sábado, 25 de maio de 2013

Polícia apreende 1,3 tonelada de maconha


PRE apreende 1,3 tonelada de maconha
Redação Bonde

A droga estava escondida na cabine de um caminhão com placas de Itaquaquecetuba/SP. A Polícia Rodoviária Estadual encontrou a carga na tarde deste sábado quando o veículo trafegava pela PR-323, próximo à cidade de Doutor Camargo (32 km a oeste de Maringá). 


Os 1.330 Kg de maconha foram colocados atrás da cortina no interior da cabine do caminhão. O tecido estava preso com pregos, mas os policiais desconfiaram do forte cheiro dentro do veículo. No local havia 55 pacotes da droga. 



Segundo a Polícia Rodoviária Estadual, o motorista de 36 anos contou que ele havia partido de um posto de gasolina de Guaíra, no oeste do Paraná, com destino a São Paulo/SP. Ele receberia um pagamento em troca do transporte da droga. 



O homem e a carga foram encaminhados para a delegacia de Maringá.

PIZZAS PIZZA PIZZARIA LANCHE LANCHES em ROLÂNDIA DISK LIGUE TELEFONE JANTAR ENTREGA

PIZZAS  
PARA ANUNCIAR LIGUE 43 - 3256-1908











AMO ROLÂNDIA e MARINGÁ ( AMO O NORTE DO PARANÁ )


Eu gosto de andar por essas calçadas, com qualquer tempo...

VÍDEO.. SOCORRO ROLÂNDIA!.. PREFEITURA QUER DESTRUIR O PARQUINHO!....

DANIEL STEIDLE CHAMA A IMPRENSA REGIONAL CONTRA PARQUE DO CHUMBO


  • Moradores rechaçam parque industrial e pedem conservação de área verde em Rolândia

    PAULINE ALMEIDA - ODIARIO.LONDRINA




Um grupo de moradores de Rolândia (24 km de Londrina) está mobilizado para garantir a preservação ambiental do trecho da PR-170, entre a cidade e o distrito de São Martinho. Um projeto de lei da prefeitura pretende implantar o novo parque industrial do município na área.
O proprietário da Fazenda Bimini, exemplo de educação ambiental, Daniel Steidle, informou que o projeto da gestão pública vai contra um modelo de desenvolvimento sustentável. "O prefeito várias vezes manifestou que quer fazer dessa área uma nova área de indústria, sendo que Rolândia já tem parque industrial consolidado e não totalmente utilizado", comentou neste sábado (25).
O prefeito Johnny Lehmann (PTB) havia sido cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral, mas retornou à administração nessa semana após obter uma liminar no Tribunal Superior Eleitoral. A sua volta deve acarretar na retomada das discussões na Câmara sobre o projeto de lei.
No início de abril, vários moradores estiveram no Legislativo pedindo o apoio dos vereadores para manter a área verde, inclusive retomando o nome histórico de Estrada da Fartura. "São as terras mais férteis do norte do Paraná, existe agricultura consolidada, uma oferta grande de gastronomia com sete restaurantes, trabalho de educação ambiental, filmes que foram gravados aqui", contou Steidler.
Um laudo do Laboratório de Biodiversidade e Restauração de Ecossistemas (Labre) da Universidade Estadual de Londrina (UEL) também atesta a importância da área. "Dentro deste contexto, consideramos que o potencial da região deve ser respeitado e que é moralmente inaceitável qualquer gestão pública no sentido de descaracterizar esta situação", aponta o documento.
Somente entre novembro de 2004 e agosto de 2006, 14.322 mudas de 86 espécies foram plantadas no trecho. O Labre defende o potencial de geração de renda que a Estrada da Fartura tem, desenvolvendo serviços como o turismo ambiental. O grupo deve preparar uma manifestação na PR-170, caso a prefeitura mantenha a intenção de implementar o parque industrial.

