quinta-feira, 2 de julho de 2015

ROLÂNDIA: MAIS "MÃOS ÚNICAS" EM NOSSAS RUAS


QUI, 02 DE JULHO DE 2015 



A Prefeitura de Rolândia informa que, após reuniões do Conselho de Trânsito e constatações no comportamento dos condutores, decidiu alterar alguns sentidos de vias do município. Conforme o Secretário de Serviços Públicos, João Santana, a Rua Ciro Bolivar, no Centro, passará a ter como sentido permitido Bairro-Centro. Já a Rua Duque de Caxias, terá como sentido único Bairro-Centro. No cruzamento das Ruas Barão do Rio Branco com a Alfredo Moreira Filho, no Manoel Muller, a preferencial será de quem trafega pela Barão de Rio Branco. Para auxiliar os motoristas, serão afixados cartazes e faixas. As mudanças entram em vigor a partir de 16 de julho.

ROLÂNDIA: LEI DE ZONEAMENTO DE CHÁCARAS EM DISCUSSÃO NO PLANO DIRETOR


QUI, 02 DE JULHO DE 2015



A Câmara Municipal de Rolândia sediou na manhã desta quinta-feira, dois de julho, a reunião semanal do Conselho do Plano Diretor. O Plano em vigência da cidade expira em 2016 e os encontros ocorrem para dar andamento e compilando informações para constar no novo Plano Diretor, que será desenvolvido no ano que vem para o decênio 2017-2027. Dos 15 membros do Conselho, participaram do evento o Presidente Valdenir Duque, Secretário de Planejamento, a arquiteta da Prefeitura Lelce Farias, o Secretário de Desenvolvimento Econômico Ernesto Nogueira, o Vereador João Ardigo, e ainda Nair Mantovani, Roger Appel, Silvia Pimenta, Antonio Montanha e Jaime Freiberger. Na reunião de julho, foram debatidos temas sobre o zoneamento da cidade, regularização da construção de recuos, projetos de parcelamento de solo e também iniciada a discussão e a apresentação sobre a Lei de Zoneamento de Chácaras, que deverá inclusive ser feita uma audiência pública para refinar e ampliar o debate sobre o tema, em data a definir. O próximo encontro do Conselho do Plano Diretor será na primeira semana de agosto.

ROLÂNDIA: ATIVIDADES E SHOW DE GRAÇA NO SÁBADO


QUI, 02 DE JULHO DE 2015 





A Prefeitura de Rolândia, em parceria com a COCAMAR, promove neste sábado, quatro de julho, no Espaço Viva Viva, um tempo de lazer e descontração a comunidade rolandense, com atividades gratuitas e abertas ao público em geral, das 9h às 11h da manhã. A Secretaria de Assistencia Social vai passar orientações gerais sobre suas atividades e seus benefícios e ainda promover uma oficina de artesanato. A Secretaria de Esportes vai desenvolver atividades recreativas e esportivas com os presentes. A Secretaria de Meio Ambiente trará noções de educação ambiental. A Secretaria de Educação vai promover a atividade de contar histórias. O Instituto Constâncio Pereira Dias, da Cocamar, é o responsável por promover brincadeiras como cama elástica, piscina de bolinhas, dentre outras. Ainda haverá uma apresentação circense. Venha e traga a família!

ENXURRADA LEVA CARRO EM LONDRINA




Um Fusca caiu dentro de um córrego que passa sob a rua Ermelindo Leão, na Vila Portuguesa, região central de Londrina, na manhã desta quinta-feira ...
WWW.BONDE.COM.BR

NOTA DE FALECIMENTO



Com grande pesar, informamos que o corpo de ANTONIO MARONEZZI e será velado amanhã (03/07/2015) das 07:00 às 09:00hrs na Funerária Sauer, Sinop-MT. e logo após será sepultado. Agradecemos, de coração, a todo carinho e apoio nesses 50 dias de angústia e nesse momento de tanta dor. Família Maronezzi


CHUVA CONTINUA AMANHÃ NO NORTE DO PARANÁ


foto de News Londrina


ja faz 2 dias que Londrina está assim. e a previsão é pra mais 2. vamos dormir né pessoal?


