quinta-feira, 21 de junho de 2012

VAL MALCHIORI FARÁ REALITY SHOW COMO POBRE

BONDENEWS

Divulgação

A socialite paranaense Val Marchiori assinou contrato com a Record e voltará à TV depois de participar  do reality "Mulheres Ricas", da Bandeirantes. 

Inicialmente escalada para ser repórter do "Tudo é Possível", Val pode mudar de rumos e encarar novamente um reality show

Diretores da emissora acreditam que ela tem potencial para protagonizar a nova edição do "Simple Life – Mudando de Vida", em que terá que se mudar para uma cidade do interior e renunciar a todos os luxos e mordomias que está acostumada.

A primeira edição foi exibida há cinco anos, e contou com Ticiane Pinheiro e Karina Bacchi.

OS TRENS EM ROLÂNDIA - BOM OU RUIM?


O Pátio de Manobras é um transtorno a toda Rolândia e região (devido ao entroncamento BR-369 com PR-170), como é de conhecimento de todos. A luta pela retirada do pátio de manobras e a construção de viadutos pode continuar, mas para amenizar a situação sugiro que iniciemos uma nova campanha, diretamente contra a ALL, que comece a encontrar uma solução para o transtorno que causa a Rolândia da seguinte forma:

Pelo que vemos dia a dia, os trens trazem os maiores transtornos quando uma composição está subindo de Curitiba para Estado de São Paulo, e outra descendo de Estado de São Paulo a Curitiba. Não é possível que não exista no percurso entre Estado de São Paulo e Curitiba outro pátio de manobras onde uma composição possa parar para a outra seguir o seu caminho. Porque logo aqui em Rolândia?, causando anos e anos de transtorno para Rolândia? Pode notar, a maioria das paradas do trânsito é porque 2 composições se encontram aqui, e uma tem que parar na pista auxiliar (fechando praticamente todas as passagens do Manoel Muller até a Vidro-Rolândia) para a outra seguir o caminho dela....podem perceber que nestes casos raras são as parada para deixar e recolher vagões aqui... é somente para uma composição dar passagem a outra ...Isso é uma coisa que a ALL pode e deve resolver.....precisam encontrar um pátio de manobras que atendam a necessidade deles de fazer as transposições das composições que sobem e descem a serra.

A construção de viadutos vemos o como um sonho distante. A mudança do pátio de manobras vejo complicado porque afeta os interesses daquelas empresas que tem seus depósitos ali ao lado do pátio recebendo e carregando produtos. Creio que se pararmos de buscar soluções que exigem recursos financeiros, e buscarmos disciplinar a passagem dos trens por aqui, podemos conviver com o trem sim. Portanto, estas devem ser as regras que precisamos cobrar da ALL:

Uma composição só sai de Arapongas se não tiver nenhuma a caminho de Rolândia que já tenha saído de Cambé.
Uma composição só sai de Cambé se não tiver nenhuma a caminho de Rolândia que já tenha saído de Arapongas.
Quando a composição precisa deixar vagões em Rolândia, já deve sair de um de nossos vizinhos com estes vagões no final da composição. O trem vai parar, o funcionário da ALL vai soltar os vagões que ficarão em Rolândia de forma rápida, a composição segue caminho liberando as passagens e depois com mais tranquilidade a ALL trabalha com os vagões de foram deixados.
Quando a composição precisa retirar vagões em Rolândia, eles deverão encaixados no final da composição. O trem vai parar, os vagões estarão esperando na pista auxiliar, a composição manobra de ré entrando na pista auxiliar, engata os vagões e segue caminho liberando as passagens de forma rápida que ninguém precisa ficar procurando por passagens livres, coisa de 5 minutos já está tudo liberado.

Primeiro um acordo por escrito, depois se precisar através de lei municipal indicado multa pelo descumprimento. CHEGA DE TRANSTORNOS

O PROBLEMA NÃO É DINHEIRO, NÃO É POLITICO, É GERENCIAL e LOGÍSTICO DA ALL !!! 
Não podemos pagar por 600 ou mais quilômetros de ferrovia. Encontrem outro local para fazer as transposições dos trens. AQUI EM ROLÂNDIA NÃO MAIS. 

