sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

GOLPE DO BILHETE PREMIADO EM PLENO SÉCULO XXI

ONTEM EM JAGUAPITÃ UMA SENHORA DE 74 ANOS PRESTOU QUEIXA NA POLÍCIA DIZENDO QUE CAIU NO GOLPE DO BILHETE PREMIADO. DISSE QUE ESTAVA NA PRAÇA CENTRAL QUANDO FOI ABORDADA POR DOIS HOMENS, UM ALTO. MAGRO, DE COR CLARA, TRAJANDO CAMISA BRANCA DE LISTA E MANGA COMPRIDA E CALÇA JEANS PRETA COM DUAS ALIANÇAS NA MÃO E OUTRO DE BAIXA ESTATURA, DE COR MORENO CLARO, TRAJANDO CAMISA BRANCA COM ESTAMPAS EM DETALHE "V", E CALÇA JEANS CLARO, SENDO ESTE O MOTORISTA DE UM VEICULO ESCURO DE QUATRO PORTAS. OS ELEMENTOS FALARAM PARA ELA QUE ERAM DE UM SITIO E QUE ESTAVAM COM UM BILHETE PREMIADO NO VALOR DE R$ 2.000.000,00 (DOIS MILHÕES REAIS). FALOU QUE NÃO TINHA DOCUMENTOS PARA RESGATAR O PREMIO E PEDIU R$ 10.000,00 (DEZ MIL REAIS) EM TROCA DO MESMO, A VÍTIMA DISSE QUE TINHA APENAS R$ 8.000,00 (OITO MIL REAIS), A SENHORA ACABOU INDO ATÉ A AGÊNCIA DO HSBC ONDE RETIROU DA POUPANÇA A QUANTIA CITADA E ENTREGOU AOS SUSPEITOS, OS MALANDROS PEDIRAM PARA ELA IR ATÉ UMA FLORICULTURA DAR UM RECADO PARA UMA MULHER DE NOME JUDITE, AO VOLTAR AO LOCAL NÃO ENCONTRAR NÃO MAIS OS ENCONTROU. A POLÍCIA DE JAGUAPITÃ PROCUROU OS VIGARISTAS, MAS NÃO OS ENCONTROU.