terça-feira, 19 de janeiro de 2016

Promotoria recomenda suspensão da leitura do consumo de água em Maringá

Em Rolândia espera-se medida semelhante


Promotoria também pediu reforço na equipe de atendimento à população.

Ainda há bairros do município sem água nesta segunda-feira (18).

Do G1 PR
Até trator foi usado para encontrar água no local (Foto: Eduardo Cavalari/RPC)
Foi difícil encontrar água no município durante a
última semana (Foto: Eduardo Cavalari/RPC)
O Ministério Público do Paraná (MP-PR) recomendou a suspensão imediata da leitura do consumo de água de moradores de Maringá que tiveram o abastecimento cortado, desde a segunda-feira (11).
Cerca de 350 mil pessoas (85% da população total) ficaram sem água durante a última semana. Conforme a Sanepar, a estação de captação de água foi inundada após o nível do Rio Pirapó subir oito metros e prejudicou a distribuição.
O documento, da Promotoria de Defesa do Consumidor, pede também que a Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) reforce as equipes de atendimento aos consumidores lesados e adote medidas cabíveis para "acordos amigáveis" com os prejudicados.
A recomendação prevê, ainda, que as medidas adotadas para prestar atendimento à população sejam amplamente divulgadas pela companhia.
Segundo o MP, um inquérito foi aberto para "garantir o reparo dos danos coletivos que a falta do serviço de abastecimento de água causou à população, bem como assegurar que a medição do consumo nas residências seja feita de forma justa".
A Sanepar afirma que analisará a recomendação e se pronunciará na terça-feira (19). Vários bairros em Maringá ainda estão sem água nesta segunda-feira (18). A Sanepar havia dito que o abastecimento seria restabelecido até o domingo (17).

BETO RICHA FALA SOBRE A CALAMIDADE PÚBLICA NO NORTE DO ESTADO

19/01/2016 

Paraná terá fundo estadual para enfrentar desastres naturais

O governador Beto Richa anunciou a criação de um fundo estadual para dar respostas rápidas aos danos causados por desastres naturais que atinjam as cidades do Paraná. “Quando acontecem situações como essa, não há um fundo específico para atender os municípios. Temos de remanejar recursos do orçamento de outras áreas para atender a situações emergenciais. Com o fundo, teríamos recursos necessários para atender com mais agilidade situações que possam acometer os municípios paranaenses”, afirmou.

O anúncio foi feito em Maringá, durante a reunião com prefeitos e o ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi. Richa disse que, até agora, a estimativa de prejuízos das últimas chuvas chega a R$ 100 milhões no Estado. O governador também anunciou o desconto na tarifa de água aos moradores de Maringá que tiveram o fornecimento interrompido por causa da cheia no rio Igapó e afirmou que a Sanepar estuda novas formas de evitar o desabastecimento em momentos de desastres como o ocorrido na última semana. “Planejamos a captação de água do rio Ivaí, que tem um custo por causa da distância, e a perfuração de poços artesianos na cidade para termos alternativas para eventuais situações similares a esta”, completou o governador. 

O ministro Occhi orientou os prefeitos a preencherem corretamente os planos de resposta e de trabalho para que o governo federal possa encaminhar recursos para a reconstrução das cidades afetadas e liberar o saque do FGTS às famílias atingidas pelos desastres. 

“Independente do volume dos danos, pedimos que as prefeituras alimentem a documentação para que possamos, a partir daí, fazer um reconhecimento dos prejuízos para que as famílias atingidas possam sacar seu FGTS”, explicou Occhi. “Do ano passado para cá, os desastres estão se repetindo com mais insistência. Tínhamos uma preocupação maior com os estados do Sul por causa do fenômeno El Niño, que previa mais chuvas para esta região”, disse Occhi.

ROLÂNDIA: PREFEITO REÚNE-SE COM GOVERNADOR









REUNIÃO COM GOVERNADOR E MINISTRO EM MARINGÁ SOBRE O ESTADO DE CALAMIDADE PÚBLICA

Nesta manhã de terça-feira (19) o Prefeito de Rolândia, Dr. Francisconi, participou de uma reunião em Maringá, com o Governador do Estado Beto Richa, o Ministro de Integração Nacional Gilberto Occhi e demais autoridades da região. Para tratar sobre o prosseguimento do Estado de Calamidade Pública que se instaurou em nossa cidade.


