quarta-feira, 19 de abril de 2017

VÍDEO FARINA VISITA OBRA DO PAREDÃO DO PEDÁGIO

ROLÂNDIA : HOSPITAL SÃO RAFAEL MELHORANDO O ATENDIMENTO

FOLHA DE LONDRINA

Hospital São Rafael em processo de recuperação da credibilidade

CRM suspendeu indicativo de interdição ética; número de cirurgias aumentou de 90 para 200 por mês e taxa de ocupação de leitos está em 80%


Saulo Ohara
Hospital de Rolândia foi interditado em dezembro de 2015 e uma comissão do município assumiu a gestão

Rolândia - A administração, o corpo clínico e os pacientes de dois hospitais do Paraná ficaram mais aliviados com a suspensão, pelo Conselho Regional de Medicina (CRM), do indicativo de interdição ética. Tanto no Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná (UFPR), de Curitiba, quanto no Hospital São Rafael, de Rolândia (Região Metropolitana de Londrina), havia o risco de fechamento se não atendessem as exigências de segurança e de prestação de serviço. O indicativo de interdição ética é um instrumento do CRM que visa a garantia de prestação de serviços de qualidade por parte dos médicos, pois se o hospital não oferece suporte para que eles trabalhem com segurança, essa qualidade fica comprometida, o que vinha acontecendo nos dois hospitais. 

A interdição do hospital em Curitiba aconteceu em junho de 2016 e no São Rafael e em dezembro de 2015. A liberação foi realizada no início de abril. Em função dos problemas no São Rafael, o Ministério Público pediu para que a prefeitura interviesse e uma comissão de administração assumiu o local, composta pelo diretor administrativo do hospital, Nilson Giraldi; pela diretora técnica Tatiana Müller e pelo diretor contábil e financeiro Júnior Camargo. "O indicativo de interdição ética é anterior à intervenção", destaca Tatiana. Em 2015 o hospital de Rolândia lidava com a falta de medicação, de farmacêuticos, de equipamentos e de estrutura mínima para seu funcionamento. 

O secretário-geral do CRM, Luiz Ernesto Pujol, relata que o indicativo é a maneira do CRM pressionar a administração para solucionar esses problemas. A expectativa no caso do São Rafael não era boa; achamos que as coisas não iriam acontecer e que teríamos de fechar o local", revela. Seis meses depois do indicativo, o CRM enviou uma comissão para avaliar a situação em que alguma melhora pontual foi verificada, mas não eram suficientes. "Voltamos agora (dia 7) e tivemos uma assustadora impressão positiva do que foi feito pelo grupo administrativo, desde o entendimento do que o hospital precisava, do comprometimento dos médicos, da parte econômica, até a melhoria da estrutura física do hospital", aponta. "O hospital está saneado em todos os setores, com exceção da UTI, que permanece fechada e vai levar algum tempo para poder reativá-la." 

"O município não aumentou o aporte de recursos. O segredo é que o hospital foi administrado com mais transparência e mais seriedade. Em agosto do ano passado o São Rafael voltou a ter título de filantropia que tinha perdido por oito anos", observa o prefeito de Rolândia, Luiz Francisconi Neto (PSDB). "É toda uma engrenagem. Para conseguir emendas parlamentares precisávamos de título de filantropia. Ao mesmo tempo, precisamos de indicações de políticos para conseguir liberação de recursos, mas o hospital estava sem credibilidade. A cada obstáculo que ultrapassamos ficávamos mais próximos da meta financeira e da prestação de serviço satisfatória", destaca Tatiana. 

Giraldi explica que para isso o hospital diminuiu funcionários e reviu os processos, buscando soluções na tecnologia. "Usamos mais a inteligência e tecnologia para ter um processo mais enxuto, com menos gente", aponta. Ele ressalta que isso possibilitou equacionar problemas, como a falta de depósito do FGTS e do INSS pelo hospital e a falta de concessão de férias. 

