sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

Cobra consegue material fresado para estrada em Rolândia

Convênio garante repasse 


Um convênio viabilizado pelo deputado Cobra Repórter entre o Governo do Estado, por meio do Departamento de Estradas e Rodagem (DER) e a Prefeitura de Rolândia, garantiu o repasse de material fresado – restos de asfalto que são tirados das vias quando serão recuperadas – para uma extensão da BR 369 , no Parque Industrial Tribulado, nas proximidades das empresas Ricolog , Vegel e que dá acesso a diversas chácaras.

O material está saindo da própria BR 369, na entrada da cidade para quem vem de Arapongas, na altura da Igreja da Ressurreição, que está sendo totalmente recuperado. “Foram dois projetos em um. Primeiro conseguimos que o trecho da BR 369 fosse recuperado e a sinalização melhorada, já que o trecho é bem perigoso. A segunda é o reaproveitamento dos restos do asfalto para ser aplicado nesta estrada, que era de chão e onde estão localizadas várias empresas e chácaras”, destaca Cobra Repórter.

Acordo com o deputado, o acesso às empresas e às chácaras melhorou em muito, já que era estrada de chão e agora será possível trafegar em uma via com material muito parecido com asfalto.

CONVÊNIO COM A ALEMANHA

Deputado discute projetos com Consul da Alemanha em Rolândia
O deputado estadual Cobra Repórter esteve nesta quinta (8) com o Cônsul Honorário de Rolândia, Adrian Von Frevefels, para dar sequência às negociações para o encaminhamento de projetos para o governo alemão, visando recursos para o município de Rolândia.
A reunião é um desdobramento da viagem do deputado à Alemanha em outubro, quando visitou diversas cidades, entre elas Bremen, que é cidade irmã de Rolândia. No último dia 29/11, Cobra já havia se reunido com o Cônsul honorário da República Alemanha em Curitiba, Andreas Hoffrichtter.
“Estamos discutindo vários projetos para que possamos promover intercâmbio entre as cidades e garantir recursos e equipamentos para nosso município. Bremen tem cerca de 10 cidades irmãs, somente Rolândia não recebe verbas, por isso estamos negociando com a prefeitura e o consulado para elaborar os projetos”, enfatizou.

Assessoria de Imprensa