premiado com uma vertiginosa evolução da cidade na última década. Vamos imaginar como ela estaria hoje se tivesse tido governantes sérios e competentes. As ruas e calçadas cuidadas, sinalizadas sem buracos e crateras que atrapalham o trânsito e a locomoção de todos. O pré-selecionado secretariado municipal estaria mergulhado no desenvolvimento de projetos importantes nunca sendo descartado semanalmente, sem reconhecimento, evidenciando a irresponsabilidade na escolha. A CMTU administrada por técnico capaz, entendido em RH, licitações de capina, varredura, luminárias, aterro sanitário, etc., e não confunde serviço público com sua família ou patrimônio. Prestigiados secretários, com certeza, não estariam envolvidos em ações na Justiça por autorizar aditivos inexplicáveis ou por orientar subordinado a agir contra a população. O prefeito, consciente de que foi eleito para administrar com sabedoria e humildade, só decidindo em bases seguras sem deixar rastros duvidosos na vida de toda cidade. A mídia, atenta às flores do caminho, não teria espaço para o mar de lama que emana daqueles eleitos que, ao atuarem, confirmam a ignorância ou irresponsabilidade da maioria dos eleitores. 

CARLOS ROBERTO MIRANDA (administrador) - Londrina 

'Estrago' no Bosque 
Sábado de manhã o pessoal autorizado pela Prefeitura de Londrina fez o maior ''estrago'' no Bosque que honrosamente o povo londrinense conservou por quase 80 anos. Não foi para isso que a Companhia de Terras reservou esse bosque. Já em 1930 a Companhia profetizava que Londrina se tornaria uma grande metrópole e precisaria do Bosque para rebater o calor e umedecer o ar pelaa fotossíntese graciosamente feita pelas árvores. Os inteligentes engenheiros ingleses planejaram também um lugar para que pudéssemos contemplar a maravilhosa criação de Deus, pois ali temos belas árvores e aves que ainda se arriscam pousar e cantar nas alvoradas e no entardecer. Peço ao povo de Londrina que nunca mais permita crimes iguais a este. 

JOSÉ CARLOS FARINA (advogado) - Rolândia