sexta-feira, 23 de maio de 2014

RODRIGO STUTZ RESPONDE JORNAL DE ROLÂNDIA

Rodrigo Stutz
Documento vaza e vereador Odyr Polaco se irrita.  Raivosamente o vereador Odyr Giordani Junior (PTB), a quem estimo e respeito publicou uma coluna no jornal concorrente dizendo que sou mentiroso, antiético e desonesto. Vamos aos fatos: Polaco ficou melindrado, pois publiquei uma coluna opinativa dando conta que um documento entregue aos vereadores pela comissão que analisa um projeto que visa tornar a PR 170 em zona industrial para viabilizar a vinda da GNB vazou e caiu na minha mão. Era uma emenda que fazia algumas alterações no projeto, emenda esta, como confirmado por Odyr, foi distribuída aos 10 vereadores. Abro aspas para dizer que em nenhum momento disse que o documento estava assinado e nem que era oficial.  O vereador Odyr deveria fazer um curso de interpretação de texto. A fonte segura a que me refiro fala da possibilidade de o projeto entrar em votação na sessão seguinte e não sobre a veracidade do documento que circulava entre os vereadores. (Fato confirmado)
O título da coluna do Edis diz que o vereador Odyr me desmentiu, ora pois, se ele mesmo assume que encaminhou o tal documento para os vereadores e que esse só poderia ter vazado por meio de um deles como poderia eu estar mentindo? (Leia o conteúdo na pág. 07).  Agressiva? A intenção foi clara, não de denegrir os vereadores, mas mostrar para a população que uma emenda estava tramitando e poderia ser aprovada favorecendo a fábrica de baterias, apenas dei nome dos responsáveis. Manobra: Quando o executivo tenta de todas as formas viabilizar a vinda de uma fábrica de baterias, como já está claro, e os vereadores aceitam um projeto com esta prerrogativa, nada mais estão fazendo do que caindo sim em uma manobra política.  Antiético: Eu me baseei no documento e escrevi a minha opinião e não fiz uma matéria, portanto não tenho obrigação ética de procurar a outra parte. Da mesma forma que o senhor escreveu uma coluna opinativa no jornal do concorrente falando sobre mim e não veio me procurar. Seria então o senhor ou o diretor do JR também antiéticos? Olha lá hein, falta de ética dá quebra de decoro parlamentar!  Aliás eu teria de bom grado publicado sua resposta em meu jornal se assim fosse solicitado pelo vereador Odyr. E por falar em matéria, ao final da sessão eu o procurei, assim como procurei o Alex e também o Enéas, todos se negaram a dar entrevista.  Quanto à mentira peço aos leitores que leiam a matéria na página na 07 e vejam o conteúdo completo do documento e assim tirem suas próprias conclusões. Para mim a comissão apontava sim para um parecer favorável ao projeto já que propunha uma emenda.  Ao Jornal de Rolândia, afirmo estar esperando até agora o “ético” proprietário vir me procurar para que eu possa dar a minha versão do fato (prática primária do jornalismo).

DANIEL STEIDLE AGRADECE A PROMOTORIA


NA CÂMARA DOS VEREADORES A PROMOTORA DISSE EM ALTO E BOM SOM:
"ZONEAMENTO DEPENDE DE CONSULTA POPULAR E ESTUDOS TÉCNICOS"

Pessoas questionadoras, infelizmente, são logo colocadas como interesseiras ou radicais. Mas felizmente tivemos a Promotora Melissa Cachoni Rodrigues que veio especialmente de Curitiba para esclarecer da importância da consulta popular e de estudos técnicos... E agora, pela notícia do JR somos mais uma vez surpreendidos e confrontados, após tantas irregulariedades apuradas ontem na Audiência Pública, com a insistente tentativa de retomada da mudança de Zoneamento que logo deve ser feita... Que ironia! A Promotora elogiou nosso Plano Diretor que protege a área Rural de Indústrias. A área rural é tão importante, ou até mais do que as indústrias. Cadê o debate popular?... E debate popular não é iludir uma população com promessa de um monte de empregos... De empresas que vereador está apurando, mas ainda não tem clareza. O que está acontecendo parece ser mais uma vez promover abertura de condições jurídicas para possibilitar o nocivo negócio do chumbo em Rolândia... Até quando?

