sexta-feira, 12 de outubro de 2012

VÍDEO BOSQUE DO JARDIM ROLAND ESTÁ ABANDONADO

VÍDEO OKTOBERFEST ROLÂNDIA

ROLÂNDIA - 46,54% DA POPULAÇÃO VOTARAM CONTRA O JONI

Agora que a poeira baixou comecei a refletir melhor.... quase  metade da população ( 46,54% ) votou sim contra o chumbo e o esquema das "marmitex". Na próxima eleição este povo só votará no candidato de Joni se ele superar todas estas denúncias. Nem tudo está perdido. É questão de tempo e tudo volta a normalidade. Fora o chumbo, Fertfoliar  motosserra, super cabidão de cupinchas, publicidade  e marmitex. Espero que a maioria dos  novos vereadores sejam pessoas de bem.... Alguém sabe se o GAECO já recebeu a cópia do processo das marmitex? JOSÉ CARLOS FARINA

ROLÂNDIA - CARROCEIRO ENTREGA GELADEIRA COM MACONHA NA DELEGACIA

Fabiana Mendes de Arruda, de 27 anos, foi presa na tarde desta quinta-feira (11)  por tráfico de drogas em Rolândia. Ela queria entregar uma geladeira de presente para um dos detentos da carceragem. Os policiais desconfiaram da entrega, que foi feita por um carroceiro (Nilo). Segundo informações da Polícia Civil, a geladeira foi desmontada na frente do entregador. Dentro da porta do eletrodoméstico havia 332 gramas de maconha e 37 gramas de cocaína. O carroceiro levou os policiais até a casa de Fabiana, que foi presa em flagrante.. O carroceiro foi liberado pelo delegado ficando patente a sua inocência, mas Fabiana vai responder processo por tráfico de entorpecentes. Cada uma... Só faltava esta....

NOVOS VÍDEOS DE ROLÂNDIA E REGIÃO By JOSÉ CARLOS FARINA

Anderson Silva lutará Sábado



Anderson Silva lutará para saldar dívida com o Brasil
Redação Bonde
Após a lesão de José Aldo e Quinton 'Rampage' Jackson, que estavam escalados para o UFC Rio III, para enfrentarem Frankie Edgar e Glover Teixeira, respectivamente, Dana White, presidente do Ultimate, convocou Anderson Silva e Rodrigo 'Minotauro' Nogueira para salvarem o evento, que acontece neste final de semana, no Rio de Janeiro. 

Em entrevista coletiva nesta quinta-feira (11), Anderson Silva revelou o motivo que o fez aceitar o desafio de enfrentar o americano Stephan Bonnar na luta principal. "Estava devendo isso para o povo brasileiro. Todos estiveram envolvidos na luta contra o Chael Sonnen de forma intensa e foi bem bacana. O Brasil mostrou que tem que ser respeitado. Mesmo lutando fora, recebi um apoio enorme e devia isso para o Brasil", comentou. 

"Eu e o mestre (Minotauro) estávamos fazendo um trabalho publicitário e recebemos a ligação do nosso empresário com o convite. Foi automático, um olhou para o outro e dissemos: se você lutar, eu luto. Ai decidimos aceitar", afirmou Anderson Silva que enfrentará o americano nos meio-pesados, categoria acima da qual mantém o cinturão desde 2006. 

A luta de Anderson Silva e Minotauro serão transmitidos ao vivo pela Rede Globo após a exibição do 'Altas Horas', por volta da 1h. O card preliminar começará às 19h45 e terá a transmissão em pay-per-view.

