segunda-feira, 25 de julho de 2016

BENEDITO SILVA MANTEM INJURIAS CONTRA FARINA

Está ainda publicado, na página de Benedito Silva as seguintes notas. Vejam que na época em enviei o meu direito de resposta que não foi publicado até hoje.
Sim, Senhorito Benedito... fui contra sim a destruição do Parquinho infantil. Eu e mais 99% da população. Estava do lado do "mocinhos". E tanto é verdade é que seu amigo prefeito da época desistiu da façanha.Lembro que o Dr. Francisconi chegou a pedir exoneração do cargo de Secretário da Saúde por não concordar tbm com esta insensatez. 

É que nós ( e mts outros) provamos que haviam outras áreas para tal UPA.

Mas a verdade é que só havia verba para a construção. Não havia ( e não há ) para equipar a UPA com médicos e enfermeiros.

A carência do povo não é com postos ou UPAs, mas sim de médicos atendendo e hospitais para os casos graves de cirurgias.
Com relação a casa do chefe da estação, durante a administração Johnny denunciei o abandono antes do incêndio. Aí um bando de desocupados ateou fogo na mesma à noite.  O caso foi encaminhado ao Ministério Público. Só não sabemos se alguém foi responsabilizado.

Eis a matéria publicada na seguinte página: https://rolandnewspr.wordpress.com/tag/benedito-silva-junior/


PUBLICADO POR ROLANDNEWSPR ⋅ 17 DE JUNHO DE 2015 ⋅ 

“A falta de visão ou má vontade do senhor Jose Carlos Farina me assusta. E não seria a primeira vez que ele travou o desenvolvimento do Município… De acordo com os requisitos para que o Governo Federal liberasse a verba, a única área disponível para construção da UPA seria a do parquinho central.

Descrição da UPA:

Unidades de Pronto Atendimento (UPA) funcionam 24 horas por dia, sete dias por semana e podem resolver grande parte das urgências e emergências, como pressão e febre alta, fraturas, cortes, infarto e derrame. Com isso ajudam a diminuir as filas nos prontos-socorros dos hospitais. A UPA inova ao oferecer estrutura simplificada, com raio-X, eletrocardiografia, pediatria, laboratório de exames e leitos de observação. Nas localidades que contam com UPA, 97% dos casos são solucionados na própria unidade. Quando o paciente chega às unidades, os médicos prestam socorro, controlam o problema e detalham o diagnóstico. Eles analisam se é necessário encaminhar o paciente a um hospital ou mantê-lo em observação por 24 horas.

A UPA seria um mini-hospital pela quantidade de equipamentos modernos que seriam implantados, no PA da Villa, por exemplo, não tem raio-x, eletrocardiografia, laboratório avançado e etc. Ou seja falta estrutura. Agora como o senhor Jose Carlos Farina imagina que os médicos irão trabalhar com essa falta de equipamentos, ou vossa autoria pensa que os médicos tem que se virar nos trintas para atender a população sem este suporte e ferramentas de trabalho, os médicos não são videntes.

Rolândia com uma UPA desafogaria o atendimento do Hospital São Rafael e também do PA da Villa Oliveira. Hoje o hospital corre o risco de fechar as portas, se isto ocorrer, a cidade não tem nenhuma alternativa para saúde, a não ser nos casos graves ir para Londrina. Com tudo o Jose Carlos cita um ponto chave a “falta de verbas” questão bem simples de resolver, se houvesse boa vontade em cortar o numero de cargos comissionados e começar a pagar melhor os médicos já seria um grande avanço, uma das teclas que o prefeito interino Jose de Paula batia no passado, mas hoje mantem praticamente quase o mesmo numero de cargos da gestão anterior, irônico não?”

Benedito Silva Junior

PUBLICADO POR ROLANDNEWSPR ⋅ 17 DE JUNHO DE 2015 ⋅ 

A postagem da Fan page Rolândia Urgente dividiu as opiniões dos rolandenses. Rolândia perdeu uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) por conta de uma manifestação em contra a derrubada do parquinho, na qual seria feita uma readequação do terreno para implantar a UPA.

Duelo – As farpadas começaram a rolar nos comentários a partir do momento que o senhor Jose Carlos Farina, cita o internauta Benedito Silva Junior como uma das lideranças que apoiou a causa. De imediato Benedito respondeu :

“Neste período eu não tinha uma consciência política madura, como nos tempos de hoje. Se eu soubesse na época que o município iria receber um baita investimento… Uma UPA… Eu teria me mobilizado contra a sua manifestação que resultou na perca da UPA, com equipamentos super modernos… As pessoas foram mobilizadas no contexto de que o parquinho seria destruído. Analisando o projeto de readequação ( diminuição da área ) parquinho não seria destituído…. Nisto você mentiu para cidade inteira….”” Agora não adianta querer pregar o moralismo. A casa do chefe da estação foi destruída e você, cade sua indignação, ou sumiu com o cargo do seu genro?”
O duelo dos formuladores de opinião já vem acontecendo há muito tempo.