quinta-feira, 20 de outubro de 2016

DERICO EM LONDRINA DIA 19/11




o Clube ! Também tem Vitor Gorni e Big Band / Elaine Fiora e DjCarlos Suzuki! Os ingressos e mesas estão se esgotando ! Liga no Country (43) 3327 4741 e receba o seu em domicilio !

VENTOS CAUSAM DESTRUIÇÃO NO SUL

20/10/2016 17h58 - Atualizado em 20/10/2016 

Ventos de 57 km/h causam estragos em Ponta Grossa, no Paraná.

Câmeras de segurança de posto de combustíveis registraram vendaval.

Outras cidades da região também registraram danos.

Do G1 PR, com informações da RPC Ponta Grossa

O Sistema Meteorológico do Paraná (Simepar) registrou ventos de 57 km/hora em Ponta Grossa, na região dos Campos Gerais do Paraná, por volta das 15h30 desta quinta-feira (20). A rajada de ventos fortes causou estragos na cidade.

No vídeo acima, a repórter Viviane Mallmann mostra parte dos estragos provocados pelo vendaval, que destelhou casas e lojas.

Segundo os meteorologistas, das 15h às 18h, choveu metade do previsto para outubro em Ponta Grossa. Nesse período, foram quase 75 milímetros de chuva na cidade. A média histórica de precipitação para o mês é de 153 milímetros.

As câmeras de segurança de um posto de combustíveis, no Núcleo Habitacional Santa Paula, registraram o vendaval que levou parte do forro do comércio. Veja no vídeo abaixo.

Lojas na Rua Kluppel Neto também foram danificadas e há registro de casas destelhadas.

Segundo o Corpo de Bombeiros, há ocorrências de destelhamento em atendimento no Núcleo Habitacional Santa Paula, no Distrito de Guaragi e na região da estrada do Kalinoski.

Ainda de acordo com os bombeiros, um homem sofreu uma descarga elétrica e foi atendido pelo Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate), no bairro Sabará. A vítima foi encaminhada para o hospital consciente. Os bombeiros informaram que o trabalhador estava com cabo de energia na mão, quando foi atingido.

Outras cidades
Na localidade rural de Linha Silvino, em Ivaí, também na região dos Campos Gerais, uma árvore caiu perto de uma casa e construções foram destelhadas. Os moradores relataram que além do vento forte, também choveu granizo.

O morador Anderson Rebinski, informou que o pluviômetro que tem em casa registrou 70 milímetros de chuva, em apenas trinta minutos. "Ninguém ficou ferido pois todos acharam um lugar pra se defender. Era um vento terrível", conta.
Cuuva com ventos fortes destelhou barracão de propriedade rural de Ivaí. (Foto: Anderson Rebinski/Arquivo Pessoal)

A Polícia Militar de Ivaí informou que na área urbana a chuva também foi forte, mas não causou estragos.

Em Palmeira, também na região dos Campos Gerais, os bombeiros estão atendendo seis ocorrências de destelhamento na vila rural da região de Bela Vista.

Os bombeiros também tiveram de desobstruir a PR-151 porque duas árvores caíram sobre a rodovia. As pistas chegaram a ficar parcialmente interditadas, mas já foram liberadas.

De acordo com os meteorologistas, também foram registrados ventos de mais de 80km/hora no Distrito de Entre Rios, em Guarapuava, na região central do estado.
Árvore caiu ao lado de casa em propriedade rural de Ivaí, depois de rajada de ventos fortes (Foto: Anderson Rebinski/Arquivo Pessoal)

Quer saber mais notícias da região? Acesse o G1 Campos Gerais e Sul.

CHUVA CAUSA DANOS NO SUL

Marlene Grotti 

Caos em São José dos Pinhais!?
São vários pontos da cidade com alagamento.Justamente no horário de saída das escolas e das empresas!!!

TESTES NUCLEARES MUDARAM O CLIMA NA TERRA

RECEBI ESTA MENSAGEM....

Descobrimos a pouco tempo. As chuvas de 11 de janeiro de 2016 foram causadas por um teste nuclear que a China fez . Segundo o que consta essa força mexeu com todo o campo magnético da terra e atravessou o globo
So estou compartilhando uma informação contigo. Não pense que sou louco nao
Rolandia e o parana esteve na rota das ondas
Pulsos magnéticos e tremores foram sentidos.
O povo pensa que fui apenas uma chuvarada e etc
Mas não foi
A China testou uma arma e uma bomba de hidrogênio um dia antes para comemorar o aniversário do príncipe
E isso resultou naqueles problemas todos aqui no para a
Parana
Eu creio que seja verdade.

WILHELM HOLST

COMENTÁRIO:

é possível.. Deus tenha piedade da humanidade.
FARINA



Inep vai suspender Enem em escolas ocupadas no Paraná

paranaportal.uol.com.br

ANARQUIA TOTAL

Publicado: 19, outubro 2016

Postado por: Andreza Rossini


Foto: Elza Fiuza/Agência Brasil

Andreza Rossini e Narley Resende

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) será suspenso nas escolas do Paraná ocupadas por alunos, caso elas não sejam desocupadas até o dia 31 de outubro, de acordo com o ministro da educação, Mendonça Filho e a presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) Maria Inês Fini.

As provas estão marcadas para acontecer em todo o Brasil nos dias 05 e 06 de novembro. O estado tem 773 escolas, 12 universidades e quatro núcleos de educação ocupados por estudantes que protestam contra a reforma no ensino médio, proposta pelo presidente Michel Temer.

O ministro afirmou que a comunidade deve se unir para sensibilizar os alunos em manifestação. “O que nós fazemos de concreto é um apelo. Acho que é importante ter um bom senso das pessoas para se retirar das escolas e permitirem que os jovens possam se submeter a prova do Enem deste ano. E ao mesmo tempo, os jovens terão os nomes e locais divulgados em relação aos locais onde eles vão fazer a prova, no sentido de ir sensibilizar os colegas. Os pais, a comunidade como um todo. Eu respeito qualquer forma de protesto desde que respeite o direito de ir e vir e de acesso à educação”.

Ainda de acordo com Mendonça, todo aluno que quiser fazer a prova e esteja alocado em um colégio ocupado, deve procurar o Inep para que seja remanejado.

O presidente da União Paranaense dos Estudantes Secundaristas, Matheus dos Santos, afirmou que a prova não depende das escolas ocupadas. “Só quem sabe a possibilidade das escolas serem desocupadas ou não são a maioria dos alunos. Será realizada uma assembleia estadual para definir isso. Nós acreditamos que as ocupações não vão interferir no Enem. Apenas 35% das escolas estão ocupadas e nem todas recebem o exame. Existem uma outra infinidade de prédios que podem receber o exame. Vale ressaltar que os alunos das ocupações também vão fazer o exame”, disse.

Ainda segundo Matheus, a ocupação deve ocorrer entre o final desta semana e o início da semana que vem.

A secretária da Educação, Ana Seres, falou em entrevista à BandNews Curitiba, nesta quarta-feira (19), que os alunos já são prejudicados pela falta de aulas. “Nas escolas ocupadas não tem como realizar o Enem. Ou nós teremos que procurar outros espaços ou até, eventualmente, cancelar. Cancelar não é o nosso propósito. Técnicos e mestres estão estudando para não prejudicar ainda mais os alunos”, afirmou.

O Inep, órgão vinculado ao Ministério da Educação, responsável pela realização da prova, afirma que o exame será mantido nos dias 5 e 6 de novembro para os outros estados do País. O cartão de confirmação do Enem com o local de prova de cada candidato foi liberado hoje pelo Inep, por meio do site do instituto. O aluno precisa do CPF e da senha criada no momento da inscrição para ter acesso ao cartão.

No primeiro dia, serão aplicadas as provas de ciências humanas e ciências da natureza. No domingo, serão os exames de linguagens, códigos e suas tecnologias, matemática e redação.
Mudanças na educação

Os estudantes se opõem à Medida Provisória 746/2016, que prevê a reestruturação do ensino médio. Os estudantes afirmam, entre outros pontos, que as escolas paranaenses não têm estrutura para oferecer o ensino integral – e são contra o fim da obrigatoriedade de disciplinas como educação física e filosofia – duas das mudanças previstas pela medida. Os jovens ainda reclama da forma como a mudança foi feita – através de uma Medida Provisória e sem diálogo com a sociedade, segundo eles.

FARINA É CITADO EM LIVRO SOBRE HOTÉIS DO NORTE DO PARANÁ














































































SEGREDO PARA ALCANÇAR 110 ANOS


Carolina Zambom Geraldin nasceu dia 3 de junho de 1901 em Piracicaba. Idosa vive atualmente em sítio, com filho e nora.
G1.GLOBO.COM