terça-feira, 8 de novembro de 2016

PREOCUPAÇÃO COM A PARTE AMBIENTAL DOS NOVOS LOTEAMENTOS

DANIEL STEIDLE
CABEÇAS PENSANTES...
Expor problemas, como do "crescimento acelerado" das cidades, faz surgir muitas opiniões, críticas e recomendações... Desde de especialistas como arquitetos e urbanistas, biólogos, sociólogos, advogados... até de pessoas "simples" e leigas. Muitas vezes estes mais "simples", com propriedade e experiência de vida, enxergam e apontam de forma bem clara, soluções! As "redes sociais" também podem formar um interessante fórum de debates. HÁ REALMENTE NECESSIDADE DE NOVOS LOTEAMENTOS? COMO REVITALIZAR O "ESTOQUE DE IMÓVEIS" OCIOSOS? COMO ORIENTAR MELHOR NOVOS EMPREENDIMENTOS A BUSCAR "COMPENSAÇÕES, DE FATO, PELO PASSIVO (PREJUÍZO) AMBIENTAL" QUE CRIAM? No caso do loteamento (720 lotes!) da histórica Fazenda Santa Cruz em Rolândia há acima, no espigão / divisor da água, uma faixa larga de "recuo" até a Rodovia... Ali não poderia se buscar a compensação e até uma melhoria ambiental para os futuros moradores do loteamento? Uma ampla faixa verde com árvores, e não apenas uma "cortina verde" de fachada, poderia fazer com que aconteça a recarga das minas d'água, logo abaixo na mata da Santa Cruz.... DÊ SUAS OPINIÃO, PALPITE, PARECER... como "leigo ou entendido no assunto"! Afinal, é o nosso mundo e daqui a pouco outros também outros vão querer viver nele!


COMENTÁRIO:

RUI GOLDSCHMIDT
Creio que, qdo se aponta uma SOLUÇÃO. fica bem mais difícil persistir no erro e o erro fica bem mais frágil... Porque dizer, SOU CONTRA o desmatamento, etc..etc... se é muito mais otimista , produtivo, até agregar mais sugestões, simplesmente dizer SOU A FAVOR DE:. plantar uma árvore, por exemplo.... A idéia e posterior execução, pode ser utilizada como semente de Lavoura d´água URBANA...