sexta-feira, 24 de abril de 2015

ROLÂNDIA: DENUNCIA DE ODIR POLACO FOI ACATADA

ODIR POLACO
Na sessão da última quarta-feira (22) o vereador Odir Polaco (PROS) denunciou uma possível irregularidade no contrato firmado entre a Prefeitura de Rolândia e a empresa Sanetran. Segundo o parlamentar, o contrato reza que a contratada deveria abrir 04 vagas para trabalhadores aturarem em serviços que seriam de responsabilidade do poder público
A equipe de multisserviços atenderia as demandas da Secretaria de Obras, cabendo apenas a Prefeitura indicar e fiscalizar o serviço. Para isso a empresa receberia, segundo o contrato, mais de R$ 20 mil mensal.
O vereador Odir se embasa no concurso público realizado no qual abriu uma vaga apenas para esse tipo de serviço, e no caso da empresa, a Prefeitura pede no edital que se criem 04 vagas. Odir Polaco questiona ainda que isso não seria possível ser feito uma vez que estaria terceirizando serviços que seriam de responsabilidade do poder público conforme determina o Art. 127 da Lei Orgânica do Município.
Após o seu pronunciamento, o prefeito em exercício José Danilson de Oliveira (PSB), publicou em Diário Oficial a recisão unilateral do contrato 118/2014 com a empresa, especificando apenas o item 05 do lote 01 que gerou o questionamento do parlamentar.
Reportagem: Assessoria da Câmara Rolândia – Texto: Ted Perez – Foto e Edição Geral: Rodrigo Stutz - com Odir Giordani

ROLÂNDIA: CRECHE DELERMO POPPI ESTÁ PRONTA ( ÁREA DO JD. DOS PIONEIROS )







A construtora responsável entregou nesta quinta-feira 23 de abril mais uma obra para a Educação de Rolândia. Trata-se do Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Professor Delermo Poppi. Localizado na divisa dos jardins Erdei e Pioneiros, o novo CMEI tem estrutura para atender 140 crianças em período integral. A obra foi vistoriada pela secretária de Educação, Rosilene Moreira, pela assessora pedagógica Rosane Benazi e pela arquiteta Juliana Vanzela Rocha, da Secretaria Municipal de Planejamento.

O CMEI Delermo Poppi tem 1.118,48 metros quadrados de área construída. É composto de dez salas de aula e espaços importantes como laboratório de informática, lavanderia e cozinha industrial. É inteiramente adaptado para portadores de necessidades especiais. O valor final da obra foi de R$ 1,5 milhão.

Os recursos são do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), que repassou R$ 1.423.598,94, e da prefeitura de Rolândia, que investiu pouco mais de R$ 105 mil na construção de muros, grades, portões, rampas, calçadas externas e paisagismo. O terreno foi doado pela prefeitura.

Rosane Benazi acredita que o CMEI estará funcionando a partir de julho. O mobiliário já está em fase final de licitação. A Secretaria de Administração se encarregará de convocar concursados para assumir as vagas abertas: 17 professores com carga horária de 40 horas semanais, quatro professores com 30 horas, seis agentes operacionais (para cozinha e limpeza) e um secretário escolar.

Com o “Delermo Poppi”, Rolândia passa a ter oito CMEI´s. O total passará a ser de dez em pouco tempo: o do Jardim Nobre deve ser entregue em 30 dias e o do Jardim Perazolo está em construção. Desses dez CMEI´s, cinco saíram na administração do prefeito Johnny Lehmann. “Esses investimentos são importantes para aumentarmos a ofertas de vagas na educação infantil.disse. ASSESSORIA.

ROLÂNDIA: VENENO CONTRA A DENGUE DE AVIÃO ????

Saiu no Jornal de Rolândia. Secretária da Saúde declarou que a 17ª da Saúde está estudando de contratar avião para matar o mosquito da dengue em Rolândia... o que vcs acham??
Se vir mesmo tem que avisar pelas rádios, Tv, jornais, Blogs e Mauricio Promoções... se não o que vai ter de cachorro morto.. passarinho.. peixes... poluição dos rios...nascentes... etc.... coff.. coff....!....   Imaginem que tem problemas respiratórios.....asma.. tuberculose.. enfisema pulmonar....

