segunda-feira, 20 de abril de 2015

Rolândia: vistorias no ‘ Tomie Nagatani ’ serão de 27 a 30 de abril



Definido calendário de vistorias no ‘Tomie Nagatani’


Em reunião realizada na tarde desta segunda-feira 20 de abril na prefeitura de Rolândia, as secretarias municipais de Assistência Social e de Desenvolvimento Econômico e a Construtora Prestes definiram o calendário de vistorias nas 396 unidades do Conjunto Tomie Nagatani. A vistoria é a penúltima etapa antes da entrega definitiva das chaves aos futuros mutuários. As vistorias serão feitas do dia 27 ao dia 30 de abril, na sequência numérica das quadras do empreendimento.

O calendário ficou assim definido:

Dia 27 – Quadras 2, 3, 4 e 5 (91 lotes)
Dia 28 – Quadras 6, 7 e 8 (100 lotes)
Dia 29 – Quadras 9, 10 e 11 (97 lotes)
Dia 30 – 12, 13, 15 e 16 (109 lotes)


ROLÂNDIA: BOSQUE DA GARAPEIRA DEPOIS DA DESTRUIÇÃO

20/04/2015 - PARA A HISTÓRIA - A MARCA DE UMA ADMINISTRAÇÃO. O CERTO... O CORRETO... ERA A DESAPROPRIAÇÃO DESTA ÁREA. TRANSFORMÁ-LA EM UM BOSQUE PÚBLICO. IGUAL AS CIDADES EVOLUÍDAS... TIPO LONDRINA... MARINGÁ... IBIPORÁ... RIO DE JANEIRO.. NEW YORK.  FOTOS By JOSÉ CARLOS FARINA


























































OBRAS DO HOTEL ROLÂNDIA SÃO RETOMADAS

20/04/2015 - ATÉ QUE ENFIM... JÁ ERA TEMPO DE TERMINÁ-LA. FOTOS By JOSÉ CARLOS FARINA















ROLÂNDIA: LIXO AOLADO DO CAMPO DO TERRÃO

PROFESSORA SILVIA publicou
No Facebook do Maico Dida

lixo no muro do Lar Samuel próximo ao campo do Terrão. Dia 20/04/2015 as 14:00h

ROLÂNDIA: JOHNNY LEHMANN SERÁ JULGADO NA QUINTA-FEIRA 23/04 19 HORAS

CLIQUE PARA AUMENTAR

8 CORINTHIANOS ASSASSINADOS A TIROS JUNTOS EM SÃO PAULO

Chacina deixa oito mortos em sede de torcida do Corinthians

Crime ocorreu na quadra da torcida Pavilhão Nove, na Zona Oeste de SP.
Polícia acredita que crime foi motivado por tráfico de drogas.

Márcio Pinho e Nathália Duarte Do G1, em São Paulo

 Oito pessoas morrem depois de serem baleadas na sede da Pavilhão 9, na Ponte dos Remédios, em São Paulo, SP, na noite deste sábado (18) (Foto: Edison Temoteo/Futura Press/Estadão Conteúdo) Sede do Pavilhão Nove, embaixo da Ponte dos Remédios, em São Paulo, onde oito pessoas foram baleadas.
(Foto: Edison Temoteo/Futura Press/Estadão Conteúdo)
 
Oito pessoas morreram na noite deste sábado (18), depois de serem baleadas na sede do Pavilhão Nove, uma das torcidas organizadas do Corinthians. De acordo com a Polícia Militar, sete vítimas foram encontradas baleadas e mortas no local. Uma oitava também foi baleada, mas conseguiu fugir e foi levada ao Hospital das Clínicas pelo Samu, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.
O caso foi registrado no Departamento Estadual de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Policiais que participaram do registro da ocorrência afirmaram ao G1 que a principal hipótese para o crime é uma briga envolvendo tráfico de drogas. Duas das vítimas tinham passagem por tráfico.
Os policiais descartam que a motivação do crime seria uma rixa entre torcidas, apesar do jogo entre Corinthians e Palmeiras marcado para a tarde deste domingo (19) na Arena Corinthians, em partida de semifinal do Campeonato Paulista.
Parentes e amigos dos mortos aguardavam a liberação dos corpos no IML (Foto: Márcio Pinho/G1)Parentes e amigos dos mortos aguardavam a liberação dos corpos no IML (Foto: Márcio Pinho/G1)
De acordo com a GloboNews, um dos mortos é Fábio Neves Domingos, de 34 anos. Ele foi um dos presos na tragédia que marcou a estreia do Corinthians na Copa Libertadores da América, em 2013, contra o San José, da Bolívia. O jovem torcedor boliviano Kevin Douglas Beltrán Espada, de 14 anos, foi atingido por um sinalizador da torcida corinthiana e morreu. 
As demais vítimas são: Ricardo Prado, Marco Antonio Corassa Junior, André Luiz dos Santos de Oliveira, Mateus Fonseca de Oliveira, Jhonatan Garzillo, Mydras Schmidt e Jonathan Rodrigues do Nascimento, segundo informou o DHPP.
Execução
Testemunhas disseram à polícia que pelo menos dois homens armados invadiram a quadra da torcida, que fica embaixo da ponte dos Remédios, próximo à Marginal Tietê, por volta das 23h. Os torcedores prepavam bandeiras que seria levadas para o jogo deste domingo.
Segundo o DHPP, houve execução, já que as vítimas foram encontradas deitadas e próximas. Elas teriam sido obrigadas a se deitar pelos criminosos. Perto dos corpos foram encontradas cápsulas de pistola 9 mm.
O G1 tentou contato com representantes da torcida organizada, mas ninguém foi encontrado durante a madrugada e a manhã deste domingo (19).

