quarta-feira, 23 de novembro de 2011

CHEIDA PEDE TOMBAMENTO DO BOSQUE DE LONDRINA

BONDENEWS



O deputado Luiz Eduardo Cheida (PMDB), protocolou nesta quarta-feira (23), na Assembleia Legislativa do Paraná, um projeto de lei que quer fazer o tombamento, como Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental do Estado, do Bosque Municipal Marechal Cândido Rondon de Londrina

O projeto tem o principal objetivo, segundo o deputado, de preservar o Bosque diante do projeto, da atual administração municipal, que pretende fazer a abertura de rua Piauí, que passa pelo meio do espaço, para trânsito de veículos. 

A iniciativa quer evitar, ainda, o corte de mais árvores nativas para a viabilização do mesmo projeto. De acordo com Cheida, os fatos estão gerando protestos da população e de movimentos de mobilização, contrários à depredação do Bosque.

Segundo o deputado Cheida o projeto não foi apresentado antes porque tramitava na Câmara Municipal de Londrina iniciativa semelhante, de autoria dos vereadores Rodrigo Gouveia (PTC) e Joel Garcia (PP). "Em função da retirada de pauta da matéria, em Londrina, protocolei hoje o tombamento para garantir, em lei estadual, a preservação do Bosque Central. É preciso parar de vez com a depredação de nosso patrimônio histórico e ambiental ", destacou o deputado. 
Na justificativa do projeto, Cheida salienta que "o Bosque é uma das únicas áreas verdes urbanas, e um espaço único de convivência e lazer na região central. Inutilizar este espaço ou permitir que sejam divididos em dois ou mais bosques, destruirá sua existência. Acabar com sua vida vegetal, ou suas linhas paisagísticas, ou mesmo desvirtuar seu uso é denegrir a imagem da cidade, destruir um local que viu a cidade nascer e crescer. A cidade de Londrina cresceu no entorno do Bosque e hoje na região central é o único remanescente do que os pioneiros de Londrina viram ao chegarem nesta terra tão abençoada". 

"Londrina é a segunda maior cidade do Estado e o Bosque Central um dos símbolos da colonização da pequena Londres. Por isso, o Estado do Paraná ao declarar a área como Patrimônio Histórico, dará o reconhecimento legal àquilo que de fato já o é. Além de garantir o ímpeto de administradores que por ventura queiram desfazer-se desta bela história londrinense", finaliza a justificativa.

O projeto de lei deve passar pelas Comissões do Legislativo Estadual ainda neste mês. Cheida estuda pedir urgência, para que a iniciativa seja votada pelos demais parlamentares o quanto antes.

CONCURSO DE BANDAS E FANFARRAS EM ROLÂNDIA - 9º VÍDEO

BLOG DA FARINA - 58.000 ACESSOS

OBRIGADO AMIGOS


ESTAMOS CADA VEZ MAIS FORTES COM  A VOSSA AJUDA


ENTRE, LEIA E PARTICIPE


ESCREVA PARA NÓS


" josecarlosfarina@yahoo.com.br "

BLOG DO FARINA ESTÁ NA RELAÇÃO DAS MÍDIAS DA CIDADE

BLOG NOTÍCIAS DE ROLÂNDIA TAMBÉM

CLIQUE PARA VER


SAÚDE INTERDITA DUAS FARMÁCIAS EM ROLÂNDIA


TNONLINE
NÃO FOI DIVULGADO OS NOMES
Batizada de “Dose Certa”, uma operação desencadeada ontem pelo Núcleo de Repressão a Crimes contra a Saúde (Nucrisa) resultou na interdição de nove farmácias na região. Apucarana foi o município com mais drogarias lacradas, três no total. As farmácias Santana, Ana Paula e São José estavam comercializando, segundo a Polícia Civil, medicamentos de venda proibida, que deveriam ser fornecidos a granel pelo Ministério da Saúde. Outros seis estabelecimentos também tiveram as portas fechadas em Cambé (1), Londrina (1), Califórnia (1), Rolândia (2) e Marilândia do Sul (1). Oito farmacêuticos foram detidos em flagrante.  Entre o material apreendido estavam anti-inflamatórios, anticoncepcionais anti-hipertensivos, antibióticos e antiulcerosos. Participaram da operação equipes da Vigilância Sanitária, Receita Estadual e Conselho Regional de Farmácia (CRF-PR).  De acordo com a delegada responsável pelo Nucrisa, Paula Brisola, que esteve em Apucarana, as ações foram motivadas por denúncias. “As equipes vistoriaram alvos específicos. Os estabelecimentos interditados só serão reabertos depois que apresentarem as notas fiscais comprovando a origem dos medicamentos. Se a origem do SUS for mantida, a infração será criminal”, disse.

