segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Marcha da Maconha em Londrina

BONDE


PELO USO E CULTIVO LEGALIZADO

MARCHA PRA JESUS NÃO VÃO

Defensores do consumo legalizado da maconha promovem em Londrina, neste domingo (6), a Marcha da Maconha. Após concentração na Concha Acústica, os manifestantes seguiram em passeata até o Zerão. O evento foi organizado pelas redes sociais. 

Anderson Coelho/Grupo Folha

Os participantes defendem não apenas o uso descriminado recreativo e medicinal, mas também a liberdade para cultivo. Também argumentam que a legalização reduz a violência. A Marcha da Maconha é organizada em Londrina desde 2015.


Anderson Coelho/Grupo Folha

O promotor de vendas Miguel Promenizio é um defensor do ideal de plantio em casa, mas acha que as propostas são pouco difundidas no país. "O Brasil tem que ser bem mais atingido com esse movimento, eu vou em todas as manifestações pela descriminalização da maconha. A gente quer poder plantar em casa e consumir. Não sou a favor da liberação porque seria muito controlada, com muitos impostos", afirma. 

Até o fechameto da matéria, mil pessoas confirmaram presença e outras 1,7 mil disseram-se interessados na página oficial da Marcha da Maconha.

(Atualizado às 19h39, com informações de Simoni Saris, do Grupo Folha)

Redação Bonde