domingo, 18 de dezembro de 2011

VÍDEO - ALGUMAS OBRAS DE PERAZOLO ( ROLÂNDIA )

BLOG DO FARINA - 57.000 ACESSOS


                                        CLIQUE PARA ENTRAR



NOVAS FOTOS DE ROLÂNDIA - CEMITÉRIO SÃO RAFAEL

                                                                      CLIQUE PARA VER



                                             FOTO By JOSÉ CARLOS FARINA


ROLÂNDIA - COOPER ( CORRIDA E CAMINHADA ) NA ESTRADA SÃO RAFAEL

NATAL ROLÂNDIA 2011

                                                            FOTO By JOSÉ CARLOS FARINA

MANÉ CONTI ESTÁ COTADO NA FEDERAÇÃO UFC


Mané soma 11 vitórias e apenas três derrotas no currículo Mané soma 11 vitórias e apenas três derrotas no currículo
Era sexta-feira, dia 2 de dezembro, quando o lutador Manoel Conti, de Rolândia (Norte) foi informado de que participaria de um Gr Prix de MMA num octógono em Maringá. Ele tinha uma semana para se preparar até o evento, marcado para dia 10.

Faltando uma semana para o evento, Manoel estava com 84 quilos. "Tinha que chegar até 77 kg para pesagem", contou Conti, que é mais conhecido como Mané e há oito anos luta MMA (sigla em inglês para Artes Marciais Mistas).
Para chegar ao peso, Mané cortou alimentação e tratou de suar. Venceu a primeira luta: atingiu os 77 kg. Agora só faltavam duas, essas com acompanhante no octógono.
Em sua primeira luta no Gr Prix, Mané começou cauteloso. "Procurei rodar bastante. Mas percebi que meu adversário estava muito preocupado com as mãos. Meu treinador, Jáder Avila (Academia Tradição), falou isso também, aí parei. Em seguida quando percebi que ele ia dar um soco apliquei uma queda double leg. Ele ficou meio baqueado. Voltamos de pé e dei uma nova queda, essa de suplê (quando o lutador pega o outro de costas e o joga em direção às suas próprias costas). Ele sentiu ainda mais o golpe, aí fui para cima. Com quase quatro minutos do primeiro round o juiz parou a luta", contou.
O adversário de Mané na final não venceu sua luta com tanta folga, o que provocou um desgaste maior. Com aproximadamente um minuto e meio de luta, Mané entrou com uma sequência, chute na costela e um direto de direita que nocauteou o adversário.
Graças aos R$ 1,5 mil que ganhou no Gr Prix, Mané garantiu o dinheiro suficiente para ir a São Paulo - ele viajou ontem. "Fui chamado para participar da primeira etapa de seleção do Ultimate Fighter (reality show do UFC). Na inscrição mandei três vídeos de lutas minhas e agora nesta etapa vão ser realizados os testes físicos, serão dois dias", comentou. Cerca de 150 lutadores de todo país participarão dos testes.
Esta vai ser a primeira edição do The Ultimate Fighter (TUF) fora dos Estados Unidos, onde já foram realizadas 14 temporadas. Depois do processo seletivo 16 lutadores ocuparão a casa do TUF e lutarão por um contrato com o UFC, que reúne os principais lutadores de MMA do mundo, como Anderson Silva, José Aldo, entre outros.
Com 14 lutas no currículo, 11 vitórias e três derrotas, Mané espera chegar lá. "Este foi o ano que mais lutei na minha vida, foram cinco lutas. Perdi duas. Meu objetivo sempre foi chegar a um nível nacional, mas agora com a vinda do UFC para o Brasil vou tentar".
Mané tem apoio da Storm Strong, Grupo Califórnia, Snake, Black Rino e Academia Vida e Cia.
fonte: folhaweb.com.br 

NEYMAR x MESSI

NÃO PRECISAVA TAMBÉM HUMILHAR TANTO...
PODIA MARCAR SÓ UNS TRÊS....



SANTOS ZERO x SELEÇÃO DO MUNDO QUATRO


Diante da seleção do mundo o Santos parecia um time de terceira divisão. Se colocarmos a seleção do Brasil com o Barcelona a derrota também é certa. Este time é uma máquina de jogar futebol. Fixo eles só tem o goleiro. Os demais jogam o tempo todo na defesa e no ataque. Passes curtos, rápidos e precisos. 80% da posse de bola.  O Santos podia ter três Neymar que perderia. O que vai ter de moleque cortando o cabelo amanhã. Messi é de fato o melhor do mundo. JOSÉ CARLOS FARINA