VICE-GOVERNADOR EM ROLÂNDIA NA SEXTA-FEIRA



PAUTA DIAS 24 E 25: FLÁVIO ARNS VISITA ESCOLA  ROLÂNDIA - 25/11/2011

O vice-governador e secretário da Educação, Flávio Arns, visita nesta quinta e sexta-feira (24 e 25) escolas nos municípios de Jacarezinho, Cambará e Rolândia. 



25 de novembro – Rolândia 


13h30: APAE de Rolândia – Rua Santa Catarina, 459 

15h: Inauguração do Centro Municipal de Educação Infantil Zilda Arns – Rua Maria Melen Adas, 390, conjunto San Fernando.

MOTOQUEIRO MALUCO - MOTOCICLISTA MALUKO - MOTO - ROLÂNDIA - PR.

E A RECOSTRUÇÃO DO HOTEL ROLÂNDIA - O QUE ACONTECEU?...


HOTEL ROLÂNDIA


Faz alguns meses que o Hotel Rolândia foi desmanchado e até agora nenhuma notícia de sua reconstrução.  As  madeiras       vão  acabar desaparecendo... peço que o mesmo seja reconstruído imediatamente. A minha ação popular ainda não foi julgada.
COMENTÁRIO RECEBIDO: 

instantinsurance 

Este blog é uma representação exata de competências. Eu gosto da sua recomendação. Um grande conceito que reflete os pensamentos do escritor.

COMO DIRIGIR ( CONDUZIR ) UM TREM - DRIVING TRAIN

JUIZ SUSPENDE OBRAS NO BOSQUE DE LONDRINA - E AGORA BARBOSA?


JUSTIÇA MANDA PREFEITURA PARAR OBRAS NO BOSQUE


Autos n. 73726/2011.
Vistos.
1. A despeito do que dispõe o art. 2º da Lei n. 8.437/1992, analiso o pedido de concessão da antecipação de tutela sem prévia oitiva da Procuradoria do Município. É que o retardamento da análise da medida poderá resultar em
situação irreversível, consistente em consumar-se o corte das demais árvores que compõem o bosque.

2. A liminar deve ser concedida.
É densa a verossimilhança da alegação de que a abertura da via pública e o consequente corte das árvores nativas e centenárias que existem no bosque se fizeram ao arrepio da legislação. Com efeito, é fato público e notório, de resto divulgado amplamente pelo noticiário local, que o réu empreendeu a derrubada de parte da vegetação do bosque visando à abertura de uma via pública para circulação de veículos nas ruas centrais da cidade.

Ora, embora em princípio não se negue ao Executivo o poder de adotar medidas para ordenar o tráfego de pessoas e veículos – inclusive com o propósito (hoje tão urgente) de desafogar o trânsito caótico –, cumpre-lhe, nessa tarefa, observar as leis que regram o exercício de semelhante atribuição.

Pois bem, dispõe o art. 2º, § 2º, da Lei Municipal n. 9.869/2005, conjugado com o art. 153 do Plano Diretor (Lei n. 10.092/2006), que empreendimentos públicos ou privados que causarem impacto urbanístico e ambiental terão a sua aprovação condicionada à elaboração de Estudo de Impacto de Vizinhança. Estudo esse que deve ser dado à publicidade perante o Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Londrina – IPPUL, além de sujeitar-se ao crivo do Conselho Municipal da Cidade (art. 61, XI, da Lei n. 10.092/2006).

Demais disso, como bem demonstrou a autora, o Município está a realizar o corte de árvores centenárias que compõem a vegetação nativa do bosque. É verossímil, assim, a alegação de que não poderia fazê-lo sem antes obter licença expedida pelo Instituto Ambiental do Paraná – IAP, nos termos da Portaria n. 225, de 6 de outubro
de 2011.

No caso, ao que indicam os informes trazidos com a inicial, o requerido não elaborou o Estudo de Impacto de Vizinhança nem solicitou a licença do IAP.

Donde a verossimilhança da alegação de que ilegal o ato impugnado.
De outra parte, o risco da mora é evidente. Negada que seja a liminar, o réu poderá prosseguir com o corte das árvores nativas, gerando situação fática irreversível.
Pertinente invocar, no ponto, o princípio da precaução como
fundamento da ordem de paralisação da atividade degradadora empreendida pelo réu.

3. Do exposto, com fundamento no art. 273, I, do CPC, concedo a medida antecipatória de tutela, em ordem a determinar ao requerido que, até ulterior deliberação judicial, se abstenha de prosseguir com as obras de
construção da via pública no Bosque Marechal Cândido Rondon. Em caso de descumprimento desta decisão, incidirá multa diária de R$ 5.000,00.

Deixo de determinar, por ora, a limpeza dos entulhos e a recomposição do solo, eis que tais medidas não se mostram urgentes. Demais disso, revogada que seja eventualmente a liminar, o Poder Público seria obrigado a
realizar novamente o mesmo trabalho, situação que cumpre evitar.

