sexta-feira, 9 de outubro de 2015

VÍDEO OKTOBERFEST ROLÂNDIA 2015 NESTA SEXTA-FEIRA By FARINA

VÍDEO IMAGINE JOHN LENNON CANÇÃO UNIVERSAL

NOVO TORNADO ATINGIU O OESTE DO PARANÁ NESTA SEXTA-FEIRA






Tornado atinge o Paraná e põe estado em alerta; veja vídeo
Um tornado atingiu a cidade de Cafelândia, a 50 km ao norte de Cascavel, na tarde desta sexta-feira (9), por volta das 15h30. Pouco depois, por volta ...
WWW.BONDE.COM.BR

7º VÍDEO OKTOBERFEST ROLÂNDIA 2015 By FARINA

6º VÍDEO OKTOBERFEST ROLÂNDIA 2015 By FARINA

5º VÍDEO OKTOBERFEST ROLÂNDIA ( ARTESANATO ) By FARINA

VÍDEO OKTOBERFEST ROLÂNDIA 2015 GASTRONOMIA By FARINA

3º VÍDEO OKTOBERFEST ROLÂNDIA 2015 By FARINA

HOJE TEM MAIS OKTOBERFEST DE ROLÂNDIA

Entrada franca - muita comida alemã - muito chopp - muita dança tradicional - artesanato - parque de diversões -muita alegria - a festa da família norte paranaense - Foto by José Carlos Farina

VÍDEO OKTOBERFEST NO PROGRAMA VITRINE DA LU DE OLIVEIRA

NASA REVELA AS ÚLTIMAS DESCOBERTAS DO ESPAÇO SIDERAL





O céu de Plutão é azul. É o que revelam as primeiras imagens coloridas da atmosfera do planeta-anão feitas pela sonda News Horizon. Há dois dias, em…
JORNALDELONDRINA.COM.BR

ROLÂNDIA: POVO QUER AS CRECHES ATENDENDO


Vereador Ardigo busca informações sobre inauguração dos novos CMEIs

O vereador João Ardigo (PSB), preocupado com a falta de vagas de creches no município de Rolândia foi buscar informações junto a Secretaria de Educação quanto a inauguração dos CMEIs do Jardim Erdei, Jardim Nobre a construção do CMEI do Residencial Perazolo e a ampliação do CMEI do Conjunto Parigot de Souza.

O CMEI do Jardim Erdei esta 100% concluído, já com licitação dos moveis em andamento, e nos próximos dias o chamamento dos professores da educação infantil que passaram no concurso como outros servidores.


O CMEI do jardim Nobre esta com 95% das suas a obras prontas, faltando um repasse de 25% do valor da obra (Governo Federal). Recurso para compra de moveis já está depositado na conta do município.

O CMEI do José Perazolo começou a obra e não foi feito repasse pelo Governo Federal a construtora e a obra esta parada, não possuindo dados no SIMEC de andamento do CMEI.

CMEI do Conjunto Parigot de Souza (fotos) já esta com 85% de suas obras ampliações concluídas. Com recurso próprio do município o CMEI vai quase dobrar o numero de crianças atendias hoje são 115 com a ampliação passara a atende perto de 215 crianças e com a contratação de oito professores de educação infantil.

Ardigo ressalta que a demora vem afligindo muitos pais que necessitam das vagas nas creches para seus filhos, já ha muito tempo venho cobrando tanto a administração anterior como atual para que intensifique a inauguração o mais rápido possível dos CMEIS.





OVNIs NO PARANÁ



Um conjunto de desenhos, composto por círculos e uma elipse, com de cerca de 80 metros de comprimento, em uma chácara de Prudentópolis, na região dos…
JORNALDELONDRINA.COM.BR

TEMPESTADE NO NORTE DO PARANÁ NESTA MADRUGADA






Tempestade no Norte do Paraná suspende shows de Victor e Léo e Lucas Lucco
A forte tempestade que atingiu o Norte do Paraná entre a noite de quinta (8) e a madrugada desta sexta (9) destruiu boa parte da estrutura que recebe ...
WWW.BONDE.COM.BR

2ª VÍDEO DA OKTOBERFEST ROLÂNDIA 2015 By FARINA

Rolândia: Maico Dida pede explicações sobre o Plano de Arborização









O vereador Maico Dida (PT) pede à Prefeitura de Rolândia, informações quanto a aplicabilidade do Código de Arborização na cidade. Segundo o vereador, desde dezembro de 2014, ocorreu a publicação da Lei Municipal nº 3.688, que versa sobre o Código de Arborização do Município de Rolândia, contendo medidas de política administrativa em matéria de arborização urbana, mas de concreto se vê muito pouco



Dida justifica que em muitas vias públicas a situação da arborização urbana é desconfortante e preocupante, bairros residenciais como o Jardim Nobre e na Região Central, observa-se um verdadeiro deserto urbano.



