sábado, 28 de fevereiro de 2015

CERVIN completa 30 anos e receberá homenagem de vereadores


Foto: Arquivo Cervin

Na Sessão Ordinária da próxima segunda-feira (02) os vereadores vão entregar ao CERVIN (Centro de Recuperação Vida Nova) uma Moção de Congratulações em forma de homenagem a entidade que completa 30 anos

O requerimento de autoria do presidente da câmara, José de Paula Martins (PSD), foi assinado por todos os vereadores e concede Moção de Congratulações ao CERVIN.

Fundado e 1985 o centro já atendeu até o momento 3.800 pessoas. É uma entidade não governamental, sem fins lucrativos, sendo referência na recuperação de usuários de drogas e alcoólatras no estado do Paraná. O CERVIN desenvolve através de um regime residencial, trabalhos no âmbito da rede psicossocial focado na evangelização, apresentando o caminho da fé como aliado fundamental no resgate do cidadão.

Hoje a instituição conta para esse trabalho com uma equipe de 34 (trinta e quatro) pessoas, incluindo funcionários da área administrativa, monitores, coordenadores, psicólogos, assistente social, médico, enfermeiro, educador físico, cozinheiro, funcionários do trabalho rural, instrutores das oficinas, além de voluntários.

A solenidade acontece dentro da Sessão Ordinária que terá inicio na próxima segunda-feira (02) às 18h. Toda a comunidade está convidada a participar.

Fonte: Assessoria da Câmara Rolândia 

Paraná vence o Nacional em Curitiba

Redação Bonde

Com a vitória por 3 a 1 sobre o Nacional de Rolândia na noite desta sexta-feira (27), o Paraná Clube chegou aos 10 pontos e assumiu a quinta colocação no Campeonato Paranaense. Apesar de agora ter o mesmo número de pontos do Londrina, o time da capital perde no saldo de gols - dois contra cinco. 

Na partida desta noite, válida pela sexta rodada e disputada na Vila Capanema, em Curitiba, o meia Ricardinho abriu o placar a favor dos anfitriões logo aos dois minutos do primeiro tempo. 

Na segunda etapa, Jean, no primeiro minuto, e Rossi, no 10º, ampliaram para o Paraná Clube. Diogo descontou para o time do Norte do Paraná aos 43 minutos. 

Divulgação/FPF

Com a sexta derrota em seis jogos, o Nacional vê o Torneio de Morte cada vez mais perto, enquanto o Paraná encosta nos times da parte de cima da tabela e encaminha sua classificação à 2ª fase da competição. 

Os outros quatro jogos da sexta rodada serão disputados às 16h deste domingo. Na sétima rodada, o Nacional recebe o Operário e o Paraná visita o Rio Branco no Litoral.

Polícia Rodoviária e PM colocam tropa para liberar PR-445 em Cambé

JORNAL DE LONDRINA

Texto: Marcelo Frazão

Ponto de bloqueio era um dos últimos a permanecer na região de Londrina; PRE tem ordem judicial para desobstruir qualquer rodovia

Policiais rodoviários estaduais chegam ao local de bloqueio para registrar placas e garantir liberação total da pista (Crédito: D´Angele Alberto/RPCTV Londrina)

Mais de 30 agentes da Polícia Rodoviária Estadual em Londrina, com apoio de policiais militares, liberaram a PR-445 perto da passarela do Jardim Ana Rosa, em Cambé, na manhã deste sábado (28).

Na área, havia dois protestos: um dos caminhoneiros paralisados, que desde ontem travaram o trânsito na área, e outro de caminhoneiros revoltados por terem sido obrigados a parar. Desde sexta-feira (27), mais de 300 caminhões se aglomeravam ocupando tanto o acostamento quando uma das faixas da PR-445 naquela região.

Caminhoneiros tem persistido nos bloqueios por entenderem que as medidas anunciadas pelo governo federal para reduzir custos no transporte de cargas beneficiará apenas empresários de transportadoras - e não os trabalhadores autônomos do setor.


