sexta-feira, 23 de novembro de 2012

ROLÂNDIA - FUNCIONÁRIOS CONFIRMAM PROPAGANDA EM HOLERITES

PAÇOCA COM CEBOLA

O prefeito reeleito de Rolândia Jonhy Lemann vai ter dor de cabeça nos próximos dias. Hoje à tarde, no Fórum de Rolândia, houve uma audiência sobre o famoso caso dos Holerites. A denúncia foi feita pela campanha de Eurides Moura, adversário de Lehmann. Segundo o advogado Vinicius Borba, na semana da eleição, os servidores municipais receberam o holerite com frases que elogiosas ao governo de Lemann. A determinação para colocar as frases nos holerites teria partido do secretário de Comunicação da prefeitura, Ney Volante que era subordinado a Johnny Lehmann. ”Nós ingressamos com uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral por abuso de poder político e uso da máquina pública contra a coligação liderada pelo prefeito”, disse Borba. As testemunhas de acusação levaram cópias dos holerites para análise do juiz. Os advogados de defesa disseram que alguns servidores realmente receberam o holerite com as frases polêmicas mas que o prefeito havia determinado que eles fossem recolhidos e que a culpa seria exclusivamente do Secretário de Comunicação. Ney Volante foi um dos coordenadores da campanha de Lehmann.  Até terça-feira às 13h os promotores vão apresentar as alegações finais. Em uma semana deve sair a sentença.
COMENTÁRIO: Colocar a culpa no Assessor de Imprensa Ney Volante "não cola". Ora, é sabido que o prefeito responde por todos os atos criminosos e de improbidade de seus secretários, ainda mais sendo o  mesmo um dos coordenadores de sua campanha. Só tem um jeito do juiz não anular esta eleição: Se alguém provar que  os adversários de Johnny não ficaram em desvantagem  perante os eleitores.

.

CICLISMO DE ROLÂNDIA NA FOLHA DE LONDRINA



23/11/2012 - FOLHA DE LONDRINA

Ciclismo de Rolândia tem ano de ouro

Equipe feminina de Rolândia conquistou título nos Jojup´s
2012 tem sido um ano puxado para os jovens atletas que representam Rolândia no ciclismo. Eles disputaram cerca de 20 competições, entre provas nacionais, estaduais e regionais, segundo o treinador José Ricardo Moraes. E tanto esforço valeu a pena para a equipe formada há apenas dois anos. 

No último fim de semana, por exemplo, a equipe feminina foi campeã na classificação geral dos Jogos da Juventude do Paraná (Jojup´s), competição realizada em São José dos Pinhais. Ao todo, a equipe rolandense conquistou nove medalhas, chegando a 118 pontos, um a mais que o time de Maringá, conhecido por ser um dos mais fortes do estado. "Foi para fechar o ano com chave de ouro. As meninas disputaram ponto a ponto com as atletas de Maringá", avalia Moraes. 

As ciclistas citadas pelo técnico costumam se destacar na maioria das provas que a equipe de Rolândia disputa. Dessa vez não foi diferente e elas foram responsáveis pelos resultados mais importantes. Jenifer Kolben foi a campeã no contra-relógio e circuito da categoria "C" (até 14 anos). Em ambas as provas, ela chegou acompanhada da vice-campeã e colega de equipa Luana Caroline, que também foi campeã no cross country. Renata Lopes ficou em segundo lugar no contra-relógio e circuito da categoria "B" e Fernanda Romado em terceiro no contra-relógio e cross country da categoria "A". 

Mas essas medalhas não foram as únicas da equipe durante o ano, que de acordo com o treinador, esteve sempre entre os primeiros colocados nas provas regionais, mas também se destacou em outros eventos pelo estado e até mesmo em nível nacional. Jenifer foi campeã brasileira e paranaense na sua categoria e Renata pegou um bronze no brasileiro, ouro no paranaense e uma prata nos Jogos Escolares. Ela agora se prepara para o último desafio no qual a equipe estará sendo representada, as Olimpíadas Escolares, que começam domingo em Cuiabá (MT). 

Além do talento nato de algumas atletas, Moraes destaca que os resultado são fruto de um trabalho bem direcionado e, principalmente, da grande dedicação das ciclistas, as quais ele visualiza que podem "ter futuro" no esporte. "Como são atletas jovens têm essa perspectiva boa a longo prazo. Elas se dedicam muito e a tendência é continuar a evoluir e buscar competições mais importantes". 

Mas com um plantel de ciclistas tão talentoso, Moraes também se preocupa. A equipe não tem patrocínio, apenas apoios e outras equipes, que contam com investimentos mais altos já estão de olho nas atletas. "Elas já estão recebendo convites de equipes que têm mais estrutura e a nossa intenção é buscar patrocínio para manter e melhorar esse trabalho", finaliza Moraes. 

A equipe tem apoio da Prefeitura Municipal e da Ótica King, Metalúrgica Metalmax e Armarinhos Frazato.

João Fortes
Reportagem Local