quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

FOTO EQUIPE TUCANOS ROLÂNDIA ATLETISMO - By R900.COM.BR


BLOG DO FARINA BATE NOVO RECORDE

64.300 EXIBIÇÕES NO MÊS EM UM TOTAL DE 398.900 NO TOTAL. ESTAMOS NOS FIRMANDO COM A SUA AJUDA COMO O MELHOR BLOG DA REGIÃO.  MUITO OBRIGADO A TODOS. DEUS ABENÇOE VOCÊS.

ROLÂNDIA - Melhorias no Parque Roland



A Prefeitura de Rolândia deverá concluir, em parceria com a Sedu (órgão estadual), as obras de imapctação do asfalto e novas construções no Parque Industrial Roland. Trata-se de obra orçada em R$ 2.540.270,20. Será instalada também uma rotatória na PR-170, que dará acesso aos conjuntos rolandenses José Perazolo, Tomie Nagatani e Ernesto Franceschini. Serão no total quase 29 mil metros cúbicos de asfalto, além do trabalho de pavimentação urbana (calçadas) no bairro José Perazolo. FOTO by JOSÉ CARLOS FARINA

ROLÂNDIA - RUA JAGUARÉ ESBURACADA

Foto 31/01/2013 by José Carlos Farina

ROLÂNDIA - MAIS LIXO NA CICLOVIA

Foto 31/01/2013  by José Carlos Farina 

ROLÂNDIA - LIXO CONTINUA NA CICLOVIA

Foto tirada agora á tarde (31/01/2013) - by José Carlos Farina

TRÊS CASOS DE DENGUE EM ROLÂNDIA

O POVO DEVE  COLABORAR
NÃO DEIXE NENHUM TIPO DE ÁGUA PARADA
DENUNCIE E SEU VIZINHO
A VÍTIMA PODE SER VOCÊ
TEXTO de JOSÉ CARLOS FARINA

VÍDEO JOGO NACIONAL NAC ROLÂNDIA 1 x RIO BRANCO 2 - By FARINA

ROLÂNDIA IMPEDIDA DE CONTRAIR NOVOS CONTRATOS

www.mileniumfm.com.br

 Notícia - Região
30/01/2013 às 10h57min - Atualizada em 30/01/2013
Cidades em Crise - 124 prefeitos não podem firmar convênios com o governo do Paraná

Municípios deixaram de cobrar dívidas de gestores públicos condenados pelo TC e perderam o direito de obter recursos

No Paraná, há 124 municípios que além de não poderem firmar novos convênios com a União também estão impedidos de assinar contratos com o governo estadual. Essas prefeituras não cobraram dívidas de gestores condenados administrativamente pelo Tribunal de Contas do Paraná (TC) e, por isso, tiveram a emissão de certidões liberatórias bloqueadas pelo órgão. Sem esse documento do TC, os municípios não podem receber dinheiro por meio dos convênios estaduais ou federais. A exceção é para contratos emergenciais ou para áreas consideradas de atendimento prioritário à população, como saúde, educação e assistência social. Esses casos excepcionais, porém, dependem da anuência do TC.
Até ontem pela manhã, os créditos a receber não cobrados somavam R$ 41,8 milhões. De acordo com a legislação, os municípios devem encaminhar ao TC a cada seis meses – em 10 de junho e 10 de dezembro – informações atualizadas a respeito da execução das dívidas. No entanto, desde 10 de dezembro do ano passado, 124 dos 399 municípios do Paraná passaram à condição de omissos por descumprirem a regra e perderam temporariamente sua certidão liberatória.
Reverter essa situação, no entanto, não é complicado. Basta comprovar que o município entrou com o pedido de execução fiscal dos gestores com dívidas pendentes. Na maioria dos casos, o próprio sistema on-line do tribunal detecta a solução da pendência e libera a certidão. Em outros, é necessário que o caso vá ao plenário do TC. Em geral, o trâmite é mais simples e rápido que os outros processos.
O maior problema, porém, é que há forte resistência em cumprir a lei porque, em vários casos, o gestor em débito é o próprio prefeito ou um aliado dele. Em outras situações, o chefe do Executivo municipal derrotado na eleição – seja ele mesmo o perdedor ou um aliado – deixa propositalmente de cobrar as dívidas, a fim de dificultar a gestão do sucessor. Esse é o caso de muitos municípios, em que o prefeito empossado nem sequer tem conhecimento do bloqueio da certidão liberatória.
Casos milionários
O maior problema envolvendo a não cobrança de dívidas está no município de Rio Branco do Sul (Região Me­tropolitana de Curitiba), que não recebeu a certidão liberatória por causa de um débito de mais de R$ 7,8 milhões. Por meio da assessoria de imprensa, a prefeitura informou que já tem conhecimento da irregularidade e está tomando as medidas necessárias para regularizar a situação.
Já em Apucarana, no Norte do estado, não foram executadas dívidas que somam R$ 3,5 milhões. Questionado sobre o assunto, o prefeito Beto Preto (PT) disse que a notícia era absolutamente nova para ele, em meio a “tantas irregularidades” que encontrou ao assumir o mandato. Classificando a gestão anterior como “irresponsável e temerária”, o petista disse que está estudando um refinanciamento fiscal envolvendo cerca de 14 mil débitos que o município tem a receber. “Amanhã [hoje] mesmo vou avaliar esse caso com a minha equipe jurídica de forma urgente”, declarou.
Em Cambará, no Norte Pio­­neiro, as dívidas ultrapassam R$ 3,1 milhões. Segundo o prefeito João Mattar Olivato (PSB), todos os débitos anteriores a 31 de dezembro serão executados. “É triste e lamentável ver que o mesmo grupo que permaneceu no poder por 24 anos deixou de executar essas dívidas. Vamos tomar todas as providências legais em relação a isso.”
Colaborou Luiz Carlos da Cruz

