terça-feira, 6 de agosto de 2013

DEPÓSITO CONQUISTA MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO ROLÂNDIA - PR.


MAIS UM QUILO DE MACONHA EM ROLÂNDIA

Na manhã desta terça feira (6) durante Diligências de Policiais Civis de Rolândia no Jd. Itália, cerca de seis bandidos armados conseguiram se evadir da equipe, deixando para trás vários tabletes grandes de maconha, pesando mais de um kg da droga. O entorpecente foi encaminhado a delegacia da cidade.

TEXTO e FOTO de  Eliandro Piva.

Autor de chacina depõe e fala em 'verdade libertadora'

Redação Bonde
O autor da chacina que terminou com a morte de quatro pessoas no último sábado (3), o maquiador Diego Ramos Quirino, 30 anos, prestou o primeiro depoimento na tarde desta terça-feira (6) na Penitenciaria Estadual de Londrina (PEL II), onde permanece detido em uma cela isolada. 


Ele foi ouvido pelo delegado William Soares durante uma hora e meia e voltou a falar sobre teorias do fim dos tempos e usou a expressão a "verdade que liberta". "O depoimento foi importante para traçar um perfil preciso com informações sobre o consumo de drogas e a busca dele por temas relacionados ao fim dos tempos, o que pode auxiliar na perícia médica", disse o delegado. 

Soares ainda contou que a mulher de Quirino, Patrícia Amorim Dias, relatou durante novo depoimento que o maquiador foi repreendido antes dos crimes. Ela e a mãe do assassino disseram que o comportamento agressivo não era "coisa de Deus". "Este foi o estopim para a tragédia", acrescentou o delegado. 

médica que atendeu e liberou o maquiador no sábado à tarde, no Pronto Atendimento 24 horas de Cambé, também foi ouvida pelo delegado William Soares no final da manhã desta terça-feira. 

Segundo informações da rádio CBN Londrina, a médica relatou que durante o atendimento o paciente não estava alterado e não apresentava sinais de agressividade. O delegado descartou a suspeita de negligência médica, que poderia ser investigada, já que Quirino teve surto na noite de sábado antes de matar as quatro vítimas, entre elas a própria mãe. 

Ainda de acordo com a médica, as pessoas que acompanharam Quirino no posto de saúde não informaram que o ele sofreu um surto no mesmo dia e já teria ameaçado amigos antes do atendimento.(Com informações da rádio CBN Londrina)

Empresário de Rolândia foi vítima de latrocínio

Redação Bonde
A Polícia Civil de Toledo esclareceu a morte do empresário Edmir Tadeu Tamparowsky, de 51 anos. O dono de uma transportadora, que morava em Rolândia, foi assassinado com dois tiros nas costas e um tiro de raspão no braço no dia 22 de julho em Toledo. 

De acordo com investigadores, o crime enquadra-se como latrocínio, já que o veículo da vítima, um C4 Pallas, foi roubado e vendido no Paraguai por cerca de R$ 7 mil. 

Wellington Oliveira da Cruz, de 19 anos, confessou ter atirado contra o empresário. Ele mora em uma propriedade rural próxima ao local do crime, às margens da PR-317. Outros dois jovens, de 20 e 21 anos também foram detidos acusados de participação no crime. Um quarto suspeito está foragido. (com informações da Catve.tv)

ABAIXO ASSINADO CONTRA O CHUMBO EM ROLÂNDIA

Igreja Universal vai processar rapaz com a bunda de fora

Brincadeira foi realizada por telespectadores do "Fala Que Eu Te Escuto" na última terça-feira (30)
Redação Bonde


A Record afirmou que vai processar os dois jovens que passaram trote no programa "Fala Que Eu Te Escuto" na última terça-feira (30). Na ocasião, uma moça apareceu na webcam para falar sobre a obesidade infantil quando um rapaz pelado surgiu atrás dela, pulando e abrindo os braços


No programa da última sexta-feira (2), o bispo Clodomir Santos disse que a Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) vai processar Grazielle Consentini, seus pais  e o rapaz pela atitude. "Exposição ao ridículo de uma emissora de grande abrangência, além de dano moral e material, que pode acarretar em três meses a um ano de prisão", afirmou um advogado durante uma reportagem exibida na atração. 