News Londrina


EM DOIS DIAS, PODE CHOVER EM LONDRINA O MÁXIMO ESPERADO PARA O MÊS INTEIRO!

Está cansado do tempo chuvoso em Londrina? Pois prepare-se, que vem mais água por aí. De acordo com o Instituto Tecnológico Simepar, a previsão é de que chova ainda mais entre esta quinta (2) e sexta-feira (3). Neste intervalo de 48 horas, é esperado um volume de 100 milímetros.
A previsão contrasta com as médias no mês de julho para o Norte do Paraná, quando o total esperado fica entre 20 mm e 100 mm para 31 dias.
No fim de semana, a precipitação deve cessar. Por outro lado, as temperaturas diminuem um pouco, com as mínimas caindo de 15ºC para até 8ºC no domingo (5). Já na segunda (6), a chuva deve voltar, mas com menos volume.
“A chuva vai cobrir o Paraná inteiro e, em algumas regiões, realmente a instabilidade pode aumentar mais. Serão chuvas intermitentes, não localizadas, nem contínuas, mas significativas”, afirma o meteorologista Tarcísio Valentin da Costa, do Simepar.
Risco de alagamentos
Uma chuva de 100 mm pode causar estragos em áreas críticas, principalmente se acontecer em um curto espaço de tempo. Em outubro de 2011, primeiro transbordamento do Lago Igapó na história, choveu sobre Londrina cerca de 95 mm em apenas 6 horas. Em junho de 2012, o novo episódio de transbordamento ocorreu com 110 mm de chuvas em 16 horas.
“O esperado não é nada anormal. Trata-se de apenas uma instabilidade”, explica o meteorologista. As chuvas que caem sobre o Paraná são trazidas por umidade e calor vindos do Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Paraguai, que passam momentaneamente sobre o estado até o fim de semana.


Fonte: http://www.jornaldelondrina.com.br/londrina/conteudo.phtml…

NOTA DE FALECIMENTO EM ROLÂNDIA 02/07/2015

INFORMAMOS O FALECIMENTO DE:

PEDRO BOVIS

VELÓRIO: CAPELA CENTRAL

NÃO FOI INFORMADO O HORÁRIO DO SEPULTAMENTO

OS NOSSOS SENTIMENTOS DE PESAR À FAMÍLIA

ROLÂNDIA: CIRURGIAS ELETIVAS





Rolândia busca parceria para resolver impasse de cirurgias eletivas - Rolândia busca parceria para resolver impasse de cirurgias eletivas - CMROLANDIA.PR.GOV.BR

BRASILEIRO PROTESTA E XINGA DILMA NOS ESTADOS UNIDOS DURANTE VISITA




Nos EUA, brasileiro se infiltra em comitiva e xinga Dilma de 'assassina' - Diz para devolver o dinheiro da Petrobras - WWW1.FOLHA.UOL.COM.BR

ROLÂNDIA: CAMINHÃO BATE EM POSTE NO JARDIM SANTIAGO



ROLÂNDIA190 - JEAN HENKE

Caminhão se choca contra poste no jardim Santiago em Rolândia | Rolândia 190 | Notícias de...
Um acidente de trânsito sem vítimas foi registrado nesta quinta-feira (02), em Rolândia. O motorista de um caminhão se chocou contra um poste, na rua... ROLANDIA190.COM.BR

JANTAR DANÇANTE ALEMÃO DIA 01/08/15


EQUIPE DE BREMEN ( ALEMANHA ) FILMANDO EM ROLÂNDIA



DANIEL STEIDLE


Portal de Rolândia desprotegido... Armazéns da CONAB cercados...

A equipe de Bremen foi muito bem recebida nos antigos armazéns do IBC, hoje depósitos da CONAB para café, açúcar e outros alimentos. Eles ficaram impressionados com a ordem e limpeza do local numa região de Rolândia bastante marcada pelo abandono, pichações e lixo. Os moradores contaram que sem o alambrado em volta havia depredação dos depósitos, inclusive roubo das chapas do telhado. “Agora, graças ao alambrado em volta, aquilo virou atração para impressionar turista de qualquer lugar”...
Quanto a revitalização do espaço do jardim em volta do portal de Rolândia o diretor do Museu de Bremen, Hartmut Roder que visitou o local, foi claro: “Vocês tem que proteger a área! Caso contrário esforços e dinheiro irão continuar a se perder”.


