terça-feira, 1 de abril de 2014

Frigorífico de Rolândia recebe R$ 8,9 milhões

/03/2014 -- 17h02

Frigorífico de Rolândia recebe R$ 8,9 milhões do Paraná Competitivo

Redação Bonde com AEN
O Governo do Paraná incluiu mais oito empreendimentos no Paraná Competitivo, programa de benefícios fiscais para ampliação da capacidade produtiva de indústrias do estado. 

No Norte do Paraná, a empresa beneficiada foi a Granjeiro Alimentos, de Rolândia, com R$ 8,9 milhões em incentivos para ampliação dos abatedouros de frango. 
Também integram a lista a Agro Pratinha e duas unidades da GT Foods (Paranavaí), Somave (Cidade Gaúcha), Ibema (Turvo),Coasul (São João) e Romagnole (Mandaguari). 

Em pouco mais de três anos, o Paraná Competitivo consolidou mais de R$ 26 bilhões em novos investimentos, que resultaram na criação de 150 mil empregos em todas as regiões do Estado. 

O programa contempla uma série de medidas por meio da dilação de prazos para recolhimento do ICMS (Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), investimentos para melhoria da infraestrutura, comércio exterior, desburocratização e de capacitação profissional para tornar o Estado atrativo para novos empreendimentos produtivos que gerem emprego, renda, riqueza e desenvolvimento sustentável em todo o estado.

ROLÂNDIA - JOVEM COM 10 QUILOS DE MACONHA

  • Denarc detém adolescente com 10 quilos de maconha em Rolândia

  • Alexandre Sanches





Um adolescente de 17 anos foi apreendido acusado de tráfico de drogas, no início da manhã desta terça-feira (1º), em Rolândia (25 km de Londrina), durante uma abordagem de rotina das equipes da Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc) de Londrina. Com ele, cerca de 10 quilos de maconha que estava sendo transportada em um ônibus que fazia a linha Foz do Iguaçu a Londrina.
Segundo o delegado do Denarc, Lanevilton Theodoro Moreira, os policiais realizavam uma fiscalização de rotina no final da madrugada e início da manhã desta terça-feira no posto da Polícia Rodoviária Estadual (PRE) do Contorno Sul de Rolândia. E ao verificar a bagagem do ônibus, foi encontrada a droga e, rapidamente, os policiais localizaram o adolescente como dono da mercadoria.
Encaminhado ao Denarc em Londrina, o adolescente confessou ser dele a droga e que teria ido a Foz do Iguaçu comprá-la para que ele mesmo a revendesse em Londrina. "Agora vamos investigar para tentar descobrir se ele tem ligações com outros traficantes de Londrina, se estava a serviço de alguém ou iria traficar para ele mesmo", comentou.
Após o flagrante, o adolescente permanece apreendido à disposição das autoridades judiciais de Rolândia.

ANIMAL ESTRANHO É DESCOBERTO EM RONDÔNIA

www.donadecasaperfeita.com

BIZARRO ANIMAL ENCONTRADO EM RONDÔNIA

Sem título
Até agora, animal era conhecido apenas por meio de dois exemplares preservados no Museu de História Natural de Viena e no departamento de Ciências Biológicas da Universidade de Brasília.
Biólogos que trabalham no canteiro de obras da usina hidrelétrica de Santo Antônio, em Rondônia, descobriram um anfíbio raro parecido com uma serpente mas sem escamas, num antigo leito do rio Madeira. De corpo alongado e pele lisa, o animal, chamado de Atretochoana eiselti, é “parente” dos sapos, pererecas e salamandras e pertence a um grupo de espécies conhecido popularmente como cobras-cegas ou cecílias, que respiram pela pele.
Sem título
Sem título
A descoberta aconteceu em dezembro do ano passado, mas só agora, após análises preliminares, foi divulgada. Até então, o animal era conhecido apenas por meio de dois exemplares preservados no Museu de História Natural de Viena e no departamento de Ciências Biológicas da Universidade de Brasília. No entanto, os cientistas desconheciam sua procedência ou como viviam.
“Resgatar um animal tão raro como este foi uma sensação fora do comum”, diz o biólogo Juliano Tupan. Segundo o especailista, o que torna esse anfíbio tão especial é o fato de não possuir pulmões, mesmo sendo considerado grande, com mais de um metro de comprimento. “Geralmente, apenas animais pequenos, como um grupo de salamandras e uma rã pequena, são apulmonares”, explica o biólogo Juliano Tupan.
Ao todo, os biólogos resgataram às margens do Madeira seis exemplares – o maior deles com um metro de comprimento. Apesar de se tratar da terceira descoberta no mundo, o achado do Madeira é o primeiro com localidade certa. “O que está no museu de Viena só tem como localidade “América do Sul” e o que está na Universidade de Brasília não tem dados de localidade. Agora, confirmamos que a espécie vive no Brasil, na planície da bacia amazônica, em águas turvas e quentes”, explica o biólogo.
Dos seis animais encontrados, três foram devolvidos saudáveis para o rio, um acabou morrendo e dois foram encaminhados para o Museu Paraense Emilio Goeldi, que irá estudar a espécie na tentativa de descobrir os detalhes sobre sua morfologia, habitat, alimentação, comportamento e evolução.