Divulgação



Os bispos Clodomir Santos e Antônio Bulhões teceram comentários polêmicos sobre a atitude da participante. "A menina não deve ter tido uma educação adequada, os pais não devem ter dado a atenção necessária para ela, tanto que ela é intelectualmente incapaz de pensar seriamente", avaliou Bulhões. 


Já Santos responsabilizou os integrantes do "Pânico na Band" pela 'pegadinha'. "Não sei como existem emissoras que financiam isso, que deixam programas, se é que podemos chamar isso de programas, são programinhas aí, pra influenciar mal os jovens. Essa nova geração são os filhos  do 'Pânico', fazem tudo para denegrir a imagem dos outros. O problema não é a nudez, ou a crítica, é ela não respeitar um programa religioso, que ajuda muitas e muitas pessoas", acusou. 
COMENTÁRIO DO FARINA: E como pode ter emissoras que gastam fortunas para manter um bando de idiotas confinados, mostrando bundas e falando merda...??....

APAE FAZ GREVE AMANHÃ

A presidente da Apae de Rolândia concedeu uma entrevista para Ted Perez e disse que vão fazer uma paralisação amanhã em protesto contra a Meta 4 do Plano Nacional de Educação. Na emenda do senador José Pimentel  os alunos da Apae terão que passar paulatinamente para o ensino regular. Haverá uma passeata. Saída da Escola Apae as 9:00 hrs em direção ao centro. JOSÉ CARLOS FARINA

JOHNNY LEHMANN FALA SOBRE A VENDA DAS PRAÇAS

Johnny Lehmann concedeu entrevista à Ted Perez da Rádio Terra Nativa e resumindo disse o seguinte:  Precisa vender estes terrenos públicos pois a prefeitura não tem dinheiro para a contra-partida de algumas obras que quer fazer. Que estes terrenos estão apenas atrapalhando criando mato e bicho. Disse que já conversou com pessoas ligadas ao Lions, Rotary e Pastores. Espera que a população compareça na sessão da Câmara e se manifeste, porque até agora só a oposição falou mentiras e fofocas.
COMENTÁRIO:  De acordo com o parecer jurídico escrito por Paulo Augusto Farina  a lei federal de loteamentos (lei nº 6.766/79) não dá esta opção a nenhum prefeito. As areas  institucionais destinadas a praças,  escolas, creches, CCI,  canchas de esportes e bosques pertencem ao  povo dos bairros que já pagaram por elas junto com o valor dos seus terrenos ( datas) . As imobiliárias já cobraram por elas. O preço estava embutido. Vestir um santo e desvestir outro é um erro e somente haverá arrependimento no futuro quando a população for mais esperta e perceber a "fria" em que se meteram em dar a suas áreas para outros bairros e regiões. Ao invés de conversar com alguns membros do Rorary, Lions, Maçonaria e pastores Joni deveria marcar uma grande audiência pública na praça Castelo Branco e fazer o convite pelas rádios, TVs, jornais e carro de som, mencionando no convite do debate quais os bairros que vão perder suas áreas de escolas.. creches.. CCI... praças e canchas de esportes... Quanto ao mato e bichos isso acontece porque a prefeitura não tem capacidade de cuidar do que já está pronto... Não é só área de praça que está abandonado não.. tem ruas abandonadas.. ruas sem varredores.. buracos.. bueiros... lixo... se esta aberração for aprovada somente no futuro é que surgirá o arrependimento.. Já pensou se Maringá tivesse um povo assim que pensa em destruir o que os outros fizeram?  No futuro os prefeitos que virão após terão que desapropriar e pagar caros por terrenos..... é claro que no futuro haverá necessidade destas áreas... Espero que os vereadores pensem no futuro de Rolândia e não somente em dar alegria a atual administração... O certo é consultar a população de cada bairro.. se ele assinarem um documento.. por maioria... aí eu lavo as mãos... Vou dar um exemplo: Se no passado o pai do Joni tivesse vendido tudo o que ele tinha e dado aos outros irmãos ele aceitaria? ficaria feliz? Cacilda!.. já foi feito um grande protesto nas ruas de Rolândia contra esta aberração.. será que vai ser necessário um outro bem maior? Tenho medo destes políticios... Acorda Rolândia!.. Socorro...  ( veja o parecer de Paulo Farina ( clique ) : ( http://blogdojosecarlosfarina.blogspot.com.br/2013/05/rolandia-venda-de-areas-publicas.html ) JOSÉ CARLOS FARINA

A VERDADEIRA IGREJA DE JESUS


LEIA O QUE ESTE PASTOR FEZ!

O pastor Jeremias Steepek (foto) se disfarçou de mendigo e foi a igreja de 10 mil membros onde ia ser apresentado como pastor principal pela manhã. Caminhou ao redor da igreja por 30 minutos enquanto ela se enchia de pessoas para o culto. Somente 3 de cada 7 das 10.000 pessoas diziam "oi" para ele. Para algumas pessoas, ele pediu moedas para comprar comida. Ninguém na Igreja lhe deu algo. Entrou no templo e tentou sentar-se na parte da frente, mas os diáconos o pediram que ele se sentasse na parte de trás da igreja. Ele cumprimentava as pessoas que o devolviam olhares sujos e de julgamento ao olhá-lo de cima à baixo.

Enquanto estava sentado na parte de trás da igreja, escutou os anuncios do culto e logo em seguida a liderança subiu ao altar e anunciaram que se sentiam emocionados em apresentar o novo pastor da congreação: "Gostariamos de apresentar à vocês o Pastor Jeremias Steepek". As pessoas olharam ao redor aplaudindo com alegria e ansiedade. Foi quando o homem sem lar, o mendigo que se sentava nos últimos bancos, se colocou em pé e começou a caminhar pelo corredor. Os aplausos pararam. E todos o olhavam. Ele se aproximou do altar e pegou o microfone. Conteve-se por um momento e falou:

“Então o Rei dirá aos que estiverem à sua direita: ‘Venham, benditos de meu Pai! Recebam como herança o Reino que foi preparado para vocês desde a criação do mundo. Pois eu tive fome, e vocês me deram de comer; tive sede, e vocês me deram de beber; fui estrangeiro, e vocês me acolheram; necessitei de roupas, e vocês me vestiram; estive enfermo, e vocês cuidaram de mim; estive preso, e vocês me visitaram’. “Então os justos lhe responderão: ‘Senhor, quando te vimos com fome e te demos de comer, ou com sede e te demos de beber? Quando te vimos como estrangeiro e te acolhemos, ou necessitado de roupas e te vestimos? Quando te vimos enfermo ou preso e fomos te visitar?’ “O Rei responderá: ‘Digo a verdade: O que vocês fizeram a algum dos meus menores irmãos, a mim o fizeram’."

Depois de haver recitado o texto de Mateus 25:34-40, olhou a congregação e lhes contou tudo que havia experimentado aquela manhã. Muitos começaram a chorar, muitas cabeças se inclinaram pela vergonha. O pastor disse então: "Hoje vejo uma reunião de pessoas, não a Igreja de Jesus Cristo. O mundo tem pessoas suficientes, mas não suficientes discípulos. Quando vocês se tornarão discípulos?". Logo depois, encerrou o culto e despediu-se: "Até semana que vem"! Ser cristão é mais que algo que você defende. É algo que vive e compartilha com outras pessoas

ALIMENTOS QUE CURAM - CADA COR UMA FUNÇÃO NO ORGANISMO


Autor de chacina de Londrina teria tido surto psicótico

folha de londrina

Causa do problema seria uso de drogas associado à falta de tratamento
Londrina – O maquiador Diego Ramos Quirino, de 30 anos, pode ter sofrido um surto psicótico paranoide provocado pelo uso excessivo de drogas, associado à falta de tratamento. É o que apontam especialistas ouvidos pela FOLHA. Quirino matou quatro pessoas no último final de semana na zona oeste de Londrina - incluindo a própria mãe e três vizinhas. 

As características predominantes do surto psicótico paranoide são desconfiança das pessoas e alucinações, situações que podem ser amenizadas com tratamento psiquiátrico e medicamentoso. No entanto, Quirino não buscava auxílio médico há 13 anos. 

"O uso prolongado de drogas, crack ou cocaína, principalmente, pode levar ao surto paranoide de 

perseguição. Os casos descritos na literatura apontam que as pessoas tendem a fazer alguma coisa para se defender quando se sentem acuadas", explicou a assessora técnica da diretoria de Serviços Complementares da Secretaria de Saúde de Londrina, enfermeira psiquiátrica Fábia Almeida . 

"Quando a pessoa tem um surto psicótico, prediz que é agudo. Isso acontece de forma abrupta, repentina. A pessoa começa a demonstrar uma confusão mental e chega num quadro de distorção da realidade rapidamente, fica confusa, pode delirar, ter alucinações. O delírio paranoide é o mais 

comum e nele o indivíduo acha que estão agindo contra ele. A reação pode se tornar agressiva, até usada como uma forma de defesa. O tratamento medicamentoso pode amenizar as crises", esclareceu o psiquiatra Luiz Paulo Garcia. 

Diego Ramos Quirino é viciado em drogas desde os 12 anos. Durante sua adolescência foi internado quatro vezes para tratamento contra dependência química e recebia acompanhado do Centro de Atenção Psicossocial (Caps) de Londrina. Porém, deixou de frequentar o local ao alcançar a maioridade 

O maquiador foi viver em São Paulo, onde passou quase uma década, e não teria deixado de usar drogas. "Familiares disseram em depoimento que ele conheceu o crack em São Paulo, onde fez uso prolongado. Segundo sua avó, ele havia parado com o crack e vinha fazendo uso de maconha com frequência", explicou o delegado Willian Soares. 

Soares já ouviu oito pessoas nesse inquérito e descobriu que o acusado evitava receber atendimento médico. "Parentes disseram que ele era resistente a internação, mesmo quando cogitado. A Patrícia (Amorim Dias), esposa dele, também resistiu e deve ter suas razões. Como ela estava abalada emocionalmente no primeiro dia, vou reinquiri-la para explicar outras coisas", disse. Diego Ramos Quirino, que se manteve calado no primeiro depoimento, também será reconvocado. 

O delegado pretende ouvir hoje à tarde a médica que atendeu o maquiador no sábado no Pronto Atendimento 24 horas de Cambé. "Pretendo saber dela o que foi receitado, qual o quadro clínico dele no momento do atendimento, se era um caso de internação. Se sim, por que não houve encaminhamento", explicou. 

O psiquiatra Luiz Paulo Garcia, que trabalhou quase uma década no sistema público de saúde, adiantou que o paciente (ou seus familiares) podem rejeitar a internação. "O profissional que está de plantão num pronto atendimento não vai ter todos os dados necessários para saber se (o paciente) está num surto intenso, mas a proposta varia de um tratamento ambulatorial ou internamento em que o uso de medicamento é essencial. No entanto, é necessário que a pessoa aceite fazer o tratamento", explicou. 

O maquiador Diego Ramos Quirino é mantido isolado em uma cela da unidade 2 da Penitenciária Estadual de Londrina. Ele passa por avaliações de educadores, médicos e nenhuma anormalidade havia sido constatada até a tarde de ontem. 

"São avaliações de rotina, questionamentos e exames. Essa triagem dura até 30 dias e até então não foi notada nenhuma situação diferenciada. Adianto que ainda é prematuro relatar outras coisas, seriam especulações", explicou o vice-diretor da PEL 2, Edmir Cardoso da Silva.
Danilo Marconi
Reportagem Local