OITO MORTOS E SEIS FERIDOS ONTEM


Grave colisão registrada na PR-090, quase na entrada de Sertanópolis (Região Metropolitana de Londrina), deixou oito pessoas mortas e pelo menos outras... portalcambe.com.br|Por http://www.portopress.com. CLIK E LEIA MAIS

MORRE EX VEREADOR E JORNALISTA

Morreu na manhã desta segunda-feira (20) em Londrina o jornalista e ex-vereador Salvador Francisco de Oliveira Neto. As circunstâncias da morte... londrix.com

FARINA: MINHA LUTA EM FAVOR DO MEIO AMBIENTE EM ROLÂNDIA

No começo da década de 90 fui contratado para ajuizar uma ação ambiental para proteger um bosque  em Rolândia que pelas leis municipais da época tinha proteção do zoneamento como  "zona especial  por ser uma área  verde. Na época ainda era novidade o movimento ambiental e eu não tinha a menor ideia do pensamento do  juiz diante da nossa reivindicação. É que naquele tempo uma pequenas parcela da população entendia do assunto e se preocupava com o setor.  Para embasar minha ação popular contra o prefeito e vereadores da época transcrevi um monte de doutrina. Jurisprudência na época praticamente não havia. Dentre os documentos, leis e mapas juntados, juntei um panfleto apócrifo de uma carta à população que minha filha mais nova trouxe da escola, que dizia em outras palavras que é necessário plantarmos árvores das cidades... mantermos praças e bosques,  pois o cima está se tornando muito seco... igual ao clima dos desertos  e que as árvores umedecem o ar,  abaixam a temperatura em até 5 graus, além de fabricar oxigênio. Tudo isso estava escrito em um pequeno papel  de baixa qualidade, com poucas palavras e sem assinatura. O juiz aqui da comarca declarou a ação improcedente e eu então apresentei recurso de apelação para o Tribunal em Curitiba. Depois de muitos meses, o processo foi julgado na capital e para a minha surpresa venci a demanda. Mais surpresa ainda foi o motivo a a prova que o Tribunal se apegou para me dar a vitória. Foi justamente em cima daquela pequena mensagem (que eu quase não juntei) que minha filha trouxe da escola. Em resumo o relator do recurso, Dr. Munir Kharan, disse em outras palavras que "no confronto entre leis que protegem os interesses particulares e o interesse ao meio ambiente, deve prevalecer estas últimas, pois dizem respeito à vida e a qualidade de vida de toda a população". Ele ( o relator) citou a necessidade de arvores para melhorar a qualidade do ar das cidades). E ainda foi mais longe e argumentou perguntando se ao invés de destruir bosques o que aquele prefeito e vereadores da época estavam fazendo para melhorar a qualidade de vida da nossa população. Perguntou quantas árvores eles haviam plantado. Passados quase 25 anos faço a mesma pergunta: o que o atual prefeito tem feito para melhorar a qualidade de vida da população? Viramos o século e hoje ainda lutamos como antes ( e até mais) contra a motosserra, contra o chumbo e para evitar a derrubada de um parque infantil onde temos uma bela coleção de árvores. Lutamos dois anos a fio contra o chumbo. Passados mais de vinte anos, vemos nossa cidade com menos árvores... com um clima pior.... a culpa? a culpa é do povo que não pergunta antes para os seus candidatos qual a sua linha de ação em favor do meio ambiente... em favor da natureza.. da qualidade de vida... bens que segundo a jurisprudência que ajudei a firmar devem prevalecer sobre tudo e todos. Pedimos ao povo que escolham bem os seus governantes, baseados nestes ensinamentos. Acredito que minha luta não foi em vão. Deus abençoe Rolândia. JOSÉ CARLOS FARINA