ROLÂNDIA - TRENZINHO NA FEIRA DA LUA

FOTOS By  JOSÉ CARLOS FARINA















RONALDO FENÔMENO TIRA REPÓRTER - ARROGANTE - CHATO - MAL EDUCADO - GORDO

A ESTRADA MAIS PERIGOSA DO MUNDO - ASSUSTADOR - ABISMOS

ANDRÉ VARGAS RECEBE PRESENTE DE DOLEIRO DE 100 MIL

Presente de doleiro a André Vargas custou R$ 100 mil

Em mensagens interceptadas pela Polícia Federal, vice-presidente da Câmara trata Alberto Youssef como “irmão”; “Se eu soubesse que ele estava sendo investigado de novo, não teria falado com ele”, diz Vargas

Robson Bonin, de Brasília- VEJA.ABRIL.COM.BR
Vargas
PRESENTE - O deputado petista André Vargas, em férias, na Paraíba (Reprodução/Facebook)
Quando fretou um avião particular para as férias do vice-presidente da Câmara dos Deputados, André Vargas (PT-PR), o doleiro Alberto Youssef não estava fazendo apenas um favor para um político influente no governo da presidente Dilma Rousseff. Vargas era mais do que isso para o doleiro. Ambos tratavam-se como irmãos. Nas conversas interceptadas pela Polícia Federal no âmbito da Operação Lava Jato, o deputado petista não esconde a euforia ao agradecer Youssef pelo aluguel do jato: “Valeu irmão.” Um verdadeiro presente de irmão mesmo. Documentos obtidos por VEJA revelam que o aluguel do Learjet 45, fretado para transportar a família do petista de Londrina (PR) a João Pessoa, na Paraíba, custou 100.000 reais.
Pivô de um esquema de lavagem de dinheiro que pode ter movimentado até 10 bilhões de reais, o doleiro Alberto Youssef é um antigo conhecido de André Vargas. Como VEJA revela na edição desta semana, Vargas e Youssef moram na mesma cidade, Londrina, se conhecem há vinte anos e, nos últimos anos, com a chegada de André Vargas a cargos importantes no Congresso, conversavam rotineiramente sobre negócios variados. “Ele me procurava para avaliar investimentos, colher informações, trocar ideias”, disse Vargas na semana passada. Nessa “troca de informações” entrariam dados valiosos sobre o programa Minha Casa Minha Vida – cujo relator foi justamente André Vargas, na Câmara – e negócios do doleiro no Ministério da Saúde.
Foi interceptando o telefone black barry, o mesmo modelo utilizado por André Vargas, que a Polícia Federal estabeleceu o vínculo do doleiro com o deputado petista. No dia 2 de janeiro, véspera da viagem de férias da família, Vargas e Youssef trocaram vinte mensagens sobre o avião. “Tudo certo para amanhã. Daqui a pouco te passo o tel do comandante... Duração do voo: 3h45 minutos, João Pessoa, Paraíba”, avisa Youssef a Vargas. “Tem o telefone da América?”, pergunta o deputado, referindo-se ao hangar aonde o avião chegaria. “Da América, não. Mas é só buzinar no portão que eles abrem”, orientou o doleiro. “Valeu irmão”, devolveu Vargas. “Boa viagem e boas férias abs (sic)”, responde Youssef.
A proprietária do jato disponibilizado por Youssef ao vice-presidente da Câmara é a Elite Aviation, uma empresa de taxi aéreo de Salvador, na Bahia. O dono da empresa, Bernardo Tosto, conta que o voo de André Vargas foi acertado diretamente com uma agência de São Paulo, que intermediou o contrato com o cliente no Paraná. “Eu não sei nem quem é esse doleiro e esse deputado. Não gosto da política brasileira e não trabalho com isso. Eu fretei o avião para uma empresa de agenciamento de voos. Não preciso saber quem entra no avião. Só tenho que saber que o dinheiro é lícito”, diz Bernardo, que confirmou os valores pagos pelo fretamento da aeronave, mas não quis revelar o nome da agência que intermediou o contrato. Jatos luxuosos como o disponibilizado ao petista costumam vir acompanhados com mimos a bordo, como bebidas caras, chocolates e até pratos sofisticados. A empresa nega, no entanto, que o voo de André Vargas e sua família, com duração de 3 horas e 45 minutos, tenha contato com tais mordomias.
Na sexta-feira, quando foi ouvido por VEJA, André Vargas negava ter obtido qualquer vantagem a partir da amizade com o doleiro. Na verdade, nem a relação de proximidade o deputado confirmava: “Amizade é uma palavra sagrada. Não dá para dizer que ele é meu amigo. É no máximo um conhecido corriqueiro. Eu tinha ele como um cidadão comum, que tinha passado por problemas como outros passaram. Posso ter incorrido em alguma coisa imprópria, mas eram apenas conversas, nada ilegal. Se eu soubesse que ele estava sendo investigado de novo eu não teria falado com ele”, disse Vargas. Questionado se o doleiro havia providenciado um avião para sua viagem, André Vargas despistou: “Esse negócio de avião quem está espalhando é o deputado Fernando Francischini, mas não existe isso.” Hoje, porém, ao jornal Folha de S.Paulo, que revelou a viagem de Vargas, o deputado mudou o discurso. Disse que pediu o avião porque os voos comerciais estavam muito caros no período. "Não sei se o avião é dele, ele foi dono de hangar e eu perguntei se ele conhecia alguém com avião", disse o petista.
COMENTÁRIO:

A GENTE TRABALHA IGUAL UNS CAMELO , FAZ MUTIRÃO DE CIRURGIA , RECEBE COM ATRASO E TEM QUA ENGOLIR UM MONTE DE DESCULPA ESFARRAPADA, FAZ AS COISAS CERTINHO , PAGA IMPOSTOS ABSURDOS, CONSTRÓI PATRIMÔNIO COM UMA DIFICULDADE MONSTRA , E ESSE BANDO DE POLÍTICO LADRÃO RECEBENDO "PRESENTINHO" DE DOLEIRO/CONTRAVENTOR ??? GANHAR DINHEIRO FÁCIL É BOM , NÉ ??? É PRÁ DESANIMAR ..

NOTA DE FALECIMENTO ROLANDIA 01/04/14

NOTA DE FALECIMENTO ROLANDIA 01/04/14

LEANDRO JOSÉ DE FACIO - 28 ANOS

VELÓRIO NA IGREJA PRESBITERIANA INDEPENDENTE

SEPULTAMENTO: 17 HORAS

NOSSO PESAR À FAMILIA

RAPAZ FICA DOIDO E DESTRÓI IGREJA CATÓLICA NO PARANÁ



Jovem surta e destrói igreja e posto de saúde em vila rural no Paraná

Redação Bonde
Um jovem de 22 anos foi preso na madrugada de domingo (30) após ter um acesso de fúria e destruir a Igreja Católica da vila rural de Arroio Guaçu, no município de Mercedes (oeste do Paraná). O rapaz teria tido um "acesso de fúria", segundo a polícia. 

Ele usou uma enxada para depredar a igreja, uma lanchonete e um carro, além do posto de saúde da vila rural. O jovem quebrou janelas e danificou parte das estruturas. 

A maior destruição, entretanto, foi registrada dentro da igreja, onde o jovem quebrou diversas imagens de santo e tentou retirar a estátua de Jesus crucificado de uma das paredes do templo. Ele também deixou bilhetes com mensagens com as expressões "Taís", "Satanás" e "Jeová" na igreja. 

Ponto da Notícia


Ele foi autuado em flagrante e encaminhado para a Delegacia de Marechal Cândido Rondon. O jovem pagou fiança e deixou a cadeia ainda no domingo. 

Ponto da Notícia


Ao site Ponto da Notícia, o pai do rapaz disse que o filho está passando por um momento difícil. Segundo o homem, que não quis se identificar, o jovem terminou um relacionamento amoroso recentemente. 

A ex-namorada do acusado, segundo o pai, teria feito com que o seu filho participasse de uma seita religiosa. Os responsáveis pela seita teriam realizado uma "lavagem cerebral" no rapaz, de acordo com o homem. Ele também negou que o filho consumiu algum tipo de substância entorpecente no dia do surto. 

O jovem vai passar por um tratamento psicológico. A família prometeu ressarcir todos os prejuízos causados pelo rapaz. (com informações do Ponto da Notícia)

ROLÂNDIA - JOHNNY LEHMANN E A CÂMARA MUNICIPAL NA FOLHA DE LONDRINA

FOLHA DE LONDRINA

Política

01/04/14 - Câmara arquiva pedido de CP contra Lehmann

A Câmara de Vereadores de Rolândia (Região Metropolitana de Londrina) arquivou na sessão de ontem o pedido de Comissão Processante (CP) contra o prefeito Johnny Lehmann (PTB). Embora cinco parlamentares tenham votado pela abertura, a assessoria de imprensa da Casa informou que eram necessários, pelo menos, sete votos (dois terços). 


