sexta-feira, 3 de março de 2017

PEDÓFILO FOI CONDENADO A 94 ANOS DE PRISÃO EM ASSAÍ - PR.

BONDE

SETE ESTUPRO DE MENORES

Homem acusado de pedofilia na região de Londrina é condenado a 94 anos de prisão

A Justiça de Assaí condenou, na semana passada, um homem de 42 anos, acusado de estupro de vulneráveis e estupro qualificado, a uma penas de 94 anos de reclusão. Segundo o delegado do município, Felipe Akio de Souza Hirata, que comandou o inquérito policial, é uma das maiores penas já aplicadas na cidade. 

As investigações começaram em junho do ano passado, depois que um pai, vasculhando o celular do filho de 12 anos, encontrou uma foto do garoto nu. O menino se recusou a dar informações sobre a imagem, mas contou à Polícia Civil que a foto foi registrada por um homem, à época, com 41 anos. 

Durante as investigações, a polícia apurou que o acusado atraía menores de idade para a chácara onde residia oferecendo coisas como acesso à internet sem fio, oferecendo comidas ou deixando brincar com o cavalo. "Identificamos mais de dez crianças que frequentavam o local", diz o delegado.


De acordo com Hirata, exames periciais médicos confirmaram a prática de sexo com vários meninos. O delegado formulou pedido para tomada de depoimento sem danos, que é feito pela psicóloga do Fórum. 

O acusado foi condenado por cinco estupro de vulneráveis (prática de sexo com menores de 14 anos) e dois estupros qualificados (quando o menor tem entre 14 e 18 anos), além de corrupção de menores, fornecimento de entorpecentes para menores e pornografia infantil, devido à foto que deu origem à investigação. 

O homem permanece preso na Cadeia Pública de Assaí.

Luís Fernando Wiltemburg - Redação Bonde