Polícia Rodoviária tem apoio da Polícia Militar, fortemente armada para a desobstrução da PR-445 em Cambé (Crédito: D´Angele Alberto/RPCTV Londrina)

Segundo a Polícia Rodoviária Estadual, uma ordem judicial, expedida pela 2ª Vara da Fazenda Pública de Cambé, obrigava a desobstrução e reintegração de posse da rodovia. O documento mostrado aos caminhoneiros determinava a aplicação demulta de R$ 10 mil, por hora, para sindicatos representantes da categoria e R$ 2 mil, também por hora, para caminhoneiros autônomos.

“Registramos as placas dos caminhões para, se houvesse resistência, todos serem multados”, explicou o capitão Alessandro Luís Wolski, comandante da 2ª Companhia da Polícia Rodoviária Estadual de Londrina.

A PRE também aguardava a chegada de mais uma decisão judicial, obtida pela Procuradoria Geral (PGE) do governo do Paraná, determinando a liberação de qualquer rodovia estadual bloqueada por manifestantes. “Foi tudo muito pacífico e com base em negociação. Em Sertanópolis os caminhoneiros também deixaram o bloqueio. Se insistirem em fechar outros espaços, estamos monitorando o movimento de forma permanente para agir”, garantiu o comandante da PRE.

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Tarifa de energia elétrica terá aumento médio de 36,4% no Paraná


Redação Bonde.

A Copel aprovou na tarde desta sexta-feira (27) uma revisão tarifária extraordinária que resultará em aumento médio de 36,4% na tarifa de energia elétrica a partir da próxima segunda-feira, 2 de março. 

O reajuste na Copel é o quarto maior do País entre as 58 concessionárias que tiveram o aumento autorizado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL). 

Também começa a valer na semana que vem os novos valores para as bandeiras tarifárias, que permite a cobrança de um valor extra na conta de luz, de acordo com o custo de geração de energia. Além da revisão extraordinária, as distribuidoras também passarão neste ano pelos reajustes anuais, que variam de acordo com a data de aniversário da concessão. 

Segundo a Aneel, a revisão leva em consideração diversos fatores, como o orçamento da CDE deste ano, o aumento dos custos com a compra de energia da Usina de Itaipu - por causa da falta de chuvas -, o resultado do último leilão de ajuste - que aumentou a exposição das distribuidoras ao mercado livre - e o ingresso de novas cotas de energia hidrelétrica. 

A revisão extraordinária está prevista nos contratos de concessão das distribuidoras, e permite que a Aneel revise as tarifas para manter o equilíbrio econômico e financeiro do contrato, quando forem registradas alterações significativas nos custos da distribuidora, como, por exemplo, modificações de tarifas de compra de energia, encargos setoriais e de uso das redes elétricas. Na tarde de hoje, a Aneel também aprovou o orçamento da CDE para este ano, que prevê repasse de R$ 22 bilhões para a conta dos consumidores de energia. 

Entre dezembro de 2014 e fevereiro de 2015, várias empresas solicitaram a revisão extraordinária, por causa da falta de chuvas e a maior necessidade de compra de energia de termelétricas, que é mais cara. 

(com informações da repórter Andréa Bertoldi, da Folha de Londrina)

Capotamento deixa jovem em estado grave, em Rolândia

PORTAL ROLÂNDIA 190

Um capotamento registrado por volta das 00h30 desta sexta-feira (27), deixou um jovem de 26 anos gravemente ferido, no km 10, da PR-170, em Rolândia. 

De acordo com os socorristas do Corpo de Bombeios, a vítima, identificada como Mairos Freitas estava inconsciente no momento da chegada da equipe do SIATE. Ele sofreu uma fratura de costela, trauma de tórax, traumatismo Craniano (TCE) grave e teve que ser entubado pelo médico do SAMU e encaminhado até ao HU de Londrina.

