sexta-feira, 29 de abril de 2016

QUADRILHA BARBARIZA HOJE EM ORTIGUEIRA EM ASSALTO A BANCO

Quadrilha faz cordão humano durante assalto a banco no Paraná

Fernanda Circhia - Redação Bonde - 29/04/2016 -
Uma quadrilha armada com fuzis assaltou uma agência do banco Bradesco, na área central de Ortigueira (região Central do estado), na tarde desta sexta-feira (29). 

Os criminosos fecharam parte da avenida Brasil com carros e utilizaram um "cordão humano" para realizar o assalto. 

Segundo informações, tudo aconteceu muito rápido, em torno de cinco minutos. Alguns moradores chegaram a ouvir disparos, no entanto, não houve explosões. 



A Polícia Militar (PM) de Ortigueira foi ao local da ocorrência e realizou buscas dos quatro elementos que evadiram-se em dois veículos, sendo uma Ecosport vermelha e um Gol preto, que foram localizados posteriormente abandonados em uma estrada rural do município. 

Segundo a PM, após o abandono dos veículos, a quadrilha assaltou outro carro e ainda não foram localizados. 

Reprodução/WhatsApp Grupo Folha
Reprodução/WhatsApp Grupo Folha


Até as 19h30, a PM ainda não havia fechado o boletim de ocorrência. De acordo com a polícia, o gerente do banco não entrou em contato e nem foi localizado pelas equipes. As vítimas feitas reféns também não procuraram as polícias Militar e Civil. 

Não houve registro de feridos e trocas de tiros com a polícia. 

Matéria atualizada às 19h50. 

FESTA EM ROLÂNDIA DOMINGO ( NÃO PERCAM )





É NESSE DOMINGO! FESTA DO TRABALHADOR! NA PRAÇA CASTELO BRANCO!

Em homenagem à todos os trabalhadores de nossa cidade, acontecerá nesse domingo, 1º e Maio, a Festa do Trabalhador!

Preparamos muitas atrações para você, à partir das 09 h da manhã!

VENHA PARTICIPAR! ACOMPANHE A PROGRAMAÇÃO!

DEPUTADO COBRA REPORTER EM ARAPONGAS - PR.

DEPUTADO COBRA REPORTER

Capital Moveleira do Paraná

Ontem foi um dia muito especial, entreguei ao prefeito de arapongas, padre Beffa e o presidente do Sindicato da Indústria Moveleira, Irineu Munhoz, o título de Capital Moveleira do Paraná concedida por meio de projeto de minha autoria. Também anunciei aos presentes o decreto nº 3628, que garante o retorno do crédito do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) para a aquisição de lixas e abrasivos pelos fabricantes de móveis. Essas lixas são caras e duram apenas três horas de trabalho.


Foi uma honra participar deste evento e recebi uma placa em agradecimento pelo trabalho em prol do pólo moveleiro de Arapongas e para que a cidade fosse reconhecida como Capital Moveleira do Paraná, o que me fez sentir orgulho de ser deputado e poder ajudar este segmento que emprega mais de 10 mil pessoas.

CARTAZES, SHOWS E EVENTOS DESTE FINAL DE SEMANA NA REGIÃO


REMÉDIO CASEIRO "GARRAFADA" MATA MENINA DE 10 ANOS


Seria um  ritual de magia negra??


Teresina - Uma menina de 10 anos morreu ontem em Teresina (PI), com suspeita de intoxicação e marcas de torturas. Segundo o Conselho Tutelar de Teresina, ela pode ter sido vítima de possível ritual de magia negra. Além da morte da garota, o conselho investiga denúncias de torturas de outras crianças em rituais religiosos. São cerca de 20 casos no total, que vieram à tona após a internação da menina, diz o órgão.
Ela tinha dado entrada no Hospital de Urgência de Teresina (HUT) havia 15 dias em coma profundo, com a cabeça raspada e lesões pelo corpo, a maioria com cicatrizes em forma de cruz. O Conselho Tutelar recebeu a informação de que a garota participou de um "ritual de purificação" em um terreiro no povoado Flor do Campo, na zona rural de Timon, no Maranhão.
O médico Gilberto Albuquerque, que atendeu a garota, informou que a paciente apresentava sinais de intoxicação, estava desnutrida e com insuficiência renal. Tinha ainda várias lesões nos braços, tórax e pernas com sinais de cicatrizes, maus-tratos e envenenamento. A menina passou 15 dias internada no hospital e morreu na manhã de ontem de falência múltipla dos órgãos.
O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) para passar por autópsia e o resultado será enviado para a Polícia Civil. A Delegacia de Proteção a Criança e ao Adolescente abriu inquérito e apura as causas do crime.
A conselheira tutelar Socorro Arraes, que ouviu o depoimento da mãe, informou que a criança bebeu uma "garrafada", uma mistura de remédio caseiro. O líquido foi encaminhado ao laboratório para a substância ser analisada. O resultado ainda não saiu. "O relato da mãe é que a menina participou de ritual de purificação e teria pago R$ 500 para curar a filha de uma asma. Ela teria dado um lambedor, uma espécie de garrafada, com folha de manga e açúcar." A Polícia Civil solicitou exames toxicológicos e de lesão corporal e apura ainda se houve abuso sexual contra a vítima. A mãe da menina não falou com a imprensa após o depoimento ao Conselho Tutelar.

Yala Sena e Fernanda Athas
Folhapress

Subsídio para aluguel de famílias de Rolândia afetadas pelas chuvas deve terminar em junho

Vítor Ogawa - Grupo Folha - 28/04/2016 -

As chuvas que atingiram todo o Norte do Paraná desde outubro do ano passado até março deste ano, com picos nos dias 11 de janeiro e 18 de fevereiro, geraram uma série de problemas. Muitos permanecem sem solução. Rolândia foi um dos municípios mais atingidos pelas enxurradas e o único da Região Metropolitana de Londrina a ficar mais de uma semana sem abastecimento de água e também a registrar uma pessoa desaparecida, o motorista Odair José, que até hoje não foi encontrado. 

Entre os vários problemas em Rolândia, está o das famílias obrigadas a sair de casa em janeiro porque os imóveis foram interditados pela Defesa Civil. Para esses moradores, começou a contagem regressiva para que a prefeitura deixe de pagar o aluguel social, cuja duração é de cinco meses. Quem se encontra nessa situação está preocupado com a possibilidade do fim do benefício antes que o imóvel próprio seja readequado. 

A maioria das pessoas desabrigadas pelas chuvas eram dos conjuntos Tomie Nagatani, São Fernando, Água Verde, Jardim Rosângela e Santiago. A secretária de Assistência Social de Rolândia, Rozimari Veronez, informa que 27 famílias ainda recebem o aluguel de R$ 500,00 pagos pela prefeitura. "Esse aluguel é regulamentado pela Lei Orgânica do município e estamos pleiteando recursos do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR), já que boa parte das casas foi construída pelo programa Minha Casa Minha Vida, mas não obtivemos retorno", afirma, preocupada. 

Celso Pacheco/Grupo Folha
Celso Pacheco/Grupo Folha


Rozimari aponta que o pagamento do aluguel social deverá ser interrompido em junho. "Nós avisamos as famílias que o aluguel seria temporário e orientamos as pessoas a buscarem outras alternativas." Segundo ela, algumas retornaram para seus imóveis de origem, já que as chuvas cessaram e o risco de desabamento diminuiu. 

O prefeito de Rolândia, Luiz Francisconi Neto, aponta que viaja a cada 15 dias para Curitiba na tentativa de conseguir 50 casas para abrigar as famílias que recebem o aluguel social. "Nem todas vão se encaixar no critério. Nós já temos o terreno definido, mas é preciso o ok da Cohapar (Companhia de Habitação do Paraná)", explica. Segundo ele, a prefeitura tentará continuar pagando o aluguel aos moradores que não se enquadrarem nos critérios. 

(leia mais na edição desta sexta-feira (29) da Folha de Londrina)