O trio que administra o São Rafael ressalta que ainda há um processo de recuperação da credibilidade para conseguir doadores. "Neste momento não pedimos doações em dinheiro. Solicitamos doação de materiais como lençóis, roupas e alimentação. Fazemos quase 600 refeições por dia e 90% vêm de doação. Não precisamos usar dinheiro de equipamento, medicamentos, enxovais para comprar comida. Os enxovais temos conseguido com as igrejas", aponta Giraldi. 

Com a melhoria de condições, os médicos voltaram a procurar o hospital para trabalhar e, consequentemente, a quantidade de procedimentos aumentou. O número de cirurgias, que girava em torno de 90 por mês, passaram a ser mais de 200. "Temos a meta de fazer 300 por mês, que vai ser alcançada até o fim do ano. Zeramos a fila de ortopedia e de clínica geral", afirma Tatiana. Giraldi acrescenta que a fila de obstetrícia e ginecologia ainda vai ser equacionada. "A ginecologia tinha 120 mulheres na fila, algumas com 4 anos aguardando. Dessas, quem ainda não fez a cirurgia já está com ela agendada. Tudo isso porque dependiam de exames e isso já está resolvido", explica Giraldi. Ele garante que em 60 dias, o hospital vai voltar a ter tomógrafo. "Outros equipamentos já tínhamos, como o raio-X, endoscopia e ultrassom. Estamos implantando mamografia, que não tem no serviço público em Rolândia", destaca. 

A taxa de ocupação dos leitos, que chegou a ficar em apenas 50%, hoje está em 80%. A servidora pública Vera Lúcia Silveira Garcia, 52 anos, foi uma das pessoas que voltou a procurar o hospital. "Ter um hospital na cidade e não poder contar com ele é muito ruim. Antes não tinha o medicamento e nem funcionários suficientes. Toda vez que precisava de um hospital eu ia para Cambé ou Londrina. Agora estou confiando que o hospital está mudando. Essa notícia da suspensão da indicação da interdição deixa a gente superfeliz", relata. 

CURITIBA 
O Hospital de Clínicas da UFPR estava com o indicativo de interdição ética atribuído às unidades de terapia pediátrica, neonatal e cardíaca. A instituição estava com dificuldades com os insumos, equipamentos de ecografias e de pessoal nas UTIs. Eles tiveram seus problemas sanados com licitações, aquisições de equipamentos e com a chegada de novos funcionários via Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh)para que houvesse expansão nos serviços. Este indicativo foi realizado pelo CRM em 7 de junho de 2016, tendo sido prorrogado por mais 60 dias no final de outubro e somente no dia 27 de março foi suspenso. Desde a gestão anterior e, agora, dando continuidade, com um número de servidores adequados nas UTIs os problemas estão sendo resolvidos", afirma a superintendente do Complexo HC (CHC), Claudete Regianni. Ela planeja aumentar de 22 para 30 leitos de UTIs e pretende reabrir mais 200 leitos de internamento. 

UPA de Sarandi está sob indicativo de interdição ética 
A comissão do Conselho Regional de Medicina do Paraná (CRM-PR) decidiu pelo indicativo de interdição ética no Pronto-Atendimento Gustavo Farias, em Sarandi (Noroeste). A UPA 24 horas passa por fiscalizações do CRM desde 2016 e, segundo o órgão, vem registrando problemas sérios à qualidade e segurança da assistência, que incluem falta de materiais e medicamentos básicos e profissionais. 

O diretor técnico administrativo da UPA e da rede UBS do município, Allan Márcio Vieira da Silva, declarou estar preocupado com a situação. "Houve boicote às licitações, cancelamentos e tudo isso gerou um efeito cascata, culminando em desabastecimento e desinvestimento", afirma. "Com ações integradas conseguimos resolver 60% dos problemas listados pelo CRM-PR. Essa administração elegeu a UPA como prioridade número um. Estamos esperando concretizar esse primeiro ciclo de licitações até o dia 15. Mas a UPA consome um terço de toda a verba destinada para a saúde. Dos R$ 32 milhões destinados para o orçamento global de saúde em 2016, R$ 10 milhões foram destinados para a UPA. Temos que ser gestores e bem engenhosos para reestruturar tudo", declarou. 