Peço que analisem com atenção a sugestão, façam as discussões necessárias e vejam quais as entidades de Rolândia vão apoiar a idéia. Levem o assunto a câmara e vejam os meios legais com os quais possam ser encaminhados estes requerimentos para a ALL.
Um cidadão rolandense
COMENTÁRIO: De dois anos para cá a ALL colocou um sistema automático que mantém o comboio que vem de Arapongas na linha principal e o que vem de Londrina na secundária, sem precisar acionar mecanicamente as "borboletas". Antes disso era necessário o maquinista deixar a  locomotiva parada em "ponto morto", descer e com  o uso de uma chave especial acionar a "borboleta" trocando o trajeto de linha. Depois que passasse tinha que voltar lá atrás para voltar a borboleta na posição que estava. Aí sim é que demorava o "cruzamento" de trens... Mas concordo que muito mais tem que ser feito. Principalmente a construção da trincheiras prometidas.... JOSÉ CARLOS FARINA

TEATRO DE GRAÇA HOJE AS 20 HORAS


TEATRO HOJE
A Prefeitura de Rolândia por meio da Secretaria de Cultura com o patrocínio do SESI Paraná vai realizar no dia 21 de junho o Espetáculo "Bolacha Maria", no Centro Cultural Nanuk. A peça teatral terá início às 20 horas com entrada gratuita.


O espetáculo produzido originalmente através do Prêmio Myriam Muniz da Fundação Nacional de Arte (FUNARTE), com textos dramáticos e não dramáticos, é fruto de uma pesquisa em cima da obra literária e teatral de Manoel Carlos Karam- jornalista e também um dos mais importantes escritores contemporâneos de Curitiba.

A literatura múltipla e contemporânea de Karam oferece elementos populares e eruditos com abordagem de personagens, comportamentos, estéticas e influencias regionais. A peça atrela elementos entre a realidade e a ficção dentro de várias peças reproduzidas no mesmo local. Prestigie você também!

DISK COMPUTADORES INFORMÁTICA EM ROLÂNDIA - PR.

ESTAMOS AGUARDANDO O SEU ANÚNCIO

FONE 43-3256-1908

11ª PROVA RÚSTICA DE ROLÂNDIA SERÁ REALIZADA NO DIA 8 DE JULHO



A Prefeitura por meio da Secretaria de Esportes vai realizar no dia 8 de julho a 11ª Prova Rústica de Rolândia. O evento, com largada na Pista de Atletismo do Estádio Erich Georg, contará com a participação de vários atletas da região em homenagem ao Aniversário de 78 anos do Município.
A novidade nesta prova será a cronometragem eletrônica. A corrida contará com três horários de largada. Iniciando às 8h30 para caminhada, às 8h40 para as crianças e às 9h30 para os adultos.
O regulamento, a ficha de inscrição e mais informações estão disponíveis no Portal da prefeitura na internet: www.rolandia.pr.gov.br – As inscrições devem ser encaminhadas para o e-mail esportes@rolandia.pr.gov.br - de 22 de junho a 05 de julho.
CATEGORIAS – Os interessados em participar da prova devem estar atentos a fixa etária: Pré-mirim (9 a 10 anos), Mirim (11 e 12 anos) e Infantil (13 a 15 anos) – percurso - 600 metros. Adulta (16 a 29 anos) 4 km de caminhada ou 8 km de corrida junto com as categorias Pré-veterano (30 a 39 anos), Veterano (40 a 49 anos), Veteraníssimo I (50 a 59) e Veteraníssimo II (acima de 60 anos).
HISTÓRIA - A Prova Rústica de Rolândia teve início em 1999 com o objetivo de comemorar o aniversário da cidade. Após um tempo de cancelamento de10 provas, em 2012 a atual administração se comprometeu no resgate desta belíssima prova, promovendo a participação o esportista Vanderlei Cordeiro de Lima e a grande maratonista de Londrina Cleuza Maria Irineu.
APOIO - O evento, realizado pela Prefeitura de Rolândia, é organizado pela Secretaria de Esportes e conta com o apoio das secretarias da Saúde, Educação, Infraestrutura e da Mulher e da Família.

