quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

INTERDIÇÃO DE RODOVIA ENTRE CAMBÉ E LONDRINA




Foto: Dangele Alberto.


Eliandro Piva

Caminhoneiros desceram a "Pé" até a BR-369 entre Cambé e Londrina e interditaram a rodovia. A partir de agora não passa mais ninguém. Outras cidades do Estado já começam com o mesmo protesto, pra bater de frente com Governo !!! 

MAL CHEIRO E INSETOS NOS JARDINS CAVIUNA / IMPERIAL

Sr. Farina:

tendo conhecimento do seu envolvimento e preocupação com o meio ambiente e com a população de Rolândia, nós moradores do bairro Imperial/ Caviúna estamos sofrendo com cheiro forte e aparição de insetos nas proximidades da rua Corina F. Chaves com final da Av. Expedicionários decorrente de uma granja de porcos que está se instalando ali. a uns 90 dias o cheiro tornou-se insuportável e acreditamos que a mesma não atende as exigências ambientais, precisamos de ajuda. Fone 43 99148810 Priscila

COMENTÁRIO:
Pedimos ao prefeito e vereadores que tomem providência.

Rodovias na região de Londrina permanecem bloqueadas

A Polícia Rodoviária Estadual divulgou um novo balanço de estradas bloqueadas por caminhoneiros no Paraná. A mobilização era registrada em trinta trechos em todas regiões do Estado até às 9h35 desta quinta-feira (26). 

Na região de Londrina, a categoria se concentrava na PR-323 (em Sertanópolis), PR-444 (em Arapongas) e PR-170 (em Florestópolis). Carros, ônibus e veículos de emergência estão autorizados a seguir viagem. 

Em alguns pontos, os manifestantes estão permitindo o tráfego de carga perecível. 

Confira os demais trechos bloqueados: 

PR-466 (Jardim Alegre) 

PR-182 (Toledo) 

PR-317 Santa Fé) 

PR-218 (Astorga) 

PR-463 (Colorado) 

PR-558 (Campo Mourão) 

PR-323 (Paiçandu) 

PR-317 (Santa Fé) 

PR-458 (Flórida) 

PR-170 (Guarapuava) 

PRC-487 (Manoel Ribas) 

PRC-466 (Pitanga) 

PRC-466 (Guarapuava) 

PR-182 (Ampére) 

PR-281 (Chopinzinho) 

PR-182 (Realeza) 

PRC-158 (Vitorino) 

PR-566 (Itapejara) 

PRC-280 (Clevelândia) 

PR-281 (Dois Vizinhos) 

PRC-280 (Mariópolis) 

PRC-280 (Marmeleiro) 

PR-471 (Nova Prata do Iguaçu) 

PR-562 (São João) 

PR-483 (Francisco Beltrão) 

PR-281 (Chopinzinho) 

PRC-280 (Palmas) 

Trechos federais 

A liminar concedida pela Justiça Federal na tarde de quarta-feira (25) vale apenas para trechos de rodovias federais. Mesmo sob pena de multa que pode chegar a R$ 50 mil por hora, o bloqueio era mantido em alguns pontos nesta manhã. A Polícia Rodoviária Federal deve atualizar os trechos interditados até o início da tarde. 

Redação Bonde


Após liminar, caminhoneiros liberam rodovias federais da região de Londrina

JORNAL DE LONDRINA
(Tatiane Salvatico)

Manifestantes liberaram as estradas e acostamentos após serem informados da decisão da Justiça Federal que previa multa de R$ 50 mil por hora. Não houve resistência, segundo a PRF

Trecho da BR-369 próximo ao viaduto com a PR-445, entre Londrina e Cambé, estava liberado na manhã desta quinta-feira (Crédito: Roberto Custódio / Jornal de Londrina)

O bloqueio dos caminhoneiros nas rodovias federais da região de Londrina terminou na noite de quarta-feira (25). A liberação das vias ocorreu após liminar concedida pela Justiça Federal que determinava que os manifestantes deixassem as rodovias e acostamentos das estradas da região Norte do Paraná, assim como nos demais pontos de bloqueios do país. Os bloqueios na região de Londrina começaram no último final de semana.

Os caminhoneiros deixaram o viaduto da PR-445 e foram para o Posto Portelão, em Cambé (Crédito: Roberto Custódio / Jornal de Londrina)

O cumprimento da liminar foi iniciado em Arapongas por volta das 19h45 de quarta-feira. De acordo com a assessoria de imprensa da Viapar, concessionária que administra o trecho da BR-369 próximo ao município. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), não houve resistência por parte dos manifestantes, que deixaram o local assim que foram comunicados da decisão judicial que previa multa de R$ 50 mil por hora a cada pessoa que mantivesse o bloqueio. Por volta das 8h20 desta quinta-feira (26), a rodovia estava completamente liberada segundo a Viapar e a PRF.

A situação era a mesma nas proximidades de Jataizinho, também no Norte do Paraná. No entanto, há informações de que ainda nesta manhã havia pontos de bloqueios em rodovias federais próximos a Apucarana, no entroncamento da BR-376 e BR-369, e Maringá, na rodovia BR-376.

Por volta das 8h30, na região de Londrina ainda haviam cerca de cem caminhões parados na PR-445, próximo ao acesso da BR-369, entre as cidades de Londrina e Cambé. Segundo a Polícia Rodoviária Estadual (PRE), o número era menor do que o registrado nos últimos dias, já que alguns caminhoneiros deixaram a manifestação na noite de quarta-feira (25) após terem conhecimento da liminar da Justiça Federal.

No entanto, por volta das 9h30 desta quinta-feira, a PRE informou que o grupo de caminhoneiros deixou o trecho próximo ao entroncamento com a BR-369 e se deslocou para as proximidades do Posto Portelão, em Cambé. A polícia disse desconhecer o motivo da mudança do ponto de bloqueio.