Segundo ele, Sarandi possui cerca de 100 mil habitantes e nove em dez habitantes do município dependem exclusivamente do SUS. "Temos 657 equipamentos dos quais 257 estão com problemas. Mas apenas uma nota de autorização de empenho para comprar algo precisa passar pelo Planejamento e se constatar que realmente precisa do equipamento eles mandam para a Fazenda para ver se tem o dinheiro para isso. Caso haja o recurso, vai para o Administrativo aprovar para poder pagar. Isso é só um empenho. Essa burocracia acaba atrasando todos os processos um a um", reclama. 

Silva destaca que irá atacar em três pontos básicos: restruturação dos equipamentos; gestão da farmácia e reorganização dos recursos humanos. Apesar do prazo de três meses dado pelo CRM-PR, caso o serviço não demonstre possibilidade funcional ou ética e imponha risco à saúde dos usuários, poderá ser decretada a sua efetiva interdição a qualquer tempo. Atualmente a UPA possui 133 servidores, entre médicos, enfermeiros e outros profissionais. (V.O.)

Vítor Ogawa
Reportagem Local

NOTÍCIAS DE ROLÂNDIA

NOVOS EQUIPAMENTOS



O Prefeito Doutor Francisconi repassou a equipe da Secretaria de Educação novos equipamentos e insumos que vão melhorar a qualidade de ensino e aprendizagem no município. Por cerca de R$ 150 mil de recursos próprios, foram adquiridos ventiladores, rádios, aparelhos multimídias, fogões, geladeiras, microondas, berços de brinquedos, dentre outros. Os itens serão distribuídos pela Secretaria de Educação as unidades escolares de Rolândia.

INGLÊS NA REDE MUNICIPAL




O Prefeito Doutor Francisconi e a equipe da Secretaria de Educação receberam quatro mil livros da Editora FTD, adquiridos com recursos próprios ao custo de R$ 150 mil, os novos livros didáticos ilustrados da disciplina de inglês. Rolândia é uma das primeiras cidades do país a ofertar a disciplina de inglês na rede municipal de ensino para os alunos do 1º ao 5º ano. Os livros já estão sendo distribuídos nas unidades escolares.

CINEMA NA PRAÇA




A Sessão de Cinema na Feira da Lua da Praça Castelo Branco será nesta quinta-feira (20), véspera de feriado de Tiradentes. A sessão de cinema ao ar livre será gratuita para toda a família e trará o fllme “As férias do pequeno Nicolau”, com classificação livre e que tem 97 minutos de exibição. São esperadas cerca de 300 pessoas no evento. 

MOBILIDADE URBANA



Depois de passar pela Vila Oliveira e região e Jardim Novo Horizonte e região, chega a vez dos moradores do Jardim Capricórnio responder os questionamentos dos entrevistadores que estão colhendo os depoimentos para a construção do Plano de Mobilidade Urbana de Rolândia. O questionário tem cerca de 50 perguntas e o cidadão responde perguntas sobre o deslocamento do cotidiano em itens como “Aonde você foi ontem”? e “Como você foi ao seu destino?”. O trabalho de campo deve durar cerca de 60 dias. A ação vai de encontro ao preconizado pela Lei Federal 12.587 e está sendo executado pela Prefeitura em parceria com o ITEDES. Participe! 

DOAÇÃO DE LIVROS



O Prefeito Doutor Francisconi recebeu em seu gabinete na manhã desta quarta-feira, junto com a equipe de governo, o ex-Prefeito Eurides Moura e membros do Lions Clube, a escritora Ana Stoppa, que está na cidade para participar das ações da Secretaria de Educação alusivas ao Dia do Livro Infantil, que promove atividades nas escolas e Cmei´s. A escritora lançou no município três obras infantis “Cacau o cachorrinho legal”; “Caó o cavalinho de um olho só” e “O Ronrom do Bombom”. Ana também doou mil livros para os alunos da rede municipal de educação.