QUEREMOS O HOTEL ROLÂNDIA RECONSTRUÍDO JÁ!...

AÍ EU TE PERGUNTO ZÉ DE PAULA:
QUANDO É QUE VAMOS TER O HOTEL ROLÂNDIA
RECONSTRUÍDO E FUNCIONANDO COMO UM
VERDADEIRO MUSEU HISTÓRICO...
COM PEÇAS E OBJETOS ANTIGOS?
CONTA PRA MIM!...

MENOR COM 16 ANOS AGORA VAI PRA CADEIA E FICA LÁ


Após Cunha manobrar, Câmara aprova redução da maioridade penal em 1º turno.
Do UOL, em São Paulo
02/07/2015
Pedro Ladeira/Folhapress


Deputados defensores da redução da maioridade penal comemoram aprovação da medida no plenário da Câmara
A Câmara dos Deputados aprovou na madrugada desta quinta-feira (2), em primeiro turno, a redução da maioridade penal de 18 para 16 anos para crimes hediondos, para homicídio doloso e lesão corporal seguida de morte. O texto "mais brando" votado nesta sessão foi considerado uma "pedalada regimental" do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), para reverter a rejeição da proposta no dia anterior.
Na nova sessão, 323 deputados foram a favor, 155 deputados votaram contra a redução e houve ainda 2 abstenções. O texto ainda precisa passar pelo segundo turno de votação na Casa antes de ir para o Senado.
Na madrugada de quarta, outro texto que propunha a redução da maioridade foi rejeitado pelos deputados por cinco votos - são necessários 308 votos para a aprovação de PEC (Proposta de Emenda Constitucional), e apenas 303 haviam sido favoráveis.
O texto aprovado na sessão desta quinta prevê a redução da maioridade para 16 anos para jovens que cometerem crimes hediondos, como sequestro e estupro, homicídio doloso (com intenção de matar) ou lesão corporal seguida de morte. A diferença em relação ao texto derrotado na sessão anterior foi a retirada de tráfico de drogas, de terrorismo e de roubo qualificado do rol de crimes que fariam o jovem responder como um adulto.
A emenda aglutinativa foi acordada entre PMDB, líderes da oposição e deputados favoráveis à redução da maioridade penal, e sofreu críticas do PT, PC do B e PSOL, que classificaram como uma "pedalada regimental" de Cunha para ter sua vontade atendida.
Nas falas que defendiam a redução da maioridade penal, diversos deputados chamavam o "clamor das ruas" em defesa da aprovação do texto. Cerca de 87% dos brasileiros apoiam a redução da maioridade penal de 18 para 16 anos, segundo pesquisa de opinião feita pelo Datafolha no último dia 22 de junho.

Após tensão, sessão sem público

A votação da redução da maioridade penal na noite de terça foi acompanhada por intensos protestos a favor e contra a PEC. A polícia legislativa chegou a fazer uso de gás de pimenta para dispersar manifestantes que tentavam entrar na Câmara.
A sessão, que durou mais de quatro horas, teve presença de dezenas de estudantes contrários à redução da maioridade penal e que comemoram a rejeição do texto substitutivo.
Nesta quarta-feira, as galerias não foram abertas para a entrada de manifestantes. A votação da emenda aglutinativa começou por volta da meia-noite e durou cerca de 45 minutos. Nesse período, o presidente da Câmara foi visto muitas vezes ao celular e foi acusado de estar convocando deputados à votação por telefone.
"Sua vitória não é uma vitória moral, é uma vitória matemática", criticou Silvio Costa (PSC-PE). "Vossa Excelência usou o tempo que quis", reclamou o parlamentar antes de ter o microfone cortado.

Próximos passos

O texto que reduz a maioridade penal de 18 para 16 anos (PEC 171/93) ainda deve passar por uma segunda votação na Câmara dos Deputados e por duas votações no Senado para que a Constituição seja alterada

OFERTAS IMPERDÍVEIS NO SUPERMERCADO LOCATELLI DE ROLÂNDIA

Antes de fazer suas compra de uma passada em uma das lojas e confiram, sempre uma oferta esperando por você. 


