segunda-feira, 10 de abril de 2017

ROLÂNDIA : PALESTRA /CURSO SOBRE EDUCAÇÃO ESPECIAL

PROFESSORA VANIA BOER DA FACULDADE SÃO BRAZ

CLIQUE NAS FOTOS PARA AUMENTÁ-LAS

FOTOS  By JOSÉ CARLOS FARINA
































































































NOTÍCIAS DE ROLÂNDIA

casas




A Prefeitura Municipal de Rolândia informa que, em parceria com a COHAPAR, vai promover o cadastramento de famílias interessadas em participar dos novos programas habitacionais do governo estadual. É direcionado às famílias de todas as faixas de renda, uma vez que os diferentes programas contemplam famílias de diversos perfis. Em Rolândia, a partir de 2 de maio, das 12h15 às 16h45, haverá o início da distribuição de senhas para os interessados no exclusivamente no CRAS da Vila Oliveira, Rua Saguaragi, 515. A distribuição de senhas será feita até 12 de maio, conforme o mapa dos bairros (mais abaixo tem o link). Cada bairro vai ter um dia definido para o atendimento. Posteriormente, cadastro será feito na Rua Santa Catarina 1431, no Centro, em frente a Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente. O cadastro em si vai começar em 15 de maio e terminará em 14 de junho. Segundo a Secretária de Planejamento Catarina Schauff, a expectativa é distribuir seis mil senhas.

vacinação



A Secretaria de Saúde de Rolândia informa mudanças nas datas da Campanha de Vacina Contra Gripe que começa a partir do dia 17 de ABRIL, sendo que no dia 13 de MAIO de 2017 “SÁBADO”, será o dia “D” CAMPANHA NACIONAL DA VACINA DA GRIPE. A campanha vai até 26 de maio.

Informamos que a Campanha de vacina da gripe terá como público alvo no ano de 2017:

· Profissionais de Saúde, crianças de 6 meses a 4 anos, 11 meses e 29 dias, gestantes, mulheres nos pós parto até 45 dias, idosos com 60 anos ou mais, portadores de doenças crônicas, adolescentes jovens de 12 a 21 de idade sob medidas sócio educativas, a população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional. Este ano serão incluídos para vacinação os PROFESSORES DAS ESCOLAS PÚBLICAS E PRIVADAS.

De acordo com o Ministério da Saúde, o público-alvo da campanha em 2017 totaliza 60 milhões de pessoas no Brasil. A META TAMBÉM MUDOU EM 2017: A meta é vacinar 90% DOS GRUPOS PRIORITÁRIOS. 

O vírus da gripe passa por mutações frequentes. Por isso, todo ano, a Organização Mundial da Saúde (OMS) faz uma previsão de quais serão os vírus Influenza que devem circular no inverno do hemisfério norte e do hemisfério sul com base em amostras de pacientes coletadas em centros sentinela distribuídos em todo o mundo. Com base nessa informação, a Anvisa determina qual deve ser a composição da vacina daquele ano, informação usada pelos laboratórios que produzem a vacina no Brasil. O processo de desenvolvimento da vacina é complexo e leva, em média, 6 meses.

De acordo com a resolução da Anvisa publicada no Diário Oficial da União, a vacina de Influenza trivalente de 2017 deverá conter os seguintes vírus:


- Influenza A (H1N1), subtipo Michigan/45/2015

- Influenza A (H3N2), subtipo Hong Kong/4801/2014

- Influenza B, subtipo Brisbane/60/2008

Para receber a vacina é só comparecer a uma Unidade de Saúde mais próxima e levar a carteira de vacinação. 

cinema




O Centro Cultural Nanuk recebeu um bom público neste domingo (9) no fechamento da “1º Mostra de Cinema de Rolândia”, uma parceria da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo e o SESC Aeroporto de Londrina. A “Sessão Família”, com entrada gratuita, exibiu o filme “As férias do pequeno Nicolau”, com classificação livre e que teve 97 minutos de exibição. Devido ao sucesso do evento e também com a sugestão dos presentes, o Secretário da pasta, Diego Silva, informa que uma vez por mês o Nanuk vai exibir uma sessão de cinema voltada para as famílias. 

