sexta-feira, 18 de maio de 2012

PALESTRA DO CHUMBO - DANILSON DISSE QUE O PREFEITO É CONTRA

INDÚSTRIA DE BATERIAS c/CHUMBO NO KM 7
Depois que este que vos escreve ter se irritado e discursado aos presentes sobre o silêncio do prefeito e de todas as autoridades de Rolândia, o vereador Danilson pediu a palavra e disse ser contra a implantação de um indústria de baterias no km. 7, acrescentando que "pelo que conversou com o Johnny ele também é contra". Após estas palavras fiquei um pouco animado. Espero que o prefeito confirme o que falou Danilson. É que a palestrante ( especialista em chumbo) confirmou que mesmo com todos os recursos disponíveis, toda indústria de baterias acaba um dia contaminando o meio ambiente e  prejudicando ( e muito) a saúde humana, animal, plantações, solos, atmosfera e rios. É que o IAP não possui fiscais suficientes para fiscalizar este tipo de industria. Quando eles passam a contaminação poderá estar sem controle. E o chumbo uma vez no meio ambiente nunca mais sai. E o pior, afirmou que a distancia de 7 km. não é suficiente para evitar que a população do centro da cidade não seja contaminada também. A palestrante disse que se for convocada poderá debater com Bacarin e com os donos e funcionários da empresa interessada. Pela palestra o público descobriu que demora cerca de 20 anos para uma pessoa contaminada com chumbo começar a sentir melhoras. O chumbo ataca principalmente fígado, rins, ossos e sangue, podendo ocasionar morte súbita, câncer e epilepsia, entre outras. TEXTO e FOTOS de JOSÉ CARLOS FARINA.
FOTOS DA OCASIÃO
Comentário recebido
  1. Oi Farina estive ontem na palestra e concordo plenamente com sua indignação e preocupação, que aliás deveria ser de toda a população. A Professora foi brilhante em suas colocações e espero sinceramente que os vereadores e a administração coloque a saúde da população acima de interesses políticos. Este ano teremos eleições e a resposta da população em relação a atitudes impensadas com certeza poderá ser vista nas urnas.
    Abraço !
    RESPOSTA: Muito obrigado pelo apoio. Estas industrias de chumbo começam bem, mas depois de algum tempo contaminam tudo e  com o passar do tempo toda a região passará por uma séria depreciação. Toda a produção agrícola, pecuária e granjas terão suas produções rejeitadas, com prejuízos muito maiores do que os 15  empregos oferecidos... Mas o pior mesmo são os danos à saúde humana. JOSÉ CARLOS FARINA.













VÍDEO CAMINHADA NO ZERÃO EM LONDRINA

ROLÂNDIA - ATAQUE CONTRA VEREADORES

O JULGAMENTO É DE DEUS E DO POVO...
ACHO TEMERÁRIO UM JORNAL JULGAR ASSIM...
HÁ CINCO MESES DA ELEIÇÃO....
NUNCA SE VIU ISSO NA HISTÓRIA DE ROLÂNDIA...
COMO FICA AS REGRAS DA DEMOCRACIA?....
JOSÉ CARLOS FARINA
(FOTO By  RODRIGO STUTZ)

LONDRINA - COMPLICADA A SITUAÇÃO DE BARBOSA

FOLHAWEB

Empresário descreve a promotor de Justiça como foi a participação dos envolvidos na suposta compra de voto

Olga Leiria/24-04-2012
Revelações foram feitas por Bonato no dia de sua prisão
Logo após ser preso em flagrante pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) - ligado ao Ministério Público (MP) -, o empresário Ludovico Bonato confessou aos promotores de Justiça que o suposto esquema de pagamento de propina em troca de apoio na Câmara de Vereadores era articulado por integrantes do alto escalão da administração. Em conversa gravada (veja reprodução de trecho no quadro abaixo), na sede do MP, depois de ter sido preso, no dia 24 de abril, Bonato afirma que foi até a prefeitura para se encontrar com o ex-secretário de Governo Marco Antonio Cito, de quem recebeu o dinheiro (R$ 20 mil) prometido ao vereador Amauri Cardoso (PSDB), que denunciou o esquema. As declarações do empresário constam do processo, de sete volumes, consultado pela FOLHA, e que corre na 3 Vara Criminal de Londrina.