sábado, 18 de junho de 2016

A ÚLTIMA DO PROTESTO HOJE EM ROLÂNDIA


Na última quarta feira (15) uma mulher morreu atropelada por um caminhão no cruzamento da Igreja da Ressurreição na BR-369 em Rolândia, detalhe que mais de 200 pessoas ficaram no local de morte até a retirada do corpo. Na tarde deste sábado um protesto foi realizado para reivindicar uma passarela no mesmo local, mais o manifesto teve a participação de pouco mais de 20 pessoas.


100 MENDIGOS MORRERAM DE FRIO EM SÃO PAULO

Que barbaridade.É um verdadeiro genocídio-e ninguém faz nada.!!! Halowwww população paulistana-vai ficar só assistindo isso??

O Instituto Médico Legal já analisou os corpos de seis moradores de rua encontrados mortos nessa onda de frio intenso na capital. Todos tinham alguma…
G1.GLOBO.COM

o melhor remédio natural para depressão

Redação Bonde com assessoria de imprensa - 16/06/2016 -

A depressão é uma das mais antigas e comuns doenças mentais e psíquicas, e, atualmente, afeta mais de 350 milhões de pessoas em todo o mundo. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS) é, também, a causa principal de invalidez no planeta. 

A doença é causada por inúmeros fatores, como estresses e problemas no ambiente do trabalho, traumas sofridos após a perda de um parente, algum acidente ou ainda ser desencadeada por qualquer outro fator psicológico que a pessoa desenvolva. O fato é que trata-se de uma patologia devastadora, mas que, apesar da gravidade, também possui uma opção de tratamento barata e altamente eficaz: a prática de exercícios e de atividades físicas regulares. 

São inúmeras as histórias e casos de pessoas com depressão, ansiedade e demais síndromes psicológicas (como síndrome do Pânico e Burnout, entre outras) que transformaram suas vidas após colocar em seu cotidiano uma dose diária de atividade física. Sem dúvida, praticar um exercício e colocar o corpo em movimento é tido como um poderoso antidepressivo natural. 

Divulgação
Divulgação


Para entender o tamanho do benefício de se levar uma vida mais ativa e como os exercícios atuam no combate a essas doenças, é preciso entender de forma mais detalhada essa maravilhosa máquina que é o corpo humano. 

Durante a prática de uma atividade física, o organismo libera hormônios como a endorfina e serotonina, neurotransmissores que dão sensação de prazer e de amplo bem-estar, e que têm influência direta e efetiva no combate e prevenção de patologias como a depressão. 

Para que tal remédio natural seja efetivo nesse trabalho, é importante ressaltar que sua dose seja dada regularmente. Isso quer dizer que a prática de exercícios deve ser inserida na rotina, com a intensidade sendo modulada de acordo com cada pessoa, preferencialmente com o acompanhamento profissional. 

Para quem sai do zero, do sedentarismo, qualquer atividade pode ser uma boa alternativa como, por exemplo, uma simples caminhada de 30 minutos por três vezes por semana. Essa iniciativa certamente fará com que a produção desses hormônios se eleve, fazendo com que os neurotransmissores já levem ao corpo e a mente mensagens ligadas ao bem-estar. 

Claro, vale ressaltar que apesar de potente, esse antidepressivo natural deve ser levado como uma parte de um tratamento multidisciplinar contra essas patologias. A atividade física não substitui a busca e orientação de um médico especializado. Deve ser vista como um dos recursos para combater esse mal que aflige a milhares de pessoas em todo o mundo. 

COMO ESTÃO OS SÊXTUPLOS HOJE DEPOS DE 6 ANOS

Família recria foto de sêxtuplos após seis anos e o resultado é apaixonante

Redação Bonde - 15/06/2016 -
Um casal de Ohio, nos Estados Unidos, teve uma grande surpresa quando, em 2010, recebeu a notícia de que estavam esperando seis bebês ao mesmo tempo! Rozonno e Mia McGhee resolveram então fazer um clique que, em pouco tempo, viralizou no país! 

A foto, que é de uma sensibilidade incrível, mostra as duas meninas e quatro meninos com os pais. Após seis anos, os dois resolveram recriar o registro no mesmo estúdio e o resultado ficou LINDO! Olivia Madison, Rozonno Jr., Josiah, Elijah e Isaac têm até um programa na TV, chamado "Growing Up McGhee" (que na tradução seria, Criando os McGhee). 

