sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

BLOG DO FARINA - 940.000 ACESSOS VISUALIZAÇÕES

OBRIGADO ROLÂNDIA
OBRIGADO BRASIL
DEUS ABENÇOE  TODOS VOCÊS
UM ABRAÇO DO
FARINA

ROLÂNDIA - COLÉGIO NOVO DOS 5 CONJUNTOS AINDA SEM GUARDA

06/12/2013 - 20 HORAS - VIM DE LÁ AGORA ONDE TIREI ESTAS FOTOS. PERGUNTEI PARA OS VIZINHOS. AINDA SEM GUARDA OU CASEIRO. VÂNDALOS JÁ LEVARAM FIOS ELÉTRICOS, VENTILADORES E QUEBRARAM  VIDROS. PREFEITO JOHNNY LEHMANN E GOVERNADOR BETO RICHA TÊM QUE TOMAR UMA ATITUDE. ESTA É A SEGUNDA DENÚNCIA QUE FAÇO. PEÇO AJUDA AOS VEREADORES. QUANDO FOREM À CURITIBA LEVEM ESTAS FOTOS E MOSTRE PARA O GOVERNADOR. UM COLÉGIO TÃO BONITO E PODERÁ SER DETERIORADO MAIS AINDA. TEXTO e FOTOS de JOSÉ CARLOS  FARINA



























ROLÂNDIA URGENTE - PROCESSO CONTINUA CONTRA JOHNNY LEHMANNN

POR  2 A 1. ACABEI DE OUVIR NO PROGRAMA DO TED PEREZ DA RÁDIO  TERRA NATIVA. VOTARAM PARA PROSSEGUIR O PROCESSO ZÉ DE PAULA E ALEX SANTANA E  PARA ARQUIVAR WALDEMAR DE MORAIS. NA PRÓXIMA FASE AGORA SERÃO OUVIDAS AS TESTEMUNHAS. NO FINAL UM RELATÓRIO DA COMISSÃO  QUE PODERÁ INDICAR AO PLENÁRIO A CASSAÇÃO OU ABSOLVIÇÃO. LÁ NA FRENTE ESPERA-SE NOVAMENTE VOTO EM SEPARADO. JOSÉ CARLOS FARINA

OBRIGADO ROLÂNDIA... O PARQUINHO É DO POVO

06/12/2013 - Muitos me chamaram de louco mas não liguei... eu tinha a certeza que as futuras gerações iriam precisar desta área onde brinquei também quando criança... façam postos de saúde onde quiserem mas não destruam uma das poucas áreas verdes com lazer da população. Se olharem uma foto aérea de Rolândia vão descobrir que Rolândia perde longe para Arapongas, Ibiporã e Londrina neste item.. sem contar Maringá para quem perdemos de 10 a zero. Passei por lá hoje.. tirei esta foto e fiquei feliz por estas crianças... lembrei do meu tempo de criança aqui mesmo... os mesmos brinquedos... apenas outros tempos... o tempo da brilhantina. Mas a inocência e pureza sempre será a mesma. TEXTO e FOTO de JOSÉ CARLOS FARINA

ROLÂNDIA - Centro Histórico é refúgio de drogados

PORTAL ROLÂNDIA


Imagem de: Centro Histórico é refúgio de drogados
A obra que deveria ser construída na antiga estação ferroviária de Rolândia está cada vez pior

Iniciada em 2011 a construção do Centro Histórico de Rolândia estava prevista para ser executada em no máximo 07 (sete) meses, e não deveria ultrapassar o valor de R$ 393.100,01 (trezentos e noventa e três mil cem reais e um centavo). Porém dois anos se passaram e o pouco que foi feito às vésperas da campanha eleitoral está abandonado e se deteriorando.
A moradora de Rolândia Cecilia de Andrade Gonçalves relata que passa pela obra diariamente e lamenta que esteja nestas condições. Para ela não é só este local que está abandonado, o prefeito não se preocupa com a cidade, e por isso faz um apelo para o gestor público. “Minha rua está toda esburacada já faz tempo. Eu gostaria que ele olhasse mais por nós, porque a gente tá esquecido aqui né”! (SIC).
Segundo noticiado em julho deste ano no jornal MANCHETE DO POVO, a prefeitura explicou que a empreiteira Plainpar, de Curitiba, ganhadora da licitação, estaria tendo dificuldades para cumprir com as metas de execução da obra. O secretário de Planejamento, João Ricardo Campaner informou que esta empreiteira abandonou a execução do projeto e por isso foi notificada e o contrato rescindido. Ele garante que a verba de 500 mil reais, advindas da união está garantida na Caixa Econômica Federal aguardando o novo processo.
Esta semana a assessoria de imprensa da prefeitura assegurou que a Caixa já autorizou uma nova licitação para contratar outra empreiteira e o edital deverá ser publicado ainda este ano já com os valores corrigidos.
Hélio Peixoto de Oliveira Junior, representante da Plainpar Planejamento, Incorporação e Participação Ltda não foi localizado para esclarecer quanto à afirmação de que sua construtora teria abandonado a obra e o motivo do distrato do contrato 093/2012, referente à Tomada de Preços Nº 020/2012, relacionado à construção do Centro Histórico.
fonte: 