Segundo a acusação contra o prefeito, apresentada pelo professor André Nogaroto, (ex-vereador, ele retirou a assinatura depois, deixando apenas o nome da esposa na denúncia) houve irregularidades no pagamento de horas extras a funcionários da Secretaria de Saúde. Os servidores teriam recebido horas extras em 2012 enquanto faziam campanha a favor de Lehmann, então candidato à reeleição. As denúncias surgiram durante os trabalhos da Comissão Especial de Inquérito (CEI) concluída no final do ano sobre a gestão da Saúde no município. 

Votaram pelo arquivamento a presidente Sabine Geisen (PMDB), Waldemar Moraes (PMDB), Odir Giordani (PTB) e Rodrigo Leocardio (PP). Enéas Galvão (PSDB) se absteve. 

Em 2013 o prefeito foi alvo de uma CP por irregularidades no Hospital São Rafael, o principal da cidade. Ele era acusado de manter convênio de aproximadamente R$ 30 milhões sem cobrar o devido atendimento médico à população. O processo foi arquivado pelo LegislativoEdson Ferreira - Reportagem Local

JOSÉ CARLOS FARINA ESCREVE AO POVO E AUTORIDADES











ROLÂNDIA - A MAIORIA VENCEU ONTEM NA CÂMARA


Nem pró, nem contra. Como dona de casa (75 anos), gostaria de poder entender. Estive na sessão da Câmara dos Vereadores de Rolândia, do dia 31 de março onde foi divulgado que uma professora apresentou provas de ação condenável do prefeito da cidade, e que, como “cidadã” ela pedia aos vereadores esclarecimento sobre o assunto. Temos 10 vereadores. Um se “absteve”, 4 foram “contra” e 5 foram “a favor” que o pedido da professora fosse atendido.  Por interpretação de lei, Surpreendentemente o posicionamento dos 4 vereadores “contra” prevaleceu e o pedido foi arquivado.  Como fica a situação de nosso prefeito? Será que é “normal” continuar pesando sobre ele a suspeita de conduta irregular? Será que lei, que anula o posicionamento de uma maioria de representantes do povo, atende o povo? Será que, além da obrigação do voto, o povo tem que ficar calado assistindo rituais incompreensíveis?  Quantas perguntas, esperando respostas. Como dona de casa, aprendi que “ordem” não se faz com o “ser pró ou ser contra”, mas com esclarecimento e união. Ruth Bárbara Steidle, dona de casa.

COMENTÁRIO:  É verdade dona Ruth... mas eu creio que lá no Fórum os promotores e o Juiz não vão passar a mão na cabeça de ninguém... Dura lex.. sede lex.... JOSE CARLOS FARINA

COMENTÁRIO: 
  • Marcio Vinicius Gonçalves - FARINA, sempre comprei as brigas do povo, quem não tem coragem pra exercer o papel de vereador são esses vereadores que não querem investigar o Executivo.

  • Marcio Vinicius Gonçalves Eu sempre fui contra tudo isso ai, inclusive fui adversário do Prefeito nas eleições, você sabe muito bem disso. Agora a maioria escolheu esse tipo de Governo, ESSA CORRUPÇÃO. o que eu posso fazer...

Curtir ·  · 
  • José Carlos Farina

TENTARAM PRENDER O BOCA ABERTA DO NOVO

RUAS DE ROLÂNDIA - CARTEIRO ESCLARECE PROBLEMAS

Fernando Luis Zampa Caro Farina , como ex morador de Rolândia , e carteiro nessa cidade por 12 anos ,gostaria de esclarecer algo que deva estar acontecendo... trata-se de uma imensa bagunça os endereços de Rolândia , Que eu me lembre , simplesmente autoriza-se um loteamento na cidade , sem ao mesmos uma planilha de numeração correta para tal , deixando tudo "ao Deus dará"...cada morador coloca o número que quer , isso quando não fica simplesmente no "quadra/data" , obrigando os carteiros a jogar batalha naval , procurando endereços. Além do mais , muitas pessoas que se dirigem a prefeitura para colocar o número correto em suas casas , acaba recebendo uma numeração errada , fora de ordem , sem qualquer tipo de sequencia lógica , o que dificulta muito o trabalho dos correios e dos carteiros. Enquanto não for feito uma ação de reordenamento de numeração , ficara cada vez mais difícil , tanto para os correios quanto para a população. pensem nisso. e repasse isso aos vereadores , que poderiam sim ajudar , elaborando um plano diretor sério visando corrigir tais falhas nos endereçamentos da cidade. Há o caso inclusive de ruas homônimas em partes distintas da cidade (um absurdo,não acha?). Enfim , é só ter um pouco de boa vontade por parte de alguèm na prefeitura que seja responsável por essa área , e que não fique só recebendo seus vencimentos no final do mês. Ufa , desabafei. Obrigado