quinta-feira, 13 de abril de 2017

NOTA DE FALECIMENTO EM ROLÂNDIA 13/04/2017

Faleceu um filho de pioneiros de Rolândia: o amigo IRINEU POZZOBON! 
À família Pozzobon e Krelling os nossos sentimentos!


VALDOMIRO PAIVA INFORMOU.


NOTA: 



Irineu Pozzobon foi diretor regional do IBC nas décadas de 60 a 80. chefiou o Serviço Regional de Assistência à Cafeicultura. Escreveu um livro sobre "A epopéia do café no Paraná", 2006. Ele era especialista em café e cafeicultura. Concedeu dezenas de entrevistas sobre o assunto. A família foi pioneira em Rolândia. O pai dele, |Pedro,  foi proprietário de um estabelecimento comercial. Seu irmão, Darci, foi secretário das finanças de Eurides Moura, em 1983. Irineu residia atualmente em Londrina. FARINA

O Irineu Pozzobon nos deixou vários de seus livros aqui na Bimini para dar de presente aos visitantes interessados na história do café. Tenho orgulho deste personagem especial estar brilhando no filme "OURO VERDE" do amigo Fábio Cavazotti. Tanto o Irineu como o colega de trabalho dele, o fantástico Armínio Kaiser, tinham o sonho de um Museu do Café. Quem sabe prefeito Luiz Francisconi Neto Francisconi possamos fazer uma justa homenagem a estes homens que participaram ativamente na preservação de nossa história, através de um MUSEU IRINEU POZZON. Sentimentos à família. Dos amigos da Bimini. DANIEL STEIDLE


PRODUZI UM VÍDEO SOBRE O SEU TRABALHO. VEJAM:







CANAL JOSÉ CARLOS FARINA DO YOUTUBE COM 9 MIL INSCRITOS

OBRIGADO AMIGOS (AS)...

CLIQUE PARA VE-LOS


DURVAL AMARAL DO TRIBUNAL DE CONTAS DO PR. RESPONDE INQUÉRITO

BONDE


OPERAÇÃO QUADRO NEGRO

STJ autoriza inquérito contra presidente do Tribunal de Contas do Paraná


A Procuradoria-Geral da República (PGR) recebeu autorização para abrir inquérito contra o presidente do Tribunal de Contas (TC) do Paraná, Durval Amaral. Ele foi citado durante as investigações da Operação Quadro Negro, que apurou o pagamento de construção e ampliação de escolas estaduais paranaenses sem que as obras fossem concluídas. A autorização foi concedida pelo ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Herman Benjamin. 

A Operação Quadro Negro, desencadeada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), braço especializado do Ministério Público que atua contra a corrupção, investiga o possível desvio de R$ 18 milhões da Secretaria Estadual de Educação (Seed). No esquema, a construtora Valor receberia por obras que deveriam ser realizadas em escolas, mas que não eram entregues. Parte dos valores seriam pagos em propina. 

O nome de Amaral é citado pela advogada da construtora, Úrsula Ramos, junto a de pelo menos três deputados estaduais - entre eles, seu filho, Tiago Amaral (PSB), que teria sua campanha eleitoral reforçada com os recursos desviados, segundo as declarações de Úrsula. Por terem foro privilegiado, eles não poderiam ser investigados pelo MP do Paraná. No caso de Amaral, a PGR identificou que há motivos para apurar algum envolvimento.


Outro lado 

Por meio da assessoria de imprensa do TC, Durval Amaral disse que jamais recebeu recursos de empresas denunciadas com finalidade política e que todas as doações para a campanha de Tiago Amaral foram declaradas à Justiça Eleitoral. 

O presidente também reforça que a primeira suspensão de contratos e aditivos da construtora com o governo do Paraná, além da tomada de contas em duas obras realizadas pela Valor, ocorreram por liminar concedida por ele. "Além disso, com aprovação do Pleno, encaminhei comunicação dos fatos aos Ministérios Públicos Federal e Estadual, além do Tribunal de Contas da União, já que os recursos envolvidos são também oriundos do governo federal", complementa Amaral, que se diz "o principal interessado nesta investigação por ter meu nome envolvido indevidamente". 

(Atualizado às 15h10)

Redação Bonde

LEIA MAIS SOBRE O ASSUNTO

ASSALTO E TIROTEIO EM ROLÂNDIA NESTA MADRUGADA

Assalto com violência  nesta madrugada na Vila Oliveira. Dois  marginais  assaltaram um estabelecimento localizado na Vila Oliveira e levaram o proprietário como refém. Um vizinho que presenciou o assalto seguiu o carro e deu as coordenadas para a polícia, através do celular. A polícia compareceu rapidamente interceptando o carro dos bandidos na saída para Arapongas. Houve troca de tiros e os dois assaltantes acabaram presos. A polícia de Arapongas também compareceu e acabou prendendo um dos meliantes próximo a praça do  pedágio. Um  assaltante foi baleado, sendo encaminhado ao hospital. Maiores detalhes nas próximas horas.

LEIA A SEGUIR MATÉRIA DA TAROBÁ CASCAVEL
(www.tarobacascavel.com.br)



Dois bandidos realizaram um assalto a uma lanchonete, localizada na Rua Topázio, Vila Oliveira em Rolândia, na madrugada desta quinta-feira (13). De acordo com testemunhas, os assaltantes foram violentos com as vítimas e chegaram a atirar. O tiro atingiu a parede da lanchonete.


Segundo a polícia, o proprietário do estabelecimento foi abordado pelos homens ao lado de fora do comércio e levado junto pelos dois homens no seu veículo. Um deles ficou durante todo o roubo com a faca encostada no pescoço da vítima, enquanto o outro criminoso encostava um revólver em sua barriga.

Duas pessoas que presenciaram a situação, seguiram os bandidos e repassaram para a polícia.

Uma viatura da Rotam, em patrulhamento pela avenida Presidente Vargas, cruzou com o veículo indo sentido à Arapongas. A polícia pediu apoio de mais viaturas, já que os homens estavam armados e o dono da lanchonete estava como refém.

Durante tentativa de abordagem perto do pedágio, um dos adolescentes desceram atirando contra a polícia, que revidou e acabou baleando um deles na região pélvica.

Evandro Neves Valentin de 21 anos tentou fugir, mas foi preso pela Rotam de Arapongas momentos depois. Ele havia atirado contra os policiais. Já o baleado, é um adolescente de 15 anos, de Rolândia.







VÍDEO JOÃO ARDIGO QUER INVESTIGAÇÃO SOBRE CÂMERAS DE VIGILÂNCIA