4. Cite—se o réu para, querendo, oferecer resposta em 60 dias.

5. Dê-se ciência da concessão desta decisão à Procuradoria do Município de Londrina.
Ciência ao Ministério Público.

Intimem-se e cumpra-se.
Londrina, 22.11.2011.
Marcos José Vieira
Juiz de Direito

BARBOSA NETO IRREDUTÍVEL SOBRE RUA NO BOSQUE DE LONDRINA

FOLHA WEB
Mesmo sem grande avanço, o encontro entre o prefeito Barbosa Neto (PDT) e a promotora de Defesa do Meio Ambiente, Solange Vicentin, para discutir a reabertura do Bosque, chamou a atenção pelo local inusitado em que ocorreu: uma pequena sala da Escola Municipal Mercedes Martins Madureira, no Jardim Shangri-lá, durante o ''Prefeitura nos Bairros'', programa que reúne todo o secretariado para atendimento à população. Integrantes do Movimento Ocupa Londrina e da ONG MAE também estiveram na escola para cobrar do prefeito a mudança no projeto. 

OAB QUER QUE NOMES DE JUÍZES QUE RESPONDEM PROCESSOS SEJAM DIVULGADOS

FOLHA WEB

falta de transparência

Para advogados, magistratura está mais preocupada com a própria classe do que com a sociedade
Valter Campanato/ABr
Para Ophir Cavalcante, a independência de um poder ou de um agente político como o juiz deve ser exercida na defesa da sociedade
Curitiba - O presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Ophir Cavalcante, criticou ontem, em Curitiba, as associações de juízes, afirmando que elas têm tentado impedir que haja transparência no Poder Judiciário com atitudes como o recente pedido para que nem ao menos as iniciais dos nomes dos que respondem a processos disciplinares sejam divulgadas. ''As associações de classe dos juízes têm tido um posicionamento não republicano, no sentido de defender muito mais a magistratura do que a sociedade'', afirmou. 

ROLÂNDIA - PREFEITO REIVINDICA EM CURITIBA

O Prefeito de Rolândia Johnny Lehmann esteve em Curitiba, nesta segunda e terça-feira (21 e 22).  Além de reuniões na Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar) e na Casa Civil ele participou de uma confraternização na Companhia de Desenvolvimento Agropecuário do Paraná (Codapar).Acompanhado do Deputado Estadual Waldyr Pugliesi, o prefeito se reuniu com o presidente da Cohapar Mounir Chaowiche sobre a agilidade do processo de construção de mais 783 casas na cidade de Rolândia.Já na Casa Civil, a conversa foi com o Secretário de Infraestrutura e Logística do Paraná, Pepe Richa. O Prefeito Johnny Lehmann levou as reivindicações do recape da Estrada do Curtume Vanzella, da Marginal do posto Via Sul, da Avenida Ailton Rodrigues Alves, do Pátio do 15º Batalhão da Polícia Militar e do Kartódromo. FOTO By FARINA

VÍDEO DE FARINA EM DEZENAS DE SITES GOSPEL

VEREADORES DE LONDRINA SE IRRITAM COM PROTESTO CONTRA CORRUPÇÃO

BONDENEWS


  • Marcos Zanutto/Equipe Folha
  • Vereadores criticaram o protesto que houve em frente ao prédio da Câmara Municipal na tarde desta terça-feira (22). No ato contra a corrupção, manifestantes lavaram o acesso ao Legislativo com água e sabão. Protestantes tentaram entregar vassouras aos parlamentares. 

EX BBB VIRA PASTORA EVANGÉLICA


BONDENEWS

Divulgação/Rede Globo
A ex-BBB Bruna Tavares, que participou da 7ª edição do reality show, deixou de lado a imagem sexy e virou pastora de uma igreja evangélica. A moça que chegou a trocar beijos com o vilão do Big Brother Brasil 7, Alberto Cowboy, escureceu os cabelos e abandonou as roupas decotadas. Em um vídeo em que aparece pregando, Bruna diz que foi resgata das trevas. Em seu site oficial, a ex-BBB explica porque mudou de vida. "Ao sair e ver o que havia acontecido aqui fora, frustrou-se e a infelicidade tomou conta de sua vida. Em março de 2008, terminou um relacionamento, se converteu e segurou firme em Jesus para não soltar nunca mais (...) Com o seminário de teologia concluído em dezembro de 2010, Bruna é Missionária e ministra da Palavra do Senhor em tempo integral desde outubro de 2008". Em 2007, Bruna chegou a fazer um ensaio sensual para o site Paparazzo e quase posou nua ao lado das ex-companheiras de programa. 

CONCURSO DE BANDAS E FANFARRAS EM ROLÂNDIA - 8º VÍDEO