segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

ANOS 60 EM ROLÂNDIA - TELEVIZINHO

Quando o sinal de TV chegou  em Rolândia pelas ondas da TV Coroados, canal 3, foi a maior sensação. Como o preço dos televisores era um absurdo para o maioria da população surgiu o televizinho. Nos primeiros anos eu e meus irmãos assistíamos televisão na casa do nosso amigo Aylton. Um dia chegamos na casa dele para mais uma sessão e o "pau estava comendo" lá dentro. Era briga de marido e mulher. Inicialmente não abriram a porta, mas como era dia do seriado Bonanza insistimos. A dona da casa abriu a porta e aos gritos disse: - "vocês não estão vendo que o ambiente aqui não está bom. Sumam daqui. Voltamos para  casa tristes e chorando por perdermos um episódio do faroeste, da qual éramos fãs. Meus pais se compadeceram de nós e como o meu pai também era fã do Bonanza deu um jeito  e comprou um televisor. Lembro-me até da marca... era Eletronic e era montado pelo saudoso Helmut Ditrich. Vinha com quatro pés de madeira torneada que eram parafusados em baixo do aparelho. Na primeiro dia ficamos na sala assistindo até o final da programação. Só que aí começamos a sofrer igual a vizinha briguenta com os televizinhos. Lembro-me que nos dias dos seriados Bonanza e National Kid  juntavam dezenas de pessoas em nossa casa. Meus tios e primos vinham do sítio e todos se ajeitavam como podiam. Tinha neguinho sentado no colo, no assoalho, na janela. Todos vibravam com as brigas e tiros dos Cartwright, Adam, Little Joe, Ross e Benjamin. Depois de algum tempo a prefeitura instalou um televisor público onde hoje temos aquela imensa árvore "ficheira". Todo o dia na "boca da noite" o funcionário vinha, abria a grade e ligava. Eram centenas de pessoas que vinham de todas as regiões e da zona rural. Era muito divertido, os jovens paqueravam, as crianças brincavam e os adultos conversavam. Ah... dava muito movimento para os pipoqueiros e sorveteiros. Apesar da grana cura era um tempo bom... era um povo feliz... sem vícios... sem drogas... tudo era romântico e divertido. Tenho saudade. JOSÉ CARLOS FARINA - ROLÂNDIA-PR.
JONATHAN TRAUMANN COMENTOU:

Oi Farina!!! Feliz 2012!!! No meu espaço geográfico, iamos à venda do Sr. Osmar no localidade  "Belançon" para ver "os irmãos Coragem", isso em priscas eras!  Daí, me lembro que o Sr. Osmar disse que tinha transformado a TV dele em colorida. Na verdade era um tipo de plastico transparente, que deixava a parte de cima da tela azul, o meio rosa, e a parte de baixo verde.
 E a gente ficava mais de olho nas moças que na novela! Foi de longe a melhor época da minha vida!
     Um abraço!!!
     Jonathan

TREM DO NORTE DO PARANÁ - TRAIN BRAZIL - MOVIE - VÍDEO

ROLÂNDIA - MAIS 545 CASAS POPULARES



 O Prefeito de Rolândia Johnny Lehmann vai assinar os contratos que dão início imediatamente a construção de mais 545 casas para os rolandenses. O evento acontecerá no Centro Cultural Nanuk, nesta quarta-feira, às 16 horas.
A parceria é da Prefeitura de Rolândia com o Governo Federal por meio da Caixa Econômica e com o Governo Estadual por meio da Companhia de Habitação do Paraná – COHAPAR.
Serão 22 casas no Jardim Anselma Kavequia Coscrato no Distrito de Nossa Senhora Aparecida (Bartira), mais 182 novas residências no Jardim Orlandino de Almeida e ainda 341 casas no Parque Residencial José Perazolo.
O evento, que é aberto à toda a população, vai contar com a presença do presidente da Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar), Mounir Chaowiche.

ROLÂNDIA - ILUMINAÇÃO DO LAGO SÃO FERNANDO

Só resta saber quanto tempo vai durar... Foto by JOSÉ CARLOS FARINA


ROLÂNDIA - TEC - AMBULÂNCIAS e EMERGÊNCIAS