segunda-feira, 13 de agosto de 2012

VÍDEOS DE FUTEBOL AMADOR E JOGADORES DE ROLÂNDIA By FARINA

ROLÂNDIA - NOVA REUNIÃO CONTRA O CHUMBO

COMO O PREFEITO  QUER DEIXAR A SURPRESA PARA DEPOIS DAS ELEIÇÕES....
ESTAMOS E CONTINUAMOS MOBILIZADOS...
CHUMBO NÃO!....

JOHNNY LEHMANN... SE VOCÊ AMA DE VERDADE ROLÂNDIA SAIA DA TOCA E DIGA DIANTE DAS CÂMERAS QUE NÃO VAI DAR ALVARÁ PARA O CHUMBO EM ROLÂNDIA.

QUERO VER SE VC AMA MESMO ROLÂNDIA...

JOSÉ CARLOS FARINA


22 de agosto, quarta-feira, às 7 da noite, no Sindicato Rural de Rolândia.

Para um momento especial, de um dia especial!
De você se convencer e convencer outros (boca a boca, telefone, e-mail, face book, meios de comunicação...) que vale a pena lutar por um mundo melhor!

Abraço! Daniel
  
SAÚDE, MEIO AMBIENTE... PODEM NÃO MAIS INTERESSAR TANTO, MAS SERÁ QUE ESTAMOS CAMINHANDO PARA UM COLAPSO ECONÔMICO EM ROLÂNDIA E REGIÃO ?

Venha procurar informação no Sindicato Rural de Rolândia.
Quarta-feira, dia 22 de agosto, às 19:00h (7 da noite), a professora doutora em química, Maria Josefa Santos Yabe (UEL), se prontificou a colocar novos aspectos sobre a questão chumbo e esclarecer dúvidas.

PÚBLICO ALVO: AGRICULTORES, POPULAÇÃO EM GERAL E , PRINCIPALMENTE, CANDIDATOS POLÍTICOS (PREFEITO E VEREADORES).

Colapso econômico em Rolândia cada vez mais próximo???

Rolândia continua, mais do que nunca, na mira do chumbo, porque Londrina precisa se livrar do problema de uma indústria de baterias que o Distrito de São Luiz, “por questões políticas” não quis. Outros lugares também não quiseram ficar com o duvidoso negócio. Rolândia, no entanto, parece não conseguir resistir ao grande negócio como mostram anos de transações sigilosas e a recente nota pública da prefeitura “que ainda não foi informada oficialmente sobre a possível instalação de indústria dessa natureza na cidade”.
O alvoroço é maior do que se pode imaginar. O Paraná foi visado pelo chumbo por ser o “último estado em rigorismo ambiental”. A migração do chumbo procura o Norte do Paraná. Um dos principais negócios vem da Argentina e deverá ser o segundo maior do Brasil. Por enquanto “só” seriam feitas montagem e reciclagem de baterias em Rolândia. A tendência, porém é que a parte mais perigosa, a fundição do chumbo (atualmente em cidades como Tamarana e Guaíra), por questões econômicas, se venha somar à estas atividades.
Tecnologias de 1° mundo até podem existir, mas fiscalizações são precárias como apresenta o caso de Londrina. Sempre há um domingo à tarde quando acontecem coisas sem serem denunciadas ou verificadas. Mesmo fiscalizações, às vezes, são questionáveis por fazerem amostras sem sentido. Em vez de análises de solo são apresentadas amostras inúteis de água. Depoimentos de ex-funcionários, com medo de se identificar, como no caso da indústria de baterias de Londrina, relatam da prática de compra e eliminação da produção contaminada de alimentos produzidos em chácaras da região.
Há aqueles que defendem um mal necessário para acabar com outros males, no caso abolir as fundições de chumbo “de fundo de quintal”. Outros ainda insistem que baterias são necessárias, de carros a centros cirúrgicos; que precisamos ser práticos e realistas. Mas não foi esse o discurso para produzir venenos hoje proibidos como o BHC? Do combustível, o chumbo já foi tirado. Não seria hora da sociedade condicionar a milionária indústria automobilística a mudar as baterias? (mundo afora isto está acontecendo).
Enquanto não houver esta mudança tecnológica é irresponsável empresas procurarem lugares com legislação e fiscalização duvidosas. Que os Argentinos façam suas baterias no seu país!
Cada vez mais parceiros comercias, de um mundo globalizado, aperfeiçoam o controle sobre o que pretendem consumir. O mínimo de contaminação leva ao embargo comercial. Laranja, grãos, carne de porco... O mundo não aceita irregularidades! O chumbo, altamente tóxico, pode ser levado a muitos quilômetros de distância pelo vento, em todas as direções e nunca mais sai do ambiente... Isso levará a um colapso econômico geral!
A questão é política. Uma política partidária, muitas vezes financiada por interesses financeiros de fora, pode ser revertida com a participação política da população. Que o exemplo do “não ao chumbo” manifestado pela população do Distrito de São Luis sirva à Rolândia. Que nossos políticos sejam pressionados em tempo de eleições a se posicionar e a arcar com as conseqüências.
No caso do chumbo, a população, não só do entorno próximo de um negócio de chumbo, tem o direito a uma análise prévia do sangue. Se, o que é bem provável, amostras futuras de sangue mostrarem contaminação, processos poderão ser feitos e indenizações pedidas. Mas quem vai nos ressarcir a Terra perdida? A que ponto teremos que chegar para satisfazer interesses econômicos alheios?   
Daniel, 13-08-12

ROLÂNDIA - PREFEITURA REALIZA OBRAS NO PORTAL DA CIDADE



A Prefeitura de Rolândia vai ampliar o Portal Turístico da cidade. Um Totem, mais conhecido como um monumento que representa a cidade, será construído ao lado do Portal na saída para Londrina. O objetivo é revitalizar o local.
O atual Portal também irá passar por um processo de ampliação da obra já existente, beneficiando a cidade e a todos que visitam o Município.
Durante obra, a Prefeitura irá realizar a interdição de meia pista da Avenida Itamaraty, para que as obras sejam finalizadas até dezembro.
Para quem transita pela Avenida, a Prefeitura alerta para o cuidado com a velocidade no local a partir do início da obra.
COMENTÁRIO: A prefeitura deixou de divulgar o início das obras e se a mesma será terminada antes das eleições. Pedimos urgência na reconstrução do Hotel Rolândia. É que as madeiras estão se deteriorando.

SALSA LIMPA OS RINS


SALSA ..LIMPA OS RINS ...TEM MAIS VITAMINA C....

VAMOS USAR, e.... REPASSAR. 

Os anos passam e nossos rins vão filtrando nosso sangue para remover o sal e outros intoxicantes que entram no organismo.

Com o tempo, o sal se acumula e precisamos de uma limpeza. Como fazer isso?

De um modo simples e barato: Pegue um maço de salsa e lave bem. Corte bem picadinho e ponha em uma vasilha com água limpa. Ferva por 5 minutos e deixe esfriar. Coe, ponha em uma jarra com tampa e guarde na geladeira. Beba um copo todos os dias, e você vai perceber que o sal e outros venenos acumulados nos rins saem na urina.

BLOG DO FARINA - 215 MIL VISUALIZAÇÕES

OBRIGADO AMIGOS
ESTOU MUITO FELIZ DE PODER
AJUDAR ROLÂNDIA E REGIÃO
DISPONIBILIZANDO ESTE NOVO
VEÍCULO DE COMUNICAÇÃO DEMOCRÁTICO
DEUS ABENÇOE A TODOS...
CONTEM COMIGO...
FARINA

POR QUE FAZER CAMINHADAS ou CORRER