quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

OLAVO GODOY UM AMBIENTALISTA DE VERDADE

PAULO BRIGUET- FOLHA DE LONDRINA


Vida e morte do Senhor da Mata

Há exatos 20 anos, em 22 de dezembro de 1996, morria o pioneiro londrinense Olavo Godoy. A despedida ao fazendeiro de 83 anos foi discreta e até mesmo melancólica, considerando a importância que ele teve na história da cidade. Naquela noite, poucos amigos se dirigiram ao velório de Olavo, o que contrastava com a comoção da cidade na morte de seu irmão e companheiro de lutas Álvaro Godoy, em 1979. 

Em 13 de janeiro de 1996, numa manhã de sábado, estive na fazenda Santa Helena. Como repórter da Folha, fui até a propriedade para entrevistar a sra. Josyê Rose Baxhix Godoy, então casada com o sobrinho do pioneiro e administradora da propriedade. Enquanto conversava com a sra. Josyê na varanda, vi Olavo Godoy, que apareceu de relance à porta da casa, dirigindo-me um olhar triste. 

A fascinante trajetória do pioneiro londrinense inspirou o promotor público Antônio Winkert Souza a escrever o livro "Olavo Godoy — A História e o Drama do Guardião da Mata", que li com grande interesse nos últimos dias. O ensaio biográfico recupera informações valiosas sobre o homem que, ao lado do irmão Álvaro, chegou a Londrina nos anos 30 e desempenhou um papel importante na história da cidade, como líder ruralista e defensor da natureza. 

Chama a atenção na trajetória de Olavo Godoy o seu conceito avançado de desenvolvimento, que harmonizava os aspectos econômicos e ambientais. Ao mesmo tempo em que se destacou como importante produtor agrícola — tendo sido um dos fundadores da Sociedade Rural e ferrenho adversário dos movimentos sem-terra —, ele era um guardião implacável do nosso maior santuário ecológico, a Mata dos Godoy. Olavo era a prova viva de que a proteção da natureza e produtividade econômica podem caminhar lado a lado. 

Quando menino, Olavo costumava andar com os bolsos cheios de sementes, que ia espalhando ao longo do caminho. Jamais se casou: a quem lhe perguntava os motivos, dizia que a sua esposa era a própria floresta. Floresta que ele defendia com unhas, dentes e uma carabina contra os caçadores, invasores e até o próprio Incra, que nos anos 80 sobretaxou a Mata dos Godoy por considerá-la "área improdutiva". Coisas que só existem no Brasil, tais como a jabuticaba. 

Em 1989, no dia em que a Mata dos Godoy foi transformada em Parque Estadual, Olavo fez um discurso emocionado na Assembleia Legislativa do Paraná, utilizando palavras que definem sua grandeza: "Espero legar aos nossos pósteros professores, cientistas e historiadores um laboratório natural e fiel de uma floresta que nasceu com o mundo. (...) Aos pés dessas árvores companheiras da minha solidão ficará sepultada minha mocidade e meu coração, e por certo minh’alma virá vagar por elas." 

O nome Olavo tem origem nórdica e significa "O Sobrevivente". Dediquemos nosso pensamento a esse lutador que hoje sobrevive na terra que amou, nas sementes que plantou e nas árvores que protegeu. Ah, como eu queria voltar no tempo, caminhar até ele e dizer: 

— Obrigado, Olavo Godoy! 

Fale com o colunista: avenidaparana @ folhadelondrina.com.br 

por Paulo Briguet

COMENTÁRIO:

Tive o prazer de homenageá-lo aqui pela Câmara Municipal de Rolândia com o diploma "Honra ao Mérito". Quando estive na Fazenda Helena para comunicá-lo de minha homenagem andamos juntos por vários lugares da "Mata do Godoy". Junto conosco estavam meu sogro, minhas filhas e meus sobrinho Paulo Augusto e Tiago. Sempre com um facão na mão ia abrindo caminho para nós. Contemplamos algumas preciosidades da reserva, principalmente algumas perobas centenárias. Ele ia falando sem parar e explicando tudo. Demonstrava muito amor e orgulho por seu espaço. Dentre muitas histórias que nos contou esta eu não esqueço: Disse que seu pai adquiriu a área através de sesmaria. Ele e seu irmão vieram tomar posse da fazenda nos idos de 1929 ou 1930. No começo criavam porcos. Grandes manadas. Quando os porcos estavam gordos vendiam para compradores de Londrina e Jataizinho. Os porcos eram levados à pé. Ticados igual rebanho de gado. O Alvaro Godoy ia na frente, ao lado do porco líder. Os demais porcos seguiam. Olavo ia mais adiantado, a uns 300 metros à frente para espantar certas aves e animais silvestres. É que se algum bicho ou ave fizesse barulho os porcos viravam para trás e iam para lá na fazenda onde foram criados. O seu Olavo me disse na ocasião que isso aconteceu várias vezes. Às vezes tinham percorrido grandes distâncias e acabavam voltando para trás junto com a manada. Aí começa tudo de novo. Eram tempos diferencieis, - dizia ele, "mas valeu a pena.. temos muito amor por esta mata, por Londrina e pelo norte do Paraná, onde temos muitos amigos. Sinto apenas muita falta do Álvaro, que estava sempre ao meu lado e que foi o meu irmão querido e companheiro nas caminhadas". JOSÉ CARLOS FARINA

E/T.: DEPOIS DE MUITOS ANOS VOLTEI NA MATA DO GODOY ONDE PRODUZI ESTE VÍDEO. ESPERO QUE GOSTEM. ABRAÇO. FARINA.

NOTÍCIAS DE ROLÂNDIA 22/12/2016

ASSESSORIA
PRÊMIO NA EDUCAÇÃO



A Secretaria Municipal de Educação promoveu a entrega da premiação das Escolas e Centros Municipais de Educação Infantil (CMEI´s) que participaram do 2º Prêmio Qualidade na Educação, que tem como objetivo o reconhecimento de ações desenvolvidas pelos gestores das instituições de educação municipais, que se destacam pela obtenção de resultados positivos para a melhoria da qualidade da educação. O Prefeito Dr. Francisconi, a Secretária de Educação Rosilene Moloni, a Secretária de Assistência Social Rozimari Veronez e o Secretário de Governo Antonio Souza prestigiaram a premiação, que contou ainda com gestores e equipes pedagógicas, pais, alunos, professores, servidores municipais, parceiros e colaboradores, imprensa e demais convidados. Uma equipe julgadora avaliou cada ação desenvolvida e premiou as melhores.

EMPREGOS



A Agência do Trabalhador/SINE Rolândia atende das 8h às 14h, de segunda à sexta. O SINE Rolândia fica na Avenida dos Expedicionários 604, Centro. O telefone é 3255-1118. Vagas para: 



* TAPECEIRO DE ESTOFADOS

* COSTUREIRA EM GERAL

* PADEIRO

* AÇOUGUEIRO

* ZELADOR DE EDIFÍCIO


Homem é esfaqueado na cabeça após discussão de trânsito

Um homem de aproximadamente 40 anos recebeu um golpe de faca na região da cabeça em discussão de trânsito entre a rua Augusto Severo com a avenida Anália Franco, na zona leste de Londrina, no fim da tarde desta quarta-feira (21). 

Segundo informações da Polícia Militar (PM), a vítima teria sido "fechada" por um homem que conduzia um Fiat Uno branco. Ambos discutiram e o motorista do Uno desferiu um golpe de faca na cabeça do homem. 

Socorristas do Siate estiveram no local para prestar atendimento. O homem foi encaminhado à UPA Sol. O condutor do Fiat Uno fugiu do local.

Redação Bonde

NOTA DE FALECIMENTO EM ROLÂNDIA 22/12/2016

JOELCIO PACOLA

















É com pesar que informamos o falecimento do nosso amigo Joelcio Pacola, vítima de suicídio. Ele tinha 44 anos e era técnico de segurança em trabalho. Deixa esposa e filhos.
Que Deus o receba em sua infinita glória e console e conforte a família enlutada.
Não sabemos ainda o local do velório e horário de sepultamento.

EM 15/12/2016 DEIXOU ESTA MENSAGEM EM SUA PÁGINA DO FACEBOOK:

Gostaria de pedir desculpas a todos que um dia posso ter atrapalhado de alguma maneira. Agradecer todos que de algum modo me ajudaram. Abraçar todos que me tem como amigo. Dizer que amo demais minha família! Minha esposa e.meus filhos que sempre foram meu sustento! Não tem como explicar as coisas que acontecem em nossas vidas. Elas apenas acontecem! Na briga entre o bem o pecado, vence sempre aquele que foge!!



MENSAGENS RECEBIDAS

Meu amigo Joelcio Pacola:

Se algum guerreiro merece o seu descanso, depois de muitos anos de batalha, esse guerreiro é você.
Você foi fiel no pouco, fiel no muito, e sempre tinha uma palavra de encorajamento para aqueles que precisavam.
É impossível não ficar triste por saber que não podermos mais nos encontrarmos nas ruas de Rolândia, com a tua alegria contagiante, com os teus conselhos sábios. Mas apesar disso, é importante lembrar que você deixou um grande 
Tenho a certeza que o Senhor te recebeu com os braços abertos e que neste momento você está celebrando no Céu.
Descansa em paz!

Tom e Gisele.

As vezes nos perguntamos:  'POR QUE" ??????????
Não entendemos os "por que" da vida... Ontem você me pareceria tão bem, além de queixar-se de dor física. Parecia feliz, sempre risonho e falante. Hoje recebo a triste noticia de que partiu repentinamente e de forma misteriosa. 
Que Deus conforte sua familia, amigos,seus filhos e esposa. 
Aquele velho ditado, "ele parecia tão bem", porém depressivo e nao falava de suas angustias, tristezas e solidão...que nos sirva de exemplo a prestar mais atenção na dor do próximo, qualquer sintoma é um grito de socorro.
Descanse em paz, sua alegria contagiante permanecerá em nossos corações.
Vai demorar acreditar que nos deixou...
SONIA LEMES

COBRA REPÓRTER DEPUTADO DE ROLÂNDIA - PR.