 Municípios de nossa região sem certidão liberatória : No Paraná 
Valor total das dívidas que o município deixou de executar, em R$

Apucarana          3.535.945
Cambará             3.176.548
Assaí     1.047.147
Arapongas          712.422
Ibaiti      509.464
São Jerônimo da Serra  257.346
Jacarezinho        113.675
Rancho Alegre  105.955
Abatiá   102.528
Primeiro de Maio            72.102
Nova Fátima      64.412
Rolândia     39.237
Andirá  20.275
Sapopema          9.803
Ribeirão do Pinhal           7.764
Sertanópolis      5.062
Uraí       4.149

Fonte: Gazeta do Povo

COMER ANTES DE DORMIR / DEITAR FAZ MAL ?


A ingestão de alimentos antes de dormir pode, sim, atrapalhar o metabolismo da pessoa. A alimentação é sempre baseada em digestão. Se a pessoa comer, o organismo precisa de, no mínimo, duas horas para realizá-la corretamente e, se essa não acontece do jeito certo, pode acarretar em incômodos durante a noite. 

O certo é evitar o excesso de comida na hora do jantar e procurar comer cerca de 3/4 ou metade do que ingeriu no almoço. Além de comer menos durante a noite, a pessoa deve procurar descansar após a refeição e esperar pelo menos uma hora antes de deitar, pois assim o corpo consegue aumentar a circulação de sangue direcionada ao aparelho digestivo. 

Em todo caso, o correto, no período do jantar, é comer alimentos mais leves para que a digestão seja mais rápida e satisfatória. Seguindo essas pequenas dicas, a pessoa evitará dificuldades durante o sono e também trará uma melhora ao funcionamento geral do corpo. 

Maximo Asinelli, médico nutrólogo, de Curitiba

LONDRINA LEC TUBARÃO PERDE PARA O PARANÁ

BONDENEWS

Depois de um início massacrante com três vitórias em três partidas e ter anotado 14 gols e sofrido apenas dois, o Londrina conheceu a primeira derrota no Campeonato Paranaense. Na noite desta quarta-feira (30), o Tubarão caiu diante do Paraná Clube, na Vila Capanema, pelo placar de 2 a 1, de virada, em confronto válido pela quarta rodada do primeiro turno do Estadual. 

"O Paraná ficou em cima durante todo o jogo e foi difícil suportar a pressão. Agora temos o jogo em casa e precisamos marcar os três pontos", afirmou Alexandre Oliveira em entrevista à Paiquerê AM. "Perdemos para uma equipe muito qualificada e méritos ao Paraná, que conquistou a vitória", complementou Celsinho. 

O Londrina teve dois jogadores expulsos e terminou o jogo com nove em campo. Já a equipe paranista teve um atleta expulso além do treinador Toninho Cecílio, que deixou o gramado após reclamar do árbitro Edivaldo Elias da Silva. Ao término do embate, o Londrina tentou reclamar com o juiz, porém, foi impedido pela Polícia Militar da capital. 

Com o revés, o Londrina estacionou nos nove pontos enquanto o Paraná Clube ultrapassou o alviceleste e virou líder do campeonato com 10 pontos. Na próxima rodada, o Londrina terá pela frente o Arapongas, no Café. O Tricolor, por sua vez, terá o clássico contra o Coritiba, novamente na Vila Capanema. Osjogos estão marcados para domingo, dia 3, às 17h. 

LIBERDADE AOS JOVENS ! ...