VÍDEO QUEBRA-MOLAS DE ITU EM ROLÂNDIA - POLÊMICA CONTINUA

EQUIPE DA ANA MARIA BRAGA FILMOU A MAIOR COXINHA DO MUNDO ( DE ROLÂNDIA )

FOTO DA CIDA COM A EQUIPE DA ANA MARIA BRAGA - FOTO MANCHETE DO POVO - RODRIGO STUTZ

Renata da Silva Lopes de Rolândia fatura todas na região











Renata sagrou-se campeã Brasileira no Campeonato Brasileiro de Ciclismo Junior, realizado de 14 a 19 de maio em Maringá. Além disso a atleta da Secretaria de Esportes de Rolândia foi um dos destaques individuais da competição ganhando 6 medalhas. Nas provas de pista realizadas no velódromo Renata conquistou 3 medalhas de ouro, 2 medalhas de prata e 1 medalha de bronze, e na prova de contra-relógio mais uma medalha de bronze. Na prova de circuito Renata sofreu uma queda abandonando a prova quando era líder.  foto g1 - globo

OPÇÕES DE TURISMO PARA O INVERNO NO BRASIL


Veja destinos para curtir o frio com economia no feriadão

Cidades que costumam ser destino certo nessa época do ano podem não caber no orçamento; descubra alternativas mais econômicas
Redação Bonde
No calendário o inverno só começa no dia 21 de junho, mas os termômetros marcando baixas temperaturas mostram que, na prática, a estação já chegou. E com o frio, chega também a vontade de fazer coisas típicas deste período: comer um gostoso fondue, apreciar um saboroso vinho, ou aproveitar o tempo livre em frente à lareira, preferencialmente durante uma viagem. 

No entanto, cidades que costumam ser destino certo nessa época do ano podem não caber no orçamento. Campos do Jordão e Serra gaúcha são exemplos. Talvez pelo alto fluxo de turistas que estas regiões recebem nesta época do ano costumam inflacionar os preços dos pacotes, que chegam a custar o mesmo que uma viagem a Miami. 

Como turismo no inverno não se resume a Gramado e Campos do Jordão, selecionamos alguns destinos tão aconchegantes quanto os mais badalados nesta época, porém com preços bem mais em conta. Confira! 

Monte Verde, Minas Gerais 

Reprodução


No Brasil, diversas cidades serranas estão aptas a receber quem procura o friozinho e diversão. Monte Verde, em Minas Gerais, talvez seja a mais famosa delas. Embora o distrito abrigue hotéis caros e renomados, de acordo com o site de pesquisa Decolar.com, por lá é possível encontrar hotéis com diárias justas. 

São Francisco Xavier, São Paulo 

Reprodução


Outra boa opção é São Francisco Xavier, o distrito pertence ao município de São José dos Campos, em São Paulo, na região do Vale do Paraíba. Cidade pequena, com pouco mais de 2,8 mil habitantes, ela possui hospedagem e bons restaurantes para quem busca: frio, sossego e boa comida. O site www.saofranciscoxavier.org.br disponibiliza várias dicas de pousadas na cidade. 

Petrópolis, Rio de janeiro 

Reprodução


Para quem está no Rio de Janeiro, a opção pode ser Teresópolis. A cidade, que juntamente com os municípios de Petrópolis e Nova Friburgo, faz parte da Região Serrana, muito procurada por turistas devido ao clima agradável e paisagens exuberantes. Teresópolis, inclusive, tem um novo atrativo: desde o final do ano passado entrou no mapa da cultura cervejeira com o lançamento da Vila St. Gallen, da cervejaria Therezópolis. O complexo gastronômico é inspirado nas cidades européias, trazendo diversos ambientes, como capela, abadia, salão, bier garten, bar e uma microcervejaria. 

Paranapiacaba, Serra do Mar de São Paulo 

Reprodução


Por fim, Paranapiacaba, localizada na Serra do Mar em São Paulo, é mais uma opção. Mas aqui esqueça a tranqüilidade e os momentos na frente da lareira. A cidade se destaca por permitir diversas atividades radicais ao ar livre, como trilhas de diferentes níveis, canyoning, escalada em rocha, montanhismo, motocross, rapel, tirolesa e trekking. A cidade é também uma das mais baratas em termos de hospedagem. 

Curta o frio sem sair do Paraná 

Reprodução


Quem curte viajar nos meses mais frios do ano não precisa fazer longas viagens para aproveitar o clima aconchegante normalmente encontrado em cidades nas montanhas. Aqui mesmo, no Paraná, é possível visitar lugares acolhedores e muito bonitos, com natureza deslumbrante e boa estrutura de hotéis e pousadas. Tudo com muita economia. É o caso de Sengés, Faxinal, da Rota do Café, Tibagi, Prudentópolis e Tomazina

A beleza da Serra Catarinense 

A Serra Catarinense é opção para quem quer se aventurar um pouco mais ao Sul do país. Região é repleta de atrações como trilhas, cachoeiras, paredões e cânions. Com alguma sorte e dependendo do clima, dá até para brincar na neve. Na região, os preços das hospedagens são bem convidativos. 