VACINAÇÃO



Durante a reunião mensal dos grupos de tratamento ao diabetes e a problemas arteriais (Hiperdia), a equipe do Programa Saúde da Família da Unidade Básica de Saúde do San Fernando promoveram a vacinação contra a gripe no grupo que faz parte das prioridades da campanha nacional de vacinação, como das doenças crônicas. Ainda foi proferida uma palestra sobre assuntos afins pela médica Ana Paula Bettazza Ferdinandes e a enfermeira Paloma S. Cavalcante. 

EMPREGOS



A Agência do Trabalhador/SINE Rolândia atende das 8h às 14h, de segunda à sexta. O SINE Rolândia fica na Avenida dos Expedicionários 604, Centro. O telefone é 3255-1118. Vagas para: 

Montador de móveis de madeira; 

Motorista de caminhão truck; 

Operador de Máquina Dobradeira; 

Preparador físico; 

Soldador Auxiliar. 

PSS



18ª CONVOCAÇÃO DO PSS – Profissionais da Educação

CADASTRO RESERVA

Os candidatos convocados, deverão comparecer na data, horário e local abaixo especificados, munidos de comprovante original de identificação (com foto), atestado de médico clínico geral, emitido através de relatório devidamente identificado por CRM e da carteira de vacinação, constantes no Edital 02/2015 SEDUC.

DATA: 26/04/2017

HORÁRIO: 8h ás 10h

REDE DE ESGOTO



Com recursos próprios na ordem de R$ 2 milhões, a SANEPAR autorizou a obra de mais de 14 km de rede de esgoto para 700 residências dos bairros Alto da Boa Vista e Gustavo Giordani. O montante faz parte do pacote de R$ 5,4 milhões anunciado pelo Governador Beto Richa em saneamento para o município. O Prefeito Doutor Francisconi recebeu em seu gabinete Diretores da SANEPAR que detalharam o projeto, que está aprovado, agora entra na fase de licitar as obras. Com o empreendimento, Rolândia passará a contar com 58% de atendimento de rede de esgoto. De acordo com o Gerente da Região Metropolitana da SANEPAR Sérgio Bahls, com as obras vindouras, nos próximos três anos, Rolândia deverá alcançar a marca de 80% de atendimento de rede de esgoto. Participaram ainda do encontro o Gerente da regional de Arapongas Rodrigo Junqueira e o Gerente de Obras Luiz Nakayama; ainda o Vice-Prefeito Roberto Negrão, os Secretários de Desenvolvimento Econômico Dario Campiolo, de Infraestrutura Wanderley Massucci e de Planejamento Catarina Schauff.

ROLÂNDIA : FRANCISCONI FALA SOBRE O PEDÁGIO E ROTA ALTERNATIVA

LUIZ FRANCISCONI

A UM PASSO DE OBRAS IMPORTANTES PARA NOSSA CIDADE!

Governar com responsabilidade! 
Responsabilidade, é a palavra que em primeiro lugar me vem à mente. Quando nos deparamos em situações entre a emoção e a razão.

Está acontecendo uma polêmica sobre o bloqueio com um muro que impede a passagem cortando o pedágio de Arapongas.
Claro que todos nós temos uma opinião em comum sobre o pedágio em nosso estado. Porém, infringir a lei, a ordem, não é, e nunca será o caminho para resolvermos nossos problemas!

Assim, fui até Curitiba para tentar contato com as autoridades responsáveis e hoje tive uma reunião com o Presidente da Viapar, Camilo Carvalho, para através de dialogo, negociações e transparência resolvermos essa situação! Ele explicou que esse muro está dentro de um terreno que pertence a Prefeitura de Arapongas, que firmou um contrato com a Concessionária na gestão passada e não está nos perímetros de Rolândia e nem na estrada do Ceboleiro!