“Estamos em contato permanente com o Estado para conseguirmos o mais depressa possível os recursos necessários para a reconstrução de nossa cidade”. Declarou Dr. Francisconi.

Da Assessoria

ROLÂNDIA: PONTE DA ARCOL / ESTRADA CARAMURU FOI CONSERTADA



Ponte da Arcol liberada .... parabéns a todos pela dedicação.....A União faz a força.

Lembrando que a iniciativa partiu de todos os agricultores que colocaram a mão na massa para q a mesma fosse reaberta .... 











C

VÍDEOS CANAL FARINA DE ROLÂNDIA YOUTUBE


https://www.youtube.com/user/josecarlosfarina/videos?shelf_id=1&view=0&sort=dd

CLIQUE PARA VER OS VÍDEOS


ROLÂNDIA: ISENÇÃO DA TARIFA DE ÁGUA DE JANEIRO



Amigos:
Já que não temos água, não é justo pagarmos por ela... Pedimos hoje por meio do Ofício nº 003/2016 que a Sanepar venha dar isenção total da tarifa de água e esgoto aos moradores da cidade neste mês de janeiro. A medida visa cumprir o que estabelece o Código de Defesa do Consumidor. Eu continuo a frente dos trabalhos da Câmara de Vereadores, lutando para garantir os direitos da população. Não podemos pagar por aquilo que não temos e não usamos. 


Forte abraço. Vereador Zé de Paula.


C

BLOG DO FARINA COM 2.500.000 VIZUALIZAÇÕES

110.000 ACESSOS POR MÊS...

OBRIGADO  AMIGOS ( AS )...
OBRIGADO ROLÂNDIA...
OBRIGADO BRASIL...
DEUS ABENÇOE A TODOS ( AS )...
CONTEM SEMPRE COMIGO...
JOSÉ CARLOS FARINA

CLIQUE NA FOTO PARA AUMENTÁ-LA


ROLÂNDIA: VAZAMENTOS DE ÁGUA POR DEBAIXO DA TERRA



ÁGUA EM ROLÂNDIA

MINHA PREOCUPAÇÃO É QUE NÃO APAREÇAM 
VAZAMENTOS NOS CANOS DE DISTRIBUIÇÃO 
QUE ESTÃO EMBAIXO DA TERRA... 
É QUE TEMOS MUITOS CANOS ANTIGOS DE FERRO.. 
ENFERRUJADOS... DA DÉCADA DE 60... 
QUANDO FICAMOS SEM ÁGUA E DEPOIS VOLTA 
COSTUMA SAIR JUNTO UMA CROSTA DE FERRUGEM... 
E AÍ PODE HAVER VAZAMENTOS... 
MAS PEDIMOS A DEUS QUE NÃO OCORRA ISSO.. 
SE ALGUÉM VER OU SENTIR BARULHO DE ÁGUA 
LIMPA VAZANDO LIGUE NA SANEPAR... 

(JOSÉ CARLOS FARINA) 





ROLÂNDIA É A 32ª MELHOR CIDADE DO BRASIL ( NA FAIXA DE 50 A 60 MIL HABITANTES )

Dez cidades paranaenses estão entre as cem melhores do País


Levantamento da Urban Systems colocou Pato Branco e Francisco Beltrão nas 4ª e 5ª posição, respectivamente, no ranking nacional em infraestrutura

Ricardo Chicarelli
Com cerca de 80% da área urbana coberta pelo sinal de internet gratuita, Ibiporã figura entre as dez cidades incluídas no ranking