IDOSO MORRE COM CHOQUE ELETRICO

Idoso morre após choque elétrico no centro de Londrina

Lucas Emanuel Andrade - Redação Bonde

Um idoso morreu na tarde desta quinta-feira (5) após após sofrer um choque elétrico durante a manhã em Londrina. Yssamu Kunioka, de 74 anos, estava trocando um lustre. Ele ainda sofreu uma queda de cerca de três metros da escada ao receber a descarga. 


A ocorrência foi registrada na rua  Paranaguá, área central da cidade. O Siate e o Samu foram acionados para prestar atendimento à vítima. 



Os socorristas e o médico permaneceram no local por mais de uma hora tentando estabilizar o idoso. Ele foi encaminhado em estado gravíssimo ao Hospital do Coração, onde veio a óbito. 



(Atualizada às 15h15)

NOTA DE FALECIMENTO ROLÂNDIA 06/12/2103

FUNERÁRIA BOM PASTOR INFORMA O FALECIMENTO DA SRA:
MARIA JOANNA MAJOR 91 ANOS
O VELÓRIO ESTA SENDO REALIZADO NA CAPELA CENTRAL.
O SEPULTAMENTO SERÁ REALIZADO AS 18:00HS.

JOSÉ CARLOS FARINA FALA AO POVO DE ROLÂNDIA

Estou sofrendo perseguição em Rolândia por causa do meu Blog mas quero que  todos saibam que eu amo Rolândia e nunca uso o meu blog para dar golpes baixos em ninguém... se o prefeito trouxer mais industrias ( não poluentes ) com terrenos normais ( sem exageros do tipo 13 alqueires ) terei o máximo prazer em divulgar... se o prefeito proteger as árvores sadias de Rolândia e plantar outras nos lugares onde se verifique falhas terei o máximo prazer em divulgar... se houver recuperação das ruas esburacadas com contratos e licitações enxutas terei o máximo prazer em divulgar... se houver construções de mais escolas com tempo integral terei o máximo prazer em divulgar... se houver exposições do museu.. apresentações musicais e teatrais terei o máximo prazer em divulgar... se houver eventos esportivos  terei o máximo prazer em divulgar... quero que saibam que após os falecimentos de José Perazolo e Fábio Nogaroto não tenho compromisso com nenhum outro candidato.. até penso que está difícil escolher o menos ruim nas próximas eleições.. Fico muito triste com notícias de que a prefeitura não tem dinheiro e que precisa de R$ 13 milhões emprestados... penso que a 22ª em arrecadação não podia estar passando por tanta crise. Pago os meus impostos em dia e à vista e quero que ( quem quer que seja o prefeito ou prefeita) que haja economia, honestidade e competência.  O meu Blog não foi criado para mim ou para um grupo político... ele é do povo.. tenho noção que o a tendência do Blog é crescer muito...  mas sei que depende d´eu continuar com esta linha editorial. Peço  proteção de Deus para mim e minha família. E ao povo que continue confiando no BLOG DO FARINA pois o nosso compromisso é apenas com vocês. JOSÉ CARLOS FARINA
COMENTÁRIO: 

Paulo Augusto Farina Siga em frente! A impressão que temos é que alguns membros deste desgoverno agem como se fossem proprietários do Município, sem qualquer noção de responsabilidade fiscal, probidade, ética e moralidade. Fraterno Abraço, Paulo Augusto Farina.
RESPOSTA: Obrigado Paulinho.Suas palavras me dão ânimo. Deus te abençoe. josé carlos farina

ROLÂNDIA - COMO QUE FICOU A SEGURANÇA DO NOVO COLÉGIO ?

