sexta-feira, 5 de maio de 2017

BUFFET DE LONDRINA EM 1º LUGAR NO PARANÁ

BONDE


ESPAÇO PARA EVENTOS

Buffet de Londrina é primeiro do setor em ranking de qualidade de turismo

O Buffet Empório Guimarães foi certificado pelo programa Selo de Qualidade no Turismo do Paraná, oferecido pelo Sebrae. A empresa foi classificada em 1º lugar no ranking das melhores colocadas na categoria Espaço para Eventos, em evento realizado em março, com 96,6% de conformidade em relação aos critérios avaliados. O selo é uma oportunidade para sistematizar processos e garantir o mesmo nível de qualidade em todas as etapas do atendimento. 

Além disso, atender com qualidade os turistas que visitam Londrina a negócios pode gerar novas oportunidades para empresas que investem na gestão e na excelência dos serviços para garantir a satisfação dos clientes. Como o processo para conquistar o selo envolve muitas etapas e cerca de 10 meses de trabalho, a equipe do Empório já está se preparando para participar e alcançar a certificação em 2018. 

Para Patrícia Guimarães, proprietária do Empório, participar do processo é uma excelente oportunidade para alcançar a excelência no atendimento. "Outra vantagem são as oportunidades de parcerias com empresas de outros segmentos que foram classificadas", analisa. O Mercado Guanabara, restaurante do mesmo grupo do Empório Guimarães, também foi certificado com 93% de conformidade. Na região de Londrina, foram 22 empresas condecoradas com o selo. As empresas certificadas receberam uma identidade visual referente à conquista que pode ser usada em diferentes mídias.


Patrícia explica que o primeiro passo do programa foi a realização de um completo diagnóstico na empresa. Essa fase teve apoio de um auditor do Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar), com base em critérios de excelência em gestão, projetos de sustentabilidade e questionário de análise de qualidade. A partir desta pesquisa, foi realizado um plano de melhorias e inovação. Após a implementação do mesmo, repetiu-se o diagnóstico do início para medir os avanços alcançados. Esta fase incluiu a visita de um auditor disfarçado de "turista oculto" que testou os serviços. 

"Participar desse processo nos fez perceber a importância de registrar nossos procedimentos para que se mantenham padronizados", avaliou. No Empório, entre outras inovações implementadas, a equipe passou a registrar o número de atendimentos realizados e quantos reverteram em contratos e adotou a separação dos eventos em sociais e corporativos, com processos exclusivos para cada tipo. Medidas simples como a instalação de fachada e uso de crachá pelos colaboradores também foram adotadas, além de iniciativas sustentáveis inerentes ao negócio. "A água que usamos para lavar salada, por exemplo, está sendo reaproveitada para regar a horta", exemplifica. 

Mercado Guanabara 

O Selo de Qualidade no Turismo do Paraná também foi entregue ao Mercado Guanabara, que atingiu 93,1% de conformidade. A empresa se destacou sobretudo nas atividades de sustentabilidade e gestão de serviços. "A avaliação mostrou que a administração da empresa possui alta eficiência e controle dos resultados, com profissionais responsáveis por cada setor e ações que buscam sempre melhorar a gestão", avaliou Alexandre Guimarães, proprietário do estabelecimento. 

Cardápio em inglês, espaço reservado para eventos particulares, balcão de espera e o pronto atendimento dos clientes nas plataformas virtuais (e-mail, Facebook e WhatsApp) e também por telefone foram outros diferenciais que somaram pontos. A empresa também conseguiu identificar aspectos a melhorar e uniu a equipe para alcançar as metas. "O Guanabara já realizava alguns projetos de sustentabilidade, mas foi a partir do Selo que vimos a importância de formalizarmos esses projetos e darmos maior frequência a eles, envolvendo nossos clientes e colaboradores", aponta. Para ele, o Selo vai incentivar o turismo na região, que ainda não é o principal destino paranaense. 

Turismo de negócios 

Segundo estudo realizado pela Fundação Getulio Vargas (FGV) e pelo Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur), o Brasil ganha três vezes mais com o turismo de negócios e eventos em comparação com o turismo de lazer. No Paraná, o segmento reúne 40% dos visitantes, sendo que em Curitiba este percentual chega a 52%; em Maringá, 56%; em Londrina, 55%; em Cascavel, 58% e em Foz do Iguaçu, 45%. Além disso, 97% das empresas de turismo paranaenses são classificadas como pequenas empresas. 

Selo de Qualidade 

O Programa Selo de Qualidade no Turismo do Paraná visa incentivar as empresas do setor hoteleiro e de gastronomia com interesse turístico a investirem na gestão e na excelência dos seus serviços. A iniciativa faz parte da estratégia do Sebrae/PR para ajudar os empresários de pequenos negócios a superarem os desafios e orientá-los sobre as novas tendências e cenários futuros. O Programa é realizado pelo Sebrae/PR em parceria com a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Paraná (ABIH-PR), a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes do Paraná (Abrasel-PR), a Federação de Convention & Visitors Bureaux do Estado do Paraná (FCVB-PR), a Paraná Turismo e o Tecpar.

Redação Bonde com assessoria de imprensa