segunda-feira, 2 de março de 2015

Vereadores participam de concurso de pesca no lago São Fernando

Câmara Rolândia
A Câmara de Vereadores prestigiou a 5ª edição do Torneio de Pesca no Lago do São Fernando realizada neste domingo (01). A população acompanhou a soltura de mais de 1.300 quilos de peixes da espécie tilápia e pacu e ainda participaram de competições valendo premiação em troféus

Pescadores de Rolândia e até da região armaram varas em pontos estratégicos visando não só a premiação, e sim um bom cardápio para a família. Carlos Henrique Neves mora em Arapongas e participa pela terceira vez do festival. Neves deixa claro que o segredo é ter paciência, usar a isca correta e em muitos casos contar com a sorte para conseguir fisgar peixe. “Se não conseguir pegar nada o maior problema é chegar em casa após ficar o dia todo fora. Para acalmar a patroa tem que levar a mistura se não o bicho pega”, brinca o pescador.

O presidente da Câmara de Rolândia, José de Paula Martins (PSD), explica que participar de eventos assim é importante para os vereadores e uma de suas propostas com o legislativo. Martins aproveitou para reivindicar melhorias no lago, considerado um ponto turístico da cidade. “É um lago lindo, só falta dar algumas melhorias para ampliar ainda mais as atividades de entretenimento. Nos colocamos também a disposição do executivo para sugerir algumas ideias”, ressalta o vereador.

O torneio de pesca é promovido pela Prefeitura de Rolândia, através das Secretarias de Esportes, Agricultura e Meio Ambiente, Cultura e Turismo. O evento conta com apoio do Instituto Emater, Câmara Municipal e Rotary Club de Rolândia.

Participaram do evento além do presidente José de Paula Martins, os vereadores Alex Santana (PROS), Odir Polaco (PROS), Maico Dida (PT), João Ardigo (PSB), Sabine Giesen (PMDB), Reginaldo Silva (PP), além do Secretário de Esportes, Cezar de Silvio, servidores municipais e o prefeito Johnny Lehmann. Muitos vereadores foram preparados para a pesca já outros preferiram ficar apenas na torcida.

Londrina: incêndio consome boate na Gleba Palhano

Auber Silva - Redação Bonde

Um incêndio de grandes proporções atinge a boate Mansão Palhano, na avenida Madre Leônia Milito, zona sul de Londrina, desde as 19h30 desta segunda-feira (2). A princípio, não há vítimas no local.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, ainda não é possível precisar onde o fogo começou, mas as chamas estão fora de controle e já se alastraram por todo o espaço. Parte do teto da boate cedeu.

Marco Feltrin/Equipe Bonde
A principal preocupação dos bombeiros é que o incêndio atinja uma empresa de distribuição de gás que fica ao lado da casa noturna. Às 20h15, foram ouvidos barulho de vazamento e o som de uma explosão pequena.

Por volta das 20h20, da parte de fora do estabelecimento já não eram mais vistas labaredas, apenas grossas colunas de fumaça.

O trânsito na avenida está prejudicado, mas ainda é possível passar pelo local. A rua lateral está bloqueada e diversos populares se concentram em frente à boate.

Whatsapp Grupo Folha
Os bombeiros deslocaram diversas equipes até o local para controlar as chamas. Os homens combatem o incêndio neste momento. Reforços de todos os quartéis de Londrina estão no local para ajudar.

PEDÁGIO MAIS CARO DO BRASIL




Pedágio mais caro do mundo entrou em vigor nesta 2ª feira no Paraná

Desde a 0h desta segunda-feira (1º), o Paraná já está cobrando o pedágio mais caro do mundo nas rodovias paranaenses  [...]
 
esmaelmorais.com.br


NACIONAL NAC DE ROLÂNDIA EM ÚLTIMO LUGAR

Torcedores do NAC , péssimas notícias Caímos pra último lugar do Campeonato !! Confira ai a classificação do Paranaense 2015:


MAIS PROTESTOS EM ARAPONGAS


ELTON CHARLES PEREIRA

01/03/15 - A população de Arapongas Parana fecham BR 369 na praça de pedágio em apoio aos caminhoneiros, pedem a saída de Dilma Rousseff, protesto pacifico! Acabei de sair de la! Policia federal acompanha pacificamente até o momento! Quem for dar sua força e for de Arapongas vão pela marginal e parem no posto 369, pois é impossível chegar de carro no pedágio! fotos que tirei a pouco!