Reprodução


Em nenhum outro lugar do Brasil faz tanto frio. E é em busca da neve que chegam viajantes do país inteiro às cidades de Urubici, São Joaquim e Bom Jardim da Serra. Mas esse milagre dos céus, que ocorre só uma ou outra vez ao ano, é apenas um dos encantos dessa região cheia de belezas naturais. Entre escarpas, encostas e espigões, misturam-se araucárias, campos abertos e remanescentes de Mata Atlântica - tudo isso num cenário grandioso cujo maior destaque são cânions de até 1.800 metros de profundidade. 

Boa parte da serra catarinense está protegida pelo Parque Nacional de São Joaquim, mas há muito para se explorar também no entorno. Basta calçar a bota de caminhada ou subir no lombo de um cavalo. E não se esqueça de levar um bom casaco: no lugar mais gelado do Brasil, o frio pode ser surpreendente!

FARINA DÁ OPÇÕES PARA O POSTO DE SAÚDE EM ROLÂNDIA

Ao invés do prefeito cassado pela justiça  destruir o Parquinho infantil que se construa este Posto de Saúde em uma destes cinco  áreas: 1)- Páteo da prefeitura que tem um grande espaço disponível: 2)- Ao lado do Fórum eleitoral: 3)- Chácara de Prefeitura: 4)- No Jardim Roland Garden; 5)- Terreno dos vicentinos onde funcionava o antigo Posto de Saúde Central. Rolândia não pode abrir mão das poucas  áreas verdes que possui. Vejam o caso de Maringá. Aquilo sim é qualidade de vida. TEXTO e FOTO de JOSÉ CARLOS FARINA

JOHHNY LEHMANN FOI CONTRA FRANCISCONI

PARA JOHNNY LEHMANN É NORMAL
Ze de Paula- direto ao assunto! 

Após a nossa denúncia na tribuna da sessão da Câmara, de que existia a possibilidade de que funcionários do alto escalão estariam recebendo horas extras sem trabalhar, (na área da saúde em  Rolândia), o médico e secretário de saúde do município, Dr. Francisconi,  tão logo tomou conhecimento, designou a abertura de uma sindicância para apurar os fatos, suspendendo  todas as horas extras dos funcionários da saúde, decisão também  aceita pela a prefeita interina, Sabine Giesen....  afastando  alguns funcionários que não se adequavam aos cargos da saúde. Mas com a volta do prefeito ao cargo, o mesmo determinou que todos teriam que voltar aos seus cargos de origens...  o ex-secretário não concordou com o chefe do executivo e pediu a exoneração do cargo que ocupava...  Dr: Luis Francisconi, fazia um excelente trabalho diante a secretária de saúde.  Nós lamentamos, pois o dr: Francisconi, fez varias mudanças boas no setor de saúde... e a saúde pública do nosso município já estava tendo um grande avanço com o comando deste autêntico e profissional que é qualificado... um a preparo que nunca Rolândia teve... ele deixou claro que, com tantas qualidades,  Dr.  Luis Francisconi, demonstrou com seu posicionamento, ser um homem sério...  um verdadeiro cristão,  não aceitando   fraucatuas   pela a garganta abaixo...  um profissional justo e digno...  de caráter...  responsável...  e cima de tudo humano.  Fica aqui Dr.  Luis Francisconi os nossos agradecimento por tudo...  mesmo com tão pouco tempo tudo o que o Sr.  fez pela a população de Rolândia.  Espero um dia tê-lo  de volta, e termos a sua capacidade para exercer com liberdade este tão importante cargo do nosso município. E fica aqui um alerta aos nobres  companheiros vereadores:  tudo o que aconteceu e esta acontecendo, com as possíveis fraudes na saúde e com a saída do Dr. Francisconi ao comando da secretária, é mais do que um grande motivo para o legislativo municipal, - poder que Eu quero acreditar independente -, fazermos uma CPI, (Comissão Parlamentar de inquérito) e investigar estes fatos e levá-los à  população de Rolândia. Se existir mesmo as irregularidades  então levá-las  ao ministério público do nosso município. Que os culpados sejam punidosAssim Eu espero. Uma Rolândia sem corrupção e um povo feliz, sendo tratados sem diferença de igualdade, de raça, cor, religião e posição social.  Rolândia hoje é de todos nós,  amanhã será dos nossos filhos, e nossos netos.  
Zé de Paula-sempre em busca de justiça.