PAULO AUGUSTO FARINA FALA À ROLÂNDIA



Lutamos um bom combate! Jogamos com ética, transparência e respeito à Lei. Não compramos votos, partidos, lideranças ou apoio da imprensa marrom. Sempre fui avesso a tais práticas! Acredito que tais desvios (somado ao atraso cultural) prejudicam nosso amadurecimento democrático. Para amenizar estas disparidades, defendemos o teto máximo de campanha. Logicamente, tal medida não solucionará totalmente estes males. Práticas nocivas como o caixa dois, uso da máquina pública, favorecimento e compra de votos existem (em maior ou menor grau) em todos os sistemas políticos. Entretanto, o teto máximo de campanha é uma forma de amenizar as desigualdades e reduzir a poluição visual, sonora e das vias públicas. Mesmo diante das regras atuais, fizemos uma campanha visionária e precursora: Conseguimos conquistar o apoio, a confiança e o coração de 14,48% dos eleitores rolandenses - a quem somos imensamente gratos! De nossa parte, conservaremos uma atitude de estrita independência retomando nossa histórica militância ambiental e comunitária ao lado daqueles que - mesmo diante de todas as adversidades - acreditam que uma nova História pode e deve ser escrita! Que o Eterno, abençoe Rolândia e nos Fortaleça! Recordando Chico Buarque: Amanhã vai ser outro dia!

DANEIL STEIDLE TEME PELO FUTURO DE ROLÂNDIA




1 - Depois das eleições. Volta a rotina! Que ironia! Não aprendemos nada?!
Um dia antes das eleições municipais uma jornalista brasileira, que mora na Alemanha, publicou estar “fortemente preocupada com a política anti-ambiental de sua cidade natal”. O apelo foi em vão, assim como tantos outros gritos de alerta pela degradação ambiental. Parece que o anti-ambientalismo é profundo e geral. No 1º Mundo a degradação ambiental já foi quase completa e no 3º Mundo não têm como frear. Verificamos em nome de um “desenvolvimento” retrocessos graves na proteção do patrimônio ambiental e uma ânsia consumista nunca antes vista do “inútil e fútil”. Meio ambiente virou um simples chavão e o rótulo “sustentabilidade” serve para qualquer negócio. O anti-ambientalismo se mostra na agressão física, acústica, visual e na indiferença entre as pessoas, no individualismo, na crise existencial e no modelo global de comportamento e economia. Analistas prevêem que um colapso é inevitável. Já é tarde para brecar a situação. Mas para a reconstrução do mundo, no pós-colapso, podemos fornecer valiosos elementos, como foi no pós-dilúvio da história da “Arca de Noé”. Com esta visão positiva podemos de novo acreditar no impossível. Unir esforços e, contra toda lógica do momento, realizar e dividir nossas utopias. E, às vezes, nem precisamos inventar muito. A produção orgânica é uma crescente realidade que pode ser aperfeiçoada. Formas alternativas de associação e de troca são de novo experimentadas. O se aproximar dos ciclos da vida não é só mais uma excentricidade. Muitas experiências ganham sustentação científica e econômica. Conhecer, criar e divulgar modelos pode dar uma enorme satisfação pessoal, além de nos tornar mais “humano”.  Volta o divino na vida pelo reconhecimento do que resta do paraíso na Terra. 

2. Reflexão sobre o COMDEMA;

Há muito tempo tenta se, através do Conselho Municipal do Meio Ambiente (COMDEMA), agir contra o anti-ambientalismo em Rolândia. Num ambiente de desigualdade, porém a luta é injusta, perigosa e sem sucesso. Por melhor que situações para salvar ou proteger o meio ambiente são esclarecidas, no desequilíbrio de forças o lado anti-ambientalista ganha. “Democracia não é a ditadura da maioria” segundo o filósofo Edgar Morin. Portanto, um conselho não é democrático se deixa de oferecer possibilidades de ganho de causa a uma minoria. Participar de um órgão que se denomina “democrático” passa a ser irresponsável, pois as minorias simplesmente servem para legitimar os atos da maioriaPeço, portanto que os membros do Conselho considerem esta colocação para que possamos discutir qual é o melhor caminho de sermos realmente um conselho e não meramente massa de manobra do sistema. Daniel Steidle, Rolândia, 09-10-12.