Algum vereador ou secretário da prefeitura de Rolândia sabem informar se já contrataram vigia para cuidar do novo colégio dos Cinco Conjuntos? É que nós e a TV local denunciamos o fato a questão de duas semanas e depois não soubemos de mais nada. Alguém comunicou o governo do Paraná e a Secretaria de Estado da Educação pelo fato da escola ser estadual? Se tiver mais alguém preocupado com isso pedimos que postem aqui para que todos possam debater. JOSÉ CARLOS FARINA

DANIEL STEIDLE "RODA" UM FILME CASEIRO


EDIÇÃO “RELÂMPAGO” DO CURTA CASEIRO “VIVA PALHAÇO!” NO QUARTO APERTADO DO LUIS MIOTO...

CALOR DE RACHAR, DUAS EDIÇÕES PERFEITAS, MAS PERDIDAS PORQUE DEU PISCA-PISCA NA CENA DO RAIO... OS ARQUIVOS FORAM “CONVERTIDOS” E NO FIM: VIVA PALHAÇO! ( E JÁ ANDAMOS MEXENDO + 1 POUCO...)  A PRÉ-ESTRÉIA SERÁ NO CINE PAIOLZÃO NA FAZENDA BIMINI, DOMINGO DIA 08, ÀS 3 DA TARDE E DEPOIS, NO DIA DO PALHAÇO, DIA 10, AS 8 DA NOITE NO CENTRO CULTURAL NANUK DE ROLÂNDIA.  VENHA SE DIVERTIR! TRAGA A FAMÍLIA E CURIOSOS! E DESCUBRA O PALHAÇO QUE ESTÁ DENTRO DE VOCÊ!





ROLÂNDIA - O QUE FAZER COM OBJETOS REPETIDOS "E SEM VALOR" DO MUSEU

06/12/2013 - 10:30 HORAS
Letícia A. Porto
Olá Farina. Pode contar com meu apoio sim. O que vocês podem fazer é pedir uma avaliação do acervo a um museólogo e, caso existam peças que devam ser descartadas, o mais aconselhável é doá-las a museus que possam receber este acervo ou que tenham acervo para permuta. Em última instância sugiro que você faça uma denuncia ao Conselho Federal de Museologia. Entre em contato mantenha-me informada!!
RESPOSTA: Obrigado Letícia... Espero em nome de Jesus que o nosso acervo continue sendo protegido, como sempre foi. JOSÉ CARLOS FARINA
MAIS COMENTÁRIOS:  Trabalhei anos (aproximadamente 10 anos) no Museu Municipal e o que essa museóloga falou é o que sempre ouvimos nos cursos e oficinas que frequentávamos. Também tínhamos ligação permanente com uma museóloga de Londrina, hoje aposentada que nos orientava em tudo. Na nossa época nunca foi descartado nada, mesmo aquele que aparentemente não possuía referência histórica com nosso município, mas fazia parte da história de alguém que não queria ver esse objeto no lixo. Outra coisa, a partir do momento em que o objeto foi aceito como doação ele não pode ser descartado. Tudo que entra deve ser registrado em livro tombo, com numeração, nome do doador, data de entrada e numeração sendo que essa mesma número é colocado no objeto em questão. Cada peça deve ter uma ficha própria onde vai toda descrição (história) do mesmo, com medidas, estado de conservação, etc. (a missivista é minha conhecida)

Paulo Augusto Farina - Olá, Dr. José Carlos Farina! Concordo em gênero, número e grau com a Letícia. A impressão que temos é que alguns integrantes do atual governo (tal como ocorre diariamente em Brasília) agem como se tivessem escritura do patrimônio público municipal. Um verdadeiro absurdo! Siga em frente que a causa é JUSTA!
RESPOSTA: Obrigado amigos. Sim..a causa é justa mas tem hora que desanima. O vossos subsídios me ajudam muito na minha defesa. Peço a Deus nos dê a vitória. A minha luta não é contra pessoas mas sim a favor de tudo o que for bom para Rolândia. JOSÉ CARLOS FARINA 
Orlando Américo Gonçalves NÃO ENTENDI, COMO ASSIM DESCARTE DE PEÇAS DE MUSEU, VÃO FAZER O QUE COM ESTAS PEÇAS? 
Vó Else Luiza qdo sai de Rolandia há 30 anos, doei um livro sobre a "Villa de Rolândia", editado pela prefeitura de Londrina em 19 34/1935 por ai. ..Se não quiserem eu quero de volta. 
José Carlos Farina A SECRETÁRIA VOLTOU ATRÁS.. NÃO VAI MAIS DOAR NADA... 
Cristina Pieretti de Souza Em ultimo caso se ninguém aceitar as doações (ninguém museu e não pessoas físicas) é necessário fazer um inventário é só ler a lei... 
Cristina Pieretti de Souza Para que a população fique em informada a secretária de cultura de nossa cidade Maria Lúiza está movendo dois processos contra eu e o Farina um civil e um criminal porque a gente não deixou ERRAR, se desfazer de coisas do museu.
Cristina Pieretti de Souza AQUI ESTÁ A CARTA QUE DISSERAM QUE NÃO EXISTE FARINA
  • Cristina Pieretti de Souza SÓ LEMBRANDO QUE VEREADOR ALGUM TEM DIREITO DE FAZER TRIAGEM DE PEÇAS DE MUSEU QUE EXISTEM PESSOAS PROFISSIONALMENTE HABILITADAS PARA O SERVIÇO