Dívida do governo com fornecedores cresce e já passa de R$ 1,6 bilhão

Jornal de Londrina, com informações do Blog Caixa Zero



No início de 2014, a então secretária de Fazenda do governo Beto Richa, Jozélia Nogueira, afirmou que o Estado devia R$ 1,1 bilhão a fornecedores (Crédito: Gazeta do Povo)
 
A dívida do governo do Estado com fornecedores cresceu. O relatório das finanças públicas divulgado no Diário Oficial do Executivo desta segunda-feira (2) mostra que a dívida de curto prazo já passa de R$ 1,6 bilhão. A informação é do blog Caixa Zero, da Gazeta do Povo.

De acordo com o jornalista Rogério Galindo, o valor é bem maior do que o informado pelo relatório preliminar sobre os mesmos dados, divulgado no fim de janeiro. Na ocasião, o resultado apresentado para a dívida era de R$ 1,2 bilhão.

O resultado consta do relatório sob a rubrica “Inscrição em restos a pagar não processados”. É aí que aparecem, principalmente, os débitos do governo com fornecedores, compras de produtos e serviços que ainda estão pendentes.

A primeira vez em que esse número chamou a atenção na gestão de Beto Richa (PSDB) foi no início de 2014, quando a então secretária de Fazenda, Jozélia Nogueira, afirmou que o estado devia R$ 1,1 bilhão a fornecedores.

Caminhoneiros mantêm bloqueios no país; Dilma deve sancionar lei nesta 2ª-feira

Reuters Brasil


Caminhoneiros ainda protestam nesta segunda-feira em 24 pontos de rodovias federais do país, especialmente nos Estados do Sul, enquanto o governo se prepara para sancionar uma nova lei que alivia pagamento de pedágio, perdoa multas e promete ampliar pontos de paradas para descanso.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou 12 pontos de interdições parciais no Rio Grande do Sul, seis em Santa Catarina e outros quatro no Rio Grande do Sul, de acordo com boletim divulgado nesta manhã.

Segundo a PRF, em Mato Grosso, a interdição de dois pontos da BR-163, principal estrada para o transporte de produtos agrícolas e insumos do Estado, é total, barrando até veículos de passeio e não apenas caminhões.

De uma maneira geral, a situação aponta para um número menor de bloqueios em relação ao registrado na maior parte da semana passada, após o governo ter anunciado que multaria os caminhoneiros manifestantes em até 10 mil reais por hora.

Há relatos de que muitos produtores em Mato Grosso poderiam ficar sem diesel para a colheita a partir desta segunda-feira, por conta dos bloqueios no maior produtor de soja do Brasil.

As manifestações também ameaçam as exportações de produtos agropecuários, uma vez que os estoques de grãos nos portos estão sendo reduzidos.

A indústria de carne de aves e suína também está paralisando dezenas de unidades, especialmente no Sul, em função da escassez de insumos.

LEI DO CAMINHONEIRO.

A Secretaria-Geral da Presidência da República informou em nota que a presidente Dilma Rousseff decidiu sancionar sem vetos, nesta segunda-feira, a nova Lei dos Caminhoneiros.

De acordo com a nota, a lei assegura perdão das multas por excesso de peso expedidas nos últimos dois anos, isenção de pagamento de pedágio para eixo suspenso de caminhões vazios e ampliação de pontos de parada para descanso e repouso.

O governo informou ainda que tomará as medidas necessárias junto ao Congresso Nacional para prorrogar por 12 meses as parcelas de financiamentos de caminhões adquiridos pelos programas ProCaminhoneiro e Finame do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

(Por Maria Pia Palermo e Roberto Samora)