Segundo um motorista que presenciou o acidente, o veículo Vectra, com placas de Rolândia, teria perdido o controle do veículo e capotado por mais de 100 metros. A vítima chegou a ser ejetada do veículo, pois possivelmente não estaria utilizando o cinto de segurança. 










Publicado por Equipe Rolândia 190

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

INTERDIÇÃO DE RODOVIA ENTRE CAMBÉ E LONDRINA




Foto: Dangele Alberto.


Eliandro Piva

Caminhoneiros desceram a "Pé" até a BR-369 entre Cambé e Londrina e interditaram a rodovia. A partir de agora não passa mais ninguém. Outras cidades do Estado já começam com o mesmo protesto, pra bater de frente com Governo !!! 

MAL CHEIRO E INSETOS NOS JARDINS CAVIUNA / IMPERIAL

Sr. Farina:

tendo conhecimento do seu envolvimento e preocupação com o meio ambiente e com a população de Rolândia, nós moradores do bairro Imperial/ Caviúna estamos sofrendo com cheiro forte e aparição de insetos nas proximidades da rua Corina F. Chaves com final da Av. Expedicionários decorrente de uma granja de porcos que está se instalando ali. a uns 90 dias o cheiro tornou-se insuportável e acreditamos que a mesma não atende as exigências ambientais, precisamos de ajuda. Fone 43 99148810 Priscila

COMENTÁRIO:
Pedimos ao prefeito e vereadores que tomem providência.

Rodovias na região de Londrina permanecem bloqueadas

A Polícia Rodoviária Estadual divulgou um novo balanço de estradas bloqueadas por caminhoneiros no Paraná. A mobilização era registrada em trinta trechos em todas regiões do Estado até às 9h35 desta quinta-feira (26). 

Na região de Londrina, a categoria se concentrava na PR-323 (em Sertanópolis), PR-444 (em Arapongas) e PR-170 (em Florestópolis). Carros, ônibus e veículos de emergência estão autorizados a seguir viagem. 

Em alguns pontos, os manifestantes estão permitindo o tráfego de carga perecível. 

Confira os demais trechos bloqueados: 

PR-466 (Jardim Alegre) 

PR-182 (Toledo) 

PR-317 Santa Fé) 

PR-218 (Astorga) 

PR-463 (Colorado) 

PR-558 (Campo Mourão) 

PR-323 (Paiçandu) 

PR-317 (Santa Fé) 

PR-458 (Flórida) 

PR-170 (Guarapuava) 

PRC-487 (Manoel Ribas) 

PRC-466 (Pitanga) 

PRC-466 (Guarapuava) 

PR-182 (Ampére) 

PR-281 (Chopinzinho) 

PR-182 (Realeza) 

PRC-158 (Vitorino) 

PR-566 (Itapejara) 

PRC-280 (Clevelândia) 

PR-281 (Dois Vizinhos) 

PRC-280 (Mariópolis) 

PRC-280 (Marmeleiro) 

PR-471 (Nova Prata do Iguaçu) 

PR-562 (São João) 

PR-483 (Francisco Beltrão) 

PR-281 (Chopinzinho) 

PRC-280 (Palmas) 

Trechos federais 

A liminar concedida pela Justiça Federal na tarde de quarta-feira (25) vale apenas para trechos de rodovias federais. Mesmo sob pena de multa que pode chegar a R$ 50 mil por hora, o bloqueio era mantido em alguns pontos nesta manhã. A Polícia Rodoviária Federal deve atualizar os trechos interditados até o início da tarde. 