Mesmo assim, insistimos em benefícios nas taxas para nossa população, o que a legislação vigente entre a concessionária e o estado não permite! Tarifa Zero, impossível!

Mas conseguimos firmar uma boa parceria entre a Viapar e o Município, para a realização de importantes obras reivindicadas a tempos, inicialmente na CONSTRUÇÃO DA PASSARELA no cruzamento da Igreja da Ressurreição e a REFORMA DA ESTRADA DO BEGALI, que liga a estrada dos Pioneiros saindo na rodovia para Astorga (Campinho).

Tenho a convicção, e creio que a maioria dos Rolandenses comunga comigo desse pensamento, que através de dialogo, boas parcerias, credibilidade junto ao Governo do Estado (Beto Richa) que está nos apoiando totalmente e a outros órgãos importantes, conseguirmos passo a passo o desenvolvimento tão esperado por todos nós!

Rolândia, uma nova cidade! Um novo futuro!!!

VÍDEO FARINA VISITA OBRAS ASFALTO ACESSO AO NOVO CEMITÉRIO DE ROLÂNDIA

VEREADOR PEDE A ABERTURA DE "CEI" NA CÂMARA DE ROLÂNDIA

SAIU NA TV LOCAL...
REGINALDO PROTOCOLOU PEDIDO DE "CEI" (COMISSÃO ESPECIAL DE INVESTIGAÇÃO) PARA APURAR  GRAVAÇÃO VEICULADA NAS MÍDIAS LOCAIS ONDE O ATUAL PRESIDENTE DA CÂMARA FALA EM DISTRIBUIÇÃO DE CARGOS.

ROLÂNDIA: VEREADOR RODRIGÃO EM CONTATO COM O POVO

DANIEL STEIDLE



O Rodrigão, que se aventurou a ser um vereador em Rolândia, está conversando com todo mundo. Ontem na reunião do COMTUR ele abriu o encontro expondo a necessidade de conhecermos melhor o Conjunto do São Fernando, na entrada de Rolândia, onde fica o cartão postal ( Lago São Fernando ). Foi sugerido, dentro das programações das Caminhadas deste ano, que podemos fazer um piquenique naquela região... Turismo é isso! Promover atividades conjuntas e conversar! Muitas amizades e parcerias poderão acontecer!

Chrystian & ralf em Londrina



CONCORRA! Dia 28 de Abril a dupla mais afinada do Brasil sobe no palco do Teatro Marista para um show que promete viajar nos mais de 30 anos de sucessos. Ingressos limitados. Curta e compartilhe esse post e concorra a 1 par de ingressos para o show. O Sorteio rola no dia 20 de Abril e divulgaremos o nome do ganhador .

VENDA DE INGRESSOS:

LONDRINA:
Mr. Cuca - Rua Sergipe, 1527
Óticas Diniz: Rua Professor Joao Candido, 100
Óticas Diniz: Rua Souza Naves , 158 C
Óticas Diniz: Av. Sao Paulo, 187A
Óticas Diniz: Av Bandeirantes, 666
Óticas Diniz: Rua Sergipe, 428
Óticas Diniz: Av. Saul Elkind, 1760 - Shopping Saul Elkind

CAMBÉ:
Óticas Diniz

APUCARANA
Ótica Diniz - Loja 01: Rua Ponta Grossa, 1202

ARAPONGAS:
Ótica Diniz - Av. Arapongas, 580 - ARAPONGAS

MARINGÁ:
Casas Ajita - Shopping Catuaí
Casas Ajita - Shopping Cidade

ROLÂNDIA PULOU... DE NOVO.....

TURISMO CRESCENDO EM ROLÂNDIA

DANIEL STEIDLE


"ÁGUA MOLE EM PEDRA DURA, TANTO BATE ATÉ QUE FURA"... Ontem, noite especial do COMTUR, com muitas novidade como o ciclismo... tudo ligado ao CAFÉ... É o novo capítulo de ROLÂNDIA, RAINHA DO CAFÉ. Participe!