domingo, 15 de fevereiro de 2015

Assaltantes explodem caixa eletrônico em Cambé e fogem sem levar o dinheiro

Redação Bonde







Um caixa eletrônico de uma agência bancária localizada no centro de Cambé (região metropolitana de Londrina) foi explodido no final da noite do último sábado (14).

De acordo com a Polícia Militar, os assaltantes usaram um explosivo caseiro, que não teve potência suficiente para atingir o cofre e apenas danificou a superfície da máquina. Os bandidos fugiram logo após a detonação sem levar o dinheiro que havia no caixa.

A PM faz diligências para tentar localizar os suspeitos, mas ninguém havia sido presto até as 16h30 deste domingo (15).

(com informações do repórter Paulo Monteiro, do jornal NossoDia) FOTO ILUSTRATIVA By FARINA

NOTA DE FALECIMENTO EM ROLÂNDIA 15/02/2015

COM PESAR INFORMAMOS

O FALECIMENTO

DO FRANK ( DA DUPLA FRANK e FRED )

OCORRIDA HOJE AS 10 HORAS

VELÓRIO:  CAPELA CENTRAL

SEPULTAMENTO: AINDA NÃO INFORMADO

NOSSOS SENTIMENTOS DE PESAR À FAMÍLIA

FOTO DA FAMÍLIA

















VÍDEO

Carro a 170 km/h mata três no Paraná

Redação Bonde com PRF







Uma colisão frontal registrada pela Polícia Rodoviária Rederal (PRF) na noite desta sexta-feira (13) na BR-373 em Guamiranga, interior do Paraná, resultou na morte de três pessoas.
As três vítimas mortas ocupavam um Fiat Palio, atingido frontalmente por um Hyundai Azera roubado, na altura do quilômetro 249 da rodovia, entre as cidades de Ponta Grossa e Guarapuava, por volta das 21h30.

Divulgação/PRF
Divulgação/PRF


Morreram no local do acidente o motorista do Palio, de 22 anos de idade, e duas passageiras, mãe e filha, de 46 e 16 anos.

Divulgação/PRF
Divulgação/PRF


Chovia no momento da colisão. O trecho é uma reta com declive acentuado, em pista simples. Os indícios verificados pela equipe da PRF que atendeu a ocorrência apontam que o Azera invadiu a faixa contrária, o que provocou o acidente.

O motorista do Azera, que tinha registro de roubo ocorrido em maio de 2014 em São Paulo (SP), sobreviveu e está internado no Hospital Geral Unimed, em Ponta Grossa. O velocímetro do carro travou em 170 km/h.

Divulgação/PRF
Divulgação/PRF


Policiais rodoviários federais e policiais militares se revezam na custódia do preso, que tem 24 anos de idade. O carro conduzido por ele tinha placas e documentos falsos, além de estar equipado com aparelho de radiocomunicação oculto e preparado para o transporte de contrabando.

Tão logo o motorista do Azera tenha alta, o que pode acontecer ainda neste domingo (15), ele será conduzido pela PRF para a Delegacia da Polícia Civil em Imbituva.