O vereador entende que é fundamental pôr em prática as normativas contidas neste código e realizar o plantio de espécies vegetais, sempre visando o bem-estar da comunidade, respeitando a legislação vigente.



Maico Dida dá exemplos de outras cidades como Londrina e Maringá. Maringá, existe uma grande quantidade de espécimes por habitantes e vias públicas extremamente arborizadas.



Já em Londrina, o setor responsável tem multado os comerciantes da área central que não respeitarem o Plano Diretor. Esse benefício, além de embelezar as vias e torná-las mais agradável, poderá gerar uma maior sensibilização por parte da população para que cuidem melhor de nossa arborização. “São exemplos que podemos copiar e executar na cidade porque já passou da hora de Rolândia concretizar esse Código de Arborização”, explica.



O vereador do PT destaca ainda quando ao plantio, poda e erradicação das mesmas. Maico acredita que antes de qualquer ato, há necessidade de compatibilizar a arborização com o sistema elétrico, o abastecimento de água, esgotos, sinalização e edificações, onde possibilitam uma melhor e adequada implantação da arborização urbana, sempre visando obedecer ao que dispõe este importantíssimo código.



Maico Dida deixa claro que vai aguarda a resposta por parte da Prefeitura.




ROLÂNDIA: MARCO ZERO DA HISTÓRIA APODRECENDO....

ME AJUDEM A SALVAR O HOTEL ROLÂNDIA

Peço ao prefeito Zé de Paula que mande verificar todas as licitações para a reconstrução do Hotel Rolândia. É que foram feitas uma ou duas licitações e quero saber exatamente o que foi contratado. Hoje o Hotel está abandonado, sem telhado e com as madeiras apodrecendo e empenando. Se a prefeitura não tiver dinheiro para comprar telhas, peço que mande enlonar e pintar as taboas à óleo. Se for o caso que se se faça uma campanha junto aos empresários para comprarmos as telhas. Se todo mundo ajudar podemos salvar ainda alguma coisa. A UEL tem tbm interesse em ajudar. É que esta construção tem importância regional. Ah.. uma pergunta.. que fim deu a investigação para saber quem andou tirando taboas históricas no tempo em que as mesmas estavam no pátio? denunciado pelo vereador Zé de Paula no Jornal Manchete do Povo... depois a prefeitura teve que comprar um monte de taboas novas. O povo acabou pagando duas vezes pelas taboas. E importante eram as taboas da época, todas em peroba.. caríssimas... JOSÉ CARLOS FARINA

OBS,:  UMA OBRA BARATÍSSIMA, MAS QUE NINGUÉM DÁ IMPORTÂNCIA....  NO ANO DE 1935 EUGÊNIO VICTOR LARIONOFF CONSTRUIU ESTE HOTEL EM  4 MESES.... HOJE.. EM TAMANHO BEM MENOR JÁ PASSA DE 2 ANOS... E  JÁ HA MAIS DE 6 MESES... DESTE JEITO AÍ DA FOTO... SEM TELHADO... SEM PINTURA... SEM MATA-JUNTAS... SEM ASSOALHO.. SEM FORRO... SEM PORTAS E JANELAS... APODRECENDO... PEÇO AJUDA AO GOVERNADOR.. A UEL... A FOLHA DE LONDRINA.. A RPC TV GLOBO DE LONDRINA... EMISSORAS.. RÁDIOS.... MUSEÓLOGOS.. HISTORIADORES... JOSÉ CARLOS FARINA





ROLÂNDIA NA FOLHA DE LONDRINA DE HOJE

FOLHA DE LONDRINA

Rolândia vai escolher novo prefeito em dezembro


Corte do Tribunal Regional Eleitoral fixou ontem as regras para o pleito temporão na cidade do Norte do Estado; eleito terá mandato de um ano

Sergio Ranalli
Rolândia tem 45.935 eleitores aptos a votar na eleição de 6 de dezembro

A Corte do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Paraná confirmou ontem a realização de novas eleições para prefeito e vice-prefeito de Rolândia (Região Metropolitana de Londrina). Os eleitores rolandenses irão às urnas no dia 6 de dezembro. Eleito no pleito de 2012, Johny Lehmann (PTB) teve seu mandato cassado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) no final de abril. Desde então, responde interinamente pelo Executivo José de Paula Martins (PSD), que ocupava a presidência da Câmara de Vereadores. 
De acordo com chefe do Cartório Eleitoral de Rolândia, Mário José Bannwart, os partidos têm de 19 a 23 de outubro para deliberar sobre coligações apontar seus candidatos. A campanha eleitoral começará três dias depois, quando se encerra o prazo para registros de candidatura, com prazo de cinco dias para impugnações. 
Os registros, impugnados ou não, serão publicados até 20 de novembro. A propaganda eleitoral de rua será permitida a partir do dia 27 daquele mês e a prestação de contas das candidaturas deverão ser apresentadas até o dia 11 de dezembro. 
A diplomação está prevista para ocorrer até 25 de dezembro. Como as eleições municipais ordinárias estão marcadas para 2016, o eleito terá mandato de apenas um ano. 
Rolândia tem 45.935 eleitores aptos a votar. Os 546 que estão com o título suspenso não poderão regularizar sua situação a tempo porque a legislação eleitoral determina o fechamento do cadastro cinco meses antes da data da eleição. 