Redação Bonde


Após liminar, caminhoneiros liberam rodovias federais da região de Londrina

JORNAL DE LONDRINA
(Tatiane Salvatico)

Manifestantes liberaram as estradas e acostamentos após serem informados da decisão da Justiça Federal que previa multa de R$ 50 mil por hora. Não houve resistência, segundo a PRF

Trecho da BR-369 próximo ao viaduto com a PR-445, entre Londrina e Cambé, estava liberado na manhã desta quinta-feira (Crédito: Roberto Custódio / Jornal de Londrina)

O bloqueio dos caminhoneiros nas rodovias federais da região de Londrina terminou na noite de quarta-feira (25). A liberação das vias ocorreu após liminar concedida pela Justiça Federal que determinava que os manifestantes deixassem as rodovias e acostamentos das estradas da região Norte do Paraná, assim como nos demais pontos de bloqueios do país. Os bloqueios na região de Londrina começaram no último final de semana.

Os caminhoneiros deixaram o viaduto da PR-445 e foram para o Posto Portelão, em Cambé (Crédito: Roberto Custódio / Jornal de Londrina)

O cumprimento da liminar foi iniciado em Arapongas por volta das 19h45 de quarta-feira. De acordo com a assessoria de imprensa da Viapar, concessionária que administra o trecho da BR-369 próximo ao município. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), não houve resistência por parte dos manifestantes, que deixaram o local assim que foram comunicados da decisão judicial que previa multa de R$ 50 mil por hora a cada pessoa que mantivesse o bloqueio. Por volta das 8h20 desta quinta-feira (26), a rodovia estava completamente liberada segundo a Viapar e a PRF.

A situação era a mesma nas proximidades de Jataizinho, também no Norte do Paraná. No entanto, há informações de que ainda nesta manhã havia pontos de bloqueios em rodovias federais próximos a Apucarana, no entroncamento da BR-376 e BR-369, e Maringá, na rodovia BR-376.

Por volta das 8h30, na região de Londrina ainda haviam cerca de cem caminhões parados na PR-445, próximo ao acesso da BR-369, entre as cidades de Londrina e Cambé. Segundo a Polícia Rodoviária Estadual (PRE), o número era menor do que o registrado nos últimos dias, já que alguns caminhoneiros deixaram a manifestação na noite de quarta-feira (25) após terem conhecimento da liminar da Justiça Federal.

No entanto, por volta das 9h30 desta quinta-feira, a PRE informou que o grupo de caminhoneiros deixou o trecho próximo ao entroncamento com a BR-369 e se deslocou para as proximidades do Posto Portelão, em Cambé. A polícia disse desconhecer o motivo da mudança do ponto de bloqueio.

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

Marcha dos professores reúne 46 mil em Curitiba


BONDE NEWS

Adriana De Cunto - Equipe Folha


Cerca de 46 mil pessoas participam da marcha organizada pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Paraná (APP Sindicato) na manhã desta quarta-feira (25). A estimativa é do presidente da entidade, Hermes Silva Leão, que chegou pouco antes das 11 horas, no Palácio Iguaçu, para a terceira reunião entre APP e governo do Estado. 

Theo Marques/Equipe Folha


Grupos de professores vindo do interior do Estado se juntaram com servidores da capital e a marcha não se restringe a docentes, mas conta com representantes de várias categorias, assim como estudantes de instituições estaduais de ensino superior e alunos do curso de pedagogia da Universidade Federal do Paraná (UFPR). O tradicional bloco de carnaval de Curitiba, Garibaldis e Sacis, também aderiu à manifestação . 

Por volta do meio-dia, a marcha organizada pela APP Sindicato se reuniu em frente ao Palácio Iguaçu, onde acontece a reunião entre representantes dos professores e do governo estadual. A Polícia Militar estima que 10 mil pessoas se reuniram em frente à sede do governo estadual. 

A reunião começou às 11h40 e ainda prossegue no Salão de Atos do Palácio Iguaçu. 

Segundo o presidente da APP, Hermes Silva Leão, o primeiro avanço foi anunciado ontem, quando o governo se comprometeu em pagar 1/3 de férias em uma parcela só. 

Independente do resultado da reunião, a greve não acaba hoje, pois a APP realizará encontros de avaliação nos núcleos regionais e, se for o caso, uma assembleia da categoria será agendada .