Um levantamento da consultoria Urban Systems divulgado recentemente pela Revista Exame colocou dez cidades paranaenses, com população entre 50 mil e 100 mil habitantes, entre as cem melhores do País no quesito infraestrutura. Pato Branco e Francisco Beltrão, ambas no Sudoeste, se destacaram na quarta e quinta posição, respectivamente. Campo Mourão (Centro-Oeste) desponta na sétima posição do ranking nacional. 
Em seguida aparecem Cianorte (13ª), Rolândia (32ª), Marechal Cândido Rondon (54ª), Telêmaco Borba (64ª), Ibiporã (94ª), Castro (95ª) e Paranavaí (96ª). Ao todo, o Paraná tem 15 cidades com 50 mil a 100 mil habitantes. Ficaram de fora: Fazenda Rio Grande, Sarandi, Irati, União da Vitória e Prudentópolis. 
Vinhedo (SP), na região metropolitana de Campinas, encabeça a lista com a maior pontuação 3,723, seguida por São Gonçalo do Amarante (RN) e Lucas do Rio Verde (MT). O Paraná é o terceiro Estado com mais cidades no ranking, atrás apenas de São Paulo (35) e Minas Gerais (24). Na região Sul a lista traz oito cidades gaúchas e apenas uma catarinense. 
De acordo com a Exame, que encomendou a pesquisa, para chegar a este resultado, o estudo levantou informações de 348 municípios com uma população entre 50 mil e 100 mil habitantes, responsáveis por 10% do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro. 
O ranking leva em conta três indicadores, como o número de casas com internet fixa de alta velocidade, índice de perdas na distribuição de água e a quantidade de vezes em que ocorreram paralisações no sistema de distribuição de água. Cada indicador recebeu um peso de acordo com sua relevância – totalizando 12 pontos. 
As regiões Sudoeste (Pato Branco e Francisco Beltrão), Norte Central (Rolândia e Ibiporã), Noroeste (Cianorte e Paranavaí) e Campos Gerais (Telêmaco Borba e Castro) tiveram duas cidades no ranking. Já Marechal Cândido Rondon (Oeste) e Campo Mourão (Centro-Oeste) foram representantes únicas de suas regiões. 
Em Ibiporã, o prefeito José Maria Ferreira destacou os investimentos no setor de tecnologia. Segundo ele, desde 2009, a administração municipal investe em Tecnologias da Informação e da Comunicação (TICs) para modernizar os serviços públicos e promover a inclusão digital da população. Cerca de 80% da área urbana é coberta pelo sinal de internet gratuita, além de cinco telecentros em operação e disponíveis para a comunidade. 
O município é pioneiro na Educação Digital. Desde 2010, alunos das escolas municipais utilizam as lousas digitais como recurso pedagógico em sala de aula. Além disso, um anel de fibra ótica interliga dez prédios públicos em uma extensão de 10 km. "A internet tornou-se um importante instrumento de inclusão digital e social. Por isso nossa preocupação em democratizar o acesso", argumentou. 
Em relação aos outros dois indicadores analisados – índice de perdas e quantidade de vezes em que ocorreram paralisações no sistema de distribuição de água, Ferreira ressalta que desde o ano passado o Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae) participa de um projeto pioneiro cujo foco é a redução de perdas de água tratada e eficiência energética. 
Francisco Beltrão que, no mesmo estudo, já tinha despontado como a 27ª cidade brasileira com até 100 mil habitantes mais desenvolvida e com melhor ambiente para se fazer negócios, também obteve boa colocação no quesito infraestrutura. Segundo o prefeito em exercício, Eduardo Scirea (PT), o resultado consolida o ambiente favorável do município, tanto para se fazer negócios como em qualidade de vida. "Estes resultados refletem os investimentos que partem do poder público e da iniciativa privada para melhorar a vida das pessoas e oferecer melhores serviços, colocando Beltrão em destaque no cenário nacional." 


Celso Felizardo
Reportagem Local

LONDRINA RECUPERANDO OS ESTRAGOS DA CHUVA




Bom dia!!! Alguns de nossos pontos críticos já com intervenção. Ontem algumas de nossas máquinas já devem ter chegado em Guaravera, onde o impacto da tempestade foi muito grande. As fotos de erosão e estragos são da PR 538, que liga o patrimônio Regina à PR 445, passando por São Luis e Guaravera.


C

VÍDEO TV TAROBÁ ( AINDA NÃO FOI ENCONTRADO O CORPO DO MOTORISTA ODAIR JOSÉ )

VEREADORES E DEPUTADO COBRA VÃO PEDIR ISENÇÃO DA CONTA DE ÁGUA PARA O POVO






Vamos estar reunindo a câmara de vereadores e pedir a ISENÇÃO ou DESCONTO no mês de janeiro junto ao talão de Água da Sanepar, não é justo pagarmos esta conta. O jurídico vai analisar a forma de fazermos via oficio ou requerimento. Odir Giordani, Maico Dida, Waldemar Moraes,Zé De Paula Martins, Zé Eduardo da Silva, Rodrigo Stutz, Jose Eduardo da Silva, José Carlos Farina, Reginaldo Silva, Alex Santana, Sabine Giesen, João Ardigo II



VÍDEO FARINA VISITA BAIRROS PREJUDICADOS PELA CHUVA E SANEPAR