sábado, 30 de janeiro de 2016

ROLÂNDIA: DOCES FINOS PARA FESTAS


TOQUE DE RECOLHER EM LONDRINA ESTA NOITE ??






AVISO DE UTILIDADE PUBLICA.
não venham para Londrina. esses dias.
os bandidos estão atirando em qualquer pessoa ou carro. 
em represália os policiais mataram 10 só essa noite e mais 23 estão internados.


· 



Últimas notícias

*Londrina, Ibipora, Cambe, Rolandia, Arapongas Sertanopolis em caos total, motoqueiros estão passando e atirando sem piedade em quem tiver na rua, inclusive contra policiais, e estão incendiando carros nas ruas.


*Será montado neste sábado bloqueio pelas polícias Militar, Civil, Polícia Rodoviária Estadual e Federal, Além da Polícia Federal e Guarda Municipal em todo o perímetro urbano de londrina , cambe e ibipora pra cercar os marginais.

*Segundo informações são membros do PCC vindos de SP recrutaram bandidos da região pra atacar polícia e cometer assaltos na cidade.

*A ordem é pra ninguém ficar na rua depois das 22hrs neste sábado, pois será montada uma mega operação policial na cidade e provavelmente haverá muito tiroteio, blitz e sangue.

*Esta vindo de Curitiba diversas viaturas e tropas de elite do COPE, BOPE e RONE além dos helicópteros para fazerem varredura em toda a cidade.

A polícia declarou guerra aos marginais. Evitem sair de casa.

REPASSANDO 🚔🚨⚠

VÍDEO MORTES E CHACINA DE LONDRINA NA REDE GLOBO

NOITE SANGRENTA em LONDRINA e REGIÃO

DEPUTADO COBRA REPÓRTER FOI VER PESSOALMENTE A PONTE CAÍDA DO DEIZINHO DO VERMELHO


POPULAÇÃO DE LONDRINA E NORTE DO PARANÁ PEDEM SEGURANÇA E CADEIA PARA OS BANDIDOS

Violência e medo tomam conta de Londrina e região

Aline Parodi - Grupo Folha - 30/01/2016 -

Insegurança e medo de sair de casa. Esses eram os sentimentos dos moradores de Londrina após a onda de violência que assolou a cidade na madrugada de sábado (30). A lei do silêncio também imperava na ruas onde os crimes foram cometidos. Os moradores não queriam comentar o assunto. Alguns relataram que ouviram disparos, mas não saíram de casa para ver o que estava acontecendo. 

"Moro aqui há 20 anos e nunca vi uma coisa dessas. A gente fica com medo de andar na rua", comenta uma moradora do Jardim Turquino, na zona oeste. A poucas quadras da casa dela, três homens ficaram feridos quando homens em um Gol prata passaram atirando contra os frequentadores de um bar. A ação se repetiu em vários bairros e cidades da região. 
No total, 11 pessoas morreram em Londrina, Arapongas e Ibiporã, e outras 15 ficaram feridas. Entre os mortos, está o policial militar Cristiano Luiz Bottino, de 33 anos, da 4ª Companhia Independente da Polícia Militar de Londrina. 

Ele foi baleado nas proximidades do Lago Norte, no Conjunto Milton Gavetti, por volta das 20h de sexta-feira. O PM chegou a ser socorrido pelo Siate e levado ao Hospital da Zona Norte, mas não resistiu aos ferimentos. A polícia não confirma ligação entre a morte do PM e a chacina que seguiu madrugada adentro. 

O analista André Monteiro, de 32 anos, veio de Curitiba para visitar a família e estava no bar da Rua Izabel Guilhen Garcia, no Jardim João Turquino na hora dos disparos. Ele conta que, por volta das 3h30, estava com mais quatro amigos do lado de dentro do bar, que já estava fechado, quando ouviu os primeiros disparos. "A gente se jogou no chão e apagou a luz e dai ouvimos as pessoas do lado de fora gritando", recorda. 

Havia um grupo de pessoas na rua. Um rapaz foi baleado na perna e fugiu correndo dos atiradores. Segundo os moradores, outro rapaz correu, foi perseguido e atingido nas costas e um terceiro teria levado um tiro no rosto. Eles foram socorridos e encaminhados para hospitais de plantão. 