CRISTINA PIERETTI COMENTA A CHUMBO EM ROLÂNDIA

MUITO MUITO FELIZ

EM RESUMO A PROMOTORA DE CURITIBA AMBIENTAL DOUTORA MELISSA E NOSSA PROMOTORA DE ROLÂNDIA DOUTORA LUCIMARA DISSERAM QUE A LICENÇA DA EMPRESA DE CUMBO É NULA PORQUE A PREFEITURA ESTÁ PERMITINDO EMPRESA EM ÁREA RURAL E CÓDIGO AMBIENTAL DO MUNICÍPIO NÃO PERMITE E QUE SE O SECRETÁRIO DO MEIO AMBIENTE NÃO RETIRAR O PEDIDO AMANHÃ ELE PODE SER PROCESSADO PELO MINISTÉRIO PÚBLICO .   ORGULHOSA DO MINISTÉRIO ´PÚBLICO DO PARANÁ QUE DEU UM SHOW DE DEMOCRACIA DEFENDENDO OS INTERESSES DA POPULAÇÃO DA CIDADE ... DO NOSSO POVO . FELIZ DE MAIS DA CONTA
A NOSSA ROLÂNDIA CONTIA PROTEGIDA

TED PEREZ ANALISA O CHUMBO EM ROLÂNDIA

O JOGO VIROU?.
A PROMOTORA AMBIENTAL DE CURITIBA, DOUTORA MELISSA E A PROMOTORA DE ROLÂNDIA DOUTORA LUCIMARA DISSERAM QUE A LICENÇA DA EMPRESA DE CHUMBO É NULA, CONSIDERADA NA LINGUAGEM JURÍDICA (VICIADA) E QUE O PROJETO DE LEI DA INDUSTRIALIZAÇÃO DA PR-170 É INCONSTITUCIONAL, KKKKKK.. SEGUNDO AS PROMOTORAS, A PREFEITURA ESTÁ PERMITINDO EMPRESA EM ÁREA RURAL E CÓDIGO AMBIENTAL DO MUNICÍPIO NÃO PERMITE E QUE SE O SECRETÁRIO DO MEIO AMBIENTE NÃO RETIRAR O PEDIDO AMANHÃ ELE PODE SER PROCESSADO PELO MINISTÉRIO PÚBLICO.
EU PERGUNTO; PORQUE O PREFEITO, O SECRETÁRIO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO, O DE MEIO AMBIENTE ALEGARAM QUE NÃO TINHA NADA DE ERRADO? QUE ESTAVA TUDO CERTO? QUE A EMPRESA NÃO ERA CONSIDERADA UM PROBLEMA? VCS PODEM RESPONDER A SOCIEDADE? PORQUE A PROMOTORA DISSE QUE TEM ERROS, ENTÃO SÓ QUERIA SABER, DA MESMA FORMA QUE MUITOS DO PODER EXECUTIVO QUE CRITICARAM OS AMBIENTALISTAS E AGRICULTORES VÃO CRITICAR AS PROMOTORAS ALEGANDO QUE ELAS ESTÃO IDO CONTRA O DESENVOLVIMENTO DA CIDADE OU COISA ASSIM?...
ESSA SITUAÇÃO ESTÁ PARECENDO O JOGO SÃO PAULO E FLUMINENSE, KKK, O TIME QUE EMBORA QUE ESTARIA NA FRENTE ACHOU QUE ESTAVA TUDO GANHO, TOMA INVERTIDA E DE GOLEADA .... BOM DIA A TODOS....
  • Ted Lee Perez Perez CADÊ OS MESMOS QUE SE MANIFESTAVAM A FAVOR DO PROJETO E DETONAVAM OS AMBIENTALISTAS E AGRICULTORES? ESTÃO QUITINHOS PORQUE?

ROLÂNDIA - PROMOTORIA APONTA NULIDADES

ONTEM AS PROMOTORAS DEIXARAM CLARO QUE A LICENÇA PREVIA EXPEDIDA PELO IAP É NULA E QUE AS LEIS MUNICIPAIS SÃO BOAS  E PREVEEM PARA ESTE CASO  PARECER TÉCNICO, RELATÓRIO DE IMPACTO SOBRE A VIZINHANÇA E A ANUÊNCIA DOS VIZINHOS... DISSERAM TAMBÉM QUE NÃO É PERMITIDO IMPLANTAR-SE UMA INDÚSTRIA PERIGOSA COMO ESTA EM ZONA RURAL....  ENTENDEU MARCIO KOLAROVICKS ? ENTENDEU PREFEITO JOHNNY  LEHMANN?  - FOTOS By  JOSÉ CARLOS FARINA