mais medalhas



A equipe de atletismo “Os Tucanos”, da Secretaria de Esportes, treinada por Ivar Benazi, fez bonito na 3º Unimed Night Run, em Apucarana no último sábado (8). Vitor Santos Gomes foi campeão geral nos 9 km; Cláudio da Silva campeão geral nos 6 km; Eder Ferreira campeão na categoria nos 3 km; Charles Carrascoza terceiro geral nos 3 km. 

pss



Publicação PSS – Educação

- 15º chamada - Apresentação de documentos 

- 16º chamada - Exames médicos -

empregos




A Agência do Trabalhador/SINE Rolândia atende das 8h às 14h, de segunda à sexta. O SINE Rolândia fica na Avenida dos Expedicionários 604, Centro. O telefone é 3255-1118. Vagas para:

Marceneiro

Mecânico de caminhão

Preparador físico 

Técnico de enfermagem do trabalho

Vendedor interno 

HOSPITAL



Em visita técnica realizada pelo Conselho Regional de Medicina (CRM-PR), o Hospital São Rafael de Rolândia teve a interdição ética cancelada e, com isso, a possibilidade de fechar o hospital foi sepultada. Aliás, de acordo com a Direção do Hospital São Rafael, desde que a Intervenção Municipal assumiu a gestão da unidade, paulatinamente os problemas foram reduzidos e muitos totalmente resolvidos. Com a liberação do CRM, o Hospital ganha ainda mais fôlego para continuar prestando o atendimento a população. A comitiva do CRM-PR é formada por Dr. Luiz Ernesto Pujol, presidente; Dr. Carlos Roberto Goytacaz Rocha, gestor do Departamento de Fiscalização; Martim Palma, advogado do CRM-PR; e Paulo Aranda, médico fiscal do CRM-PR. Ainda acompanharam a visita os diretores da unidade Nilson Giraldi, Tatiana Muller e Junior Camargo e membros representantes do Corpo Clínico. O Prefeito Doutor Francisconi parabenizou os gestores e a equipe do hospital pela conquista. “Isso foi fruto do trabalho profissional e transparente, que já reconquistou o título de filantropia e agora é até elogiado pelo CRM. Mérito de todos os Diretores, Profissionais da saúde e Servidores do Hospital que realizam um grande trabalho”, comemora. De acordo com Nilson Giraldi, a medida valoriza o trabalho da Intervenção Municipal. “A nova gestão procura desenvolver um bom relacionamento com as instituições e assim melhorar o atendimento. Isso é o reconhecimento do bom trabalho e de uma gestão eficaz atingindo os objetivos propostos pelos órgãos de fiscalização”, celebra. Para Tatiana Muller, o reflexo a população já percebe, com a melhora no atendimento e com maior oferta de serviços e remédios. “O Presidente do CRM fez questão de elogiar para o Prefeito a meta alcançada e a liberação da interdição. Melhoramos muito, mas reconhecemos que ainda vamos melhorar para cada vez mais prestar um serviço de qualidade”, reforça.



PA VILA


A Secretaria de Saúde comunica que o Pronto Atendimento (P.A.) da Vila Oliveira está em reforma visando melhor atender a comunidade. Nos dias 10, 11 e 12 de abril (segunda, terça e quarta), o atendimento vai acontecer normalmente, porém, a entrada para atendimento no PA será pelo Posto de Saúde da Vila Oliveira. Isso ocorre em virtude de reformas e melhorias na calçada, com a colocação do piso tipo paver. Entre os dias 13 e 16 de abril, o atendimento do PA será feito normalmente, contudo, na estrutura do Posto de Saúde da Vila Oliveira.

Secretaria de Comunicação

ROLÂNDIA : VALMIR FERREIRA NO TRIBUNA GERAL PELA WEB TOTAL TV HD

FOTO DO BLOG DO FARINA


CAFÉ CAIUBI COM NOVA EMBALAGEM

MAS COM O MESMO SABOR

FOTO BLOG DO FARINA


VENDA ANTIGA ( EMPÓRIO SECOS E MOLHADOS ) MERCEARIA EM LONDRINA - PR.