"Não deu para ver quem estava atirando, mas estavam com armas de grosso calibre. A gente ouviu as rajadas de tiros. Foram uns 30 segundos que pareceram uma eternidade", comentou o analista. O carro de Monteiro, que estava estacionado na Rua Izabel Guilhen Garcia, foi atingido por três tiros. Um dos disparos acertou um dos vidros e saiu pelo teto do carro. Os buracos de bala nas paredes do bar dão uma noção do poder de fogo dos atiradores. 

"De dentro do bar não conseguíamos dimensionar a gravidade da situação. Ligamos para a Polícia Militar, que mandou uma viatura. Na rua era um silêncio sepulcral. A primeira sensação é de sair para ajudar quem estava ferido, porque a gente só ouvia os gritos. É uma sensação de impotência muito grande", disse o Monteiro. 

Meia hora antes, um tiroteio em um bar na Rua Serra dos Pirineus, no Jardim Bandeirantes, zona oeste, matou uma moça de 18 anos e deixou dois jovens gravemente feridos. Os responsáveis teriam passado pelo local em um carro e atirado contra as vítimas, que ficaram feridas no interior do estabelecimento. 

Adriana Rodrigues foi atingida por diversos disparos e morreu na hora. Hiran Felipe dos Santos, 20 anos, e Willy Cavalari Pain, 23 anos, foram socorridos pelo Siate e levados, com ferimentos graves, para o Hospital Evangélico. 

Ícaro Farias Araújo, 18 anos, foi encontrado morto dentro de uma residência na Rua Henrique Brunelli, no Conjunto Avelino Vieira, na zona oeste. Segundo informações da PM, ele estaria sendo perseguido por um grupo que teria entrado na casa e atirado contra ele. Ainda conforme os policiais, a dona da casa negou conhecer a vítima. De acordo com ela, o rapaz teria entrado na residência na tentativa de fugir dos agressores. O jovem levava uma mochila com roupas e pertences pessoais. O corpo de Araújo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal de Londrina. 

Municípios vizinhos também registraram mortes 

Em Arapongas, José Renato Pavanelo Cavalaro, 23 anos, foi morto com um disparo de arma de fogo na cabeça, na Rua Urutal Castanho, no conjunto Araucária, por volta das 21 horas de sexta-feira. Segundo informações da Polícia Militar, o rapaz foi localizado em via pública por populares, que acionaram a Guarda Municipal e o Samu. Socorristas foram até o local do crime, mas Cavalaro já estava morto. O corpo da vítima foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Apucarana. 

Em Ibiporã, um jovem de 19 anos, suspeito de assaltar uma caminhonete em Sertanópolis, no final da noite de sexta-feira, foi morto em confronto com a Polícia Militar, em uma estrada rural de Ibiporã, no início da madrugada de ontem. 

Conforme informações da PM, o rapaz teria cometido o assalto com a ajuda de mais dois homens e fugido em direção à Ibiporã. Policiais militares de Sertanópolis teriam abordado o trio em uma estrada rural. Miguel Alvarenga morreu após ser alvejado por diversos disparos de arma de fogo. Os outros dois suspeitos conseguiram escapar para o meio de um matagal e estão sendo procurados pela polícia. (A.M.P com Portal Bonde)

CHUVA FORTE EM ROLÂNDIA HOJE

FOTO By ROBSON NEVES


VÍDEO AVENIDA BRASÍLIA DE ROLÂNDIA CONTINUA ALAGADA

VÍDEO TURISMO GASTRONÔMICO PORCO NO TACHO EM ROLÂNDIA

BLOG DO FARINA COM 130 MIL VISUALIZAÇÕES MENSAIS

CLIQUE PARA AUMENTAR A FOTO


NOTA DE FALECIMENTO EM ROLÂNDIA ( 30/01/2016 )










FUNERÁRIA SANTA TEREZINHA / PLANO PASF

INFORMA O FALECIMENTO DE:

Aguinaldo Lopes de Assis Filho , 54 anos 

o corpo está sendo velado na capela central 

o sepultamentos será as 10:00 da manhã

MORADOR DE ROLÂNDIA PERDE A VIDA EM ACIDENTE EM TEODORO SAMPAIO-SP


FONTE: NOTÍCIAS DE ROLÂNDIA




O morador de Rolândia, Agnaldo Lopes de Assis Filho de 54 anos, perdeu a vida no início da noite desta sexta-feira (29/01) em rodovia da cidade de Teodoro Sampaio (SP).