MONTE DA PEDRA SÓ


Pedra Só
Foto: Ricardo Prado
 



ROLÂNDIA - RUAS DE CIDADE E A LUA

ARTE DE ELTON CRISTIANO

ROLÂNDIA - COMERCIANTES CONTRA O CHUMBO









FOTO By  RODRIGO STUTZ

ROLÂNDIA - ZÉ DE PAULA É CONTRA O CHUMBO





Zé De Paula Martinspublicadou em

Amigo José Carlos Farina.  No caso do chumbo, e a empresa que esta sendo trazida para Rolândia pela atual administração e pelo o secretario de desenvolvimento Sr.  Ernesto Nogueira, eu como homem público e cidadão me coloco totalmente contra. Nós já estamos com muita poluição em nossa cidade. Nossas nascentes já estão comprometidas pelo  desrespeito a natureza por pessoas que nada entendem de meio ambiente e colaboram com um aumento da poluição e e não respeitam o ar que respiramos. Hoje  com nosso o solo compremetido pelo o homem aumentou grandemente uma doença que mata sem parar... o cancer que tem tirado vidas dos seres humanos sem piedade, resultado pelos  homens que não têm temor a Deus e nem temor ao pecado. Sou contra a vinda de uma fabrica de chumbo porque eu quero ver meus netos nascerem e respirarem um ar puro e saudavel e sentir no meu coração a alegria de uma cidade arborizada, nascentes sadias, com um sonho de poder novamente, como no passado, tomar água na bica e ver água in natura escorrendo e estender minhas mãos e enche-las e tomar sem medo de se contaminar. Mesmo que esteja sonhando, e a natureza é coisa criada por Deus...  Abraço a todos Rolandenses.
Zé de Paula.

ALAGAMENTOS EM ROLÂNDIA?


ACHO QUE TODOS VIRAM AS NOTÍCIAS SOBRE OS ALAGAMENTOS EM TODO O NORTE DO PARANÁ, DEVIDO ÀS CHUVAS INSISTENTES QUE CAÍRAM NOS ÚLTIMOS DIAS.
CIDADES COMO CAMBÉ, CAMBARÁ, SANTO ANTONIO DA PLATINA, LONDRINA ENTRE DEZENAS DE OUTRAS, TIVERAM SÉRIOS PROBLEMAS COM INUNDAÇÕES EM ÁREAS OCUPADAS NAS PROXIMIDADES DE CURSOS D´ÁGUA (RIOS, CÓRREGOS, ETC), COM PREJUÍZOS MATERIAIS E ATÉ MESMO RISCOS À INTEGRIDADE FÍSICA DAS POPULAÇÕES, A  EXEMPLO DE GRANDE PARTE DAS CIDADES BRASILEIRAS, QUE TÊM SUAS ÁREAS DE APPS.  INVADIDAS DE FORMA DESCONTROLADA.
JÁ EM ROLÂNDIA, ACREDITO QUE AINDA NÃO SE OUVIU FALAR DE ÁREAS OCUPADAS NAS PROXIMIDADES DOS FUNDOS DE VALES E QUE PODERIAM SER DENOMINADAS ÁREAS DE RISCO, COM ALAGAMENTOS E PREJUÍZOS QUAISQUER.
PORÉM, COMO TODOS SABEM, A LEI COMPLEMENTAR Nº 58/2011 (LEI DANILSON), QUE POSSIBILITA A OCUPAÇÃO DESSAS ÁREAS SEM RESTRIÇÃO DE DISTÂNCIA DOS RIOS, PODE COLOCAR ROLÂNDIA NO NOTICIÁRIO JUNTO A ESTAS INFORTUNA-
DAS CIDADES, OU SEJA, ESTAMOS RETROCEDENDO QUANTO A BUSCARMOS UMA CIDADE PLANEJADA, ONDE ESTES PROBLEMAS JÁ FORAM PREVISTOS E EVITADOS NOS TEXTOS ORIGINAIS DAS LEIS DO PLANO DIRETOR DE DESENVOLVIMENTO URBANO DE ROLÂNDIA, LEIS ESTAS DESVIRTUADAS SEM CRITÉRIOS PLAUSÍVEIS, COM CERTEZA PARA BENEFÍCIO DE POUCOS, EM DETRIMENTO DO PREJUÍZO CERTO DE MUITOS QUE EM BREVE OCUPARÃO ÁREAS IMPRÓPRIAS.
PORTANTO URGE LUTARMOS PARA QUE TAL LEI SEJA REVOGADA, PARA QUE SE MANTENHAM AS FAIXAS DE PRESERVAÇÃO AMBIENTAL  DE 70,00 METROS AO LONGO, E EM AMBOS OS LADOS DOS CURSOS D´ÁGUA NO MUNICÍPIO DE ROLÂNDIA,
INCLUSIVE COMO FORMA DE ROLÂNDIA DAR EXEMPLO A TODAS ESTAS LOCALIDADES, DE DESENVOLVIMENTO RACIONAL, BUSCANDO AÍ SIM, O INTERESSE SÓCIO-AMBIENTAL DAS POPULAÇÕES, TERMO ESTE COLOCADO DE FORMA INFELIZ E SUBJETIVA, NO TEXTO DA LEI ACIMA CITADA.
AUTOR PEDIU PARA NÃO SER INDENTIFICADO....