FOLHA DE LONDRINA

Venda dos Pretos guarda décadas de memória

Pequeno comércio na região sul de Londrina é tradicional ponto de encontro de moradores e representa um pedaço da história

Interior da Venda dos Pretos: reconhecimento público pela importância cultural
A casa simples de madeira de peroba, com portas e janelas de tramela, em uma grande esquina situada às margens da antiga estrada que deu lugar à Rodovia Mábio Gonçalves Palhano, no Patrimônio Espírito Santo, zona sul de Londrina, ainda é a de 66 anos atrás. Mesmo com tantas décadas, e algumas poucas mudanças, como uma cobertura para proteger do sol e da chuva, o lugar ainda guarda a mesma essência, generosidade e clima acolhedor de seu início. 
Todos estes sinônimos fazem parte da Venda dos Pretos, tradicional ponto de encontro na zona rural. Batizado de Venda do Alto, o espaço recebeu o novo nome após ser adquirido pela família Marques Neves. Naturais do Nordeste, eles vieram para Londrina nos tempos áureos do café em busca de uma vida melhor, como muitos migrantes. Porém, foi na Venda que encontraram o sustento e o recomeço. Primeiro com João Marques Neves, depois com a filha, Izolina Maria de Jesus, e agora com a terceira geração, representada pelas netas do patriarca. 

Com os balcões que remetem ao passado, o estabelecimento também guarda a memória das antigas mercearias, com doces e produtos variados, além de frutas, verduras, enlatados, petiscos e bebidas, sendo o ponto de apoio mais próximo de toda a comunidade. 
Mistura de bar e mercearia, o local tem uma rotina agitada, principalmente para os proprietários. O trabalho é de segunda a segunda e as portas são fechadas somente quando o último cliente vai embora. "Começa (a funcionar) às 9 da manhã e enquanto tiver gente está aberto. Aqui se encontra de tudo e de todos", resume Solange Francisca Neves, filha de Izolina, e que cuida da Venda com a irmã, Maria de Fátima Francisco Klein, e o cunhado, Dagmo Klein. 
"A maioria dos clientes é da cidade. Sábado e domingo as pessoas vêm jogar bola, pedalar pela região e passam por aqui. É um ponto de referência para todos. Se alguém quer saber de algo vem na Venda e pergunta. Com isso você acaba conhecendo as pessoas", conta Maria de Fátima. "Estamos sempre de braços abertos", completa ela, que trabalhava como balconista em um supermercado e largou a função há cinco anos para ajudar a mãe, que faleceu em 2015. Ela afirma que considera as pessoas que frequentam o local como se fossem da família. "Acho que se fosse de sangue não seria tão bom quanto é." 


Anderson Coelho
Ana Maria Aromatario, professora universitária aposentada, com a camiseta da Venda que é o seu bar desde 2009

UTILIDADE PÚBLICA 
A Venda dos Pretos também é um importante ponto de apoio para a comunidade do Espírito Santo. "Como as pessoas não têm caixa de correio, a grande maioria vem buscar a correspondência aqui", explica Maria de Fátima. "Mas quando é conta para pagar não vem rápido não", diverte-se. 
Nascida e criada na região, a servidora municipal Ellen Vanessa Biangi, de 33 anos, frequenta a Venda desde a infância e sempre está no estabelecimento em busca de correspondências. E leva com ela a filha Thaisa, de 11. "Antes eu vinha comer os doces e hoje é ela. Também temos um sítio próximo e passamos muito para comprar as coisas", explica. 
Tendo vivido vários momentos no pequeno estabelecimento, Ellen destaca as mudanças que observou ao longo dos anos. "O progresso chegou na região, mas na Venda mudou pouco. O balcão repleto de doces ainda é o mesmo, o padrão rústico também. Agora tem máquina de cartão, que antes não tinha", elenca quando ao fundo se ouve o questionamento de um cliente sobre a forma de pagamento e a reposta entusiasmada de Maria de Fátima. "Crédito e débito". 


As irmãs Maria de Fátima Francisco Klein e Solange Francisca Neves, com Dagmo Klein: terceira geração de proprietários da Venda

Pedro Marconi
Reportagem Local.