quarta-feira, 9 de novembro de 2016

CIGARRO ( TABACO ) É PIOR DO QUE SE PENSAVA


Maço de cigarro diário causa alterações devastadoras no DNA humano

Redação Bonde - 08/11/2016 -

Entre todos os malefícios causados pelo cigarro já conhecidos, uma descoberta recente publicada na revista científica Science veio para assustar os fumantes. 

Pela primeira vez, notou-se o impacto que o fumo tem sobre o DNA do homem. Um maço de cigarro por dia já era suficiente para causar 17 tipos de câncer, sendo mais típico o de pulmão. 

O desenvolvimento de tumores se dá através da direta ou indireta exposição dos órgãos à fumaça do produto, o que promove mudanças celulares nos tecidos. 

Mas a análise do genoma de mais de 5 mil amostras de células cancerosas apontou que o cigarro, através de mecanismos diferentes, é capaz de causar mutações na laringe, faringe, boca, bexiga e fígado. 


Divulgação

O líder da pesquisa, Ludmil Alexandrov, constatou que os pacientes com câncer de pulmão que fumam têm cerca de 150 mutações a mais do que aqueles que não têm esse hábito. 

"Até agora, nós tínhamos um amplo volume de evidências epidemiológicas que ligavam o fumo ao câncer, mas agora podemos de fato observar e quantificar as alterações moleculares causadas pelo cigarro no DNA", confirmou Alexandrov. 

Assiim, fica claro que o prejuízo que o cigarro causa ao corpo humano vai muito além do pulmão, como muitos acreditam. O pesquisador ainda ressalta o efeito desses danos. 

"Fumar cigarros danifica o DNA em órgãos diretamente expostos à fumaça, além de acelerar o relógio celular que controla as mutações nas células, afetando assim órgãos direta e indiretamente expostos à fumaça", completou o cientista. 

(Com informações de Veja)