sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

Rolândia: Como ficou o piscinão do Água Verde ?



Prefeitura ‘costura’ acordo para solução definitiva no Jardim Água Verde


Transtornos no Jardim Água Verde, como os que ocorreram no dia 4, quando o excesso de água da chuva invadiu muitas casas, derrubando inclusive alguns muros, estão próximos de terem um solução definitiva. A prefeitura de Rolândia espera finalizar na semana que vem um acordo com a loteadora que realizou as obras de infraestrutura no local para que, em conjunto, seja construída uma galeria de águas pluviais. A obra tornaria desnecessário o reservatório que transbordou com as chuvas torrenciais no primeiro domingo do ano.

Pelo acordo, a loteadora vai arcar com os custos da mão de obra da construção de galerias. Em contrapartida, a prefeitura bancará os materiais necessários para a obra. A estimativa é de que o município vá investir perto de R$ 600 mil.

O projeto para construção das galerias pluviais está sendo finalizado pela Secretaria Municipal de Planejamento. O engenheiro Cláudio Metzger diz que serão implantados 700 metros de emissários que vão levar a água de chuva até o córrego Pirapora e, dali, para o ribeirão Barra Grande, afluente do ribeirão Vermelho. Segundo ele, serão três linhas de tubos do jardim até o córrego. “Serão utilizados cerca de 2.100 tubos, cada um com diâmetro de 1,20 metro”, afirma Metzger. “Esse sistema vai substituir a antiga lagoa.”

MEDIDA PALIATIVA

O acordo com a loteadora começou a ser “costurado” na semana passada, quando o prefeito  reuniu moradores e lideranças comunitárias do Jardim Água Verde, com a presença também de vereadores, para anunciar as primeiras medidas no sentido de evitar que eventuais novas chuvas fortes, neste período de verão, voltem a prejudicar os moradores. A Secretaria de Infraestrutura abriu uma vala para ajudar a escoar a água e evitar nova enchente. Nesta sexta-feira, 16 de janeiro, operários municipais realizaram trabalhos de limpeza no local. ASSESSORIA.

COMENTÁRIO: Antigamente em um caso como este a prefeitura firmava  parceria com a SUDERHSA e  recebia a tubulação de graça. Pergunto: Alguém foi falar com o governador e pedir a doação destes tubos? olha que é o contorno norte quem está jogando esta água para dentro de um bairro residencial... e isso não pode... era só explicar isso para o governador.. mostrar filmes e fotos... levar o deputado Cobra junto... Estes 600 mil vão fazer falta em outros setores. JOSÉ CARLOS FARINA

Mortos ‘recebem’ Bolsa Família em cidade do Paraná

Diego Prazeres - Folha de Londrina
A Secretaria de Assistência Social de Jacarezinho (Norte Pioneiro) já identificou 60 beneficiários mortos do Bolsa Família que continuam cadastrados no programa, sendo que seis (10%) estão recebendo a transferência de renda do Governo Federal por meio dos familiares.

Essas e outras irregularidades foram sendo levantadas a partir de novembro do ano passado, quando uma empresa contratada pela prefeitura iniciou o recadastramento domiciliar das mais de 6.300 famílias do município que estão inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais (Cad Único). Somente nas duas primeiras semanas de trabalho, foram identificados 20 beneficiários mortos. A secretaria estima que 2.300 famílias recebem o benefício da transferência de renda em Jacarezinho, cujos valores variam de R$ 70 a R$ 400.

Até o momento, a equipe de recadastramento visitou mais de quatro mil domicílios, prometendo encerrar o levantamento no final do mês para então entregar o relatório completo de todas as irregularidades verificadas à unidade do Ministério Público Federal (MPF) instalada no município.

Além dos casos de beneficiários mortos, há também situações de famílias cadastradas cujos rendimentos estão acima da renda per capita estabelecida pelo Governo Federal para receber o benefício - inferior a R$ 77 mensais. Em contrapartida, a prefeitura também identificou que cerca de 300 famílias solicitaram o descredenciamento do programa porque já estão em melhores condições econômicas.

A diretora técnica da Secretaria de Assistência Social de Jacarezinho, Cíntia Bruno Ferreira Garcia, disse que isso só foi possível depois que a secretaria passou a fazer o recadastramento domiciliar. "Quando a atualização era feita somente na secretaria e nos dois Centros de Referência de Assistência Social (Cras) do município, só dez famílias pediram o descredenciamento desde que o programa entrou em vigor aqui em Jacarezinho", disse.

