domingo, 26 de março de 2017

ROLÂNDIA: PERDEMOS MAIS UM MARCO HISTÓRICO, TURÍSTICO E ARQUITETONICO

CASA SEDE DA FAZENDA JANETA



ESTA CASA TINHA UMA ARQUITETURA ÚNICA E MUITO INTERESSANTE. FOI PESQUISADA INCLUSIVE PELO CURSO DE ARQUITETURA DA UEL. FAZ PARTE E TEM UMA CAPÍTULO ESPECIAL NO LIVRO DE AUTORIA DE ANTONIO CARLOS ZANI, "ARQUITETURA EM MADEIRA". DESCREVE COM TODOS OS DETALHES AS CONSTRUÇÕES JUDAICO/ALEMÃS  DE ROLÂNDIA E SUAS FAZENDAS BELÍSSIMAS. NÃO SOMENTE A FAZENDA JANETA, MAS TAMBÉM A VEZERODA, SANTA CRUZ, BIMINI, OSTRA E GILGALLA.



A CASA E A FAZENDA É INDICADA COMO UM DOS PONTOS TURÍSTICOS DE ROLÂNDIA, EM VÁRIOS SITES (INCLUSIVE PELO MUNICÍPIO). CLIQUE. SITE DO GOVERNO DO PARANÁ


RECENTEMENTE O RENOMADO PROFESSOR MARCO ANTONIO NEVES SOARES, DE DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA DA UEL ENVIOU UMA CARTA À FOLHA DE LONDRINA COM O TÍTULO "CASAS E PRÉDIOS HISTÓRICOS DE ROLÂNDIA E DO NORTE DO PARANÁ", JÁ RECLAMAVA DAS MUDANÇAS FEITAS NA ARQUITETURA DA CASA SEDE DA FAZENDA JANETA, SEM NENHUM ACOMPANHAMENTO TÉCNICO.

A CASA POSSUÍA CERCA DE 4 PASSAGENS SECRETAS. DE UM ARMÁRIO EMBUTIDO DE UM QUARTO A PESSOA PODIA PASSAR PARA O OUTRO QUARTO, E ASSIM SUCESSIVAMENTE, POR MAIS QUARTOS ATÉ SAIR NA VARANDA EXTERNA, OU NO PORÃO.

A Fazenda Janeta cuja denominação surgiu por acaso, quando Dr. Erich Koch Weser e sua esposa (pioneiros e proprietários originais da fazenda) conversavam com os dois filhos, cujos apelidos são Jan e Eta, descobriram que a aglutinação desses nomes, poderia resultar no vocábulo Janeta, nome este que batizaram a propriedade. Sua sede foi construída nos anos 30, em peroba rosa, por carpinteiros alemães.

A inventariante, disse que resolveu desmanchar a casa por causa das constantes invasões e depredações. Antes que algum vândalo ateasse fogo na mesma.

A vocação natural desta casa era ser transformada em uma pousada ou preservada como marco histórico, não só de Rolândia, mas de todo o norte do Paraná.

Respeitamos a decisão dos herdeiros.

Deus abençoe a todos.





Jovem de 18 anos morre em grave acidente

BONDE

mais quatro  feridos


Um jovem de 18 anos morreu após veículo colidir contra um poste na rodovia PR-445, no Jardim Novo Bandeirantes, em Cambé, na madrugada deste sábado (25).

Por volta das 1h21, próximo ao Motel Gaivotas, um veículo Kia Cerato colidiu contra um poste. Vinicius Robusti, de 18 anos, não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

WhatsApp/Conexão Cidades/Lucas Lopes


Reprodução/Facebook

Os demais passageiros Bruno Garbelini, Luan dos Santos, Guilherme Gonçalves, todos com 20 anos, e Luiz Felipe Costa, de 19, tiveram ferimentos leves e foram encaminhados pelos socorristas do Siate até a Santa Casa de Cambé.

O corpo do jovem foi encaminhado ao Instituto Médico-Legal (IML) de Londrina.

As causas do acidente estão sendo apuradas. Na manhã deste sábado, conhecidos, amigos e familiares prestam homenagens no perfil de Vinicius no Facebook.

Redação Bonde