quinta-feira, 12 de março de 2015

CANAL " JOSECARLOSFARINA " DO YOUTUBE COM 3.416.000 VISUALIZAÇÕES

CANAL "JOSECARLOSFARINA" DO YOUTUBE COM 3.416.000 VISUALIZAÇÕES
4.000 VÍDEOS DE ROLÂNDIA E REGIÃO
OBRIGADO BRASIL
CLIQUE NA FOTO PARA AUMENTÁ-LA

ROLÂNDIA: PREFEITURA VAI ROÇAR E COBRAR LIMPEZA DE TERRENOS VAZIOS



EDITAL 002/201
NOTIFICAÇÃO DE CAPINA

                                  A Secretaria de Fazenda do Município de Rolândia, através do Departamento de Tributação Cadastro e Fiscalização, notifica TODOS os proprietários de terrenos vazios localizados nos seguintes bairros:

-JARDIM INDEPENDÊNCIA
-JARDIM PRIMAVERA
-JARDIM OURO VERDE
-JARDIM DAS AMÉRICAS
-JARDIM ELDORADO
-JARDIM EUROPA
-JARDIM CANAÃ
-JARDIM JOSÉ ERDEI
-JARDIM DOS PIONEIROS
-JARDIM SANTIAGO
-JARDIM DO LAGO
-JARDIM COLISEU I e II
-VILA OLIVEIRA
-VILA OPERÁRIA
-CENTRO
-VILA SÃO PAULO
-JARDIM SANT’ANNA
-JARDIM SANTA MÔNICA I, II E III
-JARDIM CAVIÚNA
-JARDIM IMPERIAL
 
para efetuar a limpeza ATRAVÉS DA CAPINA OU ROÇADA DO MATO, no prazo de dez (10) dias a contar do dia 10/03/2015, fazendo cumprir o Art. 129 da Lei Complementar 17/2006.
                                    APLICAÇÃO DE HERBICIDA NÃO SERÁ ACEITA COMO CUMPRIMENTO DA PRESENTE NOTIFICAÇÃO.
                                   Não sendo cumprida esta Notificação, o Município efetuará a limpeza e será lançado em seu cadastro o valor do serviço realizado por metro quadrado, acrescido de 30%(trinta por cento) a título de administração, bem como as MULTAS previstas no Art. 149, da mesma Lei.
Serviços R$ 0,35m² +
Multa     R$ 620,00 cada terreno

                                                                              Coordenador de Capina
                                                                                José Alves Marinho

ROLÂNDIA: ALERTA CONTRA O MOSQUITO AEDES AEGYPTI E DENGUE

Sobe infestação do mosquito. E a Saúde prepara ações contra dengue.
TODOS CONTRA A DENGUE

Entre os dias 2 e 5 de março, a Secretaria Municipal de Saúde, através do setor de Vigilância em Saúde, realizou o 2º LIRA (Levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedes aegypti) do ano, obtendo um índice predial de 4,3%, estando 3,3% acima do recomendado pela Organização Mundial da Saúde, indicando, portanto, risco de surto de dengue. No último Lira, em janeiro, o índice havia ficado em 2,1%.
Segundo a diretora de Vigilância em Saúde, Anadélia Liaschi Ducci, além dos pratos que são utilizados embaixo de vasos de plantas como anteparo, os principais focos de proliferação do Aedes aegypti, o mosquito transmissor da dengue, foram encontrados também em depósitos de água como tonéis, tambores e barris. “Com vistas à diminuição deste índice, ações pontuais estão sendo tomadas em todo município, além de ações de amplo senso como mutirões de limpeza”, afirma ela.
De agosto do ano passado até o dia 2 de março, data de atualização do último boletim, a Secretaria Municipal de Saúde registrou 23 casos autóctones da doença em Rolândia, com 246 notificações.
A dengue é um problema que diz respeito a todos os munícipes e seu combate enseja engajamento de toda a população, através de atitudes simples como evitar locais que possam depositar água, providenciar cobertura ou vedação de tonéis de depósito de água, além de manter quintais limpos e livres de materiais reciclados, principalmente com a maior incidência de chuvas.

ENTREGA DAS 396 CASAS DO CONJUNTO TOMIE NAGATANI NÃO DEMORA



BB finaliza análise de documentos para entrega do ‘Tomie Nagatani’


Mais uma etapa do processo burocrático para a entrega das 396 unidades do Conjunto Tomie Nagatani, em Rolândia, está prestes a ser finalizada. O Banco do Brasil, através do setor competente, em São Paulo, está analisando a documentação das famílias beneficiadas. Segundo a Secretaria Municipal de Assistência Social, que está monitorando diariamente esse trabalho, o Banco do Brasil deve finalizar a análise dos documentos nos próximos dias e, a partir daí, a instituição – que é o agente financiador da obra – passa a trabalhar na geração dos contratos, o que deve ser feito, segundo estimativa do próprio banco, até o final deste mês de março.

“Vencidas essas etapas, restam a vistoria dos imóveis, que demora cerca de três dias, e a coleta das assinaturas nos contratos, que também não é demorada, para que as famílias, enfim, possam ocupar os imóveis”, afirma a secretária de Assistência Social do município, Fernanda Buranello. “O município já cumpriu com todas suas responsabilidades, na inscrição e seleção das famílias, na busca da documentação necessária e no sorteio das quadras e lotes”, acrescenta Fernanda.

“Agora estamos na expectativa de o Banco do Brasil finalizar as etapas restantes para que as 396 famílias beneficiadas possam finalmente ter a sua casa própria. É compreensível a ansiedade delas, e estamos, eu e o prefeito Johnny, entrando em contato diariamente com os diretores do banco para que a entrega das casas saia o quanto antes.”

Fernanda Buranello esclarece que a geração dos contratos é feita pelo Banco do Brasil e a vistoria dos imóveis é realizada pela construtora e pelas famílias. “Há boatos na cidade de que os contratos já se encontram na Secretaria de Assistência Social. Isso não é verdade”, afirma ela. “Já cumprimos todas as etapas que eram de nossa responsabilidade e, agora, estamos tão ansiosos quanto as próprias famílias em relação ao desfecho desse processo no Banco do Brasil”, diz. “Sabemos da importância da entrega das casas, e estamos atentos em relação a isso.”