ROLÂNDIA PRECISA CRIAR E ATIVAR A DEFESA CIVIL

Quando exerci o cargo de assessor jurídico do município, de 1997 a 2.000, após solicitação do comandante do 15º B.P.M. e do prefeito Perazolo fiz um organograma da Defesa Civil de Rolândia, onde designamos o secretário da infra estrutura como o chefe do setor. Montamos duas pastas, uma para o referido secretário e outra para o comandante do 15º B.P.M., onde marcamos os nomes de todos os secretários da prefeitura, com os respectivos telefones. No dossiê havia também os nomes e telefones de pessoas que possuíam barcos e jipes 4 x 4, para serem usados em casos de calamidades. Nomes, endereços e telefones dos motoristas da prefeitura responsáveis pelos tratores e caminhões. Juntamos também um mapa do município onde destacamos os principais rios, vias de acesso e melhores locais para pouso de helicópteros. Marcamos também os nomes, endereços e telefones dos comerciantes que vendem telhas, colchões e lonas plásticas, para que possam ser contactados a qualquer  hora do dia ou da noite. Destacamos também nos mapas a localização de todas as escolas, hospitais e posto de saúde. De lá para cá não sabemos se o nosso plano foi melhorado ou esquecido.  JOSÉ CARLOS FARINA
OBS.: Em abril de 2012 escrevi  sobre o assuntoCLIQUE AQUI PARA LER

Rolândia: Vereadores querem implantar a Defesa Civil no município


Os vereadores de Rolândia Alex Santana (PROS) e João Ardigo (PSB) foram conhecer em Arapongas o trabalho da Defesa Civil. A intenção dos vereadores é a realização de um trabalho a exemplo da cidade vizinha. A preocupação de Alex e João se deve ainda mais após incidente ocorrido no Jardim Água Verde, que foi atingindo por fortes chuvas. O coordenador da Defesa Civil de Arapongas, Marcelo Fiori sanou algumas dúvidas e fez orientações importantes que podem ajudar no processo de implantação. Segundo Alex, hoje Rolândia conta com uma coordenadoria, porém, é limitada nos moldes atuais caso ocorram emergências. “Percebemos que Arapongas está bem preparada para enfrentar estas situações, precisamos em nosso município de ações que venham evitar ou minimizar os desastres, preservando nossa população”, destacou Alex.
COMENTÁRIO:
Quando exerci o cargo de assessor jurídico do município, de 1997 a 2.000, após solicitação do comandante do 15º B.P.M. e do prefeito Perazolo fiz um organograma da Defesa Civil de Rolândia, onde designamos o secretário da infraestrutura como o chefe do setor. Montamos duas pastas, uma para o referido secretário e outra para o comandante do 15º B.P.M., onde marcamos os nomes de todos os secretários da prefeitura, com os respectivos telefones. No dossiê havia também os nomes e telefones de pessoas que possuíam barcos e jipes 4 x 4, para serem usados em casos de calamidades. Nomes, endereços e telefones dos motoristas da prefeitura responsáveis pelos tratores e caminhões. Juntamos também um mapa do município onde destacamos os principais rios, vias de acesso e melhores locais para pouso de helicópteros. Marcamos também os nomes, endereços e telefones dos comerciantes que vendem telhas, colchões e lonas plásticas, para que possam ser contactados a qualquer  hora do dia ou da noite. Destacamos também nos mapas a localização de todas as escolas, hospitais e posto de saúde. De lá para cá não sabemos se o nosso plano foi melhorado ou esquecido. Os vereadores Alex e Ardigo estão agora preocupados e interessados em instalar de vez o benefício. Claro que já passou da hora de alguém mais se preocupar com isso. Parabens vereadores! JOSÉ CARLOS FARINA

ROLÂNDIA: MAIS UM JOVEM É ASSASSINADO A TIROS E PAULADAS

PRIMEIRO HOMICÍDIO DO ANO
Neste madrugada, por volta das 5 horas, mataram o jovem Rafael Kleber da Silva, 19 anos, a tiros e pauladas. O crime aconteceu em frente o frigorífico Big Frango. A polícia ainda não tem suspeitos da autoria. A vítima era morador do Jardim Europa e  tinha passagens pela polícia relacionadas a tráfico e furto. FOTOS By  DARCIO CAMPOS. EQUIPE COBRA.

COMENTÁRIO:

LEVE O SEU FILHO QUANDO PEQUENO À IGREJA PARA QUE ELE CONHEÇA A PALAVRA DE DEUS E QUE ASSIM POSSA SE AFASTAR DOS ÍMPIOS E DOS MAUS... E ANDAR NOS CAMINHOS DO SENHOR. A PALAVRA QUE ENTRA NO CORAÇÃO DE UMA CRIANÇA UM DIA GERMINARÁ E PRODUZIRÁ FRUTOS.  JOSÉ CARLOS FARINA

ODAIR CHIQUETTO NA FOLHA DE LONDRINA

OSVALDO MILITÃO - FOLHA DE LONDRINA




O rolandense Odair Chiquetto acaba de se aposentar e fechou sua famosa banca de revistas e jornais que ele teve, por anos, no Calçadão de Rolândia. E por isso foi homenageado pelos seus amigos, que são muitos naquela cidade. Odair está na foto com o advogado José Carlos Farina e Luiz Juliani. Mas temos certeza que Odair, que ama a sua cidade, continuará sendo o ótimo divulgador das atividades rolandenses. Aquele abraço e saúde!