JORGE PAIVA FOI COLOCADO EM LIBERDADE


Conforme haviamos previsto, o Contador e advogado Jorge Dias Paiva tinha o direito de responder o processo em liberdade.  LEIA O MEU COMENTÁRIO(clique)





FOLHA DE LONDRINA

Quatro auditores da Receita permanecem presos

Entre eles está o delator Luiz Antonio de Souza que, segundo a defesa, desistiu de habeas corpus e já teria começado a cumprir pena pelos crimes




Envolvido nas fraudes da Receita e no esquema de exploração sexual de adolescentes, Luiz Antonio de Souza não será colocado em liberdade tão rápido

Entre março e junho, a 3ª Vara Criminal de Londrina, acatando pedidos do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), decretou a prisão de mais de 70 pessoas, incluindo mais de 40 auditores, contadores, advogados e empresários envolvidos no organização criminosa que agia na Receita Estadual de Londrina. Destes, apenas quatro seguem presos: os auditores Luiz Antonio de Souza, José Luiz Favoreto, Roberto Oyama e Ataliba José de Souza Filho, o último a ser preso, na última segunda-feira. 


Ontem, o advogado e contador Jorge Dias Paiva, de Rolândia, obteve habeas corpus do ministro da 6ª Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Sebastião Reis Júnior, o mesmo que libertou praticamente todos os investigados nas duas fases da Operação Publicano. 

Paiva havia sido preso na última segunda-feira. Segundo seu advogado, Walter Bittar, Paiva teve seu nome mencionado no esquema por ter participado de uma reunião na qual o proprietário de uma empresa recebeu proposta para sonegar impostos em troca de propinas. "Desde o início o meu cliente instruiu o empresário a não aceitar a proposta. Ele participou apenas como contador da empresa, não teve qualquer participação na proposta de corrupção ou com o esquema." 

O auditor Luiz Antonio de Souza, que fez delação premiada ao Gaeco e entregou as minúcias do esquema aos promotores, não será colocado em liberdade tão rápido. A defesa, no acordo - já homologado pela Justiça - comprometeu-se a desistir dos habeas corpus anteriormente protocolados. Assim, Souza começou a cumprir pena, conforme explicou seu advogado, Eduardo Duarte Ferreira. "No acordo, foi fixada uma pena que ele já começou a cumprir. Ao final dos processos, independentemente do tamanho da pena a que seja condenado, ele cumprirá apenas o que ficou estabelecido neste acordo de delação premiada." 

O acordo de delação inclui as fraudes na Receita Estadual e o esquema de exploração sexual de adolescentes, no qual Souza também está envolvido. Ele foi preso em flagrante em 13 de fevereiro ao ser flagrado em um motel com uma adolescente. Além disso, o acordo também implica a devolução de R$ 20 milhões acrescidos ao patrimônio do auditor em decorrência do recebimento de propina. 

Favoreto, que já obteve habeas corpus nos casos de corrupção na Receita, segue preso em razão de envolvimento nos casos de exploração sexual. 

Já Oyama permanece detido cautelarmente porque solto efetivamente ofereceria risco de continuar a praticar crimes. Até mesmo o ministro Reis Júnior negou habeas corpus para ele. Este auditor está afastado da Receita de Londrina – por ordem judicial, em razão de suposto enriquecimento ilícito – desde 2003. No processo administrativo disciplinar, foi absolvido por falta de provas. Mesmo assim, afastado, em 2011, Oyama teria exigido propina de R$ 200 mil de um empresário. Seu último salário, em maio, foi de R$ 31 mil. 

"Esta situação demonstra a falência geral dos órgãos de persecução penal", declarou o promotor Renato de Lima Castro, na última terça-feira. "É preciso mais agilidade inclusive da própria Receita em punir e demitir os maus funcionários." (Colaborou Auber Silva/Grupo Folha).  Loriane Comeli - Reportagem Local

Conforme haviamos previsto, o Contador e advogado JOrge Dias Paiva tinha o direito de responder o processo em liberdade.  LEIA O MEU COMENTÁRIO(clique)