segunda-feira, 31 de outubro de 2016

PREFEITO DE ROLÂNDIA BAIXA MEDIDAS AMARGAS PARA CONTROLAR GASTOS


Devido a maior crise da história do Brasil, o prefeito Luiz
Francisconi teve que tomar algumas decisões amargas que não agradou o funcionalismo público. Foi determinado o corte de horas extras e o adicional de algumas atividades insalubres. Hoje algumas mídias locais dedicaram os seus programas para falar sobre isso. Da minha parte eu espero que  o prefeito justifique primeiro através de uma nota oficial. Estarei aqui  publicando gratuitamente, como sempre faço, desde que o Blog foi criado. Uma coisa, todos podem ter certeza: se não tem dinheiro, se não tem verbas, não pode gastar. Paga-se apenas com o que tem em caixa. Prefeitura não é dono da Casa da moeda. O governo federal, muitas vezes consegue esta proeza. De gastar e ficar devendo. Como a Dilma fez. E por isso foi cassada. JOSÉ CARLOS FARINA