HISTÓRICO

O imbróglio envolvendo Lehmann durou cerca de dois anos e foi marcado por intensas disputas judiciais. Em 2012, o juiz do Fórum Eleitoral de Rolândia condenou o então prefeito à cassação por utilização de dinheiro público para propaganda eleitoral e utilização indevida de meios de comunicação. Em maio do ano seguinte, Lehmann conseguiu reassumir o cargo graças a uma liminar concedida pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). 
No início de 2013, em outro processo, o mandato de Lehmann foi cassado pelo TRE também por utilização indevida de veículos de comunicação. Uma liminar do TSE o manteve no cargo por pouco tempo, vindo a ser cassada em 5 de dezembro de 2014 pela ministra Maria Thereza de Assis Moura. 
Dias depois, o prefeito anunciou que se afastaria do cargo. Em janeiro deste ano, o ministro Dias Toffoli, presidente do TSE, autorizou o retorno do político até o julgamento de recurso contra a cassação pelo TRE, realizado na manhã de 23 de abril.
Auber Silva 
Grupo Folha

RATINHO JUNIOR E TIAGO AMARAL INVESTIGADOS NA "PUBLICANO" ??

FOLHA DE LONDRINA

Evidência cristalina de envolvimento de deputados'


Na liminar concedida ontem, o desembargador Luiz Sérgio Neiva de Lima Vieira argumenta que "há cristalina evidência de envolvimento de detentores de foro privilegiado na atividade delitiva ora investigada". Ele cita que Ratinho teria "interferido para a cessação de fiscalização da Receita do Estado na empresa Janbonés", fabricante de bonés em Jandaia do Sul (Norte), cidade onde o secretário nasceu e passou a infância. 
A citação de Ratinho foi feita pelo auditor Luiz Antonio de Souza, delator e réu colaborador das investigações do Gaeco. Ele disse que após o início da fiscalização na fábrica, o empresário ligou para Ratinho, que pediu a Abi Antoun, parente distante de Beto Richa e apontado como líder político do esquema na Receita, que interferisse na fiscalização. Abi teria determinado ao então delegado da Receita de Londrina, Márcio de Albuquerque Lima, que pusesse fim à auditoria, o que teria acontecido. 
Em nota, o secretário disse que "desconhece o inteiro teor das investigações ou denúncias objeto da chamada Operação Publicano" e que "ele não é parte, acusado ou sequer testemunha em tal procedimento". Sobre a liminar de Vieira, a nota alega que "o desembargador, ao mencionar o deputado Ratinho Junior, apenas fez referência ao que, em tese, teria lhe sido atribuído pelo delator". E completa: "Não há em tal decisão judicial qualquer juízo de valor ou atribuição de responsabilidade ao deputado Ratinho Junior". 

AMARAL

Quanto a Tiago Amaral, conforme já noticiou a FOLHA, além de Souza, ele foi citado em depoimento pelo dono de uma revendedora de máquinas agrícolas de Londrina, que afirmou que antes de ser eleito deputado Amaral levou R$ 33 mil em propina para auditores fiscais. O próprio parlamentar, que era advogado, é que teria intermediado a negociação ilícita entre o empresário e os auditores. Depois da propina, créditos tributários de R$ 320 mil teriam sido liberados ao empresário. 
Para o relator da liminar, o fato de o empresário também ter citado Amaral "reforça ainda mais a necessidade de apuração dos fatos, até pela evidente imputação de conduta criminosa ao deputado". 
Os episódios de pagamento de propina envolvendo a revendedora de máquinas agrícolas foram narrados no processo da Publicano 2 como casos de concussão, em que o empresário é citado como "vítima" dos auditores e Amaral é arrolado como testemunha. 
A defesa de Amaral diz que "ele jamais concordou ou entregou qualquer valor". A primeira vez que o nome de Tiago Amaral apareceu no contexto da Publicano foi por sua campanha eleitoral de 2014 ter recebido R$ 8 mil da Masterinvest, empresa de fachada do auditor Luiz Antonio de Souza. O parlamentar nega qualquer irregularidade. (L.C.)