Segundo informações de familiares, Agnaldo, morador do residencial Araucária em Rolândia, seguia com seu veículo Peugeot, com destino ao Mato Grosso e chegando à cidade de Teodoro Sampaio, ao tentar uma ultrapassagem, colidiu de frente com um veículo Corsa, Agnaldo não resistiu aos ferimentos e morreu.

Agnaldo foi proprietário da Fábrica de churrasqueiras Androide, que ficava na saída de Rolândia para Londrina é pessoa bastante conhecida na cidade, ele deixa a esposa e dois filhos.

Ainda não temos informações sobre o local do velório e horário de sepultamento, aos familiáres os sentimentos de pesar.

NOTÍCIAS DE ROLÂNDIA ( 30/01/2016 )



SÁB, 30 DE JANEIRO DE 2016



Em vistoria durante a manhã e tarde deste sábado, 30 de janeiro, em pontos da cidade danificados ou destruídos pela chuvarada do início de janeiro, o Prefeito Dr. Francisconi, o Secretário de Planejamento Dario Campiolo e a equipe de engenharia da Prefeitura mostraram aos representantes do Governo do Estado que estiveram na cidade, que o município carece do apoio financeiro imediato do Governo do Estado e do Governo Federal para acelerar o processo de reconstrução. Já foi reconhecido pelas duas esferas de Governo o estado de Calamidade Pública em Rolândia. Um dos locais visitados foi a ligação sobre o Rio Bandeirantes, onde uma ponte ruiu e um ônibus foi levado pela enxurrada e ainda o condutor permanece desaparecido. No espaço, que abastece empresas e chácaras, foi mostrado aos representantes do Governo do Estado o que a força da chuva provocou de destruição. Na ocasião, representantes das empresas do entorno e diretores do Curtume Vanzela deram detalhes a respeito da gravidade do problema naquele trecho. A equipe de engenharia da Prefeitura vai formalizar um projeto de reconstrução da ponte e encaminhá-la ao Governo Estadual. A sinalização foi boa e nos próximos dias existe a possibilidade da confirmação da liberação de verbas estaduais para consertar a ponte sobre o Rio Bandeirantes. A intenção do Prefeito Dr. Francisconi, é, se possível, agendar um encontro com o Governador Beto Richa para apresentar pessoalmente os projetos de reconstrução da cidade. Da Assessoria. 



Está sendo realizada uma obra emergencial para a retirada da água que se acumulou no final da Av. Brasília. Da Assessoria.


ROLÂNDIA: CAVALO SOLTO QUASE É ATROPELADO EM FRENTE AO LAGO

30/01/2016 - 14:00 horas - Este cavalinho quase ocasionou um acidente em frente o Lago São Fernando em Rolândia. O ônibus só não o atropelou porque vinha devagar e conseguiu frear a tempo. O perigo maior é se um carro pequeno ou motocicleta o atropelasse. Dependendo da velocidade do carro ou moto o animal cai em cima do motorista ou acompanhante. Muitas vezes causa mortes ou deficiências graves. Já denunciamos este problema várias vezes aqui no Blog. Alguma autoridade tinha que tomar um providência. Na administração Perazolo havia um canil e um estábulo público. Um funcionário fazia a apreensão e depois levava o animal para o estábulo. Para retirar o proprietário tinha que recolher uma "estadia" na prefeitura. TEXTO e FOTOS By JOSÉ CARLOS FARINA

E/T.: No final o cavalinho ainda fez pose para o fotógrafo e deu uma espécie de sorriso, dizendo... "que cagada que eu fiz"....
























































































CHUVA EM ROLÂNDIA - NORTE DO PARANÁ

30/01/2016 - FOTOS By JOSÉ CARLOS FARINA