Na época do nascimento, a família esteve no programa de Oprah Winfrey, que doou US$ 250 mil para que eles pudessem arcar com as primeiras despesas. Confira os cliques e um vídeo da chamada do programa: 

Reprodução
Reprodução


Reprodução
Reprodução


Reprodução
Reprodução

COMO ESTÃO OS SÊXTUPLOS HOJE DEPOS DE 6 ANOS

Família recria foto de sêxtuplos após seis anos e o resultado é apaixonante

Redação Bonde - 15/06/2016 -
Um casal de Ohio, nos Estados Unidos, teve uma grande surpresa quando, em 2010, recebeu a notícia de que estavam esperando seis bebês ao mesmo tempo! Rozonno e Mia McGhee resolveram então fazer um clique que, em pouco tempo, viralizou no país! 

A foto, que é de uma sensibilidade incrível, mostra as duas meninas e quatro meninos com os pais. Após seis anos, os dois resolveram recriar o registro no mesmo estúdio e o resultado ficou LINDO! Olivia Madison, Rozonno Jr., Josiah, Elijah e Isaac têm até um programa na TV, chamado "Growing Up McGhee" (que na tradução seria, Criando os McGhee). 

Na época do nascimento, a família esteve no programa de Oprah Winfrey, que doou US$ 250 mil para que eles pudessem arcar com as primeiras despesas. Confira os cliques e um vídeo da chamada do programa: 

Reprodução
Reprodução


Reprodução
Reprodução


Reprodução
Reprodução

ROLÂNDIA: COLÉGIO KENNEDY AGUARDA REFORMA PROMETIDA

MASSA NEWS

Cheio de rachaduras, colégio Kennedy ainda não tem projeto de recuperação em Rolândia
Da redação | Rolândia | Publicado em 17 de junho de 2016 | 16h03


(foto: Divulgação)

Engenheiros do Núcleo Regional de Educação periciaram as instalações do Colégio Estadual Presidente Kennedy em Rolândia, afetados pelas chuvas do início do ano. Um laudo será entregue para que um projeto seja feito e inicie o quanto antes os trabalhos.

O Colégio sofreu diversas rachaduras decorrentes das fortes chuvas do mês de janeiro. Aproximadamente cinco salas tiveram que ser interditadas e os problemas se estenderam por toda extensão do colégio, inclusive a quadra coberta.

O perito e engenheiro do governo estadual, Alexandre Lodeiro fez diversos registros e caberá a ele encaminhar todas as informações periciais para o Núcleo Regional de Educação para que sejam feitos os projetos e consequentemente, os serviços sejam contratados e executados. "São danos consideráveis e precisamos avaliar com cautela", explica o perito.

O deputado estadual Cobra Repórter (PSD) afirmou que uma verba de R$ 500 mil está disponível no governo estadual, aguardando finalização dos projetos para ser liberada.

Ônibus metropolitano é assaltado em Rolândia


MASSA NEWS

Marco Feltrin | Rolândia 


Um ônibus metropolitano que faz a linha Londrina/Rolândia foi assaltado no final da noite de quinta-feira (16).

Segundo o motorista, um passageiro embarcou no penúltimo ponto e, ao chegar no destino final, no jardim Santiago, trecho urbano da BR-369, deu voz de assalto.

Armado de pistola, ele esperou todos os passageiros desceram e fugiu levando R$ 90 em dinheiro.

BLOG DO FARINA AGRADECE INTERNAUTAS

CLIQUE PARA AUMENTAR A FOTO.





FARINA HOMENAGEIA A COLONIA JAPONESA de ROLÂNDIA NESTE DIA ESPECIAL



Tenho alguns amigos de origem japonesa. Posso garantir que eles foram muitos importantes para a colonização de Rolândia ( e de outras regiões). Um povo de fibra... trabalhadores... honestos... não perderem tempo em derrubar a mata e plantar café e cereais. Devemos muito a eles por tudo o que vemos em Rolândia. Neste dia em que comemoramos 108 anos da imigração japonesa no Brasil, a minhas homenagens sinceras. Um abraço em cada um dos que estão vivos. E uma prece para a alma daqueles que descansam no sono eterno. Temos orgulho de vocês. Rolândia teve sorte de receber vocês. JOSÉ CARLOS FARINA.

FARINA HOMENAGEIA A COLONIA JAPONESA NESTE DIA ESPECIAL


Tenho alguns amigos de origem japonesa. Posso garantir que eles foram muitos importantes para a colonização de Rolândia ( e de outras regiões). Um povo de fibra... trabalhadores... honestos... não perderem tempo em derrubar a mata e plantar café e cereais. Devemos muito a eles por tudo o que vemos em Rolândia. Neste dia em que comemoramos 108 anos da imigração japonesa no Brasil, a minhas homenagens sinceras. Um abraço em cada um dos que estão vivos. E uma prece para a alma daqueles que descansam no sono eterno. Temos orgulho de vocês. JOSÉ CARLOS FARINA.