BLOG DO FARINA CONCLAMA UM NOVO TEMPO PARA ROLÂNDIA

SEJA QUEM FOR O PREFEITO DE ROLÂNDIA DAQUI PARA A FRENTE, NÃO QUEREMOS CHUMBO, NEM INDÚSTRIAS COM POTENCIAL POLUENTE...
QUEREMOS QUE APENAS AS ÁRVORES DOENTES DA ARBORIZÇÃO PÚBLICA SEJAM CORTADAS... E PLANTADAS OUTRAS NO LUGAS....
QUEREMOS QUE  ÁREAS VERDES E DE ENTRETENIMENTO COMO O PARQUINHO DO LIONS, O LAGO SÃO FERNANDO, O LAGO INGÁ E AS PRAÇAS SEJAM BEM CUIDADAS E PRESERVADAS.... QUEREMOS O LAGO SÃO FERNANDO MAIS BONITO QUE O LAGO IGAPÓ.
QUEREMOS UMA PRESTAÇÃO DE CONTAS DOS CONTRATOS PARA AS EMPRESAS TERCEIRIZADAS QUE FAZEM A VARRIÇÃO, COLETA DE LIXO E CORTE DE  ÁRVORES,,,,
QUEREMOS REDUÇÃO DE 50% DOS CARGOS DE CONFIANÇA....
QUEREMOS QUE O SETOR DE SAÚDE SEJA MESMO PRIORITÁRIO. ROLÂNDIA PASSOU DA HORA DE RECEBER UM POSTO DE SAÚDE 24 HORAS, COM MÉDICOS E REMÉDIOS.
QUEREMOS QUE O MUSEU MUNICIPAL VOLTE A SER UM MUSEU DE VERDADE...
QUEREMOS O TÉRMINO DO HOTEL ROLÂNDIA E A RECUPERAÇÃO DA CASA AO LADO QUE FOI DOADA AO MUNICÍPIO, MAS QUE POR FALTA DE CUIDADOS, FOI INVADIDA E QUEIMADA.
QUE O DINHEIRO LIBERADO PARA RECAPE ASFÁLTICO SEJA BEM ADMINISTRADO PARA QUE DÊ PARA TODA A CIDADE.
QUEREMOS MAIS PARQUES INDUSTRIAIS, COM INDÚSTRIAS NÃO POLUENTES.
QUEREMOS QUE A ESTRADA SÃO RAFAEL E PR-170 RECEBA MAIS E MAIS TURISTAS.
MAIS CRECHES... MAIS LIMPEZA...
CULTURA.. ARTE.. ENTRETENIMENTO....
PELO MENOS UMA DAS TRÊS TRINCHEIRAS PROMETIDAS....
TODA A INFRAESTRUTURA NECESSÁRIA PARA OS CONJUNTOS DE CASAS POPULARES DA ZONA NORTE E ZONA SUL.....
UM NOVO CEMITÉRIO....
MANTER AS CALÇADAS TRANSITÁVEIS, SEM BURACOS,MATO E LIXO.
VOLTAR A FAZER REUNIÕES NOS BAIRROS.
CUIDAR DOS NOSSOS RIOS E FUNDOS DE VALES.
URBANIZAR O FUNDO DE VALE DE JARDIM VALE VERDE, JARDIM DO LAGO e CIDADE VERDE.
MELHORAR O SAMU E TEC.
IMPLANTAR EXAMES DE ULTRASSOM E OUTROS INEXISTENTES.
RECUPERAR O GINÁSIO DE ESPORTES REDONDO.
QUE A OKTOBERFEST VOLTE A SER UMA FESTA DA FAMÍLIA.
INVESTIGAR OS PREÇOS DOS ALUGUÉIS PAGOS.  MANDAR AVALIAR UM POR UM....
AFIXAR UMA PLACA NA ENTRADA DA PREFEITURA COM A SEGUINTE INSCRIÇÃO: "LOBISTAS NÃO SÃO BEM VINDOS"....
AS PRAÇAS SÃO DO POVO E JAMAIS PODEM SER VENDIDAS.
JOSÉ CARLOS FARINA

