quinta-feira, 15 de setembro de 2016

DOMINGOS MONTAGNER DA GLOBO MORRE AFOGADO NO RIO SÃO FRANCISCO

EXTRA.GLOBO.COM


Publicado em 15/09/16 18:10 . Atualizado em 15/09/16

CORPO DE DOMINGOS MONTAGNER É ENCONTRADO; ATOR MORRE AOS 54 ANOS
Domingos Montagner morreu após se afogar no rio 

Foto: Estevam Avellar/TV Globo
Extra

O Corpo de Bombeiros de Sergipe acaba de confirmar a morte de Domingos Montagner. Reginaldo Dória, comandante que operava buscas no local informou ao EXTRA que o corpo do ator foi encontrado sem vida. Ele estava preso às pedras, em Canindé de São Francisco, na divisa dos estados de Alagoas e Sergipe, após afogamento no Rio São Francisco.

Depois de gravar cenas da reta final da novela "Velho Chico", o ator aproveitou a folga junto com a colega de elenco Camila Pitanga, seu par romântico, para dar um mergulho no rio. A correnteza levou o artista, que desapareceu nas águas por volta das 14h30. Segundo informações do coronel Fábio Fonseca Rolemberg, Camila se desesperou, gritando pelo nome do amigo.

— Ele estava tomando banho de rio com a atriz Camila Pitanga quando a correnteza o levou — disse o militar. A equipe ficou em estado de choque e todas as gravações foram canceladas na hora.

De acordo com os bombeiros, o corpo de Domingos Montagner estava a 18 metros de profundidade e a 320 metros do local onde o ator foi visto pela última vez. Ele estava preso entre duas pedras. O corpo foi retirado da água e será levado para o IML.

O ator, de 54 anos, deixa a mulher, a atriz e produtora Luciana Lima, e três filhos: Leo, 11 anos, Antônio, 7, e Dante, 4.

Fraude no Bolsa Família em Londrina pode chegar a R$ 3,5 milhões

Celso Felizardo - Grupo Folha - 14/09/2016 -

O Ministério Público Federal (MPF) detectou R$ 118 milhões de valores suspeitos nos pagamentos do Bolsa Família entre os anos de 2013 e 2014 no Paraná. Segundo as Câmaras Criminal e de Combate à Corrupção do MPF, o valor corresponde a 8,6% da quantia total repassada ao Estado (R$ 1,3 bilhão) no mesmo período. Em todo o País, as suspeitas de irregularidades chegam aos R$ 2,5 bilhões. 

As investigações fazem parte da Operação Raio-X, iniciada em 2014 pelo MPF. De acordo com o órgão, as inconsistências são divididas em dois grupos. O primeiro diz respeito a saques realizados por pessoas já falecidas, indivíduos sem CPF ou a beneficiários com múltiplos CPFs vinculados ao cadastro do benefício. Já no segundo grupo estão beneficiários que são, ao mesmo tempo, servidores públicos que declararam ter família com menos de quatro pessoas, doadores de campanha em valores superiores ao recebido no programa, empresários e servidores públicos doadores de campanha. 

Os dados apontam que são investigados 22.835 servidores públicos – das três esferas de poder. Eles teriam recebido R$ 43,6 milhões em benefícios. Outros 32.377 casos foram abertos contra empresários, que teriam recebido R$ 66,4 milhões no esquema. A operação identificou ainda 3.704 doadores de campanha que teriam recebido R$ 8,5 milhões. Por fim, R$ 5,6 milhões foram pagos em nome de 4.494 pessoas que já haviam morrido na data do saque do benefício. 

Em Londrina, a assessoria de imprensa do MPF informou que os dados ainda seguem em análises e que a divulgação final, com detalhes, só se dará após os casos deixarem de ser tratados como "suspeitos". No entanto, o Procurador da República do MPF em Londrina, Luiz Antônio Cibin, declarou em entrevista à Rádio Paiquerê AM, que as suspeitas de pagamentos irregulares em Londrina chegam aos R$ 3,5 milhões. 

De acordo com o procurador da República, 1.115 pagamentos irregulares do benefício são apurados na cidade. Ainda segundo a Paiquerê AM, 186 servidores – municipais, estaduais e federais - são investigados por fraudes na concessão ou fiscalização dos benefícios, concedidos pelo governo federal e repassados segundo cadastramento feito pela prefeitura. Na região de Londrina, o MPF investiga 2.766 repasses suspeitos em um total de 69 mil benefícios em 34 municípios. Os pagamentos ilegais chegariam a R$ 8,4 milhões. 

Leia mais na edição desta quinta-feira (15), na Folha de Londrina. 

PLANTIO DE MACONHA EM ROLÂNDIA

PM apreende nove pés de maconha em casa em Rolândia


MASSANEWS.COM


Da redação | Rolândia

(foto: PM/Divulgação)


Policiais do 15º Batalhão apreenderam nove pés de maconha em uma casa no jardim São Fernando, em Rolândia, na manhã desta quarta-feira (14).

Após recebimento de denúncias, a equipe foi até o local e encontro os pés plantados em vasos, com cerca de 50 centímetros de altura, em média, no quintal do imóvel.

Um adolescente que estava na casa foi apreendido. Ele ainda tentou resgatar a droga antes de ser detido e encaminhado para a delegacia local.

VÍDEO GLEISI HOFFMANN SAÍ EM DEFESA DO COMPANHEIRO LULA

DO PAULO BERNARDO NÃO FALA NADA....

47 NOVOS POLICIAIS NAS RUAS DE ROLÂNDIA

A partir de hoje, 47 novos policiais iniciam suas atividades junto ao 15º BPM.  Como primeira tarefa estão fazenda ronda "à pé" em duplas conhecidas como "Cosme e Damião". Desejamos sucesso a todos os novos policiais. Deus abençoe vocês. FOTO DO BLOG DO FARINA.





















O ÚLTIMO DISCURSO DE UMA ÁRVORE

Pode ser que meu discurso seja em vão, assim como foi o famoso “O Último Discurso” de Chaplin em “O Grande Ditador” de 1940. Mas, já que vocês têm a data de 21 de setembro como o “Dia da Árvore”, vou tentar conquistar vocês. Por mais insensíveis que vocês humanos tantas vezes sejam, também houve, ao longo da história, momentos de adaptação à natureza, de paz. Tá certo que a maioria de vocês hoje mora em cidades e que na natureza selvagem as coisas não são tão pacíficas. Um depende do outro, existem sacrifícios, mas há limites bem claros na natureza e com isso um equilíbrio que mantém a ordem. Com a falta de natureza, vocês humanos perderam os limites e a palavra “ordem” só parece ser mais uma de suas muitas mentiras. Vocês até reconhecem que a “mentira tem pernas curtas”, inventam a ciência que justifica tudo, usam uma tal de “democracia” para legitimar o mando de poucos e se orgulham pelo mundo conectado, informado. 
Será que, como humilde árvore, já condenada pelo progresso, posso ser ouvida? Por mais que minha linguagem seja outra, tenho voz! Minhas manifestações são milhares! Tenho expressões conhecidas como a sombra das folhas, a transformação de energia solar em açúcares, o cheiro e enfeite das flores, alimento e proteção aos animais que restam. E tem o meu universo secreto! Sou um ser social, preciso de minhas colegas árvores e dos bichos que espalham minhas sementes. Minhas raízes invisíveis vão longe no chão fofo da floresta e, nos campos rurais compactados e solos urbanos impermeabilizados, ficam mirradas e me dão pouca estabilidade. A agricultura e a cidade tiraram meu vital micro clima. Sou muito lenta e as mudanças climáticas bruscas são insuportáveis para mim. Fico fraca, doente e indefesa contra inimigos naturais. Vocês já repararam quantas de minhas colegas, como os pés de citros e manga, estão morrendo? Vocês parecem tranqüilos, pois sempre inventam uma nova tecnologia. Até mesmo à falta da água, líquido essencial que em outros tempos transferíamos lentamente ao solo, vocês dão pouca atenção. Que curta visão! Os poços profundos que vocês estão furando e os rios cada vez mais longínquos que vocês estão explorando, sem a nossa presença, secam. Somente nós árvores conseguimos fazer uma eficiente recarga dos lençóis freáticos! As frágeis “matas ciliares” de vocês parecem meros enfeites dos rios pelados e vermelhos por causa das enxurradas. Florestas nos topos, nos espigões, funcionando como “lavouras d’água” parecem absurdas para a visão limitada de vocês. Árvore, para entrar na lógica industrial de vocês, tem que ser tudo igual! Vocês ignoram a incrível força da nossa diversidade, do nosso insubstituível poder de resfriar e filtrar o ar, de proteger vocês dos perigosos raios solares, de garantir água nos solos. Não há indústria capaz de fazer tudo isto! Restaurar a nossa presença em nada prejudicaria a sua produção de comida e de abrigo, pelo contrário, melhoraria! A cadeia produtiva florestal seria formidável para resolver a crise de desemprego e dos problemas sociais de vocês. Imaginem quantos empregos saudáveis poderiam ser gerados! Desde o inventário das matas que ainda existem, da coleta de sementes, do trabalho no viveiro, do plantio e cuidado, da coleta e beneficiamento de produtos madeiráveis e não madeiráveis até ao atendimento do lazer e turismo que vocês tanto curtem! Parem com os seus discursos vazios! Tenham coragem de me ouvir! Assim como vocês, sou parte do milagre da vida, da força divina que a tudo inventou. Tenham fé e transformem o simbólico “Dia da Árvore” num concreto e duradouro tratado de paz entre os seres da Terra!