  • Compartilhar no Facebook
    Significado de Adquirir

    v.t.d. e v.bit. Transformar-se dono(a) de alguma coisa; participar na posse de uma propriedade (bem): adquirir um carro; adquiriu o negócio de seus pais. 
    v.t.d. Conseguir a partir de um esforço contínuo ou pela ação do acaso: adquirir excesso de fama; adquirir capacidades. 
    Passar a possuir ou demonstrar novas qualidades, particularidades etc; assumir: o cabelo adquiriu fios brancos. 
    Manifestar algum tipo de doença; contrair: adquiriu uma gripe.
    v.bit. Assegurar ou oferecer: seu comportamento lhe adquiriu o respeito de seu chefe. 
    v.i. Agregar mais bens; aumentar suas propriedades e/ou fortuna: avarento, ele insiste em adquirir.
    (Etm. do latim: adquirere)

    Sinônimos de Adquirir

    Sinônimo de adquirir: assumir, comprar e contrair

COOPERATIVAS TÊM LUCRO BILIONÁRIO (COROL CONTINUA EM CRISE)

A COROL ESTÁ DE FORA DESTA RELAÇÃO

JORNAL DE LONDRINA

Cooperativas do Paraná rompem barreira dos R$ 40 bilhões

Faturamento bilionário garante novo recorde para o setor em 2013
06/12/2013 | 00:01Igor Castanho/Gazeta do Povo
O cooperativismo paranaense ignora o ritmo lento da economia brasileira e caminha para encerrar o ano com faturamento acima de R$ 40 bilhões, um novo recorde para o setor. A Organização das Cooperativas do Paraná (Ocepar) projeta salto de 12% em relação à receita de 2012, contando com participação expressiva do agronegócio. O valor supera o crescimento no Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil acumulado até setembro, que é de 2,4%. Além dos bons preços das commodities, a expansão é lastreada por investimentos bilionários feitos pelo setor, que ampliaram a capacidade de recebimento e processamento da produção.
As 240 cooperativas do Estado atuam em dez ramos distintos - agropecuário, crédito, consumo, habitacional, educacional, infraestrutura, saúde, trabalho, transporte, turismo e lazer -, mas a maior contribuição vem do campo. O setor tem participação de 56% no PIB agropecuário do Estado e gera 1,6 milhão de empregos, aponta a Ocepar. Somente a Coamo, de Campo Mourão, deve faturar mais de R$ 8 bilhões. O valor é R$ 1,5 bilhão superior ao orçamento previsto para Curitiba em 2013 (R$ 6,5 bilhões).
Investimentos em infraestrutura e agroindústria ajudam a sustentar o crescimento do setor. Desde 2002 o setor reaplicou entre 3% e 5% da renda anual - nos últimos sete anos os aportes superam R$ 1 bilhão a cada ano. José Pio Martins, economista e reitor da Universidade Positivo, avalia que a situação não poderia ser diferente. Ele destaca que se os investimentos não fossem feitos, o crescimento da produção obrigaria as cooperativas a processar parte da produção em outros estados. “A maioria das cooperativas já avançou para o setor secundário e terciário. Isso ajuda a reduzir a dependência em um ano de safra ruim, por exemplo”, aponta.
Nesse contexto a Cooperativa Agroindustrial Consolata (Copacol), de Cafelândia, no Oeste do Estado, planeja investir R$ 300 milhões nos próximos dois anos. Conforme o presidente da instituição, Valter Pitol, metade desse recurso será alocado com foco nos cooperados, em estruturas de recebimento da produção. A outra metade será destinada às cadeias integradas de aves, suínos, peixes e gado leiteiro. “Os investimentos agregam valor à produção, ampliam a competitividade e trazem a oportunidade dos produtores participarem mais das atividades da cooperativa”, aponta.