CASSAÇÃO DE JOHNNY LEHMANN NA FOLHA DE LONDRINA

TSE confirma cassação do prefeito de Rolândia

Decisão é definitiva e somente poderá ser revertida se um eventual recurso de Johnny Lehmann for acolhido pelo Supremo Tribunal Federal

Saulo Ohara/23-6-2014
O TSE entendeu que matérias favoráveis ao então candidato Lehmann publicadas em jornal da região feriram a isonomia do pleito
O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) cassou ontem, por unanimidade, o mandato do prefeito de Rolândia (Região Metropolitana de Londrina), Johnny Lehmann (PTB), por uso indevido do jornal Tribuna do Vale do Paranapanema na eleição de 2012. Para o TSE, as matérias publicadas no impresso, favoráveis ao então candidato, feriram a isonomia do pleito. É a terceira vez que o petebista é obrigado a deixar o cargo desde que foi reeleito, porém, agora a posição do TSE é definitiva e somente poderá ser revertida se um eventual recurso do político for acolhido pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Johnny, que está em viagem particular ao exterior – a licença vence nesta sexta-feira – se mantém no cargo desde o dia 8 de janeiro por força de uma liminar concedida pelo TSE. Ele segue prefeito até ser notificado pela Justiça Eleitoral.

As saídas e retornos ao Executivo tiveram início logo após ter assumido a prefeitura, quando o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Paraná confirmou sentença de primeiro grau e o afastou do cargo. Ainda em 2013, o TSE decidiu que o prefeito poderia ficar na cadeira, provisoriamente. Um ano depois a liminar foi derrubada e Johnny deixou o cargo de novo. Retornou à prefeitura em janeiro último com nova decisão provisória que foi, finalmente, derrubada ontem. A ação que pediu a cassação foi protocolada pela coligação de Eurides Moura, candidato derrotado em 2012.

O acórdão do TSE ainda não foi publicado, mas considerando o voto da relatora, ministra Maria Thereza de Assis Moura, o Tribunal manteve o entendimento do TRE de que Johnny fez uso indevido de 40 edições do jornal para promover sua imagem, suas eventuais realizações e candidatura à reeleição. As edições semanais do jornal foram lançadas no período de setembro de 2011 a agosto de 2012. Cada edição tinha 3 mil exemplares, totalizando 12 mil no mês e 132 mil no período.

RECURSO

O advogado Guilherme Gonçalves informou que somente depois da publicação do acórdão irá decidir que medidas serão adotadas. Ele afirmou que a discussão é constitucional e poderá, portanto, apresentar recurso ao STF. "Se for o caso, apresentaremos embargo de declaração ao TSE. Permanecendo a decisão, podemos ir ao Supremo, pois trata-se de um debate sobre matéria constitucional, como liberdade de imprensa, razoabilidade e proporcionalidade."

Segundo Gonçalves, o jornal utilizado por Johnny não tem repercussão suficiente para interferir no resultado das eleições de Rolândia. A reportagem procurou o prefeito em exercício, José Danilson (PSB), mas ele não quis conceder entrevista. Por meio de nota, disse que "todas as ações e projetos de todas as secretarias e demais órgãos municipais devem ter andamento normal, sem qualquer prejuízo para os serviços públicos".

NOVAS ELEIÇÕES

Consultado pela FOLHA, o TRE informou que somente definirá sobre novas eleições em Rolândia após ser informado oficialmente da decisão do TSE. Até lá, o prefeito do município será o presidente da Câmara de Vereadores, José de Paula Martins (PSD).

O coordenador de comunicação do tribunal paranaense, Mardem Machado, antecipou que a Lei Orgânica do Município deverá ser considerada na decisão do TRE. No caso de Rolândia, diz a lei que "ocorrendo a vacância nos últimos dois anos do mandato, a eleição será feita (…) pela Câmara Municipal", ou seja, indireta. Caberá ao TRE definir se valerá a primeira cassação, em 2013, ou a de ontem, já no terceiro ano do mandato.
Edson Ferreira
Reportagem Local