VÍDEO 108 ANOS DE IMIGRAÇÃO JAPONESA NO BRASIL COMEMORADO EM ROLÂNDIA

VÍDEO PROTESTO NO CRUZAMENTO DA IGREJA DA RESSURREIÇÃO By FARINA

BLOG DO FARINA E OS JORNAIS DE ROLÂNDIA ( 18/06/16 )

FOTO By BLOG DO FARINA.


108 ANOS DA IMIGRAÇÃO JAPONESA COMEMORADO EM ROLÂNDIA - PR.

FOTOS By JOSÉ CARLOS FARINA

CLIQUE NA FOTO PARA AUMENTÁ-LA




















































































































































































































ISSO É PODA ??






Hoje 18.06.2016 - VÁRIAS PODAS RADICAL. Todos gostam de sombra, mas poucos cuidam das árvores.

" A árvore quando está sendo cortada, observa com tristeza que o cabo do machado é de madeira."
Provébio Árabe.






PROTESTO EM ROLÂNDIA CONTRA A MORTES DA ESQUINA DA RESSURREIÇÃO

VÍDEO "NO AR" NO CANAL "josecarlosfarina" do Youtube. - FOTOS By JOSE CARLOS FARINA


































































ALL / RUMO VAI RECUPERAR A FERROVIA DO PARANÁ

FOLHA DE LONDRINA

Rumo ALL diz que vai investir R$ 4,7 bi no PR

Segundo a concessionária, são investimentos em manutenção e ampliação da malha ferroviária

Ricardo Chicarelli
Para Ocepar, investimentos são "extremamente importantes" para a redução do custo logístico do Paraná; hoje, apenas 20% da produção chega ao porto de trem

A concessionária Rumo ALL vai investir R$ 4,7 bilhões em ferrovias no Paraná, R$ 1,5 bilhão em manutenção da malha, em 18 meses, e R$ 3,2 bilhões, em expansão, em cinco anos. Na última quinta-feira, o presidente da empresa, Júlio Fontana, participou de reunião em Curitiba com o governador Beto Richa (PSDB) e representantes de 16 entidades para apresentar os projetos.
A reportagem pediu entrevista na Secretaria Estadual de Infraestrutura (Seinfra), mas a assessoria afirmou que o governo não tinha nada mais a declarar além do que foi divulgado por meio de nota à imprensa. Segundo a nota, o presidente da Rumo ALL afirmou que a companhia vem acelerando investimentos de curto e médio prazos com o objetivo de melhorar as condições da malha ferroviária do Estado, que se deteriorou nos últimos anos. 
Um dos objetivos dos investimentos seria ampliar a participação da ferrovia no transporte de grãos até Paranaguá. "Temos muitos desafios, como superar uma malha mal cuidada e terminais pulverizados, com locomotivas e vagões antigos e as restrições de acesso ferroviário pela Serra do Mar até Paranaguá", disse ele, segundo a nota do governo do Estado. 

AVALIAÇÃO
Em entrevista para a FOLHA, o presidente da Federação das Associações Comerciais do Paraná (Faciap), Guido Bresolin Júnior, disse que saiu da reunião com a sensação de que as condições para o transporte ferroviário no Paraná vão melhorar. "Sentimos que há um ambiente propício para o diálogo da concessionária com o governo e a sociedade. E que haverá melhorias nas ferrovias." 
O superintendente da Organização das Cooperativas do Paraná (Ocepar), Nelson Costa, também ficou animado. "Quando essa empresa assumiu, a situação da malha estava muito comprometida. Não havia manutenção necessária e os vagões estavam em péssimo estado", afirma. Ele se refere à fusão da antiga ALL com a Rumo, braço logístico do grupo Cosan, que teve início em fevereiro de 2014 e foi aprovada pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) um ano depois. 
Para Costa, os investimentos são "extremamente importantes" para a redução do custo logístico do Paraná. Ele espera que, nos próximos anos, haja um aumento significativo no escoamento de grãos pelo Porto de Paranaguá, por meio da ferrovia. "Hoje, apenas 20% da produção chega no porto de trem", alega. 
A reportagem também pediu entrevista na ALL Rumo. Mas a assessoria diz que os executivos estavam em viagem e não poderiam atender. A FOLHA solicitou à empresa que detalhasse os investimentos que serão feitos. E também perguntou por que, segundo a Confederação Nacional do Transporte (CNT), a malha sul da ALL carregou menos carga em 2014 do que nos anos anteriores. Segundo a CNT, de 2011 a 2013, foi uma média de 48,5 milhões de toneladas úteis por ano. Já, em 2014, houve um recuo para 46 milhões de toneladas úteis. 
A concessionária ficou de responder por meio de nota, mas não o fez até o fechamento desta edição.
Nelson Bortolin
Reportagem Local