terça-feira, 17 de setembro de 2013

CORTE DE ÁRVORES DO CEMITÉRIO DE ROLÂNDIA e LONDRINA

Corte de árvores
Gostaria de saber quem é o responsável ou "irresponsável" por cortar cinco árvores no Cemitério São Pedro de Londrina. Elas não atrapalhavam ninguém, somente davam sombra e frutos. Virá o Dia de Finados e todos procurarão por suas sombras. O Cemitério São Pedro faz jus ao nome "cemitério", pois nem flores se pode colocar lá, ao contrário do cemitério de Rolândia onde o administrador cuida da limpeza, da organização e há flores artificiais e não tem dengue.
IDALINA ZORZETTI (professora) – Rolândia 


COMENTÁRIO: Infelizmente Idalina Rolândia não serve como exemplo. A poucos dias fiz uMA denuncia do corte de 5 árvores sadias também no cemitério de Rolândia. E não é a primeira denuncia que fiz de corte de árvores do cemitério. É a segunda... JOSÉ CARLOS  FARINA

VÍDEO SUCURI ENGOLE UMA VACA

MULHER PERSEGUE ASSALTANTE E O MATA ATROPELADO

APÓS ASSALTO, MULHER PERSEGUE, ATROPELA E MATA BANDIDO EM TERESINA

16 setembro 2013
O fato aconteceu por volta das 10h desta segunda-feira (16) na Zona Leste. Mulher saiu em perseguição ao criminoso após ser assaltada. Uma mulher atropelou e matou um assaltante por volta das 10h desta segunda-feira (16) na Zona Leste de Teresina. O fato aconteceu após uma perseguição. O homem foi identificado como Rafael da Costa Barros, 30 anos, e teria assaltado a mulher no bairro Morada do Sol. A motorista, que dirigia um veículo modelo Sentra, saiu em perseguição ao assaltante até a Vila Uruguai.
carro1
Populares que presenciaram a cena relataram que viram quando o veículo passou em alta velocidade perseguindo o assaltante, que estava em uma moto. O homem chegou a ter parte do corpo esmagada. A mulher não teve a identidade revelada e foi levada por um familiar.  “A vítima do assalto estava chegando a um salão de beleza quando foi abordada. Ela resolveu sair em perseguição ao assaltante e durante o caminho foi fazendo contato com os seus familiares. Quando chegou no ponto em que o fato aconteceu, ela jogou o carro em cima do assaltante, que foi arrastado por cerca de 30 metros até o matagal. Não sabemos a identidade dela, mas acreditamos que ela deverá se apresentar com um advogado”, disse o tenente coronel Márcio Oliveira.
Antes de assaltar a vítima que o perseguiu, o suspeito teria cometido um outro crime. A vendedora autônoma Ronivalda Gomes, foi até o local onde aconteceu o atropelamento e reconheceu o criminoso como sendo o assaltante que levou a sua bolsa por volta das 8h30 na Avenida Nossa Senhora de Fátima, próximo da Universidade Federal do Piauí.
“Eu estava chegando a uma empresa de segurança quando ele veio pela contramão e me abordou anunciando o assalto e levou a minha bolsa. Fui à polícia e depois me disseram que uma pessoa com as caracteristicas do assaltante havia sido morta”, disse a vendedora.
De acordo com o comandante de policiamento da capital, coronel Alberto Meneses, o caso será investigado pela Delegacia de Homicídios.

FARINA RECEBE ELOGIO ( ANDRÉ NOGAROTO )

  • SOBRE A ENTREVISTA NO BLOG ÁGORA

    Andre Nogaroto Demorei pra comentar, mas acho muito desaforo uma entrevista do Farinão não apresentar comentários... O povo tinha que opinar mais!   Apesar de pegar no pé dele as vezes, acho o Farinão um dos caras mais antenados do nosso tempo, seja politicamente, seja em assuntos da atualidade que nos fazem rever nossas condutas e convicções...  Uma bela entrevista com respostas adequadas e contundentes, quando necessárias!


  • José Carlos Farina Muito obrigado. Fico  envaidecido com o comentário. não sou merecedor,  mas agradeço do fundo do coração. Fico mais feliz ainda por saber que sendo você uma pessoa super crítica, jamais faria este elogio se não fosse sincero e de coração.  Deus te abençoe. Bj na Luiza. abçs nos d+

RECLAMAÇÃO CONTRA HOSPITAL

SANTA CASA DE LONDRINA  MALTRATA PACIENTE
PEÇO  A TODOS OS MEUS AMIGOS  DO FACE QUE COMPARTILHEM ESSE  ABSURDO, ESTOU MUITO DECEPCIONADA COM O ATENDIMENTO DA SANTA CASA DE LONDRINA ONDE TRATARAM O MEU PAI COMO SE ELE FOSSE UM LIXO. AINDA TEM AQUELES QUE FALAM MAL DO HOSPITAL SÃO RAFAEL. MEU PAI FICOU AQUI  NO SÃO RAFAEL 21 DIAS, TUDO PELO SUS E FOI TRANSFERIDO PARA SANTA CASA DE LONDRINA. NOS  2 DIAS QUE ELE FICOU LÁ FOI  MAL TRATADO...  E PIOR DERAM ALTA PRA ELE ONTEM A NOITE E NÃO AVISARAM A  FAMÍLIA. ELE ESTAVA NA RUA COM FOME E SOZINHO ..... QUE ACONTECEU ONTEM  COM MEU PAI... ESTOU MUITO  DECEPCIONADA ...

SENADINHO ( PARLAMENTO ) PEDRA DE ROLÂNDIA NOS ANOS 50 / 60

O Sr. Adalberto Junqueira, dono da farmácia São José, localizada bem na centro da cidade, onde hoje é o calçadão, tinha um grupo de velhos amigos que o visitavam todos os dias, até o fechamento do expediente, principalmente na semana de plantão. No começo da noite começavam a aparecer, um por um, até completar o quadro. Sabiam a hora de chegar e a hora de sair. Eram infalíveis. Todos os dias, mesmo quando o Sr. Adalberto não estava eles vinham. Arnaldo  Zorzeto, gerente do Bradesco, que no passado tinha sido grande jogador de futebol, no famoso Batatais, Enges Trassi (Angelo alfaiate), Angelo Armacolo, fazendeiro de café, pai do Ticão e do Celso,  Severino ( pai do Quinca), funcionário concursado  da prefeitura,  Vitorino Abrunhosa, grande comerciante, Antonio de Paula, fazendeiro de café,  João Venturini, fazendeiro,  Nahin Adas, fazendeiro, Angelo e Mario Colussi, fazendeiros, João Castelani, pai de Sidney e do Sergio, responsável pela Rede Ferroviária, bastante culto, atualizado nas notícias do Brasil e do mundo,  e não muito raro aparecia também o  corretor de imóveis, Sr. José Farina, muito amigo do Sr. Adalberto e de todos, conhecedor profundo do Nacional (NAC), de quem trazia as novidades, e, raramente, Vitorio Constantino, amigo intimo de longa data e diretor do colégio e professor de latim e francês. O terror dos alunos burros. Eu tinha medo dele. Cada um tinha uma tendencia. Eu admirava muito a paciência do Sr. Arnaldo Zorzeto na confecção de seus cigarros de palha. Era um verdadeiro ritual. Colocava ali toda a sua devoção, concentração e paciência. Gastava o mesmo tempo na confecção também no consumo. Como ele mesmo dizia:  - Agora vou degustar meu cigarroO Sr. Adalberto guardava as palhas e o fumo tietê previamente picado e já desfiado em uma caixa redonda de jacarandá, uma madeira nobre, forrada com folhas e figo e sementes de imburana. Colocava a caixa em cima do balcão e aquele que fumava podia se servir. As palhas eram fervidas no leite e secadas na sombra. Fiz muito  isso, bem como picar e desfiar fumo. O cheiro da fumaça do cigarro era sentido longe. Eram os membros mais ou menos efetivos da confraria. De vez em quando  aparecia um corpo estranho...  era denominado  de "sapo", mas era sempre bem vindo. Ali deliberavam sobre tudo e todos.  Sabiam de tudo o que acontecia na cidade. Nunca houve alguma coisa que desabonasse e denegrisse a imagem de alguém ..  alguma palavra indecorosa... Mas, ai daquele que tivesse o infortúnio de cometer qualquer delito, por menor  que fosse. Uma escorregadela só  e já ganhava de imediato um apelido. ali era o filtro...  a vida da cidade passava ali. Daquele grupo não vazava nada. nenhuma  informação. Afinal eram homens de uma integridade a toda a prova. Ali também era a "pedra", nome popular do local onde se faziam negócios.... compra e venda de casas, sítios e carros.  URBANO RODRIGUES ( irmão do Mauro Rodrigues e "Boca" ). Urbano reside em Paranavaí-Pr.