sexta-feira, 7 de julho de 2017

PREFEITO SERGIO ONOFRE VAI ASSINAR ACORDO COM A VIAPAR SOBRE A ESTRADA DO CEBOLEIRO

O Prefeito Sergio Onofre de Arapongas concedeu entrevista para o Programa do Camargo ( SBT) quando disse que está negociando com a concessionária Viapar algumas obras para o município e um desconto ainda não definido para quem mora em Arapongas e que passa todo o dia na praça de cobrança. Afirmou que a liderança do Pedágio Zero vai ser ouvida, mas independentemente deles aceitarem ou não, ele vai assinar o documento. Entende que o acordo é vantajoso para o município. Sobre a a situação da população de Rolândia, ele disse que cabe ao prefeito Francisconi negociar esta parte. Concluiu dizendo que depois de assinado o documento, a própria prefeitura de Arapongas se encarregará de manter a via alternativa da Rua Rabilonga Vermelha fechada. O valor do desconto será definido até quarta-feira, - asseverou.

LEIA MAIS


FONTE: www.diaadia.arapongas.com.br

Viapar deve conceder descontos a moradores de Arapongas e de Rolândia, afirma o prefeito Sérgio Onofre



Na tarde desta quinta-feira (06) , o prefeito de Arapongas, Sergio Onofre da Silva, recebeu uma comitiva do Movimento Tarifa Zero, que foi expor seus objetivos em relação ao pedágio.

Um dos princiapais temas abordados foi em relação ao desvio do pedágio, que segundo o prefeito encontra entraves jurídicos, em razão de um Termo de Acordo firmado em 26 de outubro de 2016, pela gestão do então prefeito, Padre Beffa, que obriga o município a não autorizar a sua abertura.

Na oportunidade, Onofre adiantou que em recentes negociações com a Viapar, foi proposto a concessão de um desconto da tarifa para pessoas que utilizam diariamente o pedágio, seja para trabalho, estudo ou para tratamento médico, entre as cidades de Arapongas e Rolândia.

“A Concessionária (Viapar) já deu parecer favorável a proposta e um termo de acordo deve ser firmado nos próximos dias, para então iniciarmos o cadastramento das pessoas que se enquadrem ao benefício do desconto”, informou.

Finalizando, o prefeito ressaltou que o Movimento Tarifa Zero é legítimo e nada impede que eles continuem com suas demandas.