sexta-feira, 4 de maio de 2012

ROLÂNDIA - VENDAS DE SECOS & MOLHADOS EMPÓRIOS ANTIGAS


SECOS e  MOLHADOS

Da época da fundação de Rolândia até o final dos  anos 70 não havia supermercados, mas apenas vendas ou empórios. As vendas ou empórios (secos e molhados) eram pequenos  supermercados que vendiam arroz, feijão, batata,  tomates, cebola, alho, sardinha salgada, etc. por quilo. Tinha armários  cheios destes alimentos. O dono da venda pegava uma espécie de concha de lata e enchia sacos de papel de acordo com a quantidade. O óleo era as vezes vendido por litro ( o cliente trazia o litro de casa).  A pessoa levava um litro que era enchido na hora. Tinha também o óleo envazado em latas quadradas de um litro. Mercadorias do tipo iogurte, sorvete, patê, presunto, mussarela, frutas frescas era difícil de encontrar. Por ex. maçã, vc se encontrava em quitandas especializadas, pois as mesmas eram importadas da argentina e custavam uma fortuna. A maioria das famílias só compravam maçã pra dar pra pessoa doente. Verduras e legumes eram comprados nas feiras livres, mas a maioria das famílias cultivavam  hortas caseiras. Minha mãe sempre teve a sua (até hoje né dona Sebastiana?) Sempre tivemos fartura de verduras. Muitas vezes eu e meus irmãos saíamos vendendo  na vizinhança levando-as em cestos. Com o  dinheiro das vendas comprávamos sorvetes ou outras guloseimas.  Estas vendas ou empórios vendiam também sardinha ou manjubinhas salgadas, bombinhas de são João, paçoquinha, bolinhas de vidro, querosene em latas de 5 litros. Bolachas ou biscoitos só tinha de um tipo (biscoito Maria).  Macarrão era difícil encontrar mais que uma marca. Algumas vendas ficaram famosas porque vendiam também picolés de grozelha. A molecada fazia a festa. A maioria dos clientes levavam cadernetas e marcavam as compras "fiado", ou seja para pagar no final do mês. As vendas que eu me lembro era a do Português, o verdão que depois virou mini-mercado, a Primavera. Minha mãe mandava eu comprar numa venda que ficava na esquina da prefeitura, onde hoje é o escritório do meu irmão Paulo.  Coca-cola e guaraná a maioria das famílias só consumiam em dias especiais como Natal, Ano Novo e Páscoa. Em ocasiões de festas o refrigerante servido era sempre o guaraná da Antártica. Algumas vezes tomávamos também Crush e Grapete.  Havia muita fartura de produtos colhidos aqui na região, ex. laranja, verdura, legumes, arroz, feijão.  Hoje, graças a Deus quase todas as  famílias podem consumir toda semana coca-cola, guaraná, sorvetes, frutas diversas, queijos, carne, etc. O único problema sério hoje (e põe sério) é o aumento dos assaltos e assassinatos. JOSÉ CARLOS FARINA

ROLÂNDIA - Dupla encapuzada invade casa e atira em proprietário

ODIARIO.LONDRINA

Dois homens encapuzados invadiram uma casa e balearam o proprietário, nesta quinta-feira (3), em Rolândia (24 km de Londrina). O crime de lesão corporal aconteceu na Rua Maria Mazir Tonon, no Conjunto Aviação, e movimentou equipes do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar (PM).
Laudenir Ribeiro Macário, 25 anos, afirmou que, perto das 14h30, estava dentro de sua casa quando viu a dupla pulando o muro. Assim que os atiradores localizaram o rapaz já começaram a disparar, atingindo-o na perna e deixando várias marcas de tiros na residência.
Segundo informações da Polícia Militar, a vítima foi socorrida pelo Siate e foi levada para o Hospital São Rafael para que recebesse atendimento médico. O disparo acertou a região da coxa direita.
No local do crime, foram encontradas três perfurações nas paredes e a polícia apreendeu um projétil danificado e duas cápsulas. Todo o material foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil, que deve investigar o caso.

BLOG DO FARINA - VÍDEO - NOVA HOMENAGEM

VÍDEO - ROLÂNDIA - FESTA DO TRABALHADOR - 3ª PARTE

CORRUPÇÃO VOLTA EM LONDRINA

FOLHAWEB


04/05/2012 -- 00h05

Gaeco indicia 5 por corrupção e formação de quadrilha

Inquérito trata de suposta compra de apoio de vereadores articulada por pessoas ligadas ao prefeito Barbosa Neto
O vereador Eloir Valença (PHS), o chefe de Gabinete da Prefeitura de Londrina, Rogério Lopes Ortega, o ex-secretário de Governo Marco Cito, o diretor de Participações da Sercomtel, Alysson Tobias de Carvalho, e o empresário Ludovico Bonato foram indiciados pelo crime de formação de quadrilha ou bando, por envolvimento num suposto esquema de compra de votos na Câmara de Londrina. A conclusão está num inquérito policial finalizado ontem pelo delegado do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), Alan Flore. Ele afirmou, ainda, que ''diante dos indicativos precisos da proposta da compra de votos, levantados durante a investigação'', o vereador é acusado por corrupção passiva, ''porque teria aceitado a promessa da vantagem indevida'', enquanto que os demais são indiciados também por corrupção ativa. 

Antes de conceder entrevista coletiva aos jornalistas, o delegado, acompanhado pelos promotores de Justiça Cláudio Esteves e Jorge Fernando Barreto da Costa, apresentou, com autorização judicial, uma gravação feita no dia em que Bonato se encontra com o vereador Amauri Cardoso (PSDB) - denunciante do suposto esquema - para a entrega de R$ 20 mil, como parcela inicial para que o parlamentar votasse contra a abertura da Comissão Processante (CP) da Centronic contra o prefeito Barbosa Neto (PDT). O vídeo mostra Bonato, ''que agia a mando de Marco Cito'', chegando por volta do meio-dia e entregando um envelope para Amauri, que confere o montante. Conversam rapidamente sobre o propósito da propina e, depois de cinco minutos, o empresário deixa a sala, que fica na unidade local da Paraná Esportes, na rua Cambará, área central, onde Amauri trabalha. 

MORRE TINOCO DA DUPLA TONICO e TINOCO


  • Mastrangelo Reino/Folhapress
    Tinoco em show de Roberto Carlos
    Tinoco em show de Roberto Carlos
Morreu nesta sexta-feira (4) o cantor sertanejo José Perez, conhecido como Tinoco, da dupla Tonico e Tinoco. Aos 91 anos, ele teve uma insuficiência respiratória e parada cardíaca e morreu às 1h42, no Hospital Municipal Doutor Ignácio Proença de